expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Espanhóis presos em S. Tomé - Incontactáveis pelo advogado de defesa - Familiares chocados e desesperados, denunciam a violação dos seus direitos fundamentais: lançam apelos nas redes sociais e, um dos companheiros, ameaça mesmo entrar em greve de fome -“NÃO SOMOS MERCENÁRIOS – SOMOS BOINAS VERDES”; Por la libertad de nuestros hermanos encarcelados en una republica africana – Imprensa regional tem sido a mais ativa -– A justiça nas mãos do PM e líder da ADI, não oferece o mínimo de confiança jurídica. - All institutions and organs of sovereignty in Sao Tome and Principe do not function freely. are under the absolute control of the regime - Interpol - International Criminal Police Organization - should take responsibility for investigating the alleged coup d'etat in S. Tomé and distancing itself from false Government information - The International Tribunal should judge the and the crimes of which Prime Minister Patrice Emery Trovoada is suspected, denounced by the opposition in Parliament, with well-founded arguments



Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise   -

Todas as instituições e órgãos de soberania em Sáo Tomé e Príncipe, náo funcionam livremente.  estão sob o controlo absoluto  do regime - A Interpol  - Organização Internacional de Polícia Criminal - deveria chamar a si a responsabilidade da investigação do alegado (forjado) golpe de Estado em S. Tomé e distanciar-se das manipuladoras falsas informações do Governo -  O Tribunal Internacional deveria julgar os atropelos à justiça e os crimes de que é suspeito  o Primeiro-ministro Patrice Emery Trovoada, denunciados pela oposição no Parlamento,  com fundamentados e bem documentados argumentos

FAMILIARES DOS ESPANHÓIS PRESOS EM S. TOMÉ – CHOCADOS E DESESPERADOS  COM A VIOLAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS  COMPANHEIRO DE MARCO AMEAÇA ENTRAR EM GREVE DE FOME  E RESPONSABILIZA PM DE ESPANHA PELAS CONSEQUÊNCIAS  


"A todos os amigos e apoiantes da causa dos meus irmãos da boina verde, presos injustamente em São Tomé e Príncipe, em cujo cativeiro estão a ser descaradamente violados os seus direitos fundamentais e que nem sequer estão autorizados a visitar o seu advogado
Eu humildemente peço que você me apoiem  na próxima ação que vou  realizar  se eu não conseguir o apoio suficiente para envolver políticos no Congresso dos Deputados.
Que irei  realizar uma greve de fome se  até pelo menos esta semana não houver  resposta do governo

 O Sr. Primeiro-Ministro é o único responsável por aquilo que pode acontecer . E que vai pesar na sua consciência (se consciente) porque a minha morte não hesitará em dar a minha vida para meus irmãos  - Obrigado a todos que me apoiar



Continuámos a acompanhar a versão do 2º alegado golpe em S. Tomé, em pouco mais de um mês – Nomeadamente da imprensa espanhola,  já que, a imprensa portuguesa,  salvo a veiculada pela agência Lusa, tem-se limitado a replicar a mais que duvidosa informação estatal santomense   - Através das nossas pesquisas, tomámos conhecimento que estão a circular  nas redes sociais petições e várias mensagem pedindo a libertação dos três espanhóis presos em Espanha, de que aqui lhe damos conta

Biografia  - Marco Martinez Mendez Diretor de segurança, Instrutor TCCC Ferrol, Galicia, Espanha Segurança e investigações – Atualmente presta serviço no prehospital emergencie care Espanha – Anteriormente,  trabalhou na seguriberica; no  atendimento pré-hospitalar emergencie Espanha; Instituto de Estudos em Ciências da Saúde de Castela e Leão,Educação 1. Universidade Nacional de Educação a Distância - U.N.E.D.

ABAIXO ASSINADO  AO MINISTÉRIO DE RELAÇÕES EXTERIORES E COOPERAÇÃO DE SPANHA - POR JOSÉ  RAMÍREZ  -
Ministério de Relações Exteriores e Cooperação e


Por la libertad de nuestros hermanos encarcelados en una republica africana


No último dia 4 foram detidos e injustamente presos três ex-militares espanhóis na República de Santo Tomé, uma ilha africana de cerca de 200.000 habitantes. Estes irmãos são Popeye, José a Legia e Orlando, que se mudaram para esta ilha para realizar um trabalho de escolta privada. Quando alguns dias se passaram e eles não puderam realizar seu trabalho, eles decidiram voltar para a Espanha, quando eles ainda estavam no hotel, eles foram presos e presos injustamente. As versões das acusações pelas quais foram presas são contraditórias, porque, embora algumas informações publicadas em algumas fontes de mídia digital próximas à família Popeye tenham nos assegurado que elas não são verdadeiras. 


