expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Eleições em S. Tomé e Príncipe – Oposição galvanizada, na reta final da campanha, confiante de PODER DERROTAR ADI - Patrice Trovoada, vendo que o chão lhe foge dos pés ou sentindo que os banhos de arroz oriental despejado de camiões em ações comicieiras com artistas estrangeiros pagos a peso de ouro, poderão já não bastar prá caça dos votos, escapa-se ao debate na TVS e vai de pasta na mão pró Mali, onde o GOVERNO FEZ ACORDO DE ÁGUAS COM A EMPRESA CIRA SAS - No país onde a corrupção lidera o topo da extrema pobreza - Jorge Bom Jesus, Presidente do MLSTP, acusa o “ senhor Primeiro-ministro de viajar no dia em que membros da Sociedade Civil tomaram a iniciativa de organizar o único debate entre os candidatos” – O mais CARICATO, é que, pela primeira vez, o inveterado viajante, esbanjando milhões EM CENTENAS DE PASSEATAS AO ESTRANGEIRO, comunica a sua ausência ao TRIBUNAL CONSTITUCIONAL, presidido pelo amigo, José António da Vera Cruz Bandeira, sob o pretexto de ir fazer “uma visita privada de 24 horas!" - . E QUEM PAGA A VIAGEM? - Vai explicar, em comício da ADI, donde saiu a guita, aos pensionistas de 20 euros mensais e, aos funcionários, 40 de ordenado mínimo? - Claro, a pobreza desgraçada é mais fácil de manobrar.



Por Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise -

ELEIÇÕES EM STP COM O PM E  LÍDER DA ADI EM FUGA - PATRICE TROVOADA FOI DE BANDEIRADA PRÓ MALI DE PASTA AVIADA  - É QUE ESTÁ LÁ SEDIADA  A EMPRESA DE ÁGUAS QUE O GOVERNO CONTRATOU E PODERÁ FAZER DOS CHARCOS  IMPRÓPRIOS “CACAU”  E ROSAS  

Patrice e o cantor Nigeriano- Quase 100 mil embolsados
Já tomaste o banho?
Vais dançar comigo?
O mestre dos golpes,  que   andou a esconder os sacos de arroz para obrigar a população a comprá-lo, não pelos prometidos 13 "contos" mas alimentar a especulação  por 40, 50 e por ai adiante, antes de rumar para o Mali, ei-lo de novo a amansá-lo e a enganá-lo, mandando descarregar camiões de arroz  ao povo faminto, em misteriosos conluios com empresários paquistaneses,  para  manipular o voto – Se bem que ele tenha na manga outras artes fraudulentas bem mais ardilosas e sofisticadas  

Temos  empresários descapitalizados; temos médicos descapitalizados!... As pessoas não têm dinheiro!...  As pessoas não estão a morrer na rua por ser um pais agrícola! – Desabafo de um dos deputados da oposição”, no aceso e polémico debate preliminar que antecedeu a aprovação do projeto de lei sobre o futuro funcionamento do Tribunal Constitucional, que voltou a ser liderado por o Bandeira de Patrice  – Até porque, como dizia outro deputado, nesse mesmo período parlamentar, Hoje o Governo tem a mão de tudo! Até dos Tribunais!”

Ele e elas comem de outra massaroca...
É o que ainda vai valendo...
A CORRUPÇÃO É UMA TRADIÇÃO E COMPRAR  VOTOS FAZ PARTE DO JOGO 18/04/2008 -"Patrice Trovoada, passou a maior parte de sua vida fora do país. Ele fala Português, língua oficial de São Tomé, com um acento; tinha-se convertido ao Islão. Ninguém sabe como ele fez o seu dinheiro. Ele é dono de uma empresa de construção em Houston, Texas. Ele diz que está injustamente acusado de envolvimento no tráfico de drogas. Ele também diz que a corrupção faz parte da tradição da ilha, e compra de votos faz parte do jogOil Speculation in São Tomé: To Get Rich, Be a Minister - SPIEGE - 



