expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Embaixada em Portugal, celebrou o 49º aniversário da Independência, na sala de um conhecido Hotel, em Lisboa, em ambiente de entusiástico convívio e de festa – Com a participação de vários artistas equato-guineense – Presente o Embaixador Tito Mba Ada e todo corpo da Embaixada, a Secretária da CPLP, Maria do Carmo Trovoada Pires de Carvalho Silveira, entre outras entidades e individualidades e outros convidados, amigos deste país, que esteve 3 séculos sob o domínio português - EUA enviam Mensagem de Felicitações ao Presidente Obiang

Jorge Trabulo Marques

Ao centro o  Tito Mba Ada, ladeado pela Secretária da CPLP, Maria do Carmo Trovoada 

Foi em 12 de Outubro de 1968, há 49 anos,  que a Guiné Equatorial, se separou definitivamente do domino espanhol e proclamou a sua independência – Trata-se, por isso, de uma das efemérides mais significativas da história deste pequeno pais, com uma superfície  28 mil km quadrados e cerca de 700 mil habitantes, localizado no Golfo da Guiné, constituído pelo enclave continental do Rio Muni, entre o Gabão e os Camarões, 26.017 km².  (onde vive 80 por cento da população), e por cinco ilhas habitadas, das quais a principal é Bioko (Fernando Pó), com a capital Malabo: com 2017 km2 de território; Ano Bom, com 17 km2 de extensão) - Compõem ainda o território equato-guineense as ilhas da Bahia de Corisco (Corisco, Elobey Grande, Elobey Chico), próximas à costa com o Gabão
 Contudo, pese a sua pequena dimensão geográfica, é no entanto  um gigante económico, um dos países mais prósperos de ´África, com um Produto Interno Bruto per capita do mais alto do continente africano 




A efeméride, tal como tem sucedido nos anos anteriores, foi muito festejada nas principais cidades da  Guiné Equatorial,  com a exibição de coros e grupos de animação de musica tradicionalcorridas de maratonas, desfile popular, uma Missa de Ação de Graças, visto tratar-se  de um pais maioritariamente católico, além de outras importantes iniciativas oficiais,.

Oportunidade aproveitada para o  Presidente, Obiang Nguema, na sua mensagem ao Povo  da Guiné Equatorial, destacar  o ambiente de paz e de progresso, de que goza o seu país, ao contrário do que vai pelo resto do continente africano     http://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php?id=10474



ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA – DIRIGEM MENSAGEM DE FELICITAÇÕES  AO PRESIDENTE OBIANG NGUEMA MBASOGO -  O que não deixa de ser um gesto relevante, com um pais que, desde há vários anos, mantém estreitas  relações económicas e diplomáticas, tanto com a China, como com a Correia do Norte

Além das felicitações da Nigéria, de Benim, Venezuela,  por parte de  vários países,  através das quais  se associaram à importância do 49º aniversário, há que sublinhar  a mensagem que foi enviada   pelo EUA. – E nestes termos:
S. E. Obiang Nguema Mbasogo.- "Palácio Presidencial

Tenho o prazer de felicitar Sua Excelência, o Governo e o povo da República da Guiné Equatorial por ocasião da comemoração do 49º Aniversário da Independência Nacional, em 12 de Outubro de 2017.

Permita-me reafirmar o meu fervoroso desejo de que o vínculo de amizade e cooperação entre os nossos países continue a crescer fortemente.

Aceite novamente os meus mais sinceros parabéns e os meus maiores desejos para a sua saúde pessoal e a protecção de Deus para que possa continuar o seu trabalho e criar o Estado da República da Guiné Equatorial e da África em geral. democráticas Message of congratulations for Head of State | Equatorial Guinea ...
 

EM  LISBOA  - A COMEMORAÇÃO DO 49º ANIVERSÁRIO FOI MAIS UMA  FESTA DE AMIGOS DE QUE VOLTADA  PARA OS HOLOFOTES DA MEDIA

Em Lisboa, a comemoração do 49º aniversário,  foi mais uma  festa-convívio personalizada e  intimista,  de que um evento voltado para os holofotes das televisões, da grande media portuguesa e estrangeira, de um mundo geral, ainda   prisioneira dos anátemas da propaganda do colonialismo liberal internacional, que, sob o pretexto da hipocrisia dos  direitos humanos e outros argumentos, não desiste de lhe cobiçar os seus importantes recursos petrolíferos e a desejar transformar no mesmo caos de uma Líbia ou de um Iraque, tal como já tentou fazer no fracassado Golpe de um grupo de mercenários, em Março de 2004, liderado pelo  filho de Margaret  Thatcher 

