expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 24 de julho de 2018

Governo Português fecha os olhos aos abusos e golpismos de Patrice Trovoada – E “insiste que a Guiné Equatorial deve respeitar os direitos humanos” Obiang responde no encerramento da VI Mesa do Diálogo Nacional" Não somos perfeitos, mas eles” (oposição) são perfectíveis, é importante compreender e estar juntos" para de mãos dadas consolidarmos um Estado de democracia e paz, algo que muitos países não conseguiram - Pois, mas o petróleo da Guiné Equatorial, cega e seduz – Quem lidera a oposição? - Um tal Andrés Esono, líder da Convergência para a Democracia Social, sedeada em Madrid, que, a própria Espanha condenou em seis meses de prisão, por tentar enviar armas para a Guiné” – Cúmplice no fracassado Golpe, em Dezembro passado.

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE - UM PAÍS POBRE E DESCAPITALIZADO – NÃO OBSTANTE RECEBER MILHÕES DE FUNDOS INTERNACIONAIS, QUE DESAPARECEM NÃO SE SABE COMO  - UMA MÃE SUICIDOU-SE POR NÃO TER COMIDA PARA DAR AO SEU FILHO ...



A vida do dia a dia do “Povo Pequeno” de S. Tomé e Príncipe” já conheceu melhores dias: mesmo para quem tem de se conformar com o ordenado mínimo de 40 euros mensais, arranjar meios para  garantir o sustento  é um tremendo calvário! Que só quem tem de arrostar com essa pesada  cruz, é que poderá compreender o que é esse tão penoso sacrifício diário.: ”Temos  empresários descapitalizados; temos médicos descapitalizados!... As pessoas não têm dinheiro!... Nós sabemos que todos os países atravessam uma situação de crise mas nós estamos numa situação péssima!!...  Essa crise não tem limite em S. Tomé e Príncipe?!...  As pessoas não estão a morrer na rua por ser um pais agrícola! – Desabafo de um dos deputados da oposição”, Até porque, como dizia outro deputado: “Hoje o Governo tem a mão de tudo! Até dos Tribunais!”

E ASSIM VAI O PROMETIDO DUBAI DE  PATRICE TROVOADA – “Salários pobres, bem como a falta de oportunidades de carreira, desmotivam os estudantes. Isso resulta em uma baixa qualidade de educação , bem como altas taxas de evasão e taxas de repetência.
 

Tropa ruandesa - Prepotência e ameaça
Direito à saúde  Os moradores de São Tomé têm uma expectativa de vida ruim em comparação com outros estados da região, com o país classificado em 149º no mundo, com uma expectativa de vida de 68,32 anos.

Por exemplo, a taxa de educação mostra que 98% das meninas e 97% dos meninos frequentam a escola primária, mas apenas 38% estão matriculados no ensino médio.

Um número limitado de escolas contribui para este problema. Além disso, as escolas estão localizadas apenas nas capitais ou grandes cidades. Diferenças regionais aparecem na educação. Children of São Tomé and Príncipe - Humanium • We make children's

Em 2016 -. O governo aprovou um Plano de Ação Nacional para a Eliminação do Trabalho Infantil e a Política Nacional de Proteção à Criança. No entanto, as crianças em São Tomé e Príncipe realizam tarefas perigosas na agricultura. Os tipos de trabalho perigoso proibidos para crianças não são abrangentes e a idade de escolaridade obrigatória não se estende à idade mínima para o trabalho. Recursos inadequados dificultam a capacidade das agências de aplicação da lei de aplicar as leis de trabalho infantil. https://www.dol.gov/agencies/ilab/resources/reports/child-labor/sao-tome-principe

GOVERNO PORTUGUÊS COM O MESMO DISFARCE  DA AVESTRUZ - Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informaçao e análise

A COBIÇA DO LIBERALISMO SELVAGEM GLOBAL QUER  FAZER O MESMO À GUINÉ EQUATORIAL QUE JÁ FIZERAM AO IRAQUE E À LIBIA - A FOME DAS SUAS RIQUEZAS PETROLÍFERAS TURVA OS OLHOS DOS ABUTRES

 A Guiné Equatorial é o país mais rico abaixo do Saara, com o petróleo a representar a esmagadora maioria das suas exportações. - Daí a cobiça do liberalismo selvagem que quer impor os seus fantoches no poder, tal como fez no Iraque e na Líbia, depois de reduzir estes países a cinzas e a escombros, com milhões de mortos e estropiados.

