expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Em S. Tomé, força policial cerca edifício da Assembleia Nacional e gera alta tensão, acesas discussões entre os deputados da oposição e os da maioria do regime de Patrice Trovoada, mas a eleição dos juízes da confiança politica para o Tribunal Constitucional, , adiada para esta Sexta-feira, espera-se que ainda vá exaltar mais os ânimos

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise 







S, TOMÉ E PRÍNCIPE – UM PARAÍSO EQUATORIAL A CAMINHAR A PASSOS LARGOS NUM PATÉTICO INFERNO DE TORMENTO PARA AS POPULAÇÕES   -  REGIME DE PATRICE TROVOADA  QUER IMPOR JUIZ DA CONFIANÇA POLITICA NO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL  PARA NOVA FRAUDE ELEITORAL – A instituição de Soberania, que praticamente se cinge aos atos eleitorais, e que até agora tem coabitado com a presidência do STJ . vindo a gerar altos custos, desnecessariamente, num pais que vive quase a 100% da dependência externa, mas para um Primeiro-ministro  vaidoso e perdulario,  pagando salários de miséria na administração pública,  são meras ninharias, conquanto satisfaça o ego dos seus desígnios e das suas caprichosas e desmedidas  ambições






APARATO DE MUSCULADA FORÇA POLICIAL CAUSA UMA TREMENDA GRITARIA E CONFUSÃO – Tendo acabado por ser adiada a aprovação  do tema mais controverso.

“A corrupção é uma tradição e a compra de votos, faz parte do negócios” – Diz o atual Primeiro-Ministro de STP – Tem sido esta a filosofia de um empresário misterioso e golpista, com a qual logrou uma maioria absoluta nas legislativas e  a elevação de um antigo funcionário colonial à Presidência da República

"Nós santomenses, somos 80% cristãos mas pela politica, que eu estou a ver, o primeiro-ministro quer encaminhar este pais para o inferno – Desabafo de um deputados da oposição, reagindo à presença de uma musculada força de policia de intervenção no segundo dia de debates para aprovação de  vários  projectos de leis,"

No calor aceso do debate inicial, houve deputados da oposição que disseram que se possível defenderiam a constituição com a vida e recusaram-se a intervir, enquanto o corpo policial  nao abandonasse o local.
A Força, na sua postura afrontosa, nunca arredou pé da entrada principal do Palácio dos Congresso, pelo que foram mais os tempos de tensão de que alguma acalmia, cujo ambiente escapava ao controlo da  reportagem radiofónica da confiança, que, para não dramatizar a imagem que era passada pelas antenas cá para fora,  optavam pelos silenciamentos, o que dava uma visão, ainda mais confusa e apreensiva -   Ambiente que não é novidade, sobretudo com os forçados apagões elétricos ou com as inundações dos ruídos de frigideira para que não passae som ou palavra perceptível.

O AUTO-DECLARADO MUÇULMANO PATRICE TROVOADA, CAVA E APRESSA FUNDO O ABISMO  DA SUA QUEDA – Em cada dia que passa, mais a sua impopularidade  o afunda  e distancia do povo, onde nem foi gerado nem  criado, e, tão pouco, até hoje, cultivou quaisquer laços  afetivos e solidariedade  sincera e amiga

Aqui, São Tomé, capital da República de S. Tomé e Príncipe… estamos em directo com o Palácio dos Congressos … Bom Dia, ouvintes da Rádio Nacional! Esta interferência nos Serviços da Rádio Nacional, deve-se à presença de agentes da Policia nacional no Palácio dos Congressos! Os deputados da Oposição estão descontentes e dizem que poderão abandonar a sessão, casos os agentes da policia não abandonem o Palácio dos Congressos!... Alguns saíram da sala e estão  a manifestar junto do Presidente da Assembleia Nacional

Na verdade, o que deveria ser um bom inicio do ano, pois, como logo de principio, um deputado da oposição,  começara  por sublinhar o clima de  fraternidade que tradicionalmente une os santomenses, sejam quais forem os partidos que representem,  o que sucedeu foi precisamente o contrário