Salvo a RDP-África, mas sem câmaras de televisão ou microfones, através do seu Diretor Jorge Gonçalves, a presença do repórter  João Carlos, da  Deutsche Welle e um câmara-men da Guiné Equatorial,  sim, quem ali estava eram sobretudo amigos da Guiné Equatorial,  tal também o meu caso, tendo aceitado,  com muito  prazer, tão honroso convite, dada a dívida de gratidão, que tenho para com o Presidente Obiang, que, há 42 anos me salvou de ser enforcado a mando do  então presidente Macias, após um longo naufrágio numa piroga de 38 dias, por suspeita de espionagem, a que já me referi detalhadamente neste site


MISS - CPLP - De Cabo Verde
EMPRESAS PORTUGUESAS – COM SUCESSO NA GUINÉ EQUATORIAL – Urge que as entidades oficias encarem de frente esta realidade –  Num estudo elaborado por Fernando Tavares,  em Julho de 2014, por altura da adesão da Guiné Equatorial à CPLP, é referido que  neste momento, são várias as empresas portuguesas já presentes na Guiné Equatorial. A Galp tem uma participação na exploração de hidrocarbonetos. A EDIFER, a Soares da Costa e a Mota Engil tem há muito interesses e projectos. O gabinete de arquitectura Miguel Saraiva e Associados e o escritório de advogados Miranda Correia Amendoeira e Associados têm escritório em Malabo. Negócios que se espera que estejam apenas no início com a adesão da Guiné Equatorial à CPLP.” 








Embaixador Tito Mba Ada em Portugal  . Numa entrevista, que gentilmente nos concedeu em Bata, em Julho passado, disse-nos que, “Portugal é um dos países que beneficiou da integração da Guiné Equatorial na CPLP, em termos de negócios”. “Temos muitas ligações antigas com Portugal, e a Comunidade é uma prioridade para a Guiné Equatorial, e queremos que todos os dias venham portugueses conhecer este belo país” – Três séculos, possessão portuguesa, que o tratado de El Pardo separou contra a vontade do povo nativo: Pormenores em http://www.odisseiasnosmares.com/2017/07/portugal-e-guine-equatorial-embaixador.html
                                     
ARTISTAS DA GUINÉ EQUATORIAL – RESIDENTES EM ESPANHA – ANIMARAM A FESTA  DO 49º ANIVERSÁRIO EM PORTUGAL

Sem os discursos habituais, com que geralmente se celebram, estes eventos, mas com a exibição de maravilhosas imagens do pais mais desenvolvido e  calmo de África, além  muita espontaneidade, agradável convívio  e animação por artistas da Guiné Equatorial, residentes na vizinha Espanha, que também foram distinguidos justamente pelo seu notável esforço artístico-

Tal o caso de CV GORSY EDU ABAGA, actor, coreógrafo, músico e formador. Nascido na Guiné Equatorial, a viver em Espanha desde 1996, que ali se apresentou com o seu grupo  - De que desarcamos algum pormenores do seu currículo

Desde 2008 Gorsy Edu tem focado seus esforços para promover e divulgar a formação cultural da Guiné Equatorial, desenvolvendo propostas artísticas e pedagógicas. De 2008 a 2011.  Criação do Projecto Origens, a fim de treinar actores e criar a Companhia de Teatro Nacional na Guiné Equatorial - 2010 Projecto didáctico de intercâmbio cultural Guiné Equatorial / América Latina com o apoio da AECID, por centros culturais Assunção (Paraguai), Córdoba, Rosário, Sta Fé e Buenos Aires (Argentina)  

2011 Colaboração com a Associação espanhola "Arts" num projecto de intercâmbio cultural entre a Espanha, a Guiné Equatorial e o Mali, no Conservatório de Música e Dança de Bamako. Mestre convidado para o Festival Internacional de Arte Africana "Rabat África", através dos Institutos Cervantes de Rabat e Casablanca (Marrocos). Convite do Instituto Cervantes de Lisboa (Portugal) - colaboração na exposição “Fronteras”.  Convite para representar a Guiné Equatorial no Festival Internacional "Otoño Cultural Iberoamericano", Huelva (Espanha) - primeira participação da Guiné Equatorial. Ano Internacional dos Afrodescendentes. Desenvolvimento de projecto didáctico de intercâmbio cultural em Havana (Cuba), Santo Domingo (Rep. 


