expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 12 de agosto de 2017

ÁFRICA E OS JOGADORES DO LIBERALISMO SEM FRONTEIRAS - François Lounceny Fall, representante especial do Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas para a África Central(UNOCA), com sede em Libreville, de visita oficial a S. Tomé para elogiar o Governo corrupto de Patrice Trovada – Depois se ter congratulado pelas “eleições pacíficas “ (presidenciais) “que ocorreram no verão passado” e que legitimaram uma das mais grosseiras fraudes - Com as autárquicas no horizonte, um velho amigo de Miguel Trovoada (que também andou nestas jogadas da ONU) a promover a politica dos sacadores de cinco estrelas


Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e anális



François Lounceny Fall Com Ali Bongo 
François Lounceny Fall, diz que São Tomé e Príncipe é o exemplo típico de uma democracia emergente onde há alternância democrática e boa governação e uma visão clara do seu desenvolvimento económico  Segundo o representante das nações unidas S.Tomé e Príncipe tem uma democracia que funciona e está no bom caminho.REPRESENTANTE ESPECIAL DO SECRETÁRIO-GERAL DA ONU ...

O diplomata da Guiné-Conacri, que oficialmente assumiu o cargo e 1 de Novembro em Libreville, tendo tido o primeiro encontro com o  Chefe de Estado do Gabão, Ali Bongo Ondimba, encontra-se de numa visita de três dias a S. Tomé e Príncipe, onde, mesmo sem se inteirar da realidade, começou logo por tecer rasgados elogios ao Governo de Patrice Trovoada (velho amigo de seu pai, Miguel Trovoada, que andou por estas andanças dos altos figurantes do capitalismo global),  como Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Guiné-Bissau, anunciou hoje a organização.Miguel Trovoada assume funções de representante da ONU  mas donde saiu com epiteto nada abonatório:  

Você é um ingrato! Quando aqui se exilou, demos-lhe casa, carro, milhões e um passaporte diplomático para correr mundo, e trata-nos assim!"Os Guineenses esperavam mais, mas muito mais de um representante especial do Secretário-Geral da ONU no seu País.Trovoada engoliu em seco. E, quando se foi despedir do PR JOMAV, fez aquele discurso próprio de quem tem o sentimento de culpa do dia seguinte...Uma pena, a passagem do Trovoada. Foram dez (10) meses de pura aberração! OPINIÃO AAS: TROVOADA - UM PROSTITUTO EM BISSAU – Pelos vistos, o filho,  não só não fica atrás dos exemplos do pai, como se diz  que se comporta,  ainda muito pior.

Todavia, a este figurantes, que navegam em negócios misteriosos, não falta que lhes estenda a passadeira e de lhe legitima a sua perfídias e jogadas corruptas.

Diz São Tomé e Príncipe é o exemplo típico de uma democracia emergente onde há alternância democrática e boa governação e uma visão clara do seu desenvolvimento económico REPRESENTANTE ESPECIAL DO SECRETÁRIO-GERAL DA ONU ...




MENSAGEM DE CONGRATULAÇÕES AO GOVERNO DE PATRICE TROVOADA - -NAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS  2016

“Entregue pelo Sr. François Lounceny Fall, Representante Especial Interino do Secretário Geral para a África Central e Chefe do Escritório Regional das Nações Unidas para a África Central (UNOCA)]

Agradeço a São Tomé e Príncipe por ter hospedado a 43ª Reunião Ministerial do Comité Consultivo Permanente das Nações Unidas sobre questões de segurança na África Central .Congratulo-me com São Tomé e Príncipe, uma ilha de estabilidade, para as eleições pacíficas que ocorreram no verão passadoPara ler o texto completo deste artigo e outros como ele, inscreva-se hoje - E não foi isso o que se passou; bem pelo contrário


S. Tomé - "Processo eleitoral  constitucionalmente limpo”, “sem fraude” Dizia O Patrice -  mas com repórteres  de rádio nas Assembleias  apelarem  ao voto,  ao arrepio da  lei




O AMIGO GABONÊS  Junho 2017 -  - François Lounceny Fall, representante especial do Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas para a África Central(UNOCA), num encontro oferecido pelo Primeiro-Ministro Emmanuel Issoze Ngondet, Nesta quinta-feira, 20 de julho, 2017 em seu escritório

No final desta entrevista, François Louncény  disse que a comunidade internacional incentiva Gabão na direção certa e espera que a classe política esteja reconciliada em torno da coesão e os valores nacional para um clima sociopolítico pacífico.