Patrice Trovoada, também já apelidado  do inveterado   caixeiro viajante, em 2015 só permaneceu nas Ilhas  75 dias - "Viagens custaram 1 milhão e 800 mil euros" -  Patrice só cá esteve 75 dias em 2015-  ---  Em 2016,2017 e  agora em 2018, sempre na passeata esbanjadora, com períodos que chegaram a várias semanas de ausências

Empresário na Meca do Texas, é porque é  gente da fina e da massa!  http://cantonfair106.mingluji.com/inquiry_1/TEXAS_OVERSEAS_CONSULTING_SERVICES,INC.


SANTOMENSES CHOCADOS - EXPRESSAM A SUA DOR E  A SUA INDIGNAÇÃO  NAS REDES SOCIAIS OU VOLVEM OS SEUS APELOS AO SOBRENATURAL

Esta é a reforma tranquila da ADI
Perante tão chocantes e deprimentes espectáculos de centenas de pessoas a dirigirem-se, correndo e acotovelarem-se para o banho dos sacos de  arroz, ofertados pelo Japão e China a troco da rapina das pescarias nos mares das Ilhas e de outros recursos naturais, eis os desabafos, veiculados nas redes sociais,  de quem, na Diáspora, impedido de votar pela primeira vez, sente a  revolta e a indignação de tão descarada e afrontosa desfaçatez às consciências lúcidas e preocupadas com o destino da sua pátria

"Vejam como Patrice Trovoada e ADI transformaram o nosso povo em pedinte?

Vejam com os vossos próprios olhos o arroz escondido por Patrice Trovoada para só agora na campanha vir enganar este povo” Desabafos no Facebook.

"Só num país doente, de políticos indecentes, o povo fosse reduzido a esta humilhação! Essa mais que pouca vergonha tem que acabar!
Quem cala consente... Todos os que apoiam Patrice Trovoada, aceitam o nome de bêbados. São todos bêbados!..."
SANTOMENSES!  -  É JUSTO?
Patrice Trovoada e a sua esposa Maliana convidaram e pagaram ao cantor Nigeriano $85.000(Oitenta e cinco mil dólares) sem despesas deste hotel para atuar algumas horas no comício.



 
NO HOSPITAL AS PESSOAS ESTÃO MORRENDO POR FALTA DE MEDICAMENTOS, CONSUMÍVEIS E PAPÉIS PARA ESCREVER E PASSAR RECEITAS. - NEM PARACETAMOL EXISTE NO HOSPITAL DE S.TOMÉ! PESSOAS MORRENDO. É JUSTO ?

ESPANCAMENTOS BRUTAIS - 17/03/ 2017  Segundo a fonte médica que relatou o acontecimento para o Téla Nón , a mulher que foi espancada pelo agente da polícia, vai diariamente ao hospital para visitar o seu marido, que precisa de cuidados especiais, nomeadamente para tomar banho e outros cuidados higiénicos. Violência no Hospital Ayres de Menezes | Téla Nón

Cuidado! Arroz de plástico, arde!
"É visível, só não vê quem não quer, como o PT tem zombado, ironizado, humilhado, subestimado o povo de São Tomé e Príncipe. E se com tudo isso, esse homem ganhar essa eleição, eu desisto. O povo precisa ser exorcizado com urgência. Porque essa cegueira é totalmente anormal"

- filho de pai rico e presidente, sangue-suga mas presidente. Ele tentou dirigir STP com todas as oportunidades do mundo, várias vezes, mas sempre provou ser mau líder e chefe de corrupcao mafioso internacional. O Patrice e’ um individuo que sempre falhou, porque ele andava a viajar e em vez de aprender a governar ele deixou pessoas frustradas dirigir para ele.



