expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 4 de junho de 2016

Em S. Tomé – Novo Edifício da Embaixada de Angola – Fiasco de milhões - Esqueleto desde há 5 anos - Obra anunciada como elo forte entre os dois países e em local aprazível - Entregue à Gibela, de empresário-político, que faturou mas não acabou.



NOVO EDIFÍCIO DA EMBAIXADA DA ANGOLA EM S. TOMÉ – ANUNCIADO COMO OBRA EMBLEMÁTICA E EM LOCAL APRAZÍVEL –UM FIASCO  COM  BARBAS DE HÁ  ANOS

Pecado não é ser empresário político, desde que gere riqueza e crie emprego; pecado é ser mau em ambas as coisas – Andar na politica para nem fazer bem uma coisa nem a outra  mas aproveitar-se da politica para fins meramente promocionais e outras benesses pessoais – de descarado egocentrismo  - Parece-nos ser o percurso de Aurélio Martins 

Aurélio Martins - Telanón
Fortaleza S. Sebastião
AURÉLIO MARTINS - Natural de S. Tomé, de São João da Vargem, 24 de Novembro de 1966 -  Como militante da juventude do MLSTP, não lhe foi difícil vir a ser  jornalista na Rádio Nacional de São Tomé e Príncipe (1984/85)  – Entretanto, emigra para Angola, onde - fazendo valer a sua militância política, dadas as boas relações do MLSTP, com MPLA - , entra para a Rádio Nacional de Angola (1999/2007) e torna-se representante do MLSTP/PSD em Angola – A partir daí, ganha visibilidade e notoriedade e  faz-se empresário, com avultados apoios financeiros governamentais. Torna-se sócio do maioritário da Gibela – que também tem escritórios em S. Tomé

QUANDO OS POLÍTICOS EMPRESÁRIOS  - MOVIDOS APENAS POR VÃ VAIDADE E AMBIÇÃO - NEM SÃO BONS  NUMA COISA NEM OUTRA - 

Leia depois clik neste  link  para  informação mais desenvolvida - http://www.odisseiasnosmares.com/2016/06/em-s-tome-mlstp-psd-partido-da-fundacao.html

O QUE VALE AINDA É ALGUM DISFARCE DA RAMAGEM

Embaixada de  de Angola - Esqueleto


Imagem atual do edifício da Embaixada de Angola, em S. Tomé,: desde há 5 anos neste estado - Faturou mas não acabou - Passaram-lhe para mão 3.000.000 de dólares  e a obra continua na mesma. Tal a desorientação da sua empresa, que as instalações dos escritórios, em S. Tomé, já foram hipotecadas pelo Banco Equador - Se ele não sabe gerir o que tem, como é que pode saber dirigir um Partido ou Governar um país? 






Embaixada de Portugal

"S. TOMÉ E ANGOLA O ELO FORTE" - Transformado num grande fisasco

Expresso, 20|Junho|2009 Edifício avantajado, na melhor localização possível, na marginal entre os dois hotéis do grupo Pestana e a duzentos metros da embaixada portuguesa, ele será omnipresente. E enquanto se aguarda estafadamente pelo porto de águas profundas, as mini-hídricas e a ampliação do aeroporto, alguns quadros da administração pública e outras instituições tentam manter de pé a dignidade do país, enquanto lá fora os cães continuam magros, de pernas altas e coxos, num fundo verdejante de causar inveja.,


Praia Perigosa - S. Jerónimo 



Há poucos meses foi assinado um acordo entre a Sonangol e o Estado são-tomense para a criação de uma zona franca de fornecimento de combustível e prestação de serviços nesta região. Um investimento de 20 milhões de euros na cidade de Neves permitirá à Sonangol ter a concessão por vinte anos. Este reforço das relações bilaterais já tinha sido anunciado em Novembro do ano passado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros aquando de uma visita a Luanda: Angola é o primeiro parceiro estratégico de cooperação em África. E como a realidade é feita de factos mas também de símbolos, que melhor exemplo pode haver se não o da construção da nova embaixada de Angola, entregue a uma empresa de capitais angolanos, a Gibela Expresso | São Tomé e Angola, o elo forte

 09 Jan 2009 HÁBIL NOS CORDELINHOS DO  MARKETING  “Cria prémio de jornalismo  - para depois o promoverem Prémio Gibela de Jornalismo |......Prémio Gibela de Jornalismo adiado para 30 de Setembro 

Pela segunda vez consecutiva, o empresário e deputado do MLSTP/PSD Aurélio Martins, é escolhido pela maioria dos são-tomenses que participou num concurso radiofónico como sendo a figura principal do ano. Foi assim em 2007 e volta a acontecer em 2008 Aurélio Martins eleito figura do ano 2008 em São Tomé e Príncipe ...

RECEBEU A MASSAROCA  MAS NÃO CONCLUIU O PROJETO

Em  Junho de 2007, servindo-se da sua posição política (como, aliás, o tem feito geralmente) logrou que,  a  Gibela (sediada em Angola e em S. Tomé), com outra empresa angolana, lhe fosse adjudicado o concurso público para recuperar  as infra-estruturas públicas em Porto Alegre, zona sul da capital de São Tomé e Príncipe – Obras essas, estimadas em 1,5 milhões de dólares.

O referido projeto, destinava-se obras de reabilitação do edifício que alberga os serviços administrativos da zona, balneários e lavandaria públicos bem como uma dezena de residências localizada no centro da cidade de Porta-Alegre, que dista a 90 quilómetros da capital são-tomense. Empresas angolanas ganham concurso público em São Tomé e ... –

Embolsou os  milhões, mas até hoje ainda não concluiu as obras - Há um recibo, que foi tornado público, através da Internet, que aqui reproduzimos,  documentando esse recebimento.


ARREPENDEU-SE MAS DEPRESSA SE ESQUECEU; - REGRESSOU PARA UNIR OU   DIVIDIR  AINDA MAIS O QUE JÁ ESTAVA  DIVIDIDO?



11/04/2012 - Aurélio Martins, licenciado em relações internacionais, mostrou-se arrependido por ter participado nas eleições presidenciais, confessando que gastou muito dinheiro e que está endividado, e que inclusive algumas das suas empresas estão em dificuldades em Angola e no país.

“Vou dedicar-me a todas elas com a minha saída da liderança do partido. Tenho empresas nas áreas da construção civil, da segurança, agência de viagens, imobiliária e uma fundação”, precisou o líder demissionário do MLSTP-PSD. 
11 Abril 2012 Maior força da oposição santomense elege novo líder

Resultados da procuraMaior força da oposição santomense elege novo líder -


Nenhum comentário :