expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

São Tomé e Príncipe – Dupla Presidente Evaristo Carvalho – Primeiro-ministro, Patrice Trovoada, atira mais um petardo na Constituição da República, que transforma o pais - mais pobre e mais pequeno de África - , numa república das bananas - aliás, base da sua sustentação, num país oprimido e ingovernável - Abre Guerra aberta com o Presidente do STJ e desencadeia tempestade de contestação popular nas redes sociais – Que os órgãos de C.S. do Estado Ignoram - Por via do filtro do controlo absolutista da maioria parlamentar ADI, que apoia a tirania Governamental

Por Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e Análise 


O MEU ANTIGO CAMARADA, EVARISTO CARVALHO, TRAIU A SUA PÁTRIA  - Patrice Trovoada – com a cumplicidade de Evaristo Carvalho – ambos continuam a protagonizar  a imagem da subversão  ao normal funcionamento das instituições democráticas  das maravilhosas Ilhas Verdes do Equador, - Ameaçando, com o seu procedimento, autoritário e irresponsável, o retrocesso económico e social de um dos países mais pequenos e mais  pobres de África 

"PRESIDENTE DA REPÚBLICA EVARISTO CARVALHO ABRE GUERRA ABERTA COM O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, MANUEL SILVA GOMES CRAVID"



“O Presidente da República de STP, Evaristo Carvalho em Violação flagrante da lei, promulga a lei do novo Tribunal constitucional Santomense, sem a decisão do Supremo tribunal de justiça
“Num acto de pressão, o acórdão que estava para ser chumbado com 3 votos contra 2 pelos pares dos juízes que analisaram o pedido de inconstitucionalidade dirigido pela oposição ao Tribunal, viu interrompida os seus trabalhos ao meio da decisão final.
Uma carta misteriosa vinda da Assembleia Nacional, interrompeu a reunião final dos Juízes sobre o caso, obrigando o TRIBUNAL conceder um prazo de 8 dias a Assembleia para se pronunciar.

Com espanto, sem que o tribunal se pronunciasse, a Rádio Nacional anuncia que o Presidente da República promulgou o diploma da lei do novo Tribunal constitucional, abrindo assim o Presidente da República uma guerra com o Supremo tribunal de justiça.” – Refere Octávio Bandeira, Octavio Bandeira

Fazendo propaganda à Igreja Universal do Reino dos piratas
O Presidente sabia de todo expediente. Pena é que ele não pense com sua própria cabeça e o País está de pernas para o ar. Mais grave, promulga depois de ter saído no diário da República. Não sei que nome posso dar a isto.


Nilo De Oliveira Guimarães ·  Salientando o assunto em epígrafe o constituição comporta que a inconstitucionalidade da promulgação ficará suspensa até o tribunal STJ/TC ditar o parecer do veredito das normas que elencaram a aprovação dessa maioria absoluta do ADI, a verdadeira questão será essa! O sr Evaristo Carvalho tem que entender que os exercícios do alto cargo do país existem regras e ordem jurídicas. Claro que no âmbito de tudo se resolver ele terá que rever quem são os seus assessores?

Nelson Pontes   Diz que "o Presidente da República não pode promulgar os diplomas antes do Tribunal Constitucional sobre eles se ter pronunciado, quando a intervenção deste tiver sido requerida".

"Se o Tribunal Constitucional se pronunciar pela inconstitucionalidade de norma constante de qualquer diploma, deverá o mesmo ser vetado pelo Presidente da República e devolvido ao órgão que o tiver aprovado".

Milhões que se escoam e o povo a viver nestes tugúrios
Como podem ler e perceber há uma clara violação da Constituição da República. Há uma carta misteriosa vinda da Assembleia Nacional que interrompeu o trabalho final dos juízes, portanto essa carta tinha o propósito de condicionar o anúncio da decisão do Supremo Tribunal de Justiça e com isso ganhar tempo e antecipar a promulgação do diploma pelo palhaço Evaristo.

No meu post anterior já tinha dito que o caso rosema foi uma manobra de diversão para o que realmente ai vinha e por incrível que pareça muita gente esclarecida perdeu tempo discutindo aquilo.