Forças tranquilas
“Se o Patríce Trovoada não  participar no debate,  a meu. ver, este  deve cair por terra a não se realizar. O  homem que prometeu Dubai, não cumpriu, agora está a prometer mas além, não aparece? o povo quer saber o significado deste mais além, e seria neste debate para o povo saber com detalhes o significado do mais além. Sou de opinião que nenhuma força política devia participa”

E, de facto, cobardemente, virou as costas ao debate;  não teve a coragem de ser confrontado com os líderes dos restantes seis partidos 

JORGE BOM JESUS, DIZ QUE O PRIMEIRO-MINISTRO TEM MEDO DO DEBATE -  Num comunicado, veiculado na sua página do Facebook, o Presidente do MLSTP-PSD, o maior partido da oposição e fundador da nacionalidade santomense, começa por lembrar que Todos os são-tomenses conhecem o secretismo que normalmente envolve as multiplicas viagens privadas do Primeiro-ministro. Nunca são anunciadas nos órgãos de comunicação social e quase nunca se dá conta da sua saída e reentrada no País. Os próprios valores do subsídio de viagem que ele leva consigo é segredo de Estado, havendo apenas uma ou duas pessoas de sua absoluta confiança que tratam pessoalmente deste assunto, para evitar fugas de informações e documentos comprometedores.



Estranhamente, ontem, a habitual carta de comunicação do Primeiro-ministro aos outros Órgãos de soberania, informando da sua viagem, destino e duração, vazou para a praça pública.



Convenientemente, o senhor Primeiro-ministro decidiu viajar exactamente no dia em que membros da Sociedade Civil tomaram a iniciativa de organizar o único debate entre os candidatos ao cargo de Primeiro-ministro nessas eleições. Convenientemente, essa informação foi estrategicamente tornada pública, pela primeira vez. O objectivo é claro: Dar aos seus cegos defensores um álibi para justificar a sua previsível ausência.



Todos sabemos que o senhor Primeiro-ministro tem medo do debate, não gosta do contraditório e tem pavor de ser escrutinado e desmascarado. Ele prefere a habitual conversa entre amigos com os seus jornalistas de estimação, com perguntas pré-programadas, por isso deu ordem a TVS e a RNSTP para não organizarem nenhum debate entre os candidatos durante esse processo eleitoral, coisa nunca vista em qualquer democracia que se preze. Uma autentica vergonha Nacional.



O MLSTP/PSD, através do seu Presidente Jorge Bom Jesus, estará presente, como democratas convictos e como adeptos do debate de ideias e da prática do contraditório politico. E mais, quando for poder, no âmbito da revisão da Lei Eleitoral que propõe, o MLSTP/PSD vai fazer constar a obrigatoriedade do debate em todos os actos eleitorais no País, porque não se admite que sistematicamente, as pessoas continuem a brincar com os eleitores e continuem a desvalorizar os preceitos mais básicos de uma democracia participativa.



No dia 7 de Outubro, estamos no quadradinho 3. Vote para mudar o destino desta nobre nação.




DEPUTADOS DA OPOSIÇÃO EXIGEM EXPLICAÇÃO - QUEREM  INTERPOL A INVESTIGAR A CORRUPÇÃO  E TRÁFICO DE DROGA - ,   "Os dois principais partidos da oposição são-tomense defenderam que a Interpol deve investigar alegados atos de corrupção, de lavagem de dinheiro e de tráfico de droga em São Tomé e Príncipe.

"Sr. Primeiro-ministro! – Questiona deputado– “Agora o Povo precisa de saber: os 30 milhões de empréstimo, que foram contraídos por um empresário chinês, não lhe conhecemos a cor do  papel

 O CASO FOI COMENTADO NA RDP-ÁFRICA - POR COMISSÁRIO DA CONFIANÇA POLITICA DE PATRICE TROVOADA  - "Não há nada de dramático, nessa situação!...Isso é muito simples de esclarecer! Conhecer as leis de S. Tomé e Príncipe e também conhecer os manuais do Banco de Portugal!"  Disse Abílio Neto, comentador habitual no Debate Africano - RTP – ÁFRICA

