expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 17 de junho de 2018

O francês, Olivier Lambert, que, desde há vários anos defende os interesses francófonos neocolónistas, em Angola, esteve em S. Tomé para voltar a abrir os cordões à bolsa ao atual fascista-colonialista negro, Patrice Trovoada, com o pais endividado em 400 milhões. – O liberalismo selvagem – dominado pela índia, China e França - não se importa dos corruptos, porque assenta na mesma desenfreada rapina: em vez de se interessar pelo bem-estar das populações, esbanja cifrões, aos camaradas da quadrilha, sacados aos impostos que não lhe custaram a juntar. Não foi por acaso, que a líder do FMI, a francesa Christine Lagarde foi condenada mas não será punida

Jorge Trabulo Marques - jornalista - Informação e análise 

IMPERIALISMO, ULTRA-LIBERAL, DA FRANCOFONIA AO ATAQUE NAS EX-COLÓNIAS PORTUGUESAS – Golpista e mais experimentado que alguma ingenuidade e pontuais oportunismos da diplomacia portuguesa  - Dívida de Angola a Portugal totaliza 1,04 mil milhões de euros - Público28/11/2011 – Como é que a mesma se eclipsou?  


DINHEIRO FÁCIL E ARRODOS, NÃO TEM FALTADO DAS MAIS VARIADAS ORIGENS E INSTITUIÇÕES – O PROBLEMA É A SUA APLICAÇÃO – PARA ONDE TÊM IDO AS CENTENAS DE  MILHÕES? – Não é o que deverá mais preocupar  os altos funcionários do FMI mas eventuais  luvas que poderão tocar com as negociatas dos bastidores


Num pequeno país de apenas 200 mil habitantes, pagando salários de miséria de 40 euros mensais, mas com uma divida que já ascende a 400 milhões, um  milhão de euros era o bastante para que o ordenado mínimo  não fossem apenas os miseráveis 40 euros mensais




EM TEORIA TODOS OS ECONOMISTAS LIBERAIS DAS GRANDES INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS -  VÊM SEMPRE COM OS MESMA DEMAGOGIA  - Desconhecendo o que vai pelo terreno, a verdadeira realidade de como são aplicados os fundos de apoio, mais deles desviados - Bom era que fossem ao encontro das privações das populações e não se fiassem em relatórios fabricados.

"Estou muito satisfeito com a tarefa que me foi confiada de consolidar as relações entre o Banco Mundial e São Tomé e Príncipe, numa altura em que o GBM pode mobilizar mais recursos para apoiar o Governo” – afirmou o Sr. Lambert.

7 DE MAIO – 2018 - SÃO TOMÉ, 7 de Maio de 2018Novo Representante do Banco Mundial para São Tomé e Príncipe ...


Mais uma vez se insiste na falsa noticia, que, em maio começou por ser divulgada, em Angola, de que,  o francês Oliver Lambert, é o novo representante do Banco Mundial  para Angola e São Tome e Príncipe, que assumiu as funções em Maio último - Tal como então  tive oportunidade de referir, Lamber, há noticias da presença de Lamber, em Luanda, desde 2006, tendo passado a a exercer as mesmas funções cumulativamente, com S. Tomé e Príncipe



RECOMENDAÇÕES DE OLIVER LAMBERT PARA ANGOLA  EM 2006  - Governo deve diversificar a economia, considera representante do BM - Recomendações a Luanda, em 09-09-2006 | Fonte: Angop


 
NEOCOLONIALISMO FRANCÊS - ONTEM, TAL COMO HOJE - NÃO LARGA AS SUAS PRESAS E  PROCURA REFORÇAR OS TENTÁCULOS
A França, em Agosto de 2005,  retirou a sua embaixada de S. Tomé e Príncipe, aberta nos anos 1980, devido a "questões financeiras", declarou então  à imprensa o chefe da missão francesa de cooperação e ação cultural, Patrik Cohen. Tendo então explicado que "A situação das finanças francesa é delicada e será a embaixada de França em Libreville que irá seguir as questões políticas em São Tomé e Príncipe", acrescentou o diplomata francês.