Pedimos seu apoio para permitir que essas três ex-militares espanholas retornem à Espanha com suas famílias. 

Eu, José Ramírez Cortacero, também ex-militar e irmão de armas do Popeye apelo à solidariedade de todo o grupo de veteranos de operações especiais e o resto dos ex-militares, simpatizantes, Guarda Civil em suma a todos os espanhóis nos apóiam com sua assinatura para o retorno dos nossos colegas e irmãos

OBRIGADO PELO SEU APOIO  -   Por la libertad de nuestros hermanos encarcelados en una republica ...Marco, Jose y ...¿Pedirán públicamente la libertad de los 3 exGOE Marco, Jose y ...; Por la libertad de nuestros hermanos encarcelados en una republica



NÃO SOMOS MERCENÁRIOS – SOMOS BOINAS VERDES” – Entretanto, tomámos conhecimento que está a circular no facebbok uma petição e várias mensagem pedindo a libertação dos três espanhois presos em Espanha - MENSAGEM URGENTE PARA OS USUÁRIOS DE ESPANHOL DO FACEBOOK

Como muitos de vocês sabem último dia 4 foram detidos e presos injustamente três ex-militares espanhóis em uma república Africano São Tomé e Príncipe um país de apenas 200.000. Eles foram presos com acusações muito sérias que tanto as famílias quanto seus irmãos de armas, sabemos que são mentiras.

Eles estão violando todos os seus direitos, são amontoados em celas sem janelas e sem ventilação, sem mencionar o calor inumano que estão sofrendo.
Apelo à solidariedade espanhola, o que foi demonstrado em outros casos.
Talvez alguém possa pensar que isso é uma farsa ou um filme
Bem, não, é a pura e dura realidade.

Será que alguma coisa  vai ser feita  para uma aprofundada  reflexão da verdade?   - Não se viu nada na TV.  -  Isto será verdade? Eu não vi nada na TV.
Efetivamente não é um caso mediático, apenas alguns meios de Comunicação Digitais fizeram eco da notícia mas da versão oficial do governo de são Tomé (q assim se chama a ilha) por isso só têm derramado sobre eles e suas famílias (.) E me perdoar pela expressão) mais merda do q já têm.

Cavalheiros espanhóis, que têm participado na vida militar como na vida civil, são  cidadãos deste país, que  têm sido convocados  em missões no exterior e têm protegido os navios de pesca espanhóis nas águas da Somália contra os piratas.
 Faça uma reflexão:  ... Será que vamos deixá-los apodrecer em uma prisão infra-hunana ou ser condenados a algo pior?
Apelo à solidariedade espanhola de sobra demonstrada em outros casos.
Talvez alguém possa pensar q isso é uma farsa ou um filme
Pois não, é a pura e dura realidade.


IMPRENSA REGIONAL CONTINUA A DAR DESTAQUE À SITUAÇÃO DOS EX-MILITARES ESPANHÓIS, PRESOS EM S. TOMÉ - Eles prendem um vizinho de Ferrol acusado de tentar um golpe de Estado em São Tomé 

 FERROL360 | Terça-feira, 28 de agosto de 2018  
Em 19 de agosto, o jornal El Mundo reuniu em suas páginas a situação em que três ex-soldados espanhóis viviam, foram presos e presos em Santo Tomé , um pequeno arquipélago do Golfo da Guiné (África). As autoridades acusam-nos de tentar perpetrar um golpe de Estado.

Em particular, os três homens foram acusados ​​de tentar implementar um plano para matar o primeiro-ministro e sequestrar o presidente da República e o parlamento. Ele pega os mesmos meios que algo teria falhado e que eles ainda estão sendo mantidos sob a suspeita de que eles estavam indo para executar uma "operação terrorista para subverter a ordem constitucional".
 

Um dos três detidos, Marco Martínez Méndez , embora nativo de Vegadeo, é residente de Ferrol há anos. Aqui ele é bem conhecido no ambiente de rugby e jogou na equipe da cidade. Precisamente, a notícia saltou na cidade naval na segunda-feira para dar início, através da plataforma Change.org, a um pedido para obter liberdade para os espanhóis e se espalhar pelas redes sociais.
 