TER EM CONTA QUE  "A ERHC assegurou sua posição de privilégio através do uso de subornos projetados através de Patrice Trovoada.  atual primeiro-ministro e filho de ex-presidente do STP, Miguel Trovoada,  - A população vive abaixo da linha de pobreza e o país permanece, "inviável", no sentido de que não pode produzir o suficiente nas exportações para satisfazer seu próprio nível de consumo. . http://scholarship.law.berkeley.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1098&context=bjalp


E TAMBÉM NÃO ESQUECER QUE  Patrice Trovoada, concordou em lidar com DiamondWorks.   A  DiamondWorks teve ligações passadas com  a África do Sul a  empresas mercenárias, algumas das quais estavam ligadas ao golpe de julho de 2003 contra de Menezes. Três outros ministros, incluindo o Ministro dos Negócios Estrangeiros, que também renunciou ao escândalo http://scholarship.law.berkeley.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1098&context=bjalp

A COLIGAÇÃO  MDFM-PCD-UDD –– ENTUSIASMA POR ONDE PASSA  - “Apostada em derrotar a ADI”

Refere o jornalista Abel Veiga, que, a passeata que a coligação, MDFM-PCD-UDD realizou por várias localidades dos arredores da cidade de São Tomé, o alvo foi os cidadãos eleitores que pertencem a família da mudança. «Todos os militantes dos partidos da mudança, só têm que fazer uma escolha ou outra. Aqueles que acham que temos que dar uma volta a actual situação deve votar na coligação que é o quadradinho número 1. Quem está a “comer nele” como se diz na nossa gíria, que vote no outro. Ou somos nós ou são eles», acrescentou Delfim Neves.



Por sua vez. Arlindo Carvalho, Presidente do PCD, apresentou ao eleitorado as linhas de força do manifesto eleitoral da coligação. «No nosso manifesto vamos criar um fundo de fomento, para ajudar os criadores, agricultores e pequenos negócios familiares, para que possa reduzir o desemprego e promover rendimento para as famílias. Essa é a promessa que fazemos. Temos que estar juntos e incluir toda gente», concluiu.- Excerto de https://www.telanon.info/politica/2018/10/03/27900/coligacao-apostada-em-derrotar-a-adi/


DESENGANADO E FRUSTRADO, AO POVO "PIQUENO" RESTA-LHE A ESPERANÇA NO SOBRENATURAL  - A REAL É DEMASIADO CRUEL



"Eu quero que a luz de Deus, que um dia em mim brilhou jamais se esconda e não se apague em mim o seu calor - Sim, eu quero que o meu amor ajude o meu irmão a caminhar guiado por Tua Mão! Em Tuas Leis e em Tua Luz Senhor"




"Numa nota endereçada aos órgãos de soberania do país, Patrice Trovoada anuncia a sua deslocação ao Mali por um período de tempo de 24 horas.  Refere o Téla Nón, que a entrada de Mali no sprint final da campanha eleitoral, poderá aquecer os últimos dias da caça ao voto. Uma fonte do Téla Nón disse ao Jornal que em consequência da entrada de Mali no sprint final, o clima de oração cristã, para que Jesus Cristo liberte e ilumine São Tomé e Príncipe, e que já se sentia no país nos últimos tempos, deverá também intensificar-se nas próximas horas. https://www.telanon.info/politica/2018/10/03/27895/mali-entra-no-sprint-final/

Cilada do Arroz” povo faminto arrebatando os primeiros sacos na rua
 

Com arroz ofertado, todo o cuidado é pouco
Negócio do arroz da "caridade" oriental
O Arroz, é ´desde outubro de 2014, o principal trunfo eleitoral em São Tomé e Príncipe. O povo pequeno que nos últimos dias chorava pelo arroz, começa a ficar animado. Depois do comício da ADI, na Trindade em que o Presidente do partido, reconheceu que o povo não tinha arroz para outubro de 2018, uma firma comercial libanesa na praça Yon Gato, conseguiu colocar o produto eleitoral no mercado.