16/06/2018 O FMI aprovou um programa de apoio técnico ao Governo da Guiné Equatorial para relançar o crescimento económico e melhorar a governação e a transparência na administração pública e no setor petrolífero., que vai ajudar a construir um histórico adequado de desempenho para um potencial programa apoiado pelo Fundo”, lê-se num comunicado divulgado esta semana pelo FMI, que salienta que este programa não necessita da aprovação do conselho de administração do Fundo. Acordo com FMI melhora contas da Guiné Equatorial


Visitem a Guiné Equatorial e vejam se descobrem as miseráveis cubatas de Angola, de S. Tomé e Príncipe e dos demais países africanos – Vejam, com olhos de ver, se encontram, por entre os bairros sociais, algum  bairro de lata, como os que existem nas preferias das cidades europeias!

PRESIDENTE OBIANG  SATISFEITO COM O BALANÇO DO DIÁLOGO NACIONAL - "De mãos dadas, vamos consolidar um Estado de democracia e paz – "O diálogo permanente, consolida o Estado democrático: Não somos perfeitos, mas eles” (oposição)  são perfectíveis e é importante compreender e assumir estar juntos, porque juntos seremos capazes de enfrentar adversidade”

A VI Mesa do Diálogo Nacional terminou,  segunda-feira, dia 23, após sete dias de várias sessões,  constituídas por palestras, diálogos, debates e propostas - No   discurso da cerimónia de encerramento, o  Presidente da República, Obiang Nguema Mbasogo, promotor desta iniciativa,  apelou a todos os equatoguinenses  para sempre se unirem ao diálogo permanente, para a consolidação do Estado democrático. Frisando que. “de mãos dadas, vamos consolidar um Estado de democracia e paz. Para a consolidação da democracia, o diálogo é necessário e é bom reconhecer o positivo nos processos políticos que contribuíram para a harmonia do nosso país, algo que muitos países não conseguiram 

Obiang Nguema Mbasogo sublinhou também que a democracia deveria ter ideias perfeitas: " Não somos perfeitos, mas eles são perfectíveis e é importante compreender e assumir estar juntos, porque juntos seremos capazes de enfrentar adversidades. Durante esses dias acompanhei de perto os debates e entendemos com grande satisfação que, em um diálogo sereno, os preconceitos são evitados sem buscar a culpa; todos os filhos desta nação são capazes de conter os detratores políticos da República da Guiné Equatorial. Esses dias de diálogo mostraram que temos um povo maduro, capaz de combater a unidade e a solidariedade. Estou convencido de que nossos inimigos internos e externos, que querem nos dividir, se sentirão frustrados e esta VI Mesa Redonda de Diálogo mostra o esplêndido futuro de nosso país e os bons êxitos e clima de confiança da Mesa Nacional de Diálogo https://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php?id=11792

DIPLOMACIA PORTUGUESA -  FAZ O MESMO CORO DA RAPINA DO  ULTRALIBERALISMO SELVAGEM  GLOBAL QUE DEIXOU O IRAQUE A LÍBIA, EM ESCOMBROS E TRANSFERE AS FÁBRICAS PARA O ESCLAVAGISMO DA MÃO-DE-OBRA NA ÍNDIA, BLANGADESH, CHINA E PAQUISTÃO  


São centenas as grandes marcas pelo mundo que deslocam as suas fábricas de produção para os países orientais: Índia, Paquistão, China, Bangladesh  para se aproveitarem do baixo custo de mão-de-obra adulta e infantil, quase sempre associado a condições desumanas. Por isso, a não surpresa destas estatísticas: a Índia se tornou o 4º maior produtor de automóveis do mundo em 2017. O país superou a Alemanha (5ª colocada, com 3,8 milhões de veículos) e ficou atrás apenas da China (29,1 milhões), Estados Unidos (17,5 milhões) e Japão (5,2 milhões). Índia se torna 4º maior produtor mundial de veículos; Brasil

Além disso, "A deslocalização é uma chantagem"usada pelo liberalismo para pagar baixos salários em Portugal e noutros países europeus  – Tal como foi recentemente referido por Carlos Carvalhas,  a deslocalização tem sido usada como chantagem pelas empresas para obrigar os trabalhadores a aceitarem quaisquer condições de trabalho.. https://www.tsf.pt/economia/interior/autoeuropa-a-deslocalizacao-e-uma-chantagem-9131186.html

MINISTRO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS, AUGUSTO SANTOS SILVA - ALHEIO AOS INSULTOS AO BISPO PORTUGUÊS Patrice em rota de colisão com o Bispo da Igreja Católica de STP E ÀS GRAVES ACUSAÇÕES: ” 20 de Julho 2018 – O governo de São Tomé continuará sufocando a oposição.. As tentativas de amordaçar o judiciário e outras vozes críticas estão aumentando.