Mas sua prisão foi formalizada em 3 de agosto, segundo a versão oficial. As mesmas fontes dizem que eles tinham naquele tempo um grande arsenal com eles. Fuzis de assalto AK-47, munições, granadas, óculos de visão noturna e facões, entre outras armas e substâncias. O Ministério das Relações Exteriores optou por não explicar o que aconteceu com El Mundo .

"Uma situação muito difícil"
 

De Ferrol360 nós estivemos em contato com os arredores de Marco na cidade, mas preferimos não fazer declarações no momento. No entanto, sua família asturiana falou em La Nueva España . Uma de suas duas irmãs defendeu sua inocência, dizendo que é uma "encerrona" e garantindo que elas estão passando por "uma situação muito difícil".

"Sabemos que ele estava começando a suspeitar que algo estava errado porque ele contatou amigos e disse que algo não lhe servia, que eles não sabiam sobre ele entrar em contato com as autoridades", sua família conta à mídia asturiana, mostrando seu total desacordo com muitas das afirmações que estão sendo feitas sobre o seu trabalho.

Alguns meios de comunicação perceberam que Marco e seus dois companheiros poderiam estar agindo como "mercenários" e até os descreveram como "assassinos", mas sua família defende que ele passou anos dedicando-se à segurança privada e tendo ido para o país como uma escolta pessoal.

Em 21 de junho, houve prisões em Santo Tomé por uma tentativa semelhante. Especificamente, eles retiveram um ex-ministro e um franco-atirador, apelidado de Alfa II e Alfa I, respectivamente. Mas, ao contrário do que está acontecendo com os espanhóis - que permanecem incomunicáveis ​​-, eles foram libertados provisoriamente, aguardando julgamento




A família do asturiano acusado do golpe de estado na África: "É uma encerrona" Armadilha  
"Não temos dúvidas sobre ele: não é verdade do arsenal e das drogas, ele é muito atlético", dizem os parentes de Marco Martínez, de Vegadeo
Estamos chocados  e afetados, é uma situação muito difícil", diz uma das duas irmãs do ex-asturiano Marco Martínez Méndez, preso na pequena ilha africana de Santo Tomé, junto com outros dois espanhóis e acusado de tentativa de golpe. A família deste homem de Vegadeo, embora ele tenha vivido em Ferrol (Galiza) há anos, defende sua inocência e descreve o que aconteceu como "encerrona".
 
"Sabemos que ele estava começando a suspeitar que algo não estava certo porque ele contatou os amigos e disse que algo não lhe cabia, que eles não sabiam sobre ele entrar em contato com as autoridades", diz sua família, que parou de ter contato com Marco. Martínez no final de julho. Foi seu atual parceiro que finalmente informou à família que não poderia contatá-lo e, finalmente, em 5 de agosto os maus presságios foram confirmados. Naquele dia, souberam que no sábado anterior ele havia sido preso no hotel onde estava hospedado com seus três companheiros. Eles os acusam de tentar matar o primeiro-ministro, Patrice Trovoada, e de seqüestrar o presidente, Evaristo do Espirito Santo Carvalho.
 
(..) Embora seja natural Vegadeo, a verdade é que poucas experiências têm no conselho e muito poucos o conhecem. Não em vão, a família mudou de endereço quando Marco tinha apenas quatro anos de idade. Atualmente, o detido tem um parceiro e três filhos de sua primeira esposa, dos quais ele é separado. Ele geralmente reside em Ferrol e visita esporadicamente a área ocidental para visitar seus pais, que moram na pequena cidade de Figueras.
 
Para a família do veigüeño, todos têm boas palavras - "uma família muito normal, gente boa" - e é por isso que eles se arrependem da situação difícil que estão vivendo. Marco Martínez é o que menos conhece os vizinhos, e os poucos conhecidos que ele tem na área estão ligados ao mundo do rúgbi, sua grande paixão. Durante anos ele jogou no clube de Ferrol e estava programado para jogar na próxima temporada no clube As Pontes.   https://www.lne.es/asturias/2018/08/21/familia-asturiano-acusado-golpe-africa/2336175.html

Biografia  - Marco Martinez Mendez Diretor de segurança, Instrutor TCCC Ferrol, Galicia, Espanha Segurança e investigações – Atualmente presta serviço no prehospital emergencie care Espanha – Anteriormente,  trabalhou na seguriberica; no  atendimento pré-hospitalar emergencie Espanha; Instituto de Estudos em Ciências da Saúde de Castela e Leão,Educação 1. Universidade Nacional de Educação a Distância - U.N.E.D.