A política do arroz, transformou a imagem de São Tomé e Príncipe. O arquipélago verde, onde toda semente lançada a terra brota, tem agora uma imagem parecida com a da Somália ou Sudão. Manifestação de fome nas ruas do país, por causa do arroz. O principal trunfo eleitoral desde 2014 foi lançado nas ruas, para conquista do poder no dia 7 de Outubro. . https://www.telanon.info/politica/2018/10/03/27897/cilada-do-arroz-povo-faminto-arrebatando-os-primeiros-sacos-na-rua/

GOVERNO DE PATRICE TROVOADA – TEM ACORDO COM EMPRESA DO MALI PARA ABASTECIMENTO  DE ÁGUA – COM SEDE EM BAMAKO - NUM DOS PAÍSES MAIS POBRES DO MUNDO E DOS MAIS CORRUPTOS


Patrice Trovoada, PM e Presidente da ADI e cabeça de lista do seu partido no distrito de Lobata,  deixou S. Tomé  rumo ao Mali, terra natal da sua esposa. Nana Oumou Touré Trovoada gestora da imobiliária CHARMBORDEAUX, S.A, em Lisboa e cujo nome também aparece associado, com o seu marido, a várias empresas no Texas 

A área de intervenção do CIRA SAS abrange agora vinte e dois (22) países africanos, incluindo o Benim, Burkina Faso, Burundi, Camarões, Comores, Congo, Costa do Marfim, Djibuti, Gabão, Guiné, Guiné-Bissau, Madagáscar, Mali, Mauritânia e Níger. República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Ruanda, São Tomé e Príncipe, Senegal, Chade e Togo. A CIRA SAS tem subsidiárias no Congo, Gabão, Guiné, Senegal, Chade e Tunísia.

Jorge Bom Jesus - Eleitorado acredita que seu nome é profético
CIRA SA Company (Consulting Engineering and Applied Research) is a consulting engineering firm with presence in more than twenty countries in Africa. Established in September 1991, CIRA SA provides expertise in all phases of a project.

CIRA SA primary objective is to provide high quality services in Design, Consulting and Assistance. CIRA SA main areas of activities are: Transport Infrastructures; Hydro-Agricultural and Rural development; Water Supply and Sanitation Engineering; Industrial and civil Buildings.

CIRA SA has a team of qualified professionals able to meet and exceed its client's expectations. CIRA SA deliver quality end products to Government as well as international organizations, and private clients.





 A OPOSIÇÃO DÁ-LHE NOTA NEGATIVA E ACUSA PATRICE TROVOADA DE DILAPIDAR O ESTADO – DIZENDO MESMO QUE O SEU PARTIDO FOI FUNDADO COM DINHEIROS DO CONTRABANDO E DA DROGA 

PATRICE TROVOADA – ELEITO POR DUAS VEZES A PERSONALIDADE DO ANO - PELA RÁDIO ESTATAL, SOB CONTROLO ABSOLUTO DO REGIME  Rádio “o Primeiro-Ministro e chefe do Governo, Patrice Emery Trovoada,  foi eleito, pela segunda vez consecutiva, a melhor personalidade  santomense do ano 2016http://www.rnstp.st/index.php/noticias/item/451-patrice-emery-trovoada-eleito-melhor-personalidade-de-2016-em-sao-tome-e-principe
 
 NÃO HAVERÁ NA DENOMINADA ALIANÇA DEMOCRÁTICA INDEPENDENTE

Até onde vai a incúria
Como é possível ser-se Primeiro-Ministro de um país - ainda por cima  pequeno e pobre, extremamente dependente da ajuda internacional, com a maioria do seu orçamento financiado pelos doadores, a exigir atenção dedicada, honesta, criteriosa e constante - quando o Chefe do Governo e a sua mulher, passam a maior parte do seu tempo a tratar das suas empresas, em caríssimas viagens à grande capital do capitalismo mundial!