APRESSADO EM CONDENAR A FARSA DE UM GOLPE DE ESTADO PARA HUMILHAR E DENEGRIR ADVERSÁRIOS POLÍTICOS -  3.06.18 O Governo português disse condenar "sem ambiguidades" qualquer intenção de "subverter as instituições democráticas", a propósito da alegada tentativa de golpe em São Tomé e Príncipe, afirmando confiar no respeito pelas "firmes credenciais democráticas" naquele país lusófono. https://www.cmjornal.pt/cm-ao-minuto/detalhe/governo-portugues-condena-tentativa-de-golpe-em-sao-tome

JUIZ NÃO DEU CREDIBILIDADE ÀS FORJADA ENCENAÇAO EM ÁUDIO – E mandou  em liberdade, os acusados, e porque a prova existente se limita a um registo áudio onde, alegadamente, falam do golpe.
 
A TRETA DOS "DEMOCRATAS" DO COSTUME  - Diz o PÚBLICO, que " O ministro dos Negócios Estrangeiros português afirmou nesta segunda-feira que o respeito pelo Estado de Direito democrático é condição de permanência na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a propósito do diálogo nacional a decorrer na Guiné Equatorial.
Na Guiné Equatorial, país que entrou há precisamente quatro anos para a comunidade lusófona, conclui-se neste dia uma mesa de diálogo nacional, na qual foram convidados a participar membros da oposição no exílio, tendo o Presidente, Teodoro Obiang Nguema, anunciado uma amnistia para presos políticos.

Segundo o líder da Convergência para a Democracia Social (oposição), Andrés Esono, o Governo da Guiné Equatorial recusou a formação de um executivo de unidade nacional transitório até às eleições e a libertação dos presos políticos. "A informação que eu tinha é que se tinha iniciado a libertação de pessoas presas por crimes políticos. Tenho de conferir essa informação. As informações não são muito convergentes quando são oriundas da Guiné Equatorial, temos de ter a nossa melhor informação", comentou Augusto Santos Silva, questionado pela Lusa à margem do 3.º encontro da rede de ensino português no estrangeiro, em Lisboa.
O chefe da diplomacia reiterou a posição portuguesa de que a Guiné Equatorial deve cumprir, "em primeiro lugar, os seus próprios compromissos de entrada na CPLP", entre os quais a abolição da pena de morte e a difusão do português, mas também uma maior abertura democrática. "Em segundo lugar, todos nós sabemos que, do ponto de vista dos estatutos da CPLP, é uma condição de permanência a vinculação aos princípios do Estado de Direito democrático. Confio que todos nós compreendamos isso", comentou. https://www.publico.pt/2018/07/23/politica/noticia/governo-portugues-insiste-que-guine-equatorial-deve-respeitar-estado-de-direito-democratico-1838912

Lacaio do golpismo liberal
SEVERO MOTO -   DEMOCRATA OU GOLPISTA?  - Quem é o principal opositor ao Presidente Teodoro Obiang? – Vejam só:  um golpista credenciado:  “Severo Moto aceita seis meses de prisão por tentar enviar armas para a Guiné"

Pois, mas lá continuou a promover as suas golpadas como testa de ferro do liberalismo ultra-liberal sobre as riquezas naturais dos povos africanos;
"A promotoria pediu dois anos de prisão para o oponente da Guiné Equatorial  O político da oposição guineense Equatorial Severo Moto aceitou uma sentença de seis meses de prisão por um crime de posse ilegal de armas, depois de em 2008 ele planejava enviar armas e munições para o seu país a partir do porto de Sagunto, confirmou o Tribunal Superior. da justiça valenciana.
 