Com isso, fica provado, melhor, mais que provado que o Patrice Trovoada é um indivíduo que não privilegia o diálogo, não quer saber de conversações, é assim com a oposição e é assim com as diferentes organizações de trabalhadores e a concertação social.

Um estrangeirado a servir-se do pais onde nem nasceu
  (…A  Pátria precisa dos seus militares e dos seus verdadeiros filhos, precisamos recuperar de volta o nosso querido país que se encontra sequestrado e nas mãos de um forasteiro miserável e sem escrúpulos.

NO REINO DA TIRANIA POLÍTICA NÃO SE RESPEITAM AS  LEIS NEM A DEMOCRACIA – Evaristo é demasiado mole para se maçar demasiado na curva da sua velhice: é-lhe mais fácil  fazer o papel de mordomo de Patrice Trovoada, de que o de exercer a autoridade e a postura independente e equidistante de Chefe de Estado: foi por isso que, o atual Primeiro-ministro, Conhecedor de que podia contar    o convidou .

 
Não te metas em sarilhos, Evaristo - Disse ao meu antigo camarada da Brigada de Fomento Agropecuário, no Pótó, no dia em que o mandei assentar numa pedra, para o fotografar algures a norte de S. Tomé e ele me pediu a minha colaboração. Avisei-o de que se deixasse dessas coisas mas ele quis ser capacho do amigo Patrice, e o resultado está à vista: pior de que pau-mandado, nem é água nem é peixe - Duvido que acabe o mandato: Patrice está cavando o seu precipício politico. - O trilho abusivo dos empresários Berlusconi e dos seus mordomos é no que dá

A proclamação de Evaristo Carvalho, deverá ter sido um caso raro, senão mesmo inédito, de um candidato a Presidente da República, ter sido por duas vezes proclamado vencedor das Eleições Presidenciais e não ter contado, na cerimónia da sua investidura  com a presença de nenhum chefe de Estado.

OUTRAS REAÇÕES DE CIDADÃOS SANTOMENSES ÀS ARBITRARIEDADE ANTI-DEMOCRÁTICAS E ANTI CONSTITUCIONAIS 

Gasta milhares nos corta-fitas de outros impostores
   Amâncio Costa presidente mais otario da estória do nosso país  - Que nos envergonha no nível internacional;  temos que voltar a libertar São Tome e Príncipe.
Germano da Silveira Não sei quem vai julgar todos esses crimes. Juiz da primeira instância, cm recurso para supremo. Alguns supostos crimes poderão ser julgados, mas outros contra os juízes conselheiro de STP?

Malone Marlon Os ditos grandes dessas ilhas em poder, pequenos no intelecto ,sabem como rir desse povo, isso tudo não vai dar em nada, simplesmente gargalhadas entre eles e os internautas, tudo é  uma miragem, ninguém responsabiliza os danos, ninguém vai a prisão, instrumentaliza os medias pra nos deixarem alienados, isto e a carência da democracia representativa ,que apenas pariu a corrupção, uma massa passiva, uma massa inofensivo dos homens subjugaram, abdicam do poder que eles usurparam e desmantelaram - Da minha quinta eu vejo tudo irmãos.

assessores empertigados dum chefe de Estado
    Paulo Jorge Lima Barreto O povo é tao pateta que não vê nada ,volto a dizer: esta suposta luta não é do " bem" contra o "mal" , mas sim de saqueadores..

Vaikon Akyn‎  Evaristo de carvalho acaba de dar um golpe constitucional em stp. Os poderes aos órgãos de soberania carecem da revisão constitucional por iniciativa de 3/4 e aprovação 2/3 em efetividade de funções. A maioria absoluta pode esvaziar o poder do presidente? Do governo? Da assembleia? Então separar o tribunal constitucional não depende de uma diretiva constitucional. O presidente bombeiro Evaristo de carvalho acaba de promulgar a lei do tribunal constitucional violando a própria constituição. Este não é presidente de todos os santomenses mas sim do seu partido adi e do seu chefe Patrice Emery trovoada. Stp está tomado de assalto pelo Patrice e a sua quadrilha"