As declarações de Patrice Trovoada poderão também ser VISTAS E OUVIDAS A PARTIR DO MINUTO 7.47"

PATRICE TROVOADA ATACA A IMPRENSA ESPANHOLA, ACUSA OS TRÊS CIDADÃOS ESPANHÓIS DE TERRORISTAS TRANSNACIONAIS - DIZ QUE AS IMAGENS  DA IMPRENSA SANTOMENSE MOSTRARAM QUE SÃO MERCENÁRIOS  -


O Primeiro-ministro de STP, em declarações à televisão e à rádio estatais, pouco antes de entrar num jato com destino à China, entre outras afirmações, recheadas  de   promessas e  propaganda, atirou-se à imprensa espanhola, uma vez que esta, - embora ante o silêncio da TVE - e ao contrário da media Portuguesa (que praticamente se limita a repetir as noticias do regime de Trovoada), tem-se empenhado na investigação e no aprofundamento do alegado golpe por ex-militares espanhóis,  com pormenores da sua vida pessoal e profissional, nomeadamente em  empresas de segurança, colocando em dúvida os argumentos divulgados pelo Governo




FALA EM LEGALIDADE QUEM A ESMAGA  - Em que país um PM ousa fazer tão sórdidos ataques a um órgão de soberania e destituir a direção do STJ, democraticamente eleita, através da sua bancada parlamentar autoritária?-  São Tomé e Príncipe: Patrice Trovoada defende exoneração de juízes ... ….Há uma máfia instalada nos tribunais do país de São Tomé e Principe


“SÃO MERCENÁRIOS TRANSNACIONAIS”; OS FACTOS FALAM POR SI “ – Diz Trovoada – Sim, os factos dos episódios encenados com armas e equipamento militar, retirado dos armazéns e  paióis – Ou foram os cidadãos espanhóis, que, uns dias antes, ao desembarcarem  num avião da TAP, transportaram nas suas malas o abundante  arsenal mostrado na impressionante encenação golpista?

CONCLUO DE PATRICE QUIS PATROCINAR,  SOB A CAPA DA PRESENÇA DOS EX-MILITARES ESPANHÓIS, UMA GOLPADA SANGUINÁRIA COM RAMBOS DA SUA CONFIANÇA - QUE VISAVAM ASSASSINAR EVARISTO CARVALHO - Por este nao ter aceite o pedido de  declaração de Estado de Sitio e não adiar as eleições para Patrice candidatar a sua prima, Maria do Carmo Trovoada, que ele promovera a líder da CPLP e, depois, de seguida, com o desaparecimento de Evaristo, ele se candidatar à Presidência da República


Patrice Trovoada no seu estilo Rambo
MAS OS ESPANHÓIS NEM SEQUER CHEGARAM A ENCONTRAR-SE COM O TAL  ALBERTINO FRANCISCO - EXORCISTA DE DEMÓNIOS E, tendo suspeitado que poderia haver marosca disfarçada, decidiram marcar  viagem para Espanha no voo seguinte 

Só que, Patrice Trovoada, tendo a justiça nas mãos, poderá ter  arquitetado o golpe com testemunhos falsos, tal como ele fez compra os votos - Tudo isto faz parte de mais uma golpada de um financiador de Golpes - 




ESCLARECIMENTO VIA EMAIL DE HENRIQUE  - Escrito rm Galego

«Eles nos enganaram», diz o cidadão asturiano preso em São Tomé

 Marco Martinez Méndez,  um dos três ex-militares espanhóis presos em S. Tomé, cuja atividade profissional tem estado ligada a serviços de segurança e  investigações - como director e instrutor na Galícia, nomeadamente  nos serviços de emergência hospilar, num curto telefonema que pôde fazer à sua família, citado pelo Jornal EL-Comércio, conquanto transmitisse uma mensagem de tranquilidade - naturalmente com o desejo de atenuar angustia e a incerteza, nos que lhe são queridos, não deixou de denunciar a trama de que ele e os companheiros foram alvos