Dominicana), Santa Cruz de la Sierra y La Paz (Bolívia) e Buenos Aires (Argentina), sob o apoio da AECID através de centros culturais. 2012. Primeiras Jornadas de Formação e Difusão de Arte Cénica Africana, Guiné Equatorial, em Buenos Aires (Argentina) declarada de Interesse Cultural pela Secretaria Nacional de Cultura desse país. 2013. Na Guiné Equatorial coordena o projecto cultural Eco Carnaval, cujos objectivos são a conservação da diversidade biológica e o cuidado ambiental com o apoio do Instituto Cultural de Expressão Francesa. 2014. Colaboração com a Associação Africanista Manuel Iradier no projecto “Elat Meyong” (unidade entre os povos), cujo objectivo é a geminação entre a cidade de Kogo (Guiné Equatorial) e Vitoria (Espanha). 2015. Colaboração com a Fundação Juan Soñador no âmbito das actividades culturais de Integração 2015: Vigo A Coruña, Lugo e Ourense (Espanha).  Projecto didáctico de intercâmbio cultural na Colômbia em: XI Festival de Artes Performativas em Medellín, VI Festival Internacional de Teatro de Cúcuta e XV Encontro Internacional de Contadores de Histórias Quiero Cuento Bogotá 2015  2016. Desenvolvimento do projecto Eduk'Art, na Universidade Javeriana de Cali (Colômbia).Colaboração no projecto sociocultural Viajeros Valientes na Colômbia, através da corporação Gaia Cultura e do Instituto Colombianos de


PIRUCHI APO Piruchi nasceu numa família de artistas. O seu país natal, a Guiné Equatorial, abriu-lhe as portas para dar o salto para a Europa em 1992. Por não ter os documentos em ordem, foi detida várias vezes, mas por outro lado o público de Madrid e de toda a Espanha apoiou-a e proporcionou-lhe a oportunidade de realizar-se como artista. Em 1995 gravou o seu primeiro álbum SIBEBA, com a sua sobrinha, formando dom ela o duo “Hijas del Sol”. Entre álbuns e tournées, Piruchi tem colaborado com artistas de diferentes países e horizontes variados, como 

ROSANA, MANU CHAO, TONCHU MILLADOIRO, ELLA BAILA SOLA, CAPERKEILI, GECKO TURNER, GUADIANA FERNANDO TERREMOTO CRIANÇA   e muitos mais. - Apresenta em 2010 o seu álbum REMEMBER AFRICA. Continua a sua colaboração com a Fundação Cielo, dirigida às crianças etíopes, e com a plataforma de Mulheres Artistas pela Paz. Para não mencionar a sua própria ONG, Basakato Yeiyeba, dirigida aos adolescentes na música. Entre 2011 e 2012 compôs a música para a série infantil Pis-Pas, viaja para o seu país natal, e dá a voz oficial ao evento da Cimeira Africana de Chefes de Estado.

O MERCENARISMO INTERNACIONAL ESTÁ ATIVO E   NÃO DESISTE DE SACAR O QUE PUDER

Mercenários na África: de soldados de fortuna a guerreiros corporativos

"Estrangeiros ou africanos, os mercenários estão de volta à ação na África. Tendo mudado seu nome e sua imagem, os mercenários de hoje não são mais os soldados da fortuna do passado. Desde a guerra contra o Iraque, os "guerreiros corporativos", como os novos mercenários são chamados agora, vieram à tona e ofereceram seus serviços aos governos. Longe estão as conotações de "cachorros de guerra" ligados a essas "máquinas de matar" das décadas de 1960 e 1970."

(…)De acordo com muitos observadores, cerca de 10 mil soldados de fortuna treinados e altamente qualificados atravessam o continente africano. Eles foram acompanhados por colegas da Europa Oriental e ex-repúblicas soviéticas e oferecem seus serviços - seja à moda antiga ou em novas operações de estilo - ao melhor postor. Os 70 mercenários suspeitos detidos em Harare e acusados ​​de conspirar para derrubar o regime do presidente da Guiné Equatorial Teodoro Obiang Nguema são uma triste indicação de que mercenários na África estão aqui para ficar. Mer

O golpe de Wonga: o lote de Simon Mann para conquistar bilhões de petróleo na África.  -Em Março de 2004, um grupo liderado por Nick Du Toit e ex-membro do SAS Simon Mann tentou derrubar Obiang Nguema, presidente da Guiné Equatorial. Eles estavam trabalhando para investidores, alegadamente incluindo Mark Thatcher e "JH Archer", que queriam tomar o controle do terceiro maior produtor de  petroleo"

FILHO DA MARGARET THATCHER - O EMPRESÁRIO-MERCENÁRIO DA EXECUTIVE OUTCOMES  E DA DIAMOND WORKS -  Envolvidas na contratação dos mercenários nos golpes em S. Tomé e Guiné Equatorial e noutras atividades secretas na África do Sul -  (…) 4 de setembro de 2000:MANN, SIMON (Em 1993, Simon Mann, junto com o britânico Tony Buckingham, registrou a empresa mercenária Executive Outcomes, que foi sediada em Londres., com à  DiamondWorks e Br".

Nenhum comentário :