"Prometeu que ia transformar STP em Dubai, durante 4 anos, mentiu; Prometeu arroz de 13 contos à população, durante a campanha eleitoral de 2014, mentiu; Prometeu créditos aos jovens empreendedores, mentiu; Prometeu praças digitais para os jovens navegarem, mentiu. Não cumpriu e agora está a pressionar a AGER – Autoridade Geral de Regulação, para bloquear o acesso a facebook a partir de Fevereiro/2018. Aí de ti, Patrice! Vamos a rua!!! Prometeu dar início as obras da construção do porto em águas profundas e a modernização do aeroporto internacional até Dezembro/2017, mentiu; Prometeu mobilizar investimentos com a Conferência STP-IN LONDON, mentiu; Prometeu que iria melhorar a vida do povo se tivesse todo poder (presidente, governo, camaras, polícia, forças armadas, administração pública) mentiu. O que aumentou é a auto-estrada da corrupção. Exemplo: emissão da nova dobra, sem concurso público. Grande bandidagem… De 2014 até 2017, os funcionários públicos não beneficiaram do 13º mês. Patrice é mentiroso, é vendedor de sonhos".Diz santomense


O MAIOR PARTIDO DA OPOSIÇÃO – PRONUNCIA-SE – SÓ QUE A ATUAL LIDERANÇA DO MLSTP, POR AURÉLIO MARTINS, OUTRO EMPRESÁRIO QUE NÃO DEVERÁ IR LONGE   - Além de ter fraccionado o partido fundador da nacionalidade santomense, parece também não merecer grande credibilidade popular 


JT: 29.12.2017 - O Partido MLSTP-PSD, (Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe, Partido Social Democrata), manifestou esta quinta-feira na sua sede no Riboque da Cidade Capital, acusando o Chefe de Estado Santomense, Evaristo Carvalho, por ter violado as leis da Constituição da República, e as suas funções como o garante da constituição, ao promulgar as leis sobre o Tribunal Constitucional. http://www.jornaltransparencia.st/

Oposição são-tomense acusa Presidente de “violar as suas funções A oposição são-tomense acusou o Presidente da República de "violar a constituição" e de "ser parte da ditadura que o país vive" ao promulgar a lei sobre a criação do Tribunal Constitucional."

“Crónica de um Golpe Institucional anunciado”  - Os factores de uma crise 

Estamos a lidar no presente com questões de extrema gravidade relativas ao sistema judicial e ao combate à corrupção, envolvendo responsáveis ao mais alto nível do sistema judicial, do Governo e da classe política. Porém, esta problemática, que em si é de enorme relevância, não deve ser vista como um fim em si, pois o que está em causa é de um alcance muito mais amplo, muito mais importante, a saber:manutenção do sistema político vigente e o reforço do Estado de direito Democrático em STP.

Vale pena ler e refletir nesta denuncia, publicada no jornal on line Téla Nón, no passado dia  subscrita por Olegário Tiny  - E estes DESTAQUEs https://www.telanon.info/politica/2017/12/20/26109/cronica-de-um-golpe-institucional-anunciado/

"Medo Instalado – Igreja Católica contesta" – (….). Na celebração do grande dia da ilha de São Tomé, o bispo da diocese de São Tomé e Príncipe, Dom Manuel António, falou da paz. Um elemento importante para São Tomé e Príncipe, mas que segundo o Chefe da Igreja Católica, «a Paz só tem sentido sem a cultura de medo no país».

