expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 15 de julho de 2014

Fome em Portugal e tráfico de crianças não é só um problema de África - Também nos bate à porta - Grávidas esfomeadas, tráfico de crianças de Angola, Congo e Nigéria - De S, Tomé e Príncipe, também surgem alertas preocupantes do Presidente do STJ e Constitucional, José Bandeira



PÚBLICO «Portugal, em breve, assemelhar-se-á a um campo longilíneo de refugiados ao longo do mar. Sem agricultura, sem pesca, sem indústria que possa competir na UE, Portugal terá nas suas costas uma espécie de deserto a partir dos 30 a 40 quilómetros da costa. Que futuro para Portugal?









 Por Jorge Trabulo Marques - Jornalista

Dissemos  no  anterior post - e com razão - .São Tomé e Príncipe: - 39º aniversário da independência, ensombrado por notícias de tráfico de crianças - Sim, uma notícia que passou praticamente despercebida aos media.

Naturalmente que há a quem  preferia que estas notícias não sejam muito badaladas - Contudo, também há sempre alguém que  não se conforma:   «É necessário que alguns organismos estejam atentos, nomeadamente nos aeroportos, portos e alfândegas do país. Trata–se, de facto, de um fenómeno anormal, estranho e preocupante», declarações do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e Constitucional, José Bandeira, Líder do STJ apela à investigação da fuga de crianças no país

MAS, EM SÃO TOMÉ, AO MENOS AINDA HÁ NO TOPO DA HIERARQUIA DA JUSTIÇA QUEM LEVANTE A VOZ

Pois, nestas coisas, melindrosas, não há como fazer como a avestruz – meter a cabeça na areia e fazer de contas de que a vida é um mar de rosas e que não há mal que nos bata à porta – Pelos vistos, é a conclusão que se pode extrair acerca de uma das maiores perversões da atualidade, que  já não conhece fronteiras, raças, credos ou cores e que  se estende por todos os continentes  – É o criminoso tráfico de crianças, a que já aludi no post anterior. Em Portugal,  tudo no maior dos deuses. 


...........

SEF acredita que tráfico de crianças vindas de Angola está controlado 

- Se fosse apenas para tirar as crianças do flagelo da fome - tal como documenta a imagem -  até nem era ideia má de todo . Mas quem é que vai tirar crianças de África - clandestinamente e a ter que pagar aos "passadores" milhares de euros ou dólares - que não seja para abusar delas ou as escravizar?


PÚBLICO - O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) usa a expressão “passador de menores”. São adultos que viajam de Angola com crianças, como se elas fossem encomendas que se levam de um lado para o outro. Cinco adultos estão em prisão preventiva e nove crianças em lares de infância e juventude. crédito.
 SEF acredita que tráfico de crianças vindas de Angola está ...


Mas, infelizmente, o panorama é  preocupante – E  não é somente um fenómeno de África – Por cá, bem grave! - 

É que, enquanto os africanos, mesmo governados pelos seus, que, em muitos casos  não ficam atrás do colonialismo branco, já estão como que habituados a todo o tipo de vicissitudes, desde a escravatura aos abusos sexuais, vitimas das maiores patifarias  ao longo de séculos de domínio colonial, preferindo ir morrendo lentamente, até ficarem verdadeiros esqueletos ou, no caso das crianças, com os ventres deformados, tipo bola de futebol, suspensa numas perninhas da grossura da dos pássaros, por cá, a depressão provocada pela forme, falta de emprego ou de habitação, atira as pessoas para o desespero e suicídio – Sim, não é por acaso que o número de suicídios tem subido em flecha Mais de cinco portugueses suicidam se todos os dia..



Em Espanha foi assim  Suicídio de mulher que ia ser despejada de casa leva governo -.reformular lei do crédito à habitação


  


EM PORTUGAL TAMBÉM JÁ TEMOS DESTAS IMAGENS - DE CRIANÇAS QUE ESMOLAM MIGALHAS

Dizem que os portugueses são descendentes dos Lusitanos - De  um tal povo primitivo que, segundo um  general romano “não se governa nem se deixa governar”. Éramos assim, antigamente, éramos. E, agora?... Não nos governamos, governam-se.....Em tempo de férias, resolve-se o problema: Cantinas abrem nas férias para matar a fome  .. Há muito mais pobres do que as estatísticas oficiais contabilizam.
Luanda  - O Luxo e o lixo  - Um bebé nasceu entre o lixo,

