expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Emanuel Macron – A culpa do saque em África é do sexo - Alega o filósofo ultraliberal. Quando os países ainda têm sete a oito filhos por mulher, você pode decidir gastar biliões de euros, mas não vai estabilizar nada”,- E então porque razão Sarkozy é formalmente acusado de corrupção e tráfico de influência? Porque a corrupção é o fenómeno mais perverso do liberalismo selvagem, sem ética e amoral, à escala global, acolitado ainda pela mentalidade do neocolonialismo africano, como Trovoadas e Vicentes e outros piratas – Mas também não é o recuo ao puritanismo da castração sexual que a igreja velha se renova - Patriarca de Lisboa, Dom Manuel Clemente, não quer fornicação nos recasados -


Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise 
Quando um discurso faz  ricochete é tiro nos pés de quem o pronuncia -   As palavras de Emanuel Macron, foram proferidas, em Julho passado, nos dias 7 e 8 de julho em Hamburgo, na Alemanha. durante o encontro do G20, com os lideres dos principais capitalistas mundiais, mas continuam a gerar azedas e controversas polémicas nas redes sociais, como se tivessem sido pronunciadas agora.  

 Quando os países ainda têm sete a oito filhos por mulher, você pode decidir gastar biliões de euros, mas você não vai estabilizar nada”, alegou Macron.
Nas redes sociais, os principais comentários acusaram o presidente da França de culpar crianças inocentes, ao invés de responsabilizar as companhias estrangeiras que “os roubam”.

“Ele esqueceu dos países que estão saqueando recursos naturais da África”, escreveu outro. “Sete e oito crianças por mulher não são um problema de civilização”, disse uma pessoa, enquanto outra acrescentou: “É 2017 e a França ainda compartilha opiniões colonialistas e racistas em relação à África. Algumas coisas nunca mudam”.  http://nacaomestica.org/blog4/?p=21591
IGNORAM-SE ESTAS PERVERSÕES 
Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy acusado de corrupção activa  -O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy foi indiciado formalmente pelos crimes de corrupção ativa, tráfico de influência e encobrimento da violação de sigilo profissional. A decisão da Procuradoria francesa foi anunciada na noite de terça-feira (1º), depois que Sarkozy passou mais de 15 horas sob custódia policial numa delegacia da cidade de Nanterre para depor sobre as acusações. Foi a primeira vez que um ex-chefe de Estado francês foi detido numa investigação criminal https://epoca.globo.com/tempo/noticia/2014/07/sarkozy-e-bformalmente-acusadob-de-corrupcao-e-trafico-de-influencia.html



A corrupção em África está a subir e os governos são incapazes de a conter, diz ONG  Um relatório subordinado à corrupção em África, fruto de um inquérito conjunto das organizações da sociedade civil Transparência Internacional (TI) e o Afro-barómetro, foi lançado nesta quarta-feira em Joanesburgo. http://www.dw.com/pt-002/a-corrup%C3%A7%C3%A3o-em-%C3%A1frica-est%C3%A1-a-subir-e-os-governos-s%C3%A3o-incapazes-de-a-conter-diz-ong/a-18887


São Tomé e Príncipe. Oposição quer Interpol a investigar corrupção e tráfico de droga -Os dois principais partidos da oposição são-tomense defenderam que a Interpol deve investigar alegados atos de corrupção, de lavagem de dinheiro e de tráfico de droga em São Tomé e Príncipe. http://observador.pt/2016/12/20/sao-tome-e-principe-oposicao-quer-interpol-a-investigar-corrupcao-e-trafico-de-droga/


TAMBÉM NÃO É PELA CASTRAÇÃO QUE A IGREJA VELHA SE RENOVA 


D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa – A hipocrisia púdica do ultraconservador Bispo Clemente recomenda abstinência sexual e comunhão de forma reservada para os recasados ou a viver em união de facto são as duas linhas orientadoras propostas pelo cardeal-patriarca de Lisboa
Más há sempre vozes lúcidas e corajosas a nao pactuarem com esta refinada hipocrisia:  Não tenho o direito de proibir nada a ninguém. Tenho é de ajudar a refletir”. É assim que o padre Feytor Pinto reage ao documento de D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, como resposta à exortação apostólica “Amoris Laetitia” (Alegria do Amor) do Papa Francisco.

Nesta exortação, publicada em março de 2016, o Papa apelava às dioceses uma maior abertura para integrarem as famílias formadas a partir de segundos casamentos ou que vivam em união de facto. http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2018-02-08-Proposta-do-cardeal-patriarca-Feytor-Pinto-recusa-proibir-sexo-aos-recasados

Nenhum comentário :