expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Benfica 0 – F.C do Porto 1 – Rescaldo de um jogo que deixou o Estádio da Luz silenciado - O golo de Herrera sobre os 90” estourou como um petardo numa revoada de águias: emudeceu os milhares de adeptos nas bancadas e agitou de entusiasmo as claques dragonistas, confinadas a espaço reservado de 3ª anel. – Rubem Dias, bem se esforçou: com saltos da gazela, puxando os calções e apertando-os até ao cimo da perna mas não bastou.



Jorge Trabulo Marques - Foto-jornalismo - Footballdream  


Dragões fizeram buraco na Luz , com um valente petardo saído do chuto  do  mexicano Hétcor Herrera – Veja a festa com a música da maravilhosa Ilha de S. Tomé - Rúben Dias, bem esticou a cueca e apertou os calções até ao cimo da perna, tal como demonstram as imagens mas não bastou.

Com as substituições, que, Rui Victória, reservava para os minutos finais, tudo parecia indicar que a estratégia era de a garantir o empate e queimar  tempo – Mas se assim pensou, não acertou, porque, em campo, havia um pequeno diabo à solta. pronto a deferir um golpe mortal de forquilha, quando menos esperasse  - E, pelos vistos, assim estaria escrito nos astros que este iria ser  o desfecho do jogo mais decisivo e aguardado  da I Liga da portuguesa de futebol, na 30.ª jornada

LAMPIÕES DA LUZ PERDEM A LIDERANÇA NUM DOMINGO DE CASA ENTUSIÁSTICA E ESGOTADA MAS COM UM FINAL INESPERADO E ASSOMBRADO - Benfica torpeça, aos pés do seu majestoso templo, com as bancadas superlotadas de branco e encarnado : - perde por 0-1 para o FC Porto, que recupera a liderança com um valente tiro de Herrera, sobre a águia ao cair do pano (90’) silenciando a festa na Luz, que já parecia conformada e  alegrada com um empate e um ponto à frente dos dragões 

Assim, com este deslize, é a turma de Rui Vitória que fica dois pontos atrás da lanterna de Sérgio Conceição, com 74-76 pontos e a quatro jornadas do termo do campeonato, com o Sporting, que hoje venceu o Belenenses por 4-3, com menos três pontos da equipa encarnada - O que significa que, os leões ao capitalizarem a derrota das águias, e, ao colocarem-se a um distanciamento tão reduzido, poderão alimentar as suas esperanças - Até porque, o Benfica ainda vai ter que se deslocar a Alvalade, na penúltima jornada, no principio de Maio, e, tal como diz o o velho ditado, nas vindimas, até ao lavar dos cestos, ainda há muitas uvas por colher.

O jogo na Luz teve momentos para todos os gostos mas o epílogo só agradou à falange azul branca, que, lá do alto do último anel do topo norte, explodiu em delírio, quando o golaço o mexicano, Héctor Herrera, era efusivamente festejado no relvado, com abraços e até o despir da camisola para que não restassem dúvidas que o físico e mente estiveram em sintonia e em boa forma. 

AFINAL, QUEM É ESSE VIRTUOSO HERRERA, QUE HOJE É MANCHETE DE TODA A IMPRENSA?

De seu nome completo, Héctor Miguel Herrera López (nascido em 19 de abril de 1990) é um jogador de futebol profissional mexicano que atualmente atua como meio - campista do clube português Porto e da equipe nacional do México .