A noticia não é recente mas, porventura, não será o único caso - "Um bebé nasceu entre o lixo, próximo de um esgoto a céu aberto, alguém atirou uma lata de «gasosa» para um chão imundo, alguém lhe deu um pontapé, alguém a recolheu para vender no mercado da sobrevivência, alguém caiu de um prédio sem varanda, sem água, sem luz, cheio de nada, cheio de gente, construído em altura, como em extensão se construíram quilómetros de barracas instáveis e insalubres, chamados musseques. Todos no âmago desta Luanda, uma... …. Angola muito rica, angolanos muito pobres

Madeira- Na Ilha do Alberto Jardim  - “Indiciada por ter tentado vender filho

PÚBLICO (de ontem) "Indiciada do crime de tráfico de pessoas, por alegadamente ter tentado vender na Madeira, em Janeiro passado, o seu bebé de 18 meses, Lígia, 23 anos, aguarda o julgamento do caso que aparentava ser rapto. Indiciada de ter tentado vender o Daniel,

BOTAR FIGURA - FAZENDO DE CONTAS QUE A MISÉRIA É DOS OUTROS

Álvaro Sobrinho, homem forte do BESA   (Banco Espírito Santo Angola (BESA)  indicado como o Banco Oficial do Planeta Terra UNESCO UNESCO, para os próximos 10 anos, no seguimento da sua cooperação com a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) na imagem numa mediática cerimónia  de filantropia entregando o cheque simbólico a António Guterres, Alto Comissário da ONU para os Refugiados desde 2005

De facto, faz um vistão dar uns milhões à UNESCO e depois andar a Cáritas Internacional a estender a mão à caridade para socorrer  os milhões de esfomeados angolanos






"Prostituição aumenta em Angola em todas as classes sociais"

Muitas jovens angolanas veem na  prostituição um meio para garantir o pão de cada dia da família. “Não faço isso por gosto, é a necessidade”, desabafa a jovem de 19 anos, mãe de uma criança de dois anos, com o rosto cabisbaixo
.  
 O fenómeno “Prostituição Infantil” está a aumentar em Angola, as crianças alegam terem entrado para a prostituição devido à pobreza no lar, por obrigação de adultos e outras por serem abandonadas pelos próprios familiares. ” A maior parte das crianças dizem que entraram para a prostituição para ajudarem as mães a cuidar dos irmãos mais novos, porque o pai deixou o lar, outras alegam ser mandatadas por adultos, sob pena de serem agredidas fisicamente, assim como existem casos de menores que são abandonadas ou fogem de casa de familiares, por maus tratos

Rede de tráfico de mulheres brasileiras atuava também em Portugal – Polícia

Polícia Federal brasileira informou que a rede de tráfico internacional de mulheres desarticulada hoje pela corporação, que levava brasileiras para Angola, atuava também em Portugal, na África do Sul e na Áustria.  Prostituição aumenta em Angola em todas as classes sociais 


TRÁFICO DE CRIANÇAS DISPAROU EM TRÊS ANOS


Com o liberalismo selvagem a impor as suas leis da devassa  e exploração, é suposto que a esmagadora maioria da população mundial, seja cada vez mais subjugada e tiranizada, em favor de uma mão cheia de felizardos, dos grandes monopolistas  

 Obviamente, que os inocentes são os primeiros a serem atingidos, através das mais diversas formas.

O Jornal Público, veio nestes últimos dois dias abordar a gravidade da questão, pela jornalista  Ana Cristina Pereira - Consultando o relatório do Observatório do Tráfico de Seres Humanos, relativo a 2013, verificou que o ano passado  houve 49 casos de vítimas a menores. Sendo “A maior parte do tráfico de crianças por cá terá por objectivo a exploração sexual ou a mendicidade forçada(ONG).Número de sinalizações de crianças vítimas de tráfico disparou em três anos

OBSERVATÓRIO DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS - TRÁFICO DE SERES HUMANOS: RELATÓRIO 2013

"Em 2013 foram sinalizadas 308 presumíveis vítimas de Tráfico de Seres Humanos (TSH)das quais 299 cidadãos nacionais e estrangeiros sinalizados em Portugal(49 menores e 250 adultos)e 9 cidadãos nacionais (adultos) Comparando com 2012, observa-se em 2013 (Tabela 1) um acréscimo no número total de sinalizações (+146%), influenciado pelas sinalizações em Portugal (+.269%) e um decréscimo de sinalizações de tráfico de portugueses no estrangeiro (80%).Este aumento é visível nas sinalizações oriundas dos OPC(109 em 2012 183 em 2013)mas principalmente nas sinalizações oriundas das ONG/Outras entidades públicas (16 em 2012; 125 em 2013)Este dado vem reforçar a importância da consolidação das redes colaborativas para o sucesso do Sistema de Monitorização e do Sistema de Referenciação nacional.
 
