expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

S. Tomé – Amanhã, Evaristo Carvalho, empossado Presidente da República, em comício partidário na antiga Praça de Portugal, esta imagem de há 41 anos, 12 de Julho de 1975, dificilmente poderá ser mais espontânea e calorosa - Com M. Pinto da Costa ao Centro - Para desconforto de Patrice Trovoada, sem parabéns antecipados

Por Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise


S. Tomé – Amanhã, 3 de Setembro 2016, esta imagem de há 41 anos, 12 de Julho de 1975, dificilmente poderá ser mais espontânea e calorosa   - Com M. Pinto da Costa ao Centro 



Manuel Pinto da Costa há 41 anos  - Na altura era a libertação - Agora é a submissão ao liberalismo selvagem 






(afinal, não nos enganámos - compare



Patrice Trovoada encomendou a telenovela o Golpe do Destino à SIC, através dos seus comissários, estilo José Ribeiro e Castro, para ser estreada, agora no mês de Setembro .Não se sabe donde é que virá a massaroca para pagar estas e outras veleidades, pois ainda há muito por explicar sobre a encomenda das novas dobras,  sim, e o Escândalo espreita o Banco Central , porém,  neste golpe, acertou com a telenovela - SIC - "Golpe do Destino": atores da novela já estão em São Tomé 

Pois o que, certamente, mais importará a  Patrice  não será tanto o progresso e o bem-estar do Povo Santomense mas que, a tribo Trovoada e aos seus discípulos,  possam dispor dos poderes absolutos em  todos os órgãos de soberania, mesmo nos da Justiça! - E já os tem. -  Para que, S. Tomé e Príncipe, em vez de ser um país soberano e independente, deixe até de ter várias roças e se  transforme  numa grande quintarola 

  




ENGANOU-SE NO CONVITE QUE DIRIGIU A MARCELO REBELO DE SOUSA  - CONVIDOU-O EM MARÇO A PENSAR QUE PODERIA VIR À FESTA DO EVARISTO EM SETEMBRO  -Sobrepondo-se às suas competências, já que o  convite apenas poderia ser feito pelo Presidente da República - Claro que  o presidente português  conhece as  regras do protocolo, que regem os procedimentos entre governantes ou entre Estados, pois tem dado provas de saber  cumprir a sua missão e é inteligente. – Por certo, não deixará de fazer um dia a viagem, em nome do Povo Santomense, mas não creio que  mercê dos sorrisos do inesperado convite.

Até agora a visita ainda não se confirmou: resta-lhe por isso a consolação de mostrar ao alto de uma das suas páginas do Facebook, duas fotografias dessa audiência privada e a esperança de que "Tudo aponta para termos a honra de receber ainda este ano o Presidente da República de Portugal e um grande amigo da nossa terra."- isto escrito em 25 de Março 2016 - E agora reconduzido para o topo da página Num encontro com o Presidente da... - Patrice Trovoada - São Tomé e - 

ENTÃO, OS PARABÉNS? -  Ó EVARISTO!




Deverá ser um caso raro, senão mesmo inédito, um candidato por duas vezes proclamado vencedor das Eleições Presidenciais e não ter recebido, até ao momento,  parabéns de vulto e já se diz que nem sequer vai contar com a presença de nenhum chefe de Estado.

Claro que, na manhã de Sábado, deverá receber muitas palmadas nas costas, formais abraços  ou até bem emocionados;  muitos  apertos de mão e aclamações partidárias com música e foguetes – Mas não de uma parte dos deputados da Assembleia da República,  que não quer pactuar com o epilogo da festarola nem deseja violar a Constituição da República, que é claríssima ao dizer que O Presidente da República eleito toma posse perante a Assembleia Nacional, 


