expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 12 de julho de 2015

São. Tomé e Príncipe - 40 anos de país livre e independente - Noite de Festival e fogo de artifício, com o solene ato da chama da Pátria - E a presença do mais alto chefe da Nação, membros do Governo, o Presidente da República de Cabo Verde, representações ao nível ministerial de Portugal, Angola, Argélia, China e presentantes diplomáticos da Guiné Equatorial, Gabão, Alemanha, Coreia do Sul e dos Estados Unidos

Por Jorge Trabulo Marques e Adilson Castro - jornalistas - Há vídeos e outras imagens a editar em próximo post




Duas horas antes da meia-noite, já a Praça da Independência, era pequena de mais para tanta gente e para tanta alegria, com artistas a tocar e a cantar no meio do povo, fazendo vibrar e dançar. Mas depois, o entusiasmo ainda foi maior, quando o espetáculo televisivo, fez desfilar as grandes vedetas santomenses, num enorme palco, montado ao lado da tribuna de honra – À meia-noite  as atenções voltaram-se para o centro daquela praça, já que era chegado o momento mais solene: ou seja, o do Sr. Presente da República, Manuel Pinto da Costa, receber das mãos do Presidente da Câmara Distrital de Água Grande, Ekeneide Lima dos Santo,  “a chama da Pátria, que, por sua vez, a entregaria a uma jovem santomense, que a ergueria de braço levantado no alto do pedestal.
 
Seguiram-se breves declarações do Presidente da República e do Primeiro-ministro, que se pronunciaram sobre o significado e a importância da efeméride, após que todos os olhares convergiam para o arraial pirotécnico, com os  estrondos e as luminescências de várias salvas de morteiros e foguetes, rasgando a escuridão dos céus, e levando a festa ainda mais ao rubro, que continuaria por mais algumas horas de espetáculo   televisivo - Porém, o ponto alto dos festejos, está previsto para o meio da manhã de hoje, com o discurso oficial do Sr. Presidente da República e o desfile e banda militar  - De tropas santomenses, do Gabão e Guiné e Equatorial

Nenhum comentário :