O decréscimo de sinalizações no estrangeiro é explicável pela ausência de grandes ocorrências no estrangeiro durante 2013: em 2012 uma só ocorrência envolveu 35 presumíveis vítimas (suspeita de exploração laboral na Alemanha) O tráfico em números - Observatório do Tráfico de Seres ...


MAS QUEM É QUE PODERÁ FICAR INDIFERENTE A ESTE AFRONTOSO TORMENTO E VILANIA?


Diz o autor do livro Pânico à beira-Mar e Blogue Pedeleke, meu amigo Luís Pereira de Sousa,   - em “MINHA TERRA MINHA PELE”

 "Começo a dar sinais de disfunção psíquica, o mesmo é dizer que estou a ficar marado. Acordo de madrugada nos Ares. A RDP diz – me que em Portugal desde há 2 anos cresce o numero de mulheres grávidas que entram nas maternidades em estado de fraqueza porque têm fome. Muitas, em consulta, têm que ser alimentadas com urgência porque o bébé ainda na barriga não reage devido ao enfraquecimento da mãe. Nem quero acreditar. Isto no meu País. Arrepio – me. Deixo o Ares e no exterior o mar tranquilo. O dia está lindo. O Sol promete. Vou a terra.


Compro o jornal e bebo um café cheio .Depois conforme ia acordando ia abrindo os olhos. No Jornal Público pág. 12 aumenta o número de crianças dos 6 aos 12 anos vindas de Angola e do Congo, traficadas, com destino prioritário à Bélgica e Inglaterra, com o objectivo de serem adoptadas para abusos sexuais, prostituição e trabalhos domésticos. Na mesma página a madeirense de 23 anos, Lígia lamenta não estar no seu casebre, em Porta do Sol, na festinha dos 2 anos do seu Daniel e na companhia da mana Mariana que tem 4 anos.



É que ela encontra – se no Estabelecimento Prisional de Cacela a aguardar julgamento. É que há 4 meses tentou vender o Daniel a estrangeiros. Estou acordado, não duvido, mas sinto um vómito crescente. Volto à embarcação. Vejo –me ao espelho e não gosto de mim, nem da minha pele. pedeleke: MINHA TERRA MINHA PELE -

PORTUGAL A LANTERNA VERMELHA DA EUROPA PARA OS TRAFICANTES DE CRIANÇAS

PÚBLICO (hoje) “Saíam da Nigéria. Apanhavam um voo da TAP na Guiné-Bissau com destino a Portugal. Desembarcavam com documentos falsos ou nenhuns – destruíam-nos durante a viagem. No Aeroporto Internacional de Lisboa, identificavam-se como menores de idade em busca de asilo. Aguardavam pelo estatuto. Um dia, eram levadas por redes de tráfico para exploração sexual pela Europa fora.

São diversas as rotas de tráfico de seres humanos da Nigéria para a Europa. Aquela estava a funcionar pelo menos desde 2012 e tinha como alternativa o voo proveniente do Senegal. “Estamos a falar em mais de 20 raparigas”, diz o director Nacional Adjunto do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), José van der Kellen. “Pelos nossos registos, foram quatro em 2012, 18 em 2013 e uma em 2014. Com as adultas, o número atinge 30 e tal a 40 casos.”

(…)O voo Bissau-Lisboa está suspenso desde Dezembro do ano passado, altura em que a tripulação da TAP foi forçada a embarcar 74 pessoas com documentos falsos – o novo primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira, disse sexta-feira que já estão em contacto com “as autoridades portuguesas para identificar quais as dificuldades, quais os obstáculos de parte a parte”, e que, em breve, encontrarão uma fórmula capaz de satisfazer as exigências de segurança. – Excerto Portugal na rota de traficantes de menores nigerianas



Nenhum comentário :