 Tal como já nos foi confirmado por um amigo de Marco, a  que nos referimos nas duas postagens anteriores, Martinez viajou para S. Tomé,  em 29 de julho  Porém, dias depois, ao aperceber-se   - ele e os dois companheiros - Orlando Perez (La Rioja) e José Manuel López (Cádiz), de que a pessoa que lhes havia pago a passagens e lhes  havia prometido trabalho no ramo da sua atividade profissional,  nem sequer os contatava, entenderam esse procedimento como anormal e  decidiram apanhar o primeiro avião para voltar a Espanha  

Confessou, através da troca de mensagens por e-mail, que "No dia 3 é que me disse que as coisas são raras e que voltam para a Espanha no primeiro voo;¸ no dia 4 de manhã (sábado) confirma-me o voo de regresso a Espanha e lhe compro um bilhete para um voo da TAP no domingo pela tarde

 "Eu conhezo a dous dos espanhois e sei que foron de securanza privada dun politico, xa estiveran con él en marzo ou abril.> Eu mesmo falaba cun deles cando os aprenden... Tiñan o voo o domingo á noite porque viron movementos raros de Albertino e quedaron no hotel agardando a volta a España.>> Un saúdo e desculpas pola linguaxe
Saudações da Galiza, Espanha.

Conheço dois dos espanhóis e sei que eles estavam na segurança privada de um político, eles estiveram com ele em março ou abril. Eu até falei com um deles quando os prenderam ... Eles tinham  o vôo na noite de domingo porque viram os movimentos incomuns de Albertino e ficaram no hotel esperando pelo retorno à Espanha. >> Saudações e desculpas pelo idioma >>

 O día 3 é cando me explica que as cousas son raras e que volven para España no primeiro voo que poidan coller, o día 4 á mañá confírmame o voo de regreso a España e lle compro un billete de Lisboa a Coruña.

Pregunta: Así que decidiron reservar un voo de regreso o domingo pola tarde, é dicir, o día 5, xa que este é o día mencionado no calendario de agosto de 2018
Só que, pelos vistos, quem os contratara tinha outros propósitos ocultos:  havia previamente algo montado para serem usados na encenação de um golpe contra Patrice Trovoada  - Não há outra leitura possível, uma vez que o dito ex-ministro, nunca apareceu no Hotel, onde estavam hospedados e no qual acabariam por ser presos e atendendo  ao disfarce usado para serem acusados de tentativa de golpe de Estado, com um cenário montado para um  video ser passado na TVS com um vasto arsenal de armas e diverso equipamento, a que juntaram as imagens da sua detençã




Marco foi uns meses atrás a STP polo mesmo motivo, estivo unha semana e voltou a Espanha, eu mesmo fun a recoller a Marco ao aeroporto. Non sei se foi cos outros presos ou non.

Desta vez, o levei eu a aeroporto a fin de semana anterior e estiven falando con él por whatsapp todos os días de cousas nosas, sempre de risas... pero un día dixo que deranse conta de que había algo raro e perigoso e que voltarían a Espanha en canto puideran e que se non o localizaba á manhá, a mediodía e á noite que falara co Governo espanhol.


Merquei billete de avión para que chegara á Coruña o luns á mañá (chegaban moi cedo a Lisboa) pero non souben del desde o sábado á tarde e non chegou -obviamente- a Coruña o luns.

Chamamos o hotel onde estaban e dixeronnos que os levara a policia o sábado a media tarde, tinhan o voo para o domingo.

Nós ligamos para o hotel onde eles estavam e nos disseram que a polícia os levara no sábado à tarde, eles estavam voando para o domingo.

Eu desde Espanha non pensei que fora un problema facer unha empresa de seguridade privada en STP: pides os permisos ao goberno e xa está como no resto de países democráticos, é algo rutinario. Estou certo de que Marco e os seus companheiros pensaron o mesmo, máis aínda tendo como amigo a un exministro do país que conhece as leis, vexo no teu blogue que a xente dí que é raro que se fiaran de Albertino porque estaba arruinado pero suponho que foi él quen pagou os billetes de avión así que non estaba arruinado.

Eles alí non teñen cartos, as familias están pagando desde Espanha o colchón e os produtos basicos. Creo que están nunha zona illada dos demais pero non están rindo coma lín; non poden comer a comida que lles dan e as ratas son grandes e non poden durmirse todos para evitar que se lles acheguen. Que estén illados non é un privilexio, desde o día que os detiveron só puideron falar co exterior unha vez o pasado xoves.

Fago unha foto do billete de avión e mándocho.