POR FAVOR,  NÃO MATEM  UM DOS RAROS PARAÍSOS NATURAIS  - PESE AS MUITAS PRIVAÇÕES DA SUA POPULAÇÃO 



POR DUAS VEZES ANUNCIADO COMO VENCEDOR

 18 de Agosto 2016 – Evaristo Carvalho foi eleito à primeira volta das eleições, sucedendo a Manuel Pinto da Costa que concorria a um segundo mandato. Carvalho conseguiu 50,1% dos votos.
O candidato apoiado pelo Governo de São Tomé e Príncipe, Evaristo Carvalho, foi eleito no domingo Presidente da República do país à primeira volta, anunciou este domingo a Comissão Eleitoral Nacional.Evaristo Carvalho eleito Presidente de São Tomé e Príncipe - PÚBLICO

15/08/2016 - Evaristo de Carvalho proclamado vencedor das presidenciais
O presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) são-tomense, José Bandeira, proclamou hoje Evaristo de Carvalho vencedor das eleições presidenciais, depois da divulgação dos resultados definitivos que dão ao candidato 81,64% do total dos votantes."Ao abrigo do artigo 160 da Lei 11/90 - Lei Eleitoral - é proclamado vencedor das eleições presidenciais de 07 de agosto de 2016 o candidato Evaristo de Espírito Santo Carvalho com um total de 41 820 votos, correspondendo a 100% dos votos validamente expressos, o que corresponde a 81,64% do total dos votantes", disse José Bandeira. São Tomé E Príncipe - Evaristo de Carvalho proclamado vencedor ..

PATRICE TROVOADA DIZ QUE “A ENTREVISTA DE PINTO É DESCONFORTO DE ALGUÉM QUE PERDEU AS ELEIÇÕES” – TALVEZ ESQUECENDO-SE DE QUE O ÚLTIMO A RIR É O QUE RIRÁ MELHOR – É QUE A  FESTA PODERÁ NÃO CORRER COMO ELE A DESEJAVA

O Primeiro-ministro, Patrice Émery Trovoada . (sim ele não gosta  dispensar o Émery das suas origens gabonesas, em 18 de Março de 1962), mal regressou a S. Tomé, após prolongada ausência ( de uma das suas muitas viagens), ei-lo de novo a conflituar, espalhando sorrisos eivados de impertinência e cinismo, com o ainda Presidente Manuel Pinto da Costa

Reagindo à entrevista, que o Presidente Manuel  Pinto da Costa, concedeu  ao jornal angolano, a propósito das eleições, que classificou de “palhaçada” considerando que "não foram nem livres, nem justas, nem transparentes” Patrice Trovoada, voltou arvorar a sua postura  odiosa e arrogante, que, por várias vezes,  tem evidenciado ao referir-se ao atual Chefe de  Estado, , insinuando que  a sua reacção  é um “desconforto da parte de alguém que perdeu eleições”. - Desconhecendo. certamente, que o último a rir  é o que poderá rir melhor - Pois que não se esqueça que, quanto mais alto se sobe, maior poderá vir a ser o  trambolhão.

PRINCÍPIOS NORTEADORES DE UM NACIONALISTA E IDEALISTA CONVICTO


02/09/2011 “ Luta contra a pobreza, combate a corrupção e promoção da Unidade Nacional, são os três eixos da proposta eleitoral de Pinto da Costa, que mereceu aprovação da maioria do eleitorado são-tomense, tanto no país como na diáspora.

(…) Doutor em economia pela Faculdade de Berlim, antiga República Democrática Alemã, Manuel Pinto da Costa, membro fundador do Comité de Libertação de São Tomé e Príncipe, primeira organização independentista são-tomense, acabou por ser figura de consenso no seio dos nacionalistas radicados no estrangeiro, para dirigir a nova organização política o MLSTP e consequentemente o novo país independente

A sua influência na luta pela libertação de São Tomé e Príncipe começou a ser exercida ainda como estudante. Na década de 60 foi eleito secretário para informação e propaganda da União Geral dos Estudantes da África Negra, sedeada em Rabat Marrocos.