.



Não haverá, até no seio do seu partido – ADI – homens corajosos e honrados capazes de darem uma grande vassourada a estes despudorados e gananciosos comerciantes oportunistas? - Note-se bem: que bastaria o dinheiro que eles gastam nestas passeatas para aumentar, com alguma dignidade, os ordenados a todos os funcionários públicos - Já não falando das reformas de miséria de 20 euros mensais: alguma vez, empresários, com tão faustosa vida, se cordoem  ou têm sensibilidade para com o sofrimento e as privações dos mais desfavorecidos?... De modo algum; - esta gente tem a mente noutros interesses, que não os do Povo.



 UM CORRUPTO DE CINCO ESTRELAS NUM PAÍS ESTRELADO DE CORRUPTOS

E para lá partiu, de pasta na mão , em mais  supérfluo e luxuoso  voo,  rumando para o país de África onde a corrupção é um risco muito alto para empresas que operam no Mali. 

A corrupção nos contratos públicos, na resolução de disputas comerciais e na pequena corrupção são obstáculos comuns para os investidores. (..) Existe um risco muito elevado de corrupção no sistema judicial, especialmente através de suborno e tráfico de influências nos tribunais ( HRR 2014 ). As empresas relatam que os pagamentos irregulares ou subornos para obter decisões favoráveis são comumente trocados ( GCR 2015-2016 ). O Judiciário carece de recursos e formação profissional e atua de forma lenta e ineficiente ( IPV 2016 ). Os juízes às vezes estão ausentes de suas áreas designadas por até meses (HRR 2014). As empresas consideram o arcabouço legal ineficiente em regulamentações desafiadoras ou na solução de controvérsias (GCR 2015-2016). 

A constituição prevê um Judiciário independente, mas, na realidade, a instituição está sujeita à influência do executivo (HRR 2014). Na maioria das áreas rurais, as disputas normalmente são tratadas pelas autoridades tradicionais (como chefes locais) ( FitW 2015 )Os processos de resolução de disputas podem levar vários anos, e as empresas devem observar o risco de demandas por pagamentos para facilitar o processo legal ( ICS 2015 ). A execução de um contrato demora, em média, 620 dias e é mais cara do que em qualquer outro lugar da  região 

A corrupção na força policial é um risco muito alto para as empresas que operam no Mali, com a extorsão nos pontos de checagem sendo particularmente problemática. Além disso, a pequena corrupção entre policiais é endêmica ( OSAC , agosto de 2015). Motoristas, empresários e moradores relatam que grupos armados e forças de segurança do governo fazem exigências de extorsão (HRW, abril de 2015). Recibos raramente são fornecidos, e a falta de pagamento resulta em espancamento, detenção e atrasos; o valor solicitado normalmente varia entre 5.000 e 10.000 (US $ 8,30 a 16,60) em cada checkpoint principal (HRW, abr. 2015). 

A polícia tem a responsabilidade pelas áreas urbanas, enquanto nas áreas rurais as gendarmarias estão ativas (HRR 2014). Além da corrupção, a ilegalidade e a insegurança são grandes obstáculos para os negócios (HRW, abril de 2015). Grupos armados e forças de segurança do governo geralmente agem com impunidade, e mecanismos para punir abusos são ineficazes (HRW, abril de 2015; HRR 2014). As empresas demonstram uma baixa confiança na confiabilidade das forças policiais e citam os custos das empresas devido ao crime e à violência (GCR 2015-2016). Cerca de metade dos inquiridos malianos consideram que a maior parte da polícia é corrupta ( Afrobarometer , novembro de 2015).EXCERTO DE  https://translate.google.com/translate?hl=pt-PT&sl=en&u=https://www.business-anti-corruption.com/country-profiles/mali/&prev=search