E non poñas as minhas mensaxes que non tenho nin idea de portugués e escrivo medio en galego medio no que penso que é portugués, os que o lean deben pensar que son un ignorante.

E não ponham nas minhas mensagens que eu não faço ideia do português e escrevo em meio galego no que penso ser português, quem o lê deve pensar que é ignorante.

 EXORCISTA DE DEMÓNIOS - O EX-MINISTRO DA JUVENTUDE E DESPORTOS, ALBERTINO FRANCISCO - NÃO PASSA DE UM PELINTRA VAIDOSO E AMBICIOSO -  DONDE ELE FOI BUSCAR A MASSAROCA PARA PARA CONTRATAR OS ALEGADOS MERCENÁRIOS? - 


Atualmente,  ninguém consegue estabelecer-se, em STP,  senão com o aval do  Governo  - Ele apenas terá servido de embrulho para  Patrice Trovoada usar os alegados mercenários, tal como usou a tropa ruandesa e ficar de fora para evitar ser criticado .



Patrice Trovoada no seu estilo Rambo
07/03/2013- O jovem ministro da Juventude e desporto, antigo jornalista da TVS, , Participou na elaboração de um livro, que se referia ao exorcismo de demónios na política são-tomense. 07/03/2013Ministro da Juventude e Desporto faz promessas de grande ...;… 26/08/2013Danilson Cotú é o novo ministro da Juventude e Desportos – Téla Nón 25-03-2013…Ministro da Juventude e Desportos, Albertino Francisco, foi exonerado ...
 
´PATRICE TROVOADA DELIRA A IMAGINAR - É AMBICIOSO E ASTUTO QUANTO BASTE -  MAS DEPOIS PRA CONSUMAR O QUE PRETENDE SIMULAR, ACABA POR  SÓ  DAR TIROS NOS PÉS, POR SE DESACREDITAR - EM CAVAR AINDA MAIS O PRECIPÍCIO EM QUE HAVERÁ DE SE AFUNDAR OU DEBANDAR

Tal como havíamos referido, neste site, Patrice encenou um GOLPE  COM PISTOLAS E METRALHADORAS SACADAS DOS SEUS PAIÓIS DO REGIME - OU SEJA, COM ARMAS DA GUARDA-PRISIONAL  . PELO QUE JÁ TEVE DE DESPACHAR O SEU RAMBO POR ESTE NÃO TER EXECUTADO  A FARSA COM MAIS PROFISSIONALISMO,

Refere o jornal Téla Nón: "tudo, porque, segundo a fonte, as armas AK -47 que foram apreendidas na posse dos alegados mercenários espanhóis, e também de dois cidadãos nacionais detidos,  alegadamente pertencem às forças de segurança do país, tendo em conta as suas respectivas referências ou códigos.

CONTRADIÇÕES QUE ATESTAM O FORJADO GOLPE "Apesar da natureza espetacular das imagens exibidas na televisão, a lista de objetos apreendidos pelo governo dizia que os três espanhóis só foram apreendidos com granadas, binóculos, óculos de visão noturna e uniformes." - Diz o El Mundo

 A TVS - SOB CONTROLO ABSOLUTO DO REGIME - NÃO FEZ NENHUM REGISTO  DAS DETENÇÕES QUE FORAM DIVULGADAS 

COMENTÁRIO DE  CIDADÃO SANTOMENSE NO FACEBOOK - É TAMBÉM  ESCLARECEDOR DA ENCENAÇÃO DO  GOLPE - Diz que a PIC (PJ)ou Polícia de Investigação Criminal,  convida a TVS para fazerem a reportagem  de supostas armas apreendidas: o certo é que depois dos jornalistas Maximino Carlos ter estado no local para fazerem trabalhos de gravação surgem orientações superiores para serem escorraçados do local, segundo o próprio Maximino Carlos e chamar o diretor da TVS com uma PENDRAIVE para receber imagens já gravadas que se encontravam num computador da PJ para a cópia a ser preparada pelo telejornal

O certo é que, mais tarde, antes do telejornal o chefe da segurança do Estado e da Procuradoria dirigiram-se à TVS e juntos fechados no gabinete de João Ramos na TVS davam tratamento a estas imagens

