expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 27 de junho de 2017

Em S. Tomé e Príncipe - A marcha da paz de um Governo que condiciona e espanca visitas aos doentes ao hospital e desvia fundos de milhões,“ vem apelar à intolerância contra violência doméstica e abuso de menores” – Num país onde 70% das crianças são-tomenses são pobres - Autárquicas na imaginação fértil politiqueira, que promove comício disfarçado de “marcha da paz na família” para que o regime possa à vontade forçar a população apertar ainda mais o cinto e aceitar a miséria e a fome como condição natural

Jorge Trabulo Marques - Informção e análise



Distribuíram ti chertes  de branco para melhor encenar a  máscara da hipocrisia  - Até onde vai a desfaçatez de um Governo onde a pobreza atinge a esmagadora maioria dos lares santomense  - Diz Patrice Trovada, líder do partido  organizador do comício, enxameado de ministros, de secretários e da  militância partidária, disfarçado  de marcha da paz, que a passeata pelas ruas da cidade é no sentido de alertar a sociedade para que não haja violência contra as mulheres contra os menores e o consumo de álcool  - Como se o consumo do álcool não fosse a consequência da vida da miséria e da frustração  de centenas de jovens sem perspetivas nem de presente nem de futuro. 

 REFINADA HIPOCRISIA DIVULGADA PELA MEDIA QUE  FAZ O JOGO DA PROPAGANDA DO GOVERNO

PM são-tomense apela para intolerância contra violência doméstica e abuso de menores São Tomé, 22 juin (Lusa) - O primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada, participou hoje numa marcha pela paz na família e defendeu que não deve haver compromissos com os aqueles que praticam atos de violência contra as mulheres e contra os menores. http://www.dn.pt/lusa/interior/pm-sao-tomense-apela-para-intolerancia-contra-violencia-domestica-e-abuso-de-menores-8583902.html


iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/UGFuJsL2_yE" frameborder="0" allowfullscreen>


Na verdade, as Ilhas Verdes do Equador, além de maravilhosas, são habitadas por um povo solidário e pacifico, que não excede as 200 mil almas: a terra é fértil e generosa e o país podia ser um exemplo de governação e de prosperidade no continente africano, onde os horizontes que se abriram às independências pós descolonização, têm sido ensombrados por uma nova elite egoísta, vaidosa e corrupta. Mas padece do mesmo mal: sofre do mesmos defeitos e, ainda por cina, é o país mais pequeno e o mais pobre de África, não obstante nunca lhe ter faltado apoio externo e até avultados perdões da sua divida



MANIPULADORES DA OPINIÃO PÚBLICA EM MARCHA
Na imaginação descarada de um Governo manipulador e controlador da opinião pública, dono e senhor da rádio e das televisões, da opinião pública, não há barreiras para voos da imaginação: dizem as noticias do regime, que os são-tomenses saíram às ruas da capital são-tomense, vestidos de branco, na última  quinta-feira 22 de Junho, numa marcha clamando a paz na família e na sociedade são-tomense. – Com as ruas inundadas de lixeiras a céu aberto e o grosso da população a viver em condições de extrema pobreza.

Está-se mesmo a ver, o alvo: deixem-me “trabalhar” os fundos” à minha vontade- PAZ PARA PATRICE E SEUS AMIGOS ENCHEREM DESCANSADOS A BARRIGA - - De que serve a demagogia a um Governo corrupto e desacreditado clamar paz na família e na sociedade, se a esmagadora maioria do povo nem sequer tem umas miseráveis dobras para comprar o essencial para a alimentação ou poder ir à farmácia comprar  uns simples comprimidos para atenuar a febre aos seus filhos ou as dores de cabeça das suas preocupações


Um relatório do Fundo das nações Unidas para Infância (Unicef) relata que mais de 70% das crianças são-tomenses são pobres. O estudo, realizado a cada cinco anos, analisa a situação das crianças, que representam cerca de 50% dos 187 mil habitantes do país.

O estudo relata que num país onde mais de 66% da população vive abaixo da linha da pobreza, a incidência da pobreza é ainda mais elevada nas crianças, que “apresentam maior vulnerabilidade relativamente à situação da protecção social” do que os adultos. São Tomé e Príncipe tem 70% das crianças afectadas pela pobrezaSão Tomé e Príncipe tem 70% das crianças afectadas pela pobreza

Foto - Téla Nón 

Violência no Hospital Ayres de Menezes 17 Mar 2017  - Segundo a fonte médica que relatou o acontecimento para o Téla Nón , a mulher que foi espancada pelo agente da polícia, vai diariamente ao hospital para viisitar o seu marido, que precisa de cuidados especiais, nomeadamente para tomar banho e outros cuidados higiénicos.
Esta tarde, a mulher que se encontrava dentro do recinto hospitalar, recebeu ordens do agente da polícia para se retirar. A fonte médica, disse ao Téla Nón, que só pelo facto da mulher ter protestado contra a ordem do polícia, foi de imediato http://www.telanon.info/sociedade/2017/03/17/23970/violencia-no-hospital-ayres-de-menezes/
MAS QUEM É QUE VAI FAZER TURISMO NUM HOSPITAL?  - STOP a livre circulação de pessoas no Hospital Ayres de Menezes   (..) A medida pretende por fim a prática de turismo no espaço hospitalar. «Porque temos situação de muitas pessoas que vêm aqui fazer turismo, e isso tem causado problemas a essa calma que é necessária para os doentes recuperarem», acrescentou o funcionário mandatado.
O Téla Nón, questionou o funcionário se a medida não tem a ver com a recente visita dos deputados das bancadas da oposição, que gerou polémica. Polémica em que o Ministro da Presidência Afonso Varela, considerou que foi um acto a margem das leis, e que a seu tempo será punido. «Devo ressaltar que a visita dos deputados é legítima e não poderia ser motivo para a reorganização hospitalar. A reorganização hospitalar já se fazia sentir», pontuou Gelson Mendes.


MISÉRIA CONDUZ AO ALCOOLISMO E À DEGRADAÇÃO SOCIAL 

 "Estudo diz que Bebedeira e Consumo de drogas estão a aumentar nas escolas
O estudo adianta que a cerveja é a bebida mais consumida pelos adolescentes nos centros de ensino. 7,8% das crianças com idades compreendi"das entre 10 e 14 anos bebem  em média 15 garrafas de cervejas por mês.
O estudo sobre a prevalência da droga no seio da juventude são-tomense, teve 4 distritos como alvos, nomeadamente, Água Grande e Mé-zochi que albergam cerca de 70% da população são-tomense. O distrito de Lembá ao norte da ilha de São Tomé e a Região Autónoma do Príncipe, também foram alvos do estudo. http://www.telanon.info/sociedade/2016/03/07/21350/estudo-diz-que-bebedeira-e-consumo-de-drogas-estao-a-aumentar-nas-escolas/

Nenhum comentário :