Durante 15 anos presidiu os destinos de São Tomé e Príncipe, de 12 de Julho 1975 à 3 de Abril de 1991. –” – Excerto de um artigo de Abel Veiga – na altura em que acabava  de ser eleito para um segundo mandato. Pinto da Costa novo Presidente de São Tomé e Príncipe



"O diálogo nunca será uma causa perdida nem falhada porque sem diálogo não há democracia nem coesão social" - Palavras  de Manuel Pinto da Costa, no dia 12 de Julho, por ocasião dos 40 anos da Independência de S. Tomé e Príncipe"

"Dizia eu há 3 anos que é preciso, neste mundo global, competitivo e vivido em tempo real devido aos avanços tecnológicos no domínio da comunicação, construir pontes para o exterior, preservando a imagem de um país que é, seguramente, a sua principal marca.

Manuel Pinto da Costa, o homem, que desde os seus tempos de estudante, se bateu pela libertação de S. Tomé e Príncipe, do domínio colonial, considerado o pai da nacionalidade,  a  grande e prestigiada figura histórica de referência da pátria santomense, que, com  um punhado de corajosos e determinados patriotas, esteve na origem dos primeiros passos para a construção e consolidação de um Pais livre e independente, vai disputar a derradeira etapa das eleições.

PRESIDENTE CESSANTE JÁ SE AVISTOU  COM EVARISTO CARVALHO  - MAS AINDA NÃO CONFIRMOU QUE PODERÁ  ESTAR NO COMÍCIO DA TOMADA DE POSSE 

Manuel Pinto da Costa, que sempre pautou a sua postura por um completa entrega à sua pátria, procurando a via do diálogo  pacifico e sereno,  evitando crispações e conflitualidades  desnecessárias, o  que explica, em boa parte, ser um dos lideres históricos ainda no exercício de  tão alto cargo presidencial, sim, não é certo que queira associar-se a um ato que, além de violar a constituição,  configura o epilogo de um processo eleitoral que ele classificou de palhaçada (aliás, para  o qual . segundo declarou - ainda nem sequer  foi convidado) no entanto, também já deu mostras de pelo menos querer terminar o seu mandato, tranquilamente, cumprindo  cabalmente com   as formalidades inerentes às últimas  suas funções. 

Uma dessas formalidades foi o de já ter assinado o diploma que extingue a estrutura orgânica e o quadro pessoal do seu gabinete e, a outra, a de  se avistar com o seu sucessor, Evaristo Carvalho, para inicio do processo da passagem do testemunho

É sabido que vai passar o testemunho a quem o alcançou  através de uma gigantesca trafulhice, mas naturalmente que não desejará que S. Tomé siga o exemplo da violência do Gabão – E, se porventura, a ordem vier a ser alterada, se o povo voltar a sair à rua, como já fez,  com certeza que não será por sua culpa que a paz é perturbada  nas  maravilhosas  Ilhas Verdes do Equador. 

"CAI O PODER O PODER DOS COLONOS NEGROS” OU NÃO SERÃO MESMO  ESTES QUE ASCENDEM AO PODER?


"EVARISTO CARVALHO, VAI TOMAR POSSE COM UMA NOVA ROUPAGEM POLITICO-PARTIDÁRIA    escreve o  Jornal oficioso de Patrice Trovoada  - O que significa que não é um Presidente de todos os santomenses  - E a que deu o ó título:  A 3 de Setembro  "CAI O PODER  DOS COLONOS NEGROS" t

Promoção do ódio - com honras de telejornal - veiculado pela estupidez,  racismo e intolerância do liberalismo neo-colonialista negro, franja de uma certa burguesia oportunista, vaidosa e egoísta, que se aproveitou do esforço e dos sacrifícios  de todos aqueles que lutaram para que .as ilhas de  S. Tomé e Príncipe, passassem de colónias  a um país livre e independente - À proa do qual, como incontornável timonerio, se destaca Manuel Pinto da Costa, principal alvo da odiosa Tribo Trovoada.