TELEVISÃO E RÁDIO DO REGIME PROPALAM UMA  VERSÃO, QUE NÃO CONDIZ COM A VEICULADA PELA  AGÊNCIA  NOTICIOSA  DO REGIME  

Esta refere que, um comunicado do Conselho de Ministros do qual STP-Press teve acesso, o governo revela que no dia 3 de Agosto “as forças e serviços em coordenação com Procuradoria-Geral da República e a Polícia Judiciária impediram uma operação terrorista que visava, segundo dados recolhidos, o sequestro do Presidente da República, Presidente do Parlamento e a eliminação física do Primeiro-Ministro”. Governo solicita investigação para a descoberta da ... - STP-PRESS

NÃO BATE A BOTA COM A PERDIGOTA: OUÇA  O REGISTO DO TELEJORNAL DE TVS - DIA 07-08-2018 -  O QUE DIZ É QUE: Os três mercenários entraram no dia 29 de Junho e tinham por missão, no dia 1 e 2 do corrente, em estreita cumplicidade com os nacionais, consumar a operação de destabilização da ordem constitucional

 

CONTRADIÇÕES DA  NOTÍCIA DA 2ª INVENTONA

TELEVISÃO DO REGIME PROPALAM UMA  VERSÃO, QUE NÃO CONDIZ COM A VEICULADA PELA  AGÊNCIA  NOTICIOSA  

  COMUNICADO DE STP-PRESS 

Diz um comunicado do Conselho de Ministros do qual STP-Press teve acesso, o governo revela que no dia 3 de Agosto “as forças e serviços em coordenação com Procuradoria-Geral da República e a Polícia Judiciária impediram uma operação terrorista que visava, segundo dados recolhidos, o sequestro do Presidente da República, Presidente do Parlamento e a eliminação física do Primeiro-Ministro”. Governo solicita investigação para a descoberta da ... - STP-PRESS

MAS O AMIGO DE MARCO AFIRMA  QUE SÓ DEIXOU DE O CONTATAR A PARTIR DO DIA 4

Diz o amigo de Marco, que "Non soubemos deles desde o 4 de agosto e dixome que falara co Ministerio de Exteriores se non me falaba ás horas de xantar e que lles dixera que había 3 espanhois aos que enganaron cun traballo de escolta e vironse metidos nun golpe de estado... Que marchaban o antes posible de volta a Espanha e colleron billete de avión para o domingo e eu merqueille billete Lisboa-Coruña para o luns á mañá.
l
COMPLETARAM-SE 15 ANOS SOBRE O FRACASSADO GOLPE DE ESTADO DE 16 DE JULHO DE 2003  - Vale pois a pena aqui recordarmos as afirmações d Peter Lopes, um dos mais destacados operacionais do golpe de Estado de 16 de Julho de 2003 em São Tomé, que depôs o governo da ex-primeira ministra, Maria das Neves enquanto Fradique de Menezes, Presidente da República de então se encontrava na Nigéria em visita de trabalho. postou um vídeo no Facebook onde acusa Patrice Trovoada de ser «o financiador de golpe de estado de 2003»,






Agosto 15-2017 - Senhor Patrice Trovoada, lembras que tu tens compromissos connosco sobre o Golpe de Estado de 2003, no qual o senhor foi financiador? O senhor tem vários compromissos connosco, o senhor disse-nos que, uma vez no poder, ia-nos dar parte dos negócios que nós gostaríamos de fazer. Todos têm que saber, o senhor mandou-nos matar o senhor Pinto da Costa e nós não aceitamos. O plano do senhor, depois do Golpe era para assassinar o ex-presidente Fradique de Menezes. 


Como é que podemos conviver com esta situação? Quando, abertamente, publicamente! Aparece alguém a dizer  que foi convidado para assassinar o Presidente Fradique Menezes? Como é que podemos conviver com isto?  - Questionava, entre outras preocupantes observações,o líder da bancada do MLSTP, Jorge Amado, que, entre outras questões, colocadas




David O. Kuranga, Ph., não retira uma virgula do que escreveu na sua obra The Power of Interdependence -- Lessons from Africa. Diz  estar ciente de que o publicou e nada o fará mudar -

Na madrugada de 16 de Julho, por volta das 03 horas locais, um grupo de militares liderados pelo major Fernando Pereira, chefe do Centro de Instrução Militar de São Tomé e Príncipe, aproveitando-se da ausência do Presidente Fradique Menezes, em visita oficial à Nigéria, lançaram um golpe de Estado no país com a detenção da primeira-ministra Maria das Neves, o ministro responsável pelo petróleo e vários outros ministros de Estado. 


Nenhum comentário :