expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

São Tomé e Príncipe, não pode, correr o risco de arrefecimento das relações de cooperação com Angola - Manuel Pinto da Costa, Presidente Honorário do MLSTP-PSD, está em Luanda, acompanhado de uma delegação do Partido, de que é fundador – Angola é o principal parceiro da CPLP, em África, mas, o Governo de Patrice Trovoada, que nem sequer tem dado alguns sinais de querer acertar as contas com o seu maior credor, não só nem esboça qualquer gesto de boa-vontade, como tem azedado as relações, tal foi o polémico caso da Rosema, e quem sofre é o povo pequeno – O ex-presidente da República, sempre manteve laços muito estreitos com o país irmão, e, certamente é no reforço desse sentido, que ali se deslocou para uma visita de 4 dias de trabalho, até porque, dentro de dois meses, o descontentamento popular exige um virar de página

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise   - ANGOLA E SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE – ANTIGOS POVOS IRMÃOS, TÊM QUE CAMINHAR SEMPRE UNIDOS INTENSIFICANDO A COOPERAÇÃO-

Troca de experiências entre as duas forças políticas, é, segundo a ANGOP, o principal objectivo dos 4 dias de trabalho do MLSTP  e do MPLA em Luanda


Pinto da Costa e João Lourenço, amigos de longa data
Refere o Jornal Téla Nón, que a Agência de Notícias de Angola, destacou as declarações de Pinto da Costa enquanto Presidente honorário do MLSTP, sobre o momento político actual que vive a República de Angola. «A Angola actual gira em torno de um espaço livre e aberto de opiniões», referiu Pinto da Costa.


Segundo a ANGOP, na entrevista o presidente honorário do MLSTP, recomendou os países africanos a sguirem o exemplo de Angola no tocante a passagem de testemunho.

Note-se que em Outubro de 2017, pouco tempo depois da mudança política em Angola, marcada pela eleição e tomada de posse do novo Presidente João Lourenço, Pinto da Costa foi recebido no Palácio Presidencial de Angola pelo novo Chefe de Estado João Lourenço. Tornando-se assim, na única personalidade são-tomense, que o novo Chefe de Estado angolano recebeu em Angola, desde a sua investidura até o dia de hoje. Política Pinto da Costa e o MLSTP em visita de Trabalho a

Nenhum comentário :