expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 16 de dezembro de 2017

População no Mundo – Expande-se - ONU prevê 8,6 biliões de habitantes até 2030 - Atualmente, a população no mundo (2017) cresce a uma taxa de cerca de 1,12% ao ano No início da agricultura, cerca de 8000 aC, a população do mundo era de aproximadamente 5 milhões.


A ONU PREVÊ 8,6 BILIÕES DE HABITANTES NO MUNDO ATÉ 2030

Projecções demográficas da ONU apresentadas,  em meados deste ano,  estimavam  que a população mundial chegará a 8,6 biliões até 2030, um aumento de 1 bilhão de pessoas em 13 anos. A organização fez uma atualização de seus cálculos que confirma as tendências apontadas no último relatório deste tipo, publicado em 2015.

As Nações Unidas esperam que a população mundial aumente até aproximadamente 9,8 milhões pessoas em 2050 e que, para 2100, o mundo tenha quase 11,2 biliões de habitantes. Os dados constam do relatório Perspectivas da População Mundial: Revisão de 2017, lançado hoje pelo Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais da ONU.


Mais da metade do crescimento populacional até  2050 se concentrará em nove países: Índia, Nigéria, República Democrática do Congo, Paquistão, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos, Uganda e Indonésia.

Entre os dez países mais populosos do mundo, a Nigéria é onde a população cresce a um ritmo mais forte. Atualmente o sétimo país por população, as projeções dizem que a Nigéria superará os EUA como o terceiro país mais populoso antes de 2050.

Brasil, China e Índia

No início da agricultura, cerca de 8000 aC, a população do mundo era de aproximadamente 5 milhões. Ao longo do período de 8.000 anos até 1 AD, cresceu para 200 milhões (alguns estimam 300 milhões ou mesmo 600, sugerindo como as estimativas populacionais imprecisas dos períodos históricos iniciais podem ser), com uma taxa de crescimento inferior a 0,05% ao ano.

Ocorreu uma tremenda mudança com a revolução industrial: ao passo que a história humana atingiu todo o mundo até 1800 para a população mundial atingindo um bilhão, o segundo bilhão foi alcançado em apenas 130 anos (1930), o terceiro bilhão em 30 anos (1960) , o quarto bilhão em 15 anos (1974) e o quinto bilhão em apenas 13 anos (1987).

Somente no século 20, a população do mundo cresceu de 1,65 bilhões para 6 bilhões. Em 1970, havia aproximadamente metade de muitas pessoas no mundo que existem agora.


Devido ao declínio das taxas de crescimento , agora levará mais de 200 anos para dobrar novamente.

Atualmente, a população no mundo (2017) cresce a uma taxa de cerca de 1,12% ao ano (abaixo de 1,14% em 2016). O aumento médio atual da população é estimado em 83 milhões de pessoas por ano .

A taxa de crescimento anual atingiu seu pico no final da década de 1960, quando era de cerca de 2%. A taxa de aumento quase diminuiu de metade desde então e continuará a diminuir nos próximos anos. Estima-se que ele atinja 1% em 2023, menos de 0,5% em 2052 e 0,25% em 2076 (uma adição anual de 27 milhões de pessoas para uma população de 10,7 biliões). Em 2100, deveria ser apenas 0,09% , ou uma adição de apenas 10 milhões de pessoas a uma população total de 11,2 biliões.

A população mundial, portanto, continuará a crescer no século 21, mas a uma taxa muito mais lenta em relação ao passado recente . A população mundial duplicou (100% de aumento) em 40 anos a partir de 1959 (3 biliões) para 1999 (6 biliões). Agora, estima-se que levará mais cerca de 40 anos a aumentar em mais 50% para se tornarem 9 biliões até 2037.

10 Biliões (2055) As Nações Unidas progridem a população mundial para chegar a 10 biliões no ano 2056.

8 Biliões (2023) A população mundial deverá atingir 8 biliões de pessoas em 2023 de acordo com as Nações Unidas (em 2026, de acordo com o US Census Bureau).

7,6 Biliões (2017) A população mundial atual é de 7,6 bilhões em dezembro de 2017 [ 1 ] de acordo com as estimativas mais recentes das Nações Unidas elaboradas pela Worldometers. O termo "População Mundial" refere-se à população humana (o número total de seres humanos atualmente vivos) do mundo.
Marcos anteriores 5 biliões: 1987; 4 biliões : 1974; 3 biliões : 1960;2 biliões: 1930; 1 bilião: 1804  - Excerto de http://www.worldometers.info/world-population/



O relatório da ONU revela que, no Brasil, o crescimento demográfico será mais lento devido às taxas de fertilidade, que baixaram em quase todas as regiões do mundo. O Brasil está entre os 10 países que registaram menor fertilidade em relação ao nível de reposição entre 2010 e 2015.


Enquanto isso, a Índia - que atualmente tem 1,3 bilião de habitantes ou 18% da população mundial - passará em aproximadamente sete anos a China - que agora tem cerca de 1,4 bilião de habitantes - como o país mais populoso do planeta.
Apesar da população do mundo seguir aumentando, isso acontecerá a um ritmo mais lento do que nos últimos anos devidos a uma redução da taxa de fertilidade em praticamente todas as regiões, inclusive em lugares onde segue sendo muito alta, como na África.





EUROPA COM MENOR CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO

De fato, nos últimos anos a Europa foi o único continente onde o número de filhos por mulher aumentou, passando de 1,4 no período 2000-2005, para 1,6 no período 2010-2015. Apesar isso, a Europa será a única região onde o número de habitantes se reduzirá entre 2017 e 2030, passando de 742 milhões para cerca de 739.

Em comparação, a população da África aumentará nesse período, passando de 1,256 bilião para cerca de 1,7 bilião e a da Ásia de 4,5 bilião para 4,94 bilião.
ONU diz que população mundial chegará a 8,6 biliões de pessoas ...


Nenhum comentário :