expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quinta-feira, 7 de abril de 2016

S. Tomé – Tem Novo Embaixador da Guiné Equatorial - é Don Paulino Bololo Ekobo, que vai substituir Antonio Ebale Ayingono, que já apresentou cumprimentos de despedida na Assembleia Nacional – Em Portugal e em Angola – também haverá substituição de Embaixadores

S., TOMÉ - Missão Cumprida – Diz o Embaixador da Guiné Equatorial na hora da despedida Antonio Ebale Ayingono - Que vai ser substituído por Don Paulino Bololo Ekobo, – O diplomata que abriu embaixada, subiu a decano, tinha humor, simpatia, verbo e estilo.  - Por  Jorge Trabulo Marques - Jornalista, repórter fotográfico  e investigador













"MISSÃO CUMPRIDA" - O Embaixador da Guiné Equatorial, Antoneo Ebale Ayingono, que esteve 10 anos  a chefiar a Embaixada da República da Guiné Equatorial, na capital santomense, que ele próprio foi abrir após subida de  Consulado a Embaixada, cessou as suas funções, tendo já  apresentado  os cumprimentos de despedida na Assembleia Nacional das Ilhas Verdes do Equador, com a declaração aos jornalistas de “Missão Cumprida”, que pode ser ouvida no video que editamos neste post, com imagens de nossa autoria, registadas noutros locais, aquando da nossa recente estadia em S. Tomé

Pelo que nos foi dado conhecer, através do que observamos, sobretudo na apresentação dos cumprimentos, de ano novo, pelo corpo diplomático, ao Presidente Manuel Pinto da Costa, no passado dia 16 de Fevereiro, onde, na qualidade de decano, fez o discurso oficial da praxe, sim, e também pela honrosa  e simpática  audiência que nos concedeu, no seu gabinete de trabalho, ficamos com a impressão de  tratar-se de um diplomata, que vai deixar saudades em S. Tomé e Príncipe, e junto dos seus pares, dado os seus especiais dotes de comunidade, espírito de humor, dinamismo  e afabilidade

ANTÓNIO ÉBALE JÁ TEM NOME DE SUBSTITUTO - É  JÁ CONHECIDO DESDE 6 DE JANEIRO - Mas, pelos vistos, não chegou aos jornais, e, todavia, estava ao alcance de quem o fosse consultar - 

No entanto, não se pense que o soubemos através de eventuais telefonemas privilegiados mas de aturada pesquisa - da longa experiência jornalística, que nos dá a intuição ou o sexto sentido de sabermos onde encontrarmos as fontes - E, veja-se, até muito fácil: simplesmente estava à espera de quem lesse o Decreto de 3 e 4 de 4 de Janeiro,  sobre a cessação e nomeação de alguns embaixadores acreditados no exterior e similar.



A Republica Democrática de S. Tomé e Príncipe, vai ter . novo diplomata à frente da Embaixada da Guiné Equatorial, é o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da Guiné Equatorial,  Paulino Bololo Ekobo,  que deixa o cargo de Secretário-geral do Ministério da Economia, Comércio e Promoção de Negócios e vai substituir Antonio Ebale Ayingono, que já apresentou cumprimentos de despedida na Assembleia Nacional – E, naturalmente, que depois também o fará,, junto de outros órgãos institucionais, Primeiro-Ministro e Presidente da República.

Ainda não foi tornado público, o dia em que o novo Embaixador vai exercer as suas funções, na capital  santomense, mas, segundo a nossa pesquisa, a  substituição  dos embaixadores  foi divulgada no site institucional da Guiné  Equatorial, no passado dia 6 de Janeiro, ou seja, dois dias depois da aprovação do  decreto que prevê a caducidade de certos embaixadores extraordinários e plenipotenciários e  a sua substituição por  equivalentes acreditados no exterior – Em cujo conteúdo era divulgada a lista dos nomes que terminam a sua missão e a lista dos nomes que os vão substituir – A nível dos países com os quais a Guiné Equatorial, tem relações diplomáticas – Há dez substituições e mais oito  (ou seja 18)  que vão preencher novas diplomacias.