Foi numa missa em alusão ao dia de Santo Tomé. Missa grande envolvendo centenas de católicos  (..) O Bispo da Diocese de São Tomé é contestatário da cultura do medo. Seu posicionamento reflectido em poemas e declarações públicas mereceu em 2017 ataques duros do primeiro ministro Patrice Trovoada, que é muçulmano.«É respeitando a vida, cultivando a tolerância e a solidariedade, procurando caminhos de justiça e verdade, que poderemos fazer do nosso país um país de paz», acrescentou Dom Manuel António, na missa de 21 de Dezembro. https://www.telanon.info/sociedade/2017/12/28/26159/medo-instalado-igreja-catolica-contesta/

TER BEM PRESENTE O QUE FOI DITO:  Patrice em rota de colisão com o Bispo da Igreja Católica de STP 02/09/2017

“Bispo é um pecador”. Foi a frase repetida pelo Primeiro-ministro Patrice Trovoada, numa declaração no Telejornal da `Televisão do Governo, a TVS, Tudo por causa de uma interrogação feita por Dom Manuel António, Bispo da Diocese de São Tomé e Príncipe, na rede social facebook. A propósito do vídeo publicado na rede social, sobre a manobra que militares são-tomenses sob comando de oficiais militares ruandeses, realizou quinta-feira a tarde no edifício da Assembleia Nacional, o bispo colocou a seguinte questão:

«O que se questiona é porquê que os militares ruandeses foram fazer treino na casa da democracia. Será para intimidar os deputados

Uma operação militar que impediu a entrada de dois líderes das bancadas parlamentares da oposição para o interior da casa parlamentarhttps://www.telanon.info/politica/2017/09/02/25181/patrice-em-rota-de-colisao-com-o-bispo-da-igreja-catolica-de-stp/


EVARISTO CARVALHO – A TOMADA DE POSSE COM O INCENTIVO AO ÓDIO POR PARTE DO DISFARÇADO NEOCOLONIALISMO NEGRO  - TEVE HONRAS DE TELEJORNAL – Num dos pasquins mais sectários e servis do regime de Patrice Trovoada  , veiculado pela estupidez,  racismo e intolerância do liberalismo neo-colonialista negro, franja de uma certa burguesia oportunista, vaidosa e egoísta, que se aproveitou do esforço e dos sacrifícios  de todos aqueles que lutaram para que .as ilhas de  S. Tomé e Príncipe, passassem de colónias  a um país livre e independente 

Vinte e sete dias depois da 2ª volta das eleições presidenciais em STP, Evaristo Carvalho toma posse no dia três de Setembro, como vencedor destas eleições ao cargo de presidente da República. Isto vai acontecer na Praça da Independência na cidade de São Tomé.

Estas as palavras do locutor do telejornal da TVS, que podem ser ouvidas no  vídeo, que montamos com imagens fotografadas   da peça jornalística e o registo do sonoro,   ao mesmo tempo que iam passado imagens da caricaturas, títulos e  partes do texto do odioso artigo de O PARVO 

Foi nesta praça em 12 de julho de 1975 que os colonos brancos deitaram lágrimas ao verem o hastear da bandeira da independência política de São Tomé e Príncipe, caindo em simultâneo a bandeira do poder político colonial. E, na mesma praça, no dia três de Setembro de 2016, 41 anos depois, os “colonos negros” vão também ver a queda do seu poder em todos os órgãos de soberania de natureza política, perante uma nova classe política negra. A queda dos "colonos negros" começou em 12 de Outubro de 2014, sob o comando de Patrice Trovoada nas legislativas. Dois anos depois, em eleições presidenciais no Palácio do Povo, Evaristo Carvalho lidera a vitória de 7 de Agosto. Ao ser investido nas funções de Presidente da República perante o povo, Evaristo Carvalho vai jurar em recinto aberto e em som alto que vai espalhar por todo o Água Grande e os restantes cinco distritos e à Região Autónoma do Príncipe. Tudo para marcar o inicio de uma nova era. Era socioeconómica para  STP e com uma nova roupagem político-partidária.