Refere ainda a biografia, que, Herrera começou sua carreira no Pachuca em 2010 e passou três anos no clube antes de ser vendido para o Porto. Ele lutou por jogar o tempo em sua primeira temporada no clube, antes de gradualmente cimentar seu lugar no onze inicial. Durante a temporada 2015-2016, Herrera foi nomeado capitão do clube .
Internacional completo desde 2012, Herrera conquistou a medalha de ouro olímpica no torneio de futebol daquele ano e fez parte da equipe vencedora do México na Copa de Ouro de 2015 , além de representar seu país na Copa do Mundo de 2014 .
Em 2014, ele foi incluído na lista do The Guardian dos 100 melhores jogadores de futebol do mundo . (…) Ingressou no F.C do Porto, em 28 de junho de 2013, foi anunciado que Herrera foi transferido para o clube português do Porto por 8 milhões de euros. [9] Ele fez sua estreia não oficial com o Porto em 13 de julho na final da Copa Valais contra o time francês Marselha , entrando como substituto no 60º minuto do jogo para Fernando .  excerto de
. https://en.wikipedia.org/wiki/H%C3%A9ctor_Herrer

JOVEM RÚBEN DIAS – O NATIVO DA AMADORA QUE, NAS HOSTES BENFIQUISTAS, MAIS SE ESFORÇOU PARA DESFEITEAR AS ASPIRAÇÕES DOS DRAGÕES – Sempre de perna descoberta, calção levantado com uma das mãos, até junto da coeca e, com a outra apertá-los à frente para retomar ainda mais folgo nos saltos de gazela voadora, pois,  mas quem deu a grande tomatada foi o golo do mexicano  Héctor  Herrera

 Em todo o caso, há que realçar as extraordinárias qualidades de jogador português, Rúben Dias – Ao qual a página oficial da  UEFA, já deu especial atenção,  classificando  o central benfiquista, que, em 14 de maio próximo, completa 21 anos, como "o futuro capitão" da equipa -  Benfica. 

  Rúben Dias – segundo diz a sua biografia - iniciou a sua carreira, na sua terra natal, no clube local Estrela da Amadora , antes de se mudar para o Benfica academia 's em 2008, onde jogou para o lado júnior até 2015. No mesmo ano, em 30 de setembro, ele fez sua estréia profissional com o Benfica B num jogo Ligapr 2015-16 contra o Chaves . [1] A equipe B garantiu a sobrevivência naquela temporada, terminando um pouco acima da linha de regulamento, ao derrotar o Freamunde por 5-0 na partida final da temporada. [2] Na temporada seguinte ele ajudou a equipe B a terminar em quarto lugar; maior posição do clube já obtida na segunda divisão. Ele também ajudou a equipa júnior a chegar à final da UEFA Youth League 2016-17 . [3]


No dia 16 de setembro de 2017, ele estreou pela primeira equipe em um jogo da Primeira Liga contra o Boavista . Depois de dois meses de exibições impressionantes [4] , incluindo dois jogos contra o Manchester United na Liga dos Campeões , ele passou por uma cirurgia devido a apendicite , deixando-o de lado por um mês. [5] Marcou o seu primeiro golo pelo Benfica num embate da Taça da Liga (2–2) frente ao Vitória de Setúbal a 29 de Dezembro de 2017. [6] Em 3 de Fevereiro de 2018, marcou o seu primeiro golo na Primeira Liga contra o Rio Ave. (5–1). [7]



Carreira internacional  - Ruben Dias representou a Sub-17 lado no Euro 2014 de Sub-17 . Dois anos mais tarde, ele foi capitão do Sub-19 squad no Euro 2016 de Sub-19 . No ano seguinte, ele capitaneou o time sub-20 na Copa do Mundo Sub-20 de 2017 . Em 5 de setembro de 2017, ele fez sua estréia para os Sub-21 em uma partida de qualificação para o Euro de 2019 contra o País de Gales . 


Ruben Dias foi convocado para o time principal pelo técnico de Portugal, Fernando Santos, em 15 de março de 2018, à frente dos amistosos internacionais contra o Egito e a Holanda . No entanto, quatro dias depois, ele foi retirado do elenco depois de ter torcido o tornozelo direito – excerto de  https://en.wikipedia.org/wiki/R%C3%BAben_Dias




Nenhum comentário :