Tendo então explicado que "A situação das finanças francesa é delicada e será a embaixada de França em Libreville que irá seguir as questões políticas em São Tomé e Príncipe", acrescentou o diplomata francês.

Mas as razões são bem diferentes, pois o que a França pretende é amarrar os países de expressão portuguesa, ao neocolonialismo francófono, tal como já está a  fazer com Angola, estendendo os seus tentáculos em África  – Não é por acaso que, João Lourenço, se volta para os sorrisos hipócritas do ultraliberal  Emmanuel Macron João Lourenço quer ligar Angola à francofonia | … . João Lourenço quer Angola mais "francesa" | - E assim vai a filosofia cínica dos mais fortes,  financeiramente, com o dinheiros dos Estados, em reforçando cada vez os seus tentáculos, em desfavor das populações

O liberalismo, sacador e  corrupto, é sempre solidário com a camaradagem – De recordar que, em  2016-12-19- Um tribunal especial francês considerou a atual diretora-geral do FMI culpada por "séria negligência" no caso de um pagamento estatal a um empresário quando Christine Lagarde era ministra das Finanças da França – Mas ficou tudo em águas de bacalhau  Christine Lagarde foi condenada mas não será punida – Agora, em 2018, voltou a ser acusada mas de nada servirá, Christine Lagarde  acusada de má gestão de dinheiros públicos TVI24 - IOL - 15/05/2018 – Os lacaios do imperialismo financeiro dos multimilionários,  não s esquecem dos amigos Lagarde: Sede do FMI pode mudar-se para a China daqui a dez anos

NÃO SE ESPEREM BONS EXEMPLOS DA EXPLORAÇÃO DO GRANDE CAPITAL   - E DOS LIDERES POLÍTICOS, SEUS CÚMPLICES

A carteira de projectos que o Banco Mundial financia em São Tomé e Príncipe será também alvo de revisão. «A comitiva irá participar da reunião de Revisão Conjunta da Carteira de Projectos (CPPR) com as instituições governamentais para se aferir sobre o grau de implementação e os desafios enfrentados pelos projetos financiados pelo Banco Mundial no arquipélago», refere a nota do Banco Mundial. Novo representante do BM inicia domingo visita de uma semana.......Banco Mundial apoia Orçamento Geral do Estado de Angola para 2018 - Mercado


quadrilha apoiada por Manuel Vicente

Aurélio Martins, confidenciou-me que os políticos-empresários, se entendem sempre muito bem – Sejam da China ou de Taiwan  - Sim, pois a sua ideologia não é outra senão a  do Cifrão: Num comunicado que enviou à redacção do Téla Nón, o Banco Mundial, anuncia que a delegação chefiada por Olivier Lambert, irá assinar com o Ministro das Finanças e da Economia Azul, Américo Ramos dois acordos de financiamento para um projecto de reforço de capacidade institucional e de apoio orçamental. https://www.telanon.info/economia/2018/06/08/27162/novo-representante-do-bm-inicia-domingo-visita-de-uma-semana-a-stp/

A dar credibilidade ao que agora veio afirmar o chefe de  uma delegação de empresários angolanos, em S. Tomé, onde Angola conta com altos interesses neocoloniais, nomeadamente através do corrupto-mor, Manuel Vicente,   não quer desperdiçar a sua presa mas  reforçá-los, ainda mais, até com água exportada,  pelos vistos, é para onde aponta a leitura da última noticia, sobre o Caso Rosema, querendo  dividir o bolo, entre os afilhados e corruptos da quadrilha. Caso Rosema está encaminhado garante delegação empresarial ..

O QUE É QUE PORTUGAL RECEBE EM TROCA? DESTE DINHEIRO DOS CONTRIBUINTES PORTUGUESES, DADO A UM GOVERNO CORRUPTO - 02/09/2016 Novo programa de cooperação Portugal-São Tomé envolve 57,5  12/06/2016 - São Tomé e Lisboa assinam este mês cooperação de 43,5 milhões…. Portugal vai doar 1,5 milhões de euros a S. Tomé e Príncipe para  16/01/2017 


Nenhum comentário :