(...) O político foi preso pela polícia em abril de 2008 na cidade de Fuensalida, em Toledo, por um suposto crime de tráfico de armas de guerra para a Guiné Equatorial.
A prisão foi feita por ordem do juiz do Tribunal Nacional Fernando Andreu, em conexão com a intervenção de um mês antes de várias armas no porto valenciano de Sagunto. https://elpais.com/ccaa/2013/01/15/valencia/1358249825_022702.html

SEVERO MOTO - VOLTOU A ESTAR NOS BASTIDORES  DO FRACASSADO GOLPE DE DEZEMBRO PASSADO

(...) O processo de preparação para a tentativa de golpe começou em setembro de 2017, quando Kodo Bani começou a recrutar mercenários em seu país natal. (..)  Ambos os soldados organizaram um contingente de mercenários chadianos, centro-africanos, equatoguineanos e camaroneses, localizados na cidade fronteiriça de Kye-Ossi, entre os Camarões e a Guiné Equatorial . Esses movimentos foram detectados pelas autoridades camaronesas, que decidiram não agir imediatamente e submeter o grupo à vigilância". In  - Wikipedia ..

Manifesto de condenação e repúdio por tentativa de golpe da Embaixada da Nigéria  - O embaixador da Guiné Equatorial na República Federal da Nigéria, Job Obiang Esono Mbengono, assina o manifesto de rejeição sobre a última tentativa de golpe na Guiné Equatorial. http://www.gacetadeguinea.com/noticia/1575/guinea-ecuatorial/manifiesto-de-condena-y-repulsa-por-el-intento-de-golpe-de-estado-desde-la-embajada-de-nigeria.html  





OS GOLPISTAS NUNCA DESARMAM , TÊM ROSTOS MAS O QUE NÃO TÊM É VERGONHA   - "O filho da antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, Mark Thatcher, declarou-se culpado perante o Supremo Tribunal da Cidade do Cabo, na África do Sul, de ter participado na tentativa falhada de golpe de Estado na Guiné Equatorial.

"A tentativa de golpe de Estado contra o governo da Guiné  Equatorial em Março daquele ano “parece ter todas as características dos expedientes usados pelo colonialismo, com as principais potências desesperadas para controlar áreas com recursos estratégicos. Nessa parte do mundo, o petróleo superou os diamantes como fonte do conflito.

GOVERNO PORTUGUÊS ALHEIO  ÀS GRAVES  ACUSAÇÕES:   20 de Julho 2018 – Sao Tome's government will further stifle dissent - Oxford Analytica .  Attempts to muzzle the judiciary and other critical voices are increasing. O governo de São Tomé continuará sufocando a oposição.. As tentativas de amordaçar o judiciário e outras vozes críticas estão aumentando.
 
O QUE É  QUE O GOVERNO PORTUGUÊS TEM A DIZER SOBRE ESTAS  AMORDAÇAS SOBRE A JUSTIÇA?  - Enviar milhões dos contribuintes portugueses para  esbanjamentos desconhecidos.

Advogados, juristas e magistrados indignadosnão acreditam no funcionamento livre e independente dos tribunais e, numa cerimónia carregada de simbolismo, deitaram fogo aos seus diplomas.  Depois do constitucionalista português, Jorge Miranda ter considerado que a exoneração compulsiva de juízes do STJ, é inconstitucional,  também UIJLP- União Internacional dos Juízes de Língua Portuguesa, manifestar a sua  preocupação com a crise que abalou o poder judicial de São Tomé e Príncipe. e, agora, A UALP   União dos Advogados de Língua Portuguesa (UALP manifestou  a sua profunda preocupação pela violação grave dos princípios da independência dos tribunais e da separação de poderes, pilares fundamentais do Estado de Direito Democrático.


A DIPLOMACIA PORTUGUESA DEVIA SER MAIS CAUTELOSA MAS PARECE DISPOSTA A PATROCINAR OS GOLPISMOS DE UM  UM MISTERIOSO EMPRESÁRIO PRIMEIRO-MINISTRO  -  Pois claro: «Portugal vai estar sempre ao lado de STP nos esforços necessários para levar avante os compromissos com a segurança dos cidadãos e na reforma da justiça que se afigura crucial para o desenvolvimento do país»,

SERÁ QUE O  GOVERNO PORTUGUÊS NÃO VÊ ESTES DESMANDOS?   São Tomé. Parlamento vota exoneração e aposentação compulsiva ... https://observador.pt/2018/05/04/sao-tome-parlamento-vota-exoneracao-e-aposentacao-compulsiva-de-juizes-do-supremo/


 Há uma máfia instalada nos tribunais do país de São Tomé e Principe , atitude desbocada e irresponsável de um chefe do Governo,  para com o respeito e independência que deve presidir entre os órgãos de soberania

