expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Em São Tomé, dia 24, deverá estar, François Lounceny Fall, Representante Especial para a República Centro-Africana para ajudar a apaziguar a situação.” – Só se for para dar credibilidade a um regime repressivo e em queda: - Melhor seria a ONU e o FMI nomearem um Governo de Transição, até existirem condições de paz e de confiança nas Ilhas - A crispação gerada pelo autoritarismo de Patrice Trovoada e agudizada pela sua bancada parlamentar, dificilmente poderá diluir-se com um Primeiro-Ministro, conflituoso e avesso ao diálogo, como nunca sucedeu desde que foi implantado o pluralismo democrático – De resto, já dizia Miguel Trovoada, como representante das Nações Unidas na Guiné-Bissau, que “a comunidade internacional não foi eleita para resolver problemas”

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise 


DIFÍCIL MISSÃO DA ONU, EM S. TOMÉ, COM DIPLOMATA DO GABÃO - 





A instabilidade e a conflitualidade política e social, não deverá abrandar com o governo de Patrice Trovoada: embora o ambiente das populações, seja tradicionalmente pacífico, não é fácil as tensões politicas se diluírem e pacificarem. Basta analisar o despotismo que  continua a prevalecer com os deputados da confiança do regime. Bom era que os partidos se entendessem, pois, para sofrimento e  sacrifícios, já bastam as graves privações, os níveis de extrema pobreza, que têm  vindo afetar  a sobrevivência da população, tradicionalmente pacifica e ordeira.

DIPLOMACIA INÚTIL – É O MAIS CERTO QUE PODERÁ SUCEDER

"A principal preocupação das Nações Unidas é garantir a paz, a estabilidade e o desenvolvimento para o povo da República Democrática de São Tomé e Príncipe", o que implica assegurar "direitos democráticos para todos", diz um comunicado assinado pela coordenadora residente do Sistema da ONU em São Tomé, Zahira Viranni,  sublinhando que "o propósito da visita  será encontrar-se com todas as partes implicadas e proceder à avaliação da situação a fim de ajudar a apaziguar a situação

JÁ NEM O PAI DE PATRICE TROVOADA – ENQUANTO ALTO DIPLOMATA DA ONU NA GUINÉ-BISSAU -  ACREDITAVA NO DIÁLOGO  EXTERNO

De recordar as palavras de Miguel Trovoada, que afirmava  não ver “ soluções à vista por faltar diálogo franco entre os políticos e a vontade política para resolver os problemas” –(..) "Muita gente pensa que a Comunidade internacional faz milagres para resolver problemas. A comunidade internacional não foi eleita para resolver problemas da Guiné-Bissau”.

Obviamente, nem era de estranhar que fizesse tais afirmações, quem  “foi um desastre na gestão da crise política”  e “abandonou  Bissau com o rótulo de prostituto, quando foi despedir-se do primeiro-ministro Carlos Correia e ouviu das boas. Segundo uma fonte do DC, Carlos Correia tomou-o de ponta: "Você é um ingrato! Quando aqui se exilou, demos-lhe casa, carro, milhões e um passaporte diplomático para correr mundo, e trata-nos assim http://ditaduradoconsenso.blogspot.pt/2016/04/opiniao-aas-trovoada-um-prostituto-em.html

ESTE NÃO É SEGURAMENTE O MELHOR  CAMINHO  - POIS QUEM LEVOU AS BASTONADAS ( ou viu) QUANDO APELAVA À DEMOCRACIA OU FOI ARRASTADO DO PARLAMENTO COMO UM  DELINQUENTE, JAMAIS ESQUECERÁ  A HUMILHAÇÃO

"O Primeiro Ministro sabe que em nenhum Estado democrático onde as instituições funcionam conforme as leis, o Presidente da República promulga um diploma, que segundo o Supremo Tribunal de Justiça nas vestes do Tribunal Constitucional, está eivado de inconstitucionalidades.

