expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Em São Tomé - Missa de domingo na Sé Catedral de Nossa Senhora da Graça de São Tomé (séculos XVI e XIX) com o Sr. Bispo Dom Manuel A. Mendes dos Santos,


São Tomé – Igreja da Sé – E a  missa de domingo, com homilia do Sr Bispo Dom Manuel A. Mendes dos Santos, após regresso de  Lisboa  - Cânticos religiosos, ecoando por entre as colunas de  um templo histórico, que  foi reformado entre 1576 e 1578, época  de D. Sebastião – Em 1784  encontrava-se em mau estado, com a fachada arruinada. . Em 1814 foi restaurado por iniciativa da população local. Sofreu outra reforma em 1956, em que foi muito alterada a fachada principal






O Sr. Bispo  Dom Manuel António Mendes dos Santos, já regressou de Lisboa, após  uma breve estadia para tratar de questões relacionadas com a sua Diocese e já disse a missa neste domingo, dia 28, ao fim do dia, na Igreja da Sé  - Com o histórico templo cheio de devotos, ecoando com lindos e calorosos  cânticos religiosos – As falhas da eletricidade, que são frequentes, na cidade, é que, a meio da homilia, resolveram fazer das suas: deixaram a igreja no silêncio e na escuridão por alguns instantes – Problema imediatamente resolvido, com uma lâmpada, que o sacristão, foi imediatamente buscar


Sem dúvida, um Santo Domingo – que para mim, começou com um casual encontro na esplanada da Avenida, com alguns amigos e terminou, depois do pôr do sol e já noite no interior  da Igreja da Sé - No final, um cordial cumprimento ao Sr. Bispo e, cá fora, dois dedos de diálogo com velhos amigos, com o líder histórico do MLSTP, Mário Leonel Mário d'Alva, com o repórter  fotográfico Inter Mamamata e outro amigo de longa data – Durante a tarde,tive ainda oportunidade de me encontrar com o Prof. Nuno Miguel e sua família, assim com o Tomé Agostinho das Neves e o seu filho, Edgar Agostinho das Neves, a que conto referir noutro post deste site


Em S. Tomé - Uma pequena ilha mas onde trabalham e convivem pessoas das mais diferentes origens, amando esta terra, como se fosse sua pátria - Os sorrisos, assim o expressam, tanto de santomenses, como  o cidadão de qualquer parte do mundo





Nenhum comentário :