   "Processo eleitoral  constitucionalmente limpo”, “sem fraude”  mas com repórteres  de rádio nas Assembleias  apelarem  ao voto,  ao arrepio da  lei
Artigo 133.º Deveres dos Profissionais de Comunicação Social) Os profissionais de comunicação social que, no exercício das suas funções, se desloquem às assembleias de voto não podem: Colher imagens e aproximar-se das câmaras de voto de forma que possam comprometer o segredo de voto; Obter outros elementos de reportagem no interior da assembleia de voto ou no seu exterior até à distância de 500 metros que igualmente possam comprometer o segredo do voto; De qualquer outro modo perturbar o acto eleitoral.

EMPRESA DE IRMÃO DE PATRICE  EM NEVES,   QUE  DEU EM ÁGUAS DE BACALHAU - Aqui em Neves é melhor comprarmos peixe no mercado em vez de compra na mão desses bandidos , vendem peixe caro e pagam mal os pobres pescadores que ficam no mar . Pra mim em Neves , é melhor pegar este negócio e arranjar novos parceiros  - Extraido de comentário no Téla Nón - 14/05/2013 Pesca semi-industrial começa a dinamizar economia na cidade de .


https://afrotourism.com/travelogue/city-icon-alda-neves-da-graca-do-espirito-santo-sao-tome/

UM PAÍS POBRE E DESCAPITALIZADO – NÃO OBSTANTE RECEBER MILHÕES DE FUNDOS INTERNACIONAIS, QUE DESAPARECEM NÃO SE SABE COMO.



A vida do dia a dia do “Povo Pequeno” de S. Tomé e Príncipe” já conheceu melhores dias: mesmo para quem tem de se conformar com o ordenado mínimo de 40 euros mensais, arranjar meios para  garantir o sustento  é um tremendo calvário! Que só quem tem de arrostar com essa pesada  cruz, é que poderá compreender o que é esse tão penoso sacrifício diário.: Temos  empresários descapitalizados; temos médicos descapitalizados!... As pessoas não têm dinheiro!... Nós sabemos que todos os países atravessam uma situação de crise mas nós estamos numa situação péssima!!...  Essa crise não tem limite em S. Tomé e Príncipe?!...  As pessoas não estão a morrer na rua por ser um pais agrícola! – Desabafo de um dos deputados da oposição”, no aceso e polémico debate preliminar que antecedeu a aprovação do projeto de lei sobre o futuro funcionamento do Tribunal constitucional – Até porque, como dizia outro deputado, nesse mesmo período parlamentar, “Hoje o Governo tem a mão de tudo! Até dos Tribunais!”

QUEM ACREDITA NESTE FIGURANTE?

Forte suspeita de lavagem de dinheiro recai sobre o ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada” – Noticiava o Téla Nón, uma das raras vozes da imprensa santomense, veio igualmente denunciar dar pormenores dos fundamentos acusação, nomeadamente, com a indicação do recibo que denuncia o eventual ilícito da transação

Referindo o seguinte: O ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada, poderá ser alvo de um processo crime por alegada lavagem de dinheiro na ordem de 624 mil e 600 euros.  Face a persistente denúncia por parte do actual governo de que a lavagem de dinheiro cresceu no pais, o Téla Nón investigou e encontrou indícios que alegadamente envolvem o ex-Primeiro Ministro.
Num recibo emitido no dia 28 de Março de 2012, e assinado pelo ex-chefe do Governo, de acordo ao que se pode ver no documento, 624 mil e 600 euros em espécie foram entregues em São Tomé, ao senhor Henry Claude Oyma do BGFI Bank de Libreville – Gabão.