Não pode haver funcionamento normal das instituições da República, quando o país vive uma crise institucional única na sua história democrática –" -13 de Janeiro de 2018 Clima de Tensão e Perigo no ar – Téla Nón


DIFICILMENTE A VIDA, EM S. TOMÉ E PRÍNCIPE, PODERÁ CONHECER MELHORES DIAS, GOVERNADO POR QUEM AQUI NÃO NASCEU, TEM PASSADO A MAIOR PARTE DO TEMPO AUSENTE DO PAIS OU  SE ESFORÇOU POR FAZER BEM AO POVO

Sim, importante  era que a democracia retomasse pelo menos o período que antecedeu à ditadura de Patrice, no tempo em que nenhum partido havia logrado a maioria absoluta, através do chamado “banho”, da compra de votos: era preferível haver governos de curta duração de que um mau governo, conflituoso, corrupto e ditatorial, durante uma legislatura de quatro anos.

Depois do que sucedeu, com a  invasão das forças policiais de choque a invadirem  a  casa da democracia santomenses e das  violentas cargas à bastonada sobre manifestantes da oposição e do autoritarismo manifestado pela bancada parlamentar governamental,  que, em vez de privilegiar o diálogo e os consensos, sempre pautou  as suas posições por  mostras de   arrogante sobranceria e absolutismo. E, então, nestas últimas sessões do plenário, as primeiras do novo ano,  atingindo raias de um extremismo, ainda bastante  mais arrogante e demencial.
  
E, no tocante, às intervenções externas,  o que se tem visto, até agora, com as representações da ONU, nos atos eleitorais, tem sido mais no sentido de   caucionar as fraudes e os abusos de um dirigente politico, que, talvez pelo facto de aqui não ter nascido e não ter nunca cultivado laços de afeto e de convívio  no seio do povo, é hoje das figuras politicas, mais impopulares e contestadas.

E, ainda para mais, com a vinda de um representante da ONU, natural do mesmo país, onde também, Patrice Trovoada, foi nado e  criado, recebeu influencias religiosas politicas, sob o protecionismo e os exemplos da faustosa vida da elite esbanjadora e abastada, longe das dificuldades dos que não  vivem sob o protecionismo do poder: “Muçulmano convicto, converteu-se ao islamismo em Paris em 1984, incentivado pelo amigo Ali Bongo, filho de Omar Bongo, ex-Presidente do Gabão, país onde nasceu e onde passou a adolescência.  "Tínhamos namoradas nos mesmos círculos. Durante as férias escolares, corríamos a cidade de motos (...) eu ia com o Ali Bongo no seu Maserati...", descreveu, no posfácio da sua biografia autorizada, "Patrice Trovoada  Patrice Trovoada: Um apaixonado por desportos de combate .

 COMUNICADO DA REPRESENTANTE DA ONU EM S. TOMÉ


No comunicado com data de 17 de Janeiro, a representação das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe, refere que "A Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas em S. Tomé e Príncipe teve encontros separados na passada segunda-feira, dia 15 de Janeiro, com os líderes da Oposição bem como com Representantes do Governo.

Os encontros realizados permitiram à Representante do Sistema das Nações Unidas auscultar ambas as partes sobre a crise institucional que se instalou entre o poder e a oposição, resultante da promulgação pelo Presidente da República da Lei Orgânica que cria o novo Tribunal Constitucional e da eleição pela Assembleia Nacional dos cinco Juízes deste Tribunal, bem como as próximas eleições entre outros temas.

Depois de ouvir as posições de ambas partes, a Coordenadora Residente apelou-as a priorizar a manutenção da calma e do diálogo, evitando desta forma qualquer tipo de violência que possa pôr em perigo o Estado de direito democrático.

Entretanto, em resposta à solicitação feita, tanto pela representação da Oposição, quanto pelo Governo, para facilitar a restauração de um clima de paz institucional, a Coordenadora Residente manifestou a sua total disponibilidade para o efeito e informou as partes que irá associar a sua voz à do Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a África Central, que tem agendado para o próximo dia 24 de Janeiro de 2018, uma missão à São Tomé e Príncipe. O propósito desta visita, indicou, será de encontrar-se com todas as partes implicadas e proceder à avaliação da situação a fim ajudar a apaziguar a situação.”