(T
odos os pormenores desta história para ler na edição impressa de “O Parvo” já nas bancas).22-08-2016   O Parvo  Em SãoTomé e Príncipe: Cai o poder dos “colonos negros”


AFINAL QUEM É QUE NÃO CUMPRE COM A LEI - OUÇA O VIDEO E VEJA

S. Tomé – Eleições – Tiro na Constituição de Evaristo Carvalho e Patrice Trovoada

EM S. TOMÉ –  em 3 de Set  O MAIOR TIRO À CONSTITUIÇÃO  - PATRICE TROVODA DIZ UMA COISA MAS FAZ OUTRA – ACUSA A OPOSIÇÃO DE NÃO CUMPRIR AS LEIS MAS É ELE QUE QUE AS SUBVERTE E AS DESRESPEITA -  INSULTA PRESIDENTE DA REPÚBLICA: Convidou-o a estar presente na Assembleia da República para a tomada de posse de Evaristo Carvalho (lugar  onde deveria de facto decorrer a cerimónia  Evaristo Carvalho) mas depois faz precisamente o contrário 



ARTIGO 78.º ELEIÇÃO E POSSE 1. O Presidente da República é eleito por sufrágio universal, directo e secreto. 3. O Presidente da República eleito toma posse perante a Assembleia Nacional, no último dia do mandato do Presidente da República cessante ou, no caso de eleição por vagatura, no oitavo dia subsequente ao dia da publicação dos resultados eleitorais. 

OS OUTROS É QUE NÃO CUMPREM AS LEIS E SÃO OS MAUS - A MESMA FILOSOFIA DO ARGUIDO COMPULSIVO 

Diz Patrice Trovoada, que "há um   sector de pessoas que não querem  cumprir com a lei! Mas primeiro é preciso é cumprir com a lei " - sublinha  "Não há nenhuma lei que se cumpre quando  serve e que não se queira cumprir quando não nos serve" -  

Ora é justamente este o comportamento de Patrice Trovoada, ao dar posse de Presidente da República, a  Evaristo de Carvalho, a 3 de Setembro, na Praça da Independência, no centro da capital – Cerimónia a realizar-se, pela primeira vez, desde que o país passou de partido único e adotou o pluralismo democrático – E ao arrepio da Constituição da República, 


EVARISTO CARVALHO - DE RESPONSÁVEL PELO COFRE E PAGAMENTOS DE BRIGADA COLONIAL A PRESIDENTE DA NOVA ORDEM  LIBERO-COLONIAL 

Qualquer político que ascenda ao mais alto cargo de um pais, gosta de puxar pelo seus galões e mostrar currículo – Sobretudo, num país que esteve durante séculos sob domínio colonial, nomeadamente nesse período - Não  me parece que seja o caso de Evaristo Carvalho, nem como resistente, nas lutas clandestinas pela libertação e independência do seu país, nem como exemplar funcionário colonial.  Confesso que já tive melhor impressão, a seu respeito e até a verti neste mesmo site; porém, à medida que vou aprofundando e refletindo  em todo o processo que o elegeu, e no seu percurso,  sinto-me incapaz de deixar de manifestar   a minha enorme deceção e  desapontamento 

Com a aproximação da Independência, juntou-se aos nacionalistas para salvar a pele - Pois consta-se que foi justamente esta colagem que o teria livrado  do  desfecho do processo disciplinar que ainda pendia sobre ele e que, devido ao seu jeito manso de cordeiro subserviente, lá foi sendo adiado após os 90 dias previstos pela lei, dos cortes de 50% no seu vencimento. 

Realmente pode gabar-se de protagonizar uma rara proeza:  de saber dar-se com Deus e com o Diabo: "Fui colaborador de Pinto da Costa, aliás não só Pinto da Costa mas sim de todos os Presidentes. Conheço bem o Palácio do Povo, fui o primeiro director deste palácio depois da independência nacional», Téla Nón Evaristo Carvalho confiante e tranquilo para iniciar o mandato 

Com uma grande pedra no sapato
Evaristo Carvalho, configura, pois,  o protótipo do politico camaleónico, cujo objetivo é fazer vida farta, fazer parir muitos meninos, convencendo-se que é bonzinho, tal como muitos ditadores africanos e  gozar a vida farta e larga - . Evaristo, que foi meu colega de trabalho  na Brigada de Fomento Agro-Pecuário (ele como chefe de Secretaria, eu como simples técnico agrícola, em estágio) , é o que se pode dizer um bom rapaz, sempre sorridente, amável, disponível e simpático, conhece a arte de agradar a toda a gente: confessou-me que  tem 20 filhos e várias dezenas de netos – Não prefigura ainda o caso de  Omar Bongo, falecido em 2009, que contava com 52 herdeiros, mesmo assim é já uma família de monta em S. Tomé 

