expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 29 de julho de 2017

S. Tomé – Acidente com cargueiro russo – Bando de aves provocam despiste num Antonov 74 com ferimentos em cinco dos 6 passageiros - -Diz Vice-ministro ucraniano - Com aeronave da empresa Cavok. – Mas ficam muitas dúvidas por aclarar


Noticias referem a "queda de avião na pista de aeroporto Internacional de São Tomé. Não houve mortes apenas feridos ligeiros


PARECE HAVER AINDA MUITO AINDA ESCONDIDO E POR ESCLARECER 

Acidente: Cavok AN74 em São Tomé em 29 de julho de 2017, descolagem rejeitada devido a bando de pássaros resulta em atraso na pista  - Diz The Aviation Herald o seguinte   Diz a imprensa ucraniana 


A Cavok Air Antonov AN-74TK-100, o registo UR-CKC realizando um voo de São Tomé e Príncipe para um destino desconhecido com 6 tripulantes, estava acelerando para a decolagem da pista 29 de São Tomé, quando o motor da mão direita (D36 ) Ingeriram uma série de aves que levaram a equipe a rejeitar a decolagem. A aeronave ultrapassou o final da pista de decolagem e desceu uma inclinação antes de parar em chão macio. Cinco membros da tripulação receberam lesões, a aeronave recebeu danos substanciais, além de serem reparados.
O vice-ministro da Infra-estrutura da Ucrânia, Yuri Lavrenyuk, informou que o voo estava tentando a decolagem quando, de acordo com informações preliminares, o motor da mão direita recebeu uma greve de pássaros, a decolagem foi rejeitada, a aeronave passou pelo final da pista. Todos os membros da equipe receberam lesões. 

A Autoridade de Aviação Civil de São Tomé informou que a aeronave rejeitou a decolagem para algum problema às 11: 00L (11: 00Z) e sofreu um acidente. Cinco das seis pessoas a bordo receberam lesões, uma delas precisava de tratamento cirúrgico. A aeronave sofreu danos substanciais. Foi formada uma comissão de investigação de acidentes.

A aeronave de ocorrência operou para São Tomé, no dia 27 de julho de 2017, de Stavanger (Noruega) via Luxemburgo (Luxemburgo) e Ghardaia (Argélia) e presumivelmente partindo para o voo de regresso


Em São Tomé – Bando de aves provocam acidente em cargueiro russo, Antonov 74, quando alevantava voo, causando cinco feridos - Autoridades santomenses, como sempre, procuram ocultar as causas - De acordo com fonte Oficial da Ucrânia, a aeronave. que transportava seis passageiros, sofreu um grave acidente provocado por um bando de aves no motor no momento da descolagem da pista 29 (2,190 m de comprimento). A aeronave não tendo conseguido suster o arranque do voo, acabou por se despenhar num barranco ao lado da vedação do perímetro da pista . A fuselagem dianteira quebrou Apenas na frente das asas.

O cargueiro russo, Antonov 74, com a matrícula UL-CKC, caiu cerca das 11 horas locais (12 horas em Portugal continental) na pista norte do aeroporto de São Tomé - Em noticia da Lusa é dito o avião pertence à empresa Cavok.

Lavrenyuk acrescentou que todos os membros da tripulação estão vivos, mas sofreu ferimentos.  http://gordonua.com/ukr/news/localnews/-na-ostrovi-san-tome-zaznav-avariji-vantazhnij-litak-an-74-ukrajinskoji-aviakompaniji-cavok-air-200111.html

ACIDENTES COM AVES ACONTECEM EM TODOS OS AEROPORTOS - MAS QUE NÃO SEJA ESTE O SUBTERFÚGIO DE UM VOO QUE DEIXA MAIS DÚVIDAS DE QUE ESCLARECIMENTOS



Se uma ave de 2Kg se choca contra uma aeronave a apenas 300 km/h o impacto resultante é de 7 toneladas. Mais do que o suficiente para causar muito estrago em um avião. Agora imagine o que ocorre quando um avião comercial a jato, que pode chegar a 1000 km/h, se choca com um pelicano de 10kg. http://hypescience.com/incriveis-imagens-de-ataques-de-aves-contra-avioes/

Como um pássaro pode derrubar um avião a jato de grande porte  - Desde 1988, mais de 200 pessoas morreram em acidentes relacionados a aves. Cerca de 5000 ocorrências foram registradas pela Força Aérea Americana em 2007. http://hypescience.com/como-um-passaro-pode-derrubar-um-aviao-a-jato/

Eis alguns dos exemplos:  Para espantar aves, aeroportos usam falcão-robô, cão e sabre de ‘Star Wars’... – presença de pássaros em rotas e locais próximos a pistas de pouso e decolagem de aviões é uma das grandes preocupações dos aeroportos. Embora tão pequenas, as aves podem causar sérios danos ao se chocar com as aeronaves ou serem ... - Veja mais em https://todosabordo.blogosfera.uol.com.br/2016/04/28/para-espantar-aves-aeroportos-usam-falcao-robo-cao-e-sabre-de-star-wars/?cmpid=copiaecola 

Veja mais em https://todosabordo.blogosfera.uol.com.br/2016/04/28/para-espantar-aves-aeroportos-usam-falcao-robo-cao-e-sabre-de-star-wars/?cmpid=copiaecola

DRONES: OS NOVOS “ESPANTA-PÁSSAROS”
Em Espanha, um grupo de investigadores está a desenvolver um drone que simula o comportamento das aves de rapina, para assustar bandos de pássaros.
Em Espanha, um grupo de investigadores do Instituto de Microeletrónica de Sevilha, do Conselho Superior de Investigações Científicas e da Universidade de Sevilha, desenvolveu vários dispositivos de captação de imagens com inteligência incorporada que foram licenciados pela empresa Fobos Solutions. http://marketingagricola.pt/drones-os-novos-espanta-passaros-dos-terrenos-agricolas/



Nenhum comentário :