Um dia depois da oposição ter organizado uma grandiosa manifestação, com milhares de santomenses, que depois de  se concentrarem  pelas 14 horas no Campo do Riboque, desfilando nos típicos e históricos arruamentos ladeadas por humildes  casebres de madeira,   onde  ainda hoje se encontra a sede do MLSTP-PSD, sim,  encheram praças e avenidas e até a frontaria e jardins do Palácio do Povo, que  a televisões, publica e privada, na sua ótica sectária, minimizaram, reduzindo a uma mera centena,  mas, de qualquer modo, devendo ter provocado alguns calafrios ao Primeiro-Ministro, Patrice Trovoada, o qual,  por ventura, ressabiado de lhe ter sido o   bombo principal dos protestos, não só não se contentou com  duas horas  televisivas a que recorreu para  deferir os seus habituais ataques rancorosos a quem não se subordine à imposição da ditadura e dos seus caprichos, como ainda por cima mobilizou um  aparatoso corpo policial ( o que  já não é novidade) para cercar  o Parlamento e intimidar e humilhar os deputados da oposição, agitando o debate e provocando duas interrupções, até, que, à terceira, que ocorreu na hora de almoço, acabou por ser definitiva, mas sem contudo ter havido qualquer aviso nesse sentido
A PACATA CIDADE DE SÃO TOMÉ VIVEU HORAS DE GRANDE INSTABILIDADE E APREENSÃO - PARLAMENTO AGITADO E FORTEMENTE POLICIADO, COM SUCESSIVAS INTERRUPÇÕES, TRANSFORMADA EM APERTADO CONTROLO POLICIAL -

ASSEMBLEIA NACIONAL - Seteada por policiais e os seguranças de Patrice Trovoada e Ministros, que receberam instrução da tropa ruandesa - Sessão marcada com largos momentos de silêncio na rádio oficial- Aparentemente acalmou, quando se passou a discutir a SIDA, cujo projeto foi fortemente criticado pelos deputados do MLSTP e PCD, que acusam a maioria que apoia o Governo de fazer pagar os tratamentos a quem o nao pode fazer e de querer privatizar a saúde mas receia-se que outros momentos de gritaria e de agitação voltem a alterar o ambiente na sala..
No calor aceso do debate inicial, houve deputados da oposição que disseram que se possível defenderiam a constituição com a vida e recusaram-se a intervir enquanto a tropa nao abandonasse o local, – A Rádio Nacional, nos longos períodos de suspensão, passou a transmitir bandas musicais e de larachas de humor se piada para relaxar os ânimos - Temos informações que a cidade está também fortemente policiada Gravámos parte do agitadíssimo debate
O parlamento foi cercado por dezenas de policiais de intervenção rápida e a unidade de segurança dos dirigentes de estado. Executaram na prática o simulacro dos Ruandeses. Patrice já tinha tudo calculado. Já sabia no que ia dar. A população indignada e sobressalta manifestou-se defronte ao portão de entrada principal do parlamento.

crianças descalças ,agora uma hora mais cedo do nascer do sol
RÁDIO NACIONAL DE STP PROSSEGUE COM A PROPAGANDA À NOVA DOBRA MILAGROSA AO MESMO TEMPO QUE A TVS REPETE A DOSE DE CAVALO DA PROPAGANDA DE PATRICE DE ONTEM - MAS DO PARLAMENTO DESDE A HORA PRÓ ALMOÇO QUE NÃO HÁ VOZES NEM GRITOS A sessão ainda não foi retomada depois de uma segunda interrupção e os Deputados da oposição não abandonam o recinto do parlamento, ficando em atalaia e de olhos postos sobre as movimentações dos deputados do ADI que não se fazem ver nas proximidadeo que está a provocar dúvidas sobre o que pretendem fazer - Ou então aproveitarem da distração da oposição e reiniciarem a sessão sozinhos. Pois soubemos que os deputados da oposição estão decididos em bloquear a eleição dos futuros juízes do novo Tribunal Constitucional



Nenhum comentário :