 RAZÕES PARA A DESCRENÇA

Uma parelha nunca vista em S. Tomé
Tal como é recordado  na noticia divulgada pela Lusa,  as ultimas semanas, a situação política em São Tomé e Príncipe deteriorou-se depois de uma crise institucional entre o Presidente da Republica, Evaristo Carvalho, a Assembleia Nacional (parlamento) e o Governo de um lado e o Supremo Tribunal de Justiça/Tribunal Constitucional e a oposição, do outro.

O ponto alto da crise surgiu na última segunda-feira, quando os deputados da oposição tentaram boicotar a eleição de cinco novos juízes para o Tribunal Constitucional autónomo, constituído mesmo depois de um acórdão do Supremo Tribunal de Justiça que considera o diploma "ilegal e inexistente".

Durante a votação, o clima de tensão entre os deputados da oposição e do partido que apoia o governo, Ação Democrática Independente (ADI), aumentou na sala de plenário, tendo o governo enviado para o hemiciclo uma força de choque da polícia nacional para expulsar deputados.

Ahira Viranni indica no comunicado que teve encontros separados na passada segunda-feira, 15 de janeiro, com os líderes da oposição e com os Representantes do Governo. https://www.dn.pt/lusa/interior/representante-da-onu-desloca-se-a-sao-tome-para-mediar-crise-politica-9057104.html


PAZ POLÍTICA E SOCIAL GRAVEMENTE PERTURBADA NAS ILHAS VERDES DO EQUADOR - URGENTE ONU E FMI  - NOMEAREM COMISSÃO INDEPENDENTE PARA NOVAS ELEIÇÕES LIVRES E JUSTAS, APEAREM GOVERNO, CORRUPTO, OPRESSOR E DESACREDITADO -  Os dois atos eleitorais, previstos para este ano, organizados pelo absolutismo ditatorial do atual regime, são olhados com enorme desconfiança pelo receio de que se sucedam as mesmas fraudes e banhos da compra de votos por um misterioso empresário, com negócios disfarçados em vários países, que nestes anos da sua desgovernação, vem sufocando a liberdade de expressão nos órgãos da rádio e televisão do Estado, tem gerado um ambiente social e politico de grande instabilidade, contribuindo para o recrudescimento dos índices da extrema pobreza da população e contribuindo para o aumento do alcoolismo e criminalidade  


ONU DESPEJOU UM POTE DE MASSA NO GOVERNO DE PATRICE - PARA O DEITAR AO LIXO? – Claro que nunca se perderá…
De recordar que  “O Governo são-tomense e Zahira Virani, Representante do Sistema da ONU assinaram o acordo que permite o financiamento dos projectos previstos para 2017. As três áreas para o ano 2017 estão estimados em mais de 13 milhões de dólares»,  http://www.telanon.info/politica/2017/02/20/23815/onu-em-stp-disponibiliza-13-milhoes-de-dolares-para-2017/

Dinheiro nas mãos de um Primeiro-Ministro, esbanjador, o que se esperaDívida pública de São Tomé e Príncipe ultrapassa 400 milhões  - dívida pública são-tomense ultrapassa atualmente os 400 milhões de euros, 60 milhões dos quais representam a dívida do Estado com a Empresa Nacional de Combustível e Óleo (Enco), indicou fonte partidáriahttps://www.noticiasaominuto.com/economia/940159/divida-publica-de-sao-tome-e-principe-ultrapassa-400-milhoes