Pois veja-se quem é que agora vai chamar para liderar  a golpada  deferida ao STJ,  pela sua bancada parlamentar, que logrou afastar,  em 04/05/2018, através de   exoneração e aposentação compulsiva ., o Juiz Conselheiro, Manuel Cravid, eleito democraticamente pelos seus pares, em Abril de 2017  Presidente do STJ 


JUIZ ROBERTO RAPOSO, O EX-MINISTRO DA JUSTIÇA DO ATUAL GOVERNO, que se havia demitido, há dois anos, na sequência de uma desastrada intervenção parlamentar por ter tecido destemperadas  críticas e acusações contra juízes e magistrados e os tribunais e Ministério Público, é o homem escolhido pelo absolutismo parlamentar do partido que apoia o Governo, para liderar o STP,  com  Frederique Samba Procurador Geral da República, Euridice Pina Dias magistrada do Tribunal da Primeira Instância e Leopoldo Marques jurista que residia na diáspora, são  os quatro nomes  empossados como Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça, numa sessão- refere o Téla Nón -  marcada por “uma fraca participação dos Magistrados Judiciais de São Tomé e Príncipe, e a ausência notória da Ordem dos Advogados.
http://www.telanon.info/politica/2016/02/01/21047/ministro-raposo-lanca-bomba-contra-os-tribunais-e-os-magistrados/





VEJA NESTE VÍDEO AS RAZÕES PELAS QUAIS PATRICE FEZ PROCLAMAR  QUE O QUERIAM ASSASSINAR - É bem possível que, se fosse noutro país, o seu comportamento poderia ter tido idêntico ou pior risco que teve Berlusconi, em Milão - Silvio Berlusconi é agredido com soco no rosto em Milão - BBC News  Mas, apesar de todas as suas afrontas, tem tido a sorte de estar num país com um povo tradicionalmente ordeiro e pacifico, se bem que, por via da extrema pobreza, os indicies de alcoolismo e criminalidade estejam a recrudesce

PLANO PARA ASSASSINAR PATRICE TROVOADA? - O QUE ELE PROCUROU FAZER EM 16 DE JULHO DE 2003  - QUER AGORA IMPUTAR A OPOSITORES  ATRAVÉS DE ENCENAÇÃO DE GOLPADA PARA OS PERSEGUIR E HUMILHAR ADVERSÁRIOS POLÍTICOS  
ESTAS PALAVRAS  - PROFERIDAS HÁ POUCO MAIS DE UM ANO - NÃO DEVEM TER AGRADO A UM PRIMEIRO-MINISTRO QUE DESPREZA  AS LEIS E OS PRINCÍPIOS DEMOCRÁTICOS  - No discurso da sua tomada de posse O novo presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) são-tomense, Manuel Silva Gomes Cravid, prometeu, "dar volta" ao "total descrédito e incompreensão" em que se afundaram os tribunais são-tomenses.

Manuel Cravid chamou a atenção dos magistrados para não se esquecerem que “somos independentes e que devemos resistir e afastar de qualquer influência política, publica ou privada”. “O nosso chefe é a constituição, são as leis e a nossa consciência”, disse, lembrando que o poder judicial tem estruturas e mecanismos próprios “para resolver os nossos problemas e interesses ligados a magistratura e ao exercício da função judicial”. Ainda no seu discurso de empossamento, Silva Gomes Cravid insistiu na necessidade dos magistrados adoptarem “uma nova postura perante a sociedade, perante o sistema judicial e perante o estado”,assumindo a responsabilidade colectiva e buscando uma solução inclusiva que dignifique a justiça e que sirva São Tomé e Príncipe”. Defendeu a reforma do sistema judicial, mas não do jeito que o governo pretende. “Reformar é reestruturar, dinamizar, redimensionar, capacitar e formar, visando unicamente maior rentabilidade e produtividade. Reforma não pode ser expurgatória, nem nunca deverá ser motivo de perseguição contra pessoas que menos gostamos ou que não nos interessa”, concluiu Manuel Silva Gomes Cravid. Um discurso que uma figura do sindicato dos magistrados judiciais considerou de “demolidor contra um governo que nos últimos anos jogou toda a cartada para manter também sob seu controle o poder judiciário”. “Esse discurso abre muita expectativa sobre a forma de funcionamento futuro dos tribunais” que se espera de facto independente e sem influência do poder politico, disse o representante do sindicato.

Nenhum comentário :