De Angola, sai o Embaixador José Esono Micha e entra  o Embaixador Don Marcos Mba Ondo – De Portugal, sai Don Jose Dougan Chubum, que é substituído pelo. Embajador Extraordinario y Plenipotenciario de Guinea Ecuatorial en la República de Portugal, Excmo. Sr. DonTito Mba Ada.
Decretos de nombramientos y ceses de embajadores y
  
EMBAIXADOR DA GUINÉ EQUATORIAL EM S. TOMÉ – APRESENTOU CUMPRIMENTOS DE DESPEDIA NO PARLAMENTO  - E declarou aos jornalistas ter “cumprido a sua missão"

À sua saída, na declarações prestadas aos jornalistas, fez "um balanço muito positivo", das relações de cooperação, ente os dois países,  recordando as palavras  do Presidente Obiang, proferidas em S. Tomé, durante  a visita que efetuou em Outubro passado, e reafirmando o desejo de que sejam cada vez mais  reforçadas.

Defendeu, que ambos os Parlamentos devem estar juntos a nível das relações com a  CPLP e que, haja intercâmbios de experiência entre grupos parlamentares, com troca de visitas de delegações, entre os dois países.

Missão cumprida,  foi assim que, Don Antonio Ebale Ayingono, Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da Guiné Equatorial na República Democrática do São Tomé e Príncipe, respondeu

Aos jornalistas,  quando lhe foi perguntado que balanço fazia do seu desempenho pessoal – Respondeu, que, tanto a nível dos contatos e relações, que estabeleceu, com Governo, o Parlamento e o sector privado, disse que parte “com a missão cumprida.




ANTÓNEO EBALE -  DECANO DOS EMBAIXADORES CREDITADOS NA CAPITAL DAS ILHAS VERDES 


Deu-nos a honra de nos receber, a nível pessoal no seu Gabinete de trabalho, no excelente edifício  da Embaixada da República da Guiné Equatorial , tendo-nos deixado as melhores impressões, a nível de comunicabilidade e de afabilidade

De resto, também ficamos com a mesma ideia, quando o vimos apresentar cumprimentos de despedida aos seus colegas, à saída do Palácio do Povo, por ocasião da apresentação da tradicional saudação, de  novo ano, ao Presidente da  República  Democrática de S. Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa - Sim, depois de ter sido o porta-voz do corpo diplomático acreditado nestas Ilhas 
~

Eis o que então escrevemos, neste mesmo site: "o diplomata, Ebale Ayingono, não foi apenas expressivo  na sua análise de diplomata profundo observador mas também  nas palavras de simpatia para com o Presidente santomense e com os demais membros  - Sem dúvida,   uma das presenças mais comunicativas, no escol da nata diplomática, distribuindo cumprimentos e apertos de mão –   Imagem cativante  e respeitosa, sempre  amável, dialogante  e sorridente, não se importando de pousar para a nossa reportagem fotográfica, com  outras altas distintivas figuras da diplomacia  - nomeadamente, junto do Embaixador do Brasil, José Carlos Araújo Leitão, assim como do Embaixador de  Angola Alfredo Eduardo Mingas,   da Embaixadora de Portugal, Maria Paula Vieira Ferreira, com o seu estilo de mulher culta e charmosa, a infundir natural simpatia - Tem sido uma excelente representante  da nossa diplomacia nas Ilhas Verdes. In  http://www.odisseiasnosmares.com/2016/02/sao-tome-e-principe-ilhas-perdidas-no.html



Ainda sobre o diplomata  da Guiné Equatorial, a avaliar pelo que nos apercebemos, somos de opinião que, quando terminar a sua comissão e o seu Governo o destacar para outras altas funções,  que vai deixar  muitos amigos e muitas saudades, nestas Ilhas

Nenhum comentário :