A CHINA DEVERÁ JÁ ESTAR A SER CAUTELOSA COM PATRICE   - PORVENTURA, NÃO QUERENDO COMPROMETER-SE DEMASIADO  - POIS NÃO É DIFÍCIL IMAGINAR  NO ERRO QUE PODERIA INCORRER
Terminou  a visita de dois dias de Wang Yi, Ministro dos Negócios Estrangeiros da China, a São Tomé e Príncipe, enquadrada numa digressão africana, que teve como etapas,  Ruanda e  Angola, entre outros países.
É sublinhado pela imprensa do regime que “esta deslocação marcou o reforço dos elos entre os dois países, sensivelmente um ano depois do governo são-tomense ter anunciado a sua decisão de se desligar de Taiwan e retomar as relações com Pequim.
E que "o  chefe da diplomacia chinesa, que teve encontros com o seu homólogo, Ministro Urbino Botelho e com  o PM Patrice Trovoada,  garantiu  - diz a fonte oficial - que o seu Governo "vai tudo fazer para ajudar ao desenvolvimento de São Tomé e Príncipe", estando na forja projetos estruturantes como o porto de águas profundas”  - Obviamente que, à expansão chinesa, no Golfo da Guiné , e sobretudo a exploração dos recursos piscatórios e das hipotéticas jazidas petrolíferas, sim, à estratégia económica da  China, interessarão bastante estas duas importantes estruturas  
- Mas continuarão os chineses acreditar que é no Governo ou na figura de Patrice Trovoada, em quem mais poderão confiar?!... – Não me parece, que, tão hábeis e tão inteligentes  na sua diplomacia, sejam incapazes de medir os riscos ou de serem menos cautelosos e que não antevejam que, em Patrice, já nem ele certamente acredita. Além de não conferir nem prestígio nem credibilidade e muito menos boa popularidade a quem ouse pousar ao seu lado -  S. Tomé é um meio muito pequeno em que tudo se sabe, pese a censura exercida na televisão e na rádio. E creio que, só ainda não terá sido sacudido do Partido, que seu pai fundou, por ser ele o  principal homem das dobras

1. Suspeito de branqueamento de capital, envio de mais de 600 mil euros do erário público em dinheiro para ser depositado em libreville;
2. Suspeito de ter desviado 30 milhões de dólares americanos;
3. Suspeito de ter financiado o golpe de estado em 2003 e de ter ordenado assassinatos de Pinto da Costa, Fradique e Oscar Sousa;
4. Suspeito de ter comprado em seu nome os barcos pixi ndala e os barcos de patrulha;
5. Foi roubado na sua residência pelo seu segurança uma quantia avultada,o que faz antever lavagem de dinheiro;
6. Fez negócio consigo próprio no caso da aquisição pelo estado (seu governo) do novo edifício destinado ao supremo tribunal de justiça. Negócio que está a ser alvo de uma sindicância;

Ribeiro e Castro (CDS) Ao centro e ao lado de Patrice
6. Perdoou impostos à Rosema para depois tomar conta da empresa dando ordens aos coitados dos irmãos que fazem tudo que ele lhes pede;
7. Vai promover uma reforma monetária envolvida em suspeita de crime. Segundo uma denúncia existe contrafacção das novas notas prontas para entrar no sistema beneficiando o ADI. Acção promovida pelo próprio Patrice Trovoada. A velha dobra que vai sair de circulação, vai voltar a entrar com a colaboração do senhor Governador do Banco Central.
Perante tudo isso dou os meus parabéns ao dr Olegário pelo artigo. Os partidos políticos, a sociedade civil deverão mobilizar se para desmascarar esse mentiroso e corrupto primeiro-ministro. – Recordando as falcatruas de Patrice Trovoada  num comentário postado por um  cidadão santomense, no dia de Natal, no Téla Nón -  A propósito o artigo intitulado Crónica de um Golpe Institucional anunciado De Olegário Tiny 20/12/2017

"Nenhuma comunidade internacional está com ele porque sabem que ele é O MAIOR BANDIDO que o pais conheceu na sua história. O Evaristo pseudo PR que por si não é mau homem vai apanhar bem quando PT a abandonar o país. Não é por acaso que ele foi buscar TROPAS RUANDESAS. É para ajuda logo fugir porque ele cometeu muito crime e vai ter que ir para a Cadeia: o caso 30 dos  milhões, barcos, branqueamento c BCGI etc que muitos sabem. FIQUEMOS TODOS ALERTAS"

A ERHC assegurou sua posição de privilégio através do uso de subornos projetados através de Patrice Trovoada.  atual primeiro-ministro e filho de ex-presidente do STP, Miguel Trovoada - A população vive abaixo da linha de pobreza e o país permanece, "inviável", no sentido de que não pode produz o suficiente nas exportações para satisfazer seu próprio nível de consumo. . http://scholarship.law.berkeley.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1098&context=bjalp

Nenhum comentário :