Esteve em todos os partidos, soube adaptar-se a todas as mudanças, como a mesma postura do antigo funcionário colonial servil -  Toda a sua ascensão politica ocorreu depois da Independência e sem fazer grandes ondas:  foi chamado por duas vezes a ocupar o cargo transitório de Primeiro-Ministro, porque era visto como o executivo  incapaz de matar uma mosca e tapar espaços temporários, sem criar transtornos a quem o nomeou. Mas foi pela mão do seu amigo Patrice Trovoada, na ADI, que ele surge catapultado - mercê de gigantesca fraude  eleitoral - Completando assim a  imagem prefigurada do Princípio de Peter ou seja princípio da incompetência de Peter, que diz que, numa organização hierárquica, os funcionários tendem a ser promovidos até chegarem a um cargo para o qual são incompetentes e depois lá permanecem.

Evaristo Carvalho, o funcionário a quem o Governo colonial confiara, num organismo público, a chefia de uma secretaria, delegando ao seu cuidado as chaves do cofre, a gestão das contas e proceder ao pagamento mensal dos ordenados e salários aos demais servidores do Estado: desde os simples trabalhadores, a pessoal da secretaria,  aos vários técnicos e quadros superiores, um dia acabaria por estar indiciado sob grave suspeição:

Foi-lhe um movido um processo disciplinar, por suspeita de crime de peculato:  O processo foi prorrogado por três vezes, ou seja, por 90 dias, máximo previsto pela lei:  - as  contas não batiam certas e quem tinha acesso aos cofre era Evaristo Carvalho - Trabalhei nesse organismo alguns meses, mas foi muito antes do escândalo rebentar


Mandei-lhe esta mensagem pelo Facebook mas ainda não respondeu – Se o fizer, terei muito gosto em editar a sua posição -  Nestes termos:  Evaristo Carvalho: estou escrever um artigo acerca da sua tomada de posse dia 3 - E estou a reunir elementos curriculares a seu respeito: nas pesquisas que efetuei tomei conhecimento de que lhe foi movido um processo disciplinar quando trabalhava como chefe de secretaria da Brigada de Fomento-Agro-Pecuário. tem a dizer alguma coisa sobre o desfecho deste caso? - Agradecia que me dissesse alguma coisa - As melhores saudações

 Aqui ficam alguns pormenores do que me foi possível apurar em pesquisas que efetuei

11 de Outubro de 1973  «INSTRUTOR DO PROCESSO»

«Por  despachos de ontem:  Evaristo do Espírito Santo Carvalho, segundo-oficial, contratado, do quadro da Brigada de Fomento Agro-Pecuário desta Província - prorrogada por mais trinta dias, nos termos do artigo 385º e seu § 1º do Estatuto do Funcionalismo Ultramarino, a sua  suspensão preventiva do serviço, efectuada  por despacho, de Sua Excelência o Governador do I0 de Agosto último e prorrogada por despacho do 11 de Setembro findo também de Sua Excelência, o  Governador da Província, a partir de 13 de Outubro corrente, com direito a cinquenta por cento dos seus vencimentos. 


Esta referência é publicada por três vezes no Boletim Oficial de São Tomé e Príncipe - O desfecho que consta, é  o de que, com o seu jeito manso de quem não mata um  mosquito, o caso lá se foi protelando, tendo sido salvo com o ventos dos 25 de Abril e por interferência de nacionalistas do MLSTP, a cujo movimento ele se ligou, por oportunismo politico.

Pois, como se compreenderá, nunca, os verdadeiros patriotas santomenses, tomaram a sério os inquéritos e os processo movidos pelo regime colonial aos africanos, que não fosse como medidas repressivas e retaliatórias. Todavia, também há que reconhecer que, não há fumo sem fogo, e que, mesmo a justiça que hoje é praticada, em ambas as ilhas, talvez em alguns aspectos ainda seja mais injusta e desumana que em muitos julgamentos do colonialismo.  .  

Nenhum comentário :