Em resposta a seu anfitrião do dia, o Chefe de Governo saudaram o bom desempenho do diálogo político e garantiu seu interlocutor da vontade do Gabão Executivo para implementar as recomendações dos fundamentos da Angondjé.http://www.primature.gouv.ga/2-actualites/1108-primature-diplomatie-un-representant-de-lunoca-chez-le-chef-du-gouvernement/

François Lounceny Fall, ex-primeiro-ministro e Ministro das Relações Exteriores da Guiné Conacri, que, Ban Ki-moon,  em 2016,nomeou  Representante Especial Interino do Secretário-Geral e Chefe da UNOCA, em substituição  do  ex-primeiro-ministro senegalês,  Macky Sall, posteriormente,  confirmado pelo atual Secretário-Geral. António Guterres, Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para o Gabinete da África Central das Nações Unidas (UNOCA), Angola, Burundi, Camarões, República Centro Africano, Chade, Congo, República Democrática do Congo, Guiné Equatorial, Gabão e São Tomé Príncipe.

ONU - COM DIPLOMATAS SERVINDO INTERESSES PRIVADOS -  CONDENADA   AO FRACASSO 


O diplomata da Guiné Conacri, que assumiu oficialmente o cargo em 1º de novembro, em Libreville, começou sua carreira com a Missão das Nações Unidas para o Referendo no Sara Ocidental (MINURSO) – que resultou num enorme fracasso Sahara Ocidental: O fracasso da ONU é o fracasso da justiça e da paz ......50 anos de fracasso da ONU - IPS em português - NotíciasA ONU é um fracasso e o mundo está inseguro – 






MILHÕES PARA ALIMENTAR SISTEMAS CORRUPTOS – DESDE QUEM FINANCIA A QUEM RECEBE A MASSAROCA
São Tomé e Princípe foi o sexto país lusófono a falar na 71ª sessão da Assembleia Geral da ONU.  -Em seu discurso, nesta sexta-feira, o primeiro-ministro Patrice Trovoada destacou o que chamou de "progresso notável" em matéria de desenvolvimento humano no país.

Desenvolvimento Sustentável23/09/2016 São Tomé e Princípe tem condições de realizar Agenda 2030ONU financia projetos em São Tomé e Príncipe com 10 milhões de ...
24.sapo.pt/.../onu-financia-projetos-em-sao-tome-e-principe-com-10-milhoes-de-dola...


 Unicamente servindo esquemas e alimentado o estômago insaciável da corrupção OMS gasta mais em viagens do que no combate à SIDA A Organização Mundial de Saúde (OMS) gasta em viagens cerca de 200 milhões de dólares (179 milhões de euros) por ano, mais do que despende no combate a alguns dos maiores problemas de saúde, como a SIDA, foi hoje divulgado. http://www.dn.pt/mundo/interior/oms-gasta-mais-em-viagens-do-que-no-combate-a-sida-8493196.html

Em São Tomé e Príncipe o sistema das Nações Unidas trabalha como uma equipa, a fim de desenvolver a melhor estratégia de resposta às necessidades e planos nacionais.
Embora cada agência tenha programas e projectos em conformidade com os seus respectivos mandatos, a Equipa das Nações Unidas está empenhada em assegurar que esses programas se reforçam mutuamente e oferecem assistência optimizada ao país.

ONU Equipa do País - As Nações Unidas em São Tomé e Príncipe

Nenhum comentário :