Estas as palavras do locutor do telejornal da TVS, que podem ser ouvidas no  vídeo, que montamos com imagens fotografadas   da peça jornalística e o registo do sonoro,   ao mesmo tempo que iam passado imagens da caricaturas, títulos e  partes do texto do odioso artigo de O PARVO 

Ainda continua a ser a figura charneira da Nação 

Vinte e sete dias depois da 2ª volta das eleições presidenciais em STP, Evaristo Carvalho toma posse no dia três de Setembro, como vencedor destas eleições ao cargo de presidente da República. Isto vai acontecer na Praça da Independência na cidade de São Tomé.


Foi nesta praça em 12 de julho de 1975 que os colonos brancos deitaram lágrimas ao verem o hastear da bandeira da independência política de São Tomé e Príncipe, caindo em simultâneo a bandeira do poder político colonial. E, na mesma praça, no dia três de Setembro de 2016, 41 anos depois, os “colonos negros” vão também ver a queda do seu poder em todos os órgãos de soberania de natureza política, perante uma nova classe política negra. A queda dos "colonos negros" começou em 12 de Outubro de 2014, sob o comando de Patrice Trovoada nas legislativas. Dois anos depois, em eleições presidenciais no Palácio do Povo, Evaristo Carvalho lidera a vitória de 7 de Agosto. Ao ser investido nas funções de Presidente da República perante o povo, Evaristo Carvalho vai jurar em recinto aberto e em som alto que vai espalhar por todo o Água Grande e os restantes cinco distritos e à Região Autónoma do Príncipe. Tudo para marcar o inicio de uma nova era. Era sócio-económica para  STP e com uma nova roupagem político-partidária.

(Todos os pormenores desta história para ler na edição impressa de “O Parvo” já nas bancas).22-08-2016   O Parvo  Em SãoTomé e Príncipe: Cai o poder dos “colonos negros”



OS OUTROS É QUE NÃO CUMPREM AS LEIS E SÃO OS MAUS - A MESMA FILOSOFIA DO ARGUIDO COMPULSIVO 


Diz Patrice Trovoada, que "há um   sector de pessoas que não querem  cumprir com a lei! Mas primeiro é preciso é cumprir com a lei " - sublinha  "Não há nenhuma lei que se cumpre quando  serve e que não se queira cumprir quando não nos serve" -  

Ora é justamente este o comportamento de Patrice Trovoada, ao dar posse de Presidente da República, a  Evaristo de Carvalho, a 3 de Setembro, na Praça da Independência, no centro da capital – Cerimónia a realizar-se, pela primeira vez, desde que o país passou de partido único e adotou o pluralismo democrático – E ao arrepio da Constituição da República, 


   "Processo eleitoral  constitucionalmente limpo”, “sem fraude”  mas com repórteres  de rádio nas Assembleias  apelarem  ao voto,  ao arrepio da  lei
Artigo 133.º Deveres dos Profissionais de Comunicação Social) Os profissionais de comunicação social que, no exercício das suas funções, se desloquem às assembleias de voto não podem: Colher imagens e aproximar-se das câmaras de voto de forma que possam comprometer o segredo de voto; Obter outros elementos de reportagem no interior da assembleia de voto ou no seu exterior até à distância de 500 metros que igualmente possam comprometer o segredo do voto; De qualquer outro modo perturbar o acto eleitoral.



DESMONTAGEM DE GIGANTESCA FRAUDE NO DIA DO ESCRUTÍNIO 


PAPTRICE E OS SEUS BAJULADORES - QUE O COLOCAM AO NÍVEL DAS ESTRELAS

O líder máximo do partido são-tomense ADI, Patrice Trovoada, conseguiu, nos últimos anos, conquistar três dos quatro poderes constitucionais da República de São-Tomé e Príncipe, designadamente, o poder executivo, o legislativo e o de Presidente da República, tornando-se, sem dúvidas, o maior estratega político, da actualidade, no arquipélago.

O poder presidencial de Evaristo Carvalho a consumar-se sábado com o acto de posse na histórica Praça da Independência coloca o presidente do ADI, Patrice Trovoada, que exerce também as funções de primeiro-ministro, como o político, mais poderoso da República, de acordo com o artigo 68º da constituição são-tomense
. Agência Noticiosa de São Tomé e Príncipe - STP-Press



Nenhum comentário :