A pessoa em causa também assina o recibo confirmando a recepção do montante em cash. Levou o dinheiro para o Gabão, para ser depositado na conta número 81011146011-03, devidamente especificada no recibo. – Mais pormenores em http://www.telanon.info/politica/2013/06/07/13443/forte-suspeita-de-lavagem-de-dinheiro-recai-sobre-o-ex-primeiro-ministro-patrice-trovoada/

“Armindo Aguiar e Edite Salvaterra, são os dois membros da direcção do partido PCD, que foram entregar a queixa crime movida contra o ex-Primeiro ministro Patrice Trovoada. «Estamos aqui para apresentar uma queixa crime, contra o ex-primeiro ministro, por um crime que tudo indica ele cometeu, porque há indícios. Isto é do domínio público, porque está publicado no Jornal Digital Téla Nón, em que ele transferiu para a República Gabonesa a quantia de 624 mil e 600 euros, qualquer coisa como 15 mil milhões de dobras», referiu Armindo Aguiar, que falou em nome do PCD. http://www.telanon.info/politica/2013/06/10/13461/pcd-avancou-com-queixa-crime-contra-patrice-trovoada/



UM PAIS DESGOVERNADO E À DERIVA



Ribeiro e Castro (CDS) Ao centro e ao lado de Patrice

Num cenário de descontentamento popular e de grande instabilidade social,   em que se antevêem  dias difíceis e turbulentos nos dois últimos meses do ano, que poderão ditar a completa desacreditação  do Governo , junto na opinião pública -. Pois, mesmo que não houver  dissidências parlamentares e,  valendo-se  o Governo, do suporte da maioria absoluta, já não há “milongo” milagroso, que lhe possa valer para credibilizar quem passa mais tempo fora do pais que a resolver as graves carências da população - Ele não costuma anunciar as passeatas, fá-las sempre pela calada  mas creio que já não ilude quem esteja minimamente atento a essas jogadas, que deverão envolver certamente mais os seus interesses pessoais do que os da Nação Santomense 


CURRÍCULO DE PATRICE TROVOADA 



1. Suspeito de branqueamento de capital, envio de mais de 600 mil euros do erário público em dinheiro para ser depositado em libreville;
2. Suspeito de ter desviado 30 milhões de dólares americanos;
3. Suspeito de ter financiado o golpe de estado em 2003 e de ter ordenado assassinatos de Pinto da Costa, Fradique e Oscar Sousa;
4. Suspeito de ter comprado em seu nome os barcos pixi ndala e os barcos de patrulha;
5. Foi roubado na sua residência pelo seu segurança uma quantia avultada,o que faz antever lavagem de dinheiro;
6. Fez negócio consigo próprio no caso da aquisição pelo estado (seu governo) do novo edifício destinado ao supremo tribunal de justiça. Negócio que está a ser alvo de uma sindicância;


Quando Patrice sorria a Taiwan

6. Perdoou impostos à Rosema para depois tomar conta da empresa dando ordens aos coitados dos irmãos que fazem tudo que ele lhes pede;

Crónica de um Golpe Institucional anunciado De Olegário Tiny 20/12/2017

"Nenhuma comunidade internacional está com ele porque sabem que ele é O MAIOR BANDIDO que o pais conheceu na sua história. O Evaristo pseudo PR que por si não é mau homem vai apanhar bem quando PT a abandonar o país. Não é por acaso que ele foi buscar TROPAS RUANDESAS. É para ajuda logo fugir porque ele cometeu muito crime e vai ter que ir para a Cadeia: o caso 30 dos  milhões, barcos, branqueamento c BCGI etc que muitos sabem. FIQUEMOS TODOS ALERTAS"

Voltou ao poder, em 2010, em eleições ganhas pela ADI, partido fundado por seu pai, mas também por pouco tempo; dois anos depois era deposto e afastado pela AN, por suspeita de lavagem de dinheiro e branqueamento de capitais –  Entretanto, Patrice exila-se em Portugal, aproveita os capitais que dispõe, resultantes dos privilégios políticos, expande negócios e  urde influências,  logrando voltar a S. Tomé, em 2014, vencendo as eleições por maioria absoluta, mercê da compra de votos, que, numa população pobre,  não lhe foi difícil  corromper. 

C

Nenhum comentário :