expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 10 de novembro de 2018

Primeiro-Ministro, Patrice Trovoada, desembarcou, esta manhã, em S. Tomé, rodeado de forte aparato policial, depois de ter abandonado, clandestinamente, o país, há um mês – Membros do Partido foram vistos, ontem, a distribuírem “banhos de dobras” para o irem aclamar à chegada ao aeroporto mas o que se viu foi um arsenal de armas empunhadas por militares e policias - E sem a confirmação da anunciada receção por António Costa, que fez as manchetes da imprensa em 19 de Outubro,

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise


O PRIMEIRO-MINISTRO CESSANTE, DESEMBARCOU EM S. TOMÉ, EM VOO COMERCIAL, SEM O  PROPALADO ENCONTRO OFICIAL, NAS TELEVISÕES E NOS JORNAIS,    COM HOMÓLOGO ANTÓNIO COSTA –  - Correm rumores  em São Tomé, de que teriam bebido um copo juntos num bar lisboeta  -  Mas se isso sucedeu, é simples cortesia de mera diplomacia circunstancial, sem significado politico relevante.  Até porque,  é sabido que o governante português  deseja visitar STP e não quererá entrar em contendas politicas   de caserna. 

 
MLSTP-PSD  -  NEGA NEGOCIAÇÕES COM  O  PARTIDO DE PATRICE TROVOADA  -  ALIÁS, COMO  É QUE  SE PODE ENCETAR ACORDOS COM UM PARTIDO   -  QUE AO LONGO DE 4 ANOS,   SERVIU UNICAMENTE DE  ALAVANCA A UM GOVERNO CORRUPTO, AUTORITÁRIO, OPRESSOR E DESRESPEITADOR DAS LEIS, DA CONSTITUIÇÃO E DEMAIS ÓRGÃOS DE SOBERANIA -   ? -  Que, em 4  anos, nunca aceitou  sugestões   da oposição  – Senão para subverter as leis,  humilhar e intimidar os deputados, com a brutal invasão de tropa ruandesa na Assembleia Nacional

" O maior partido da oposição juntou, este sábado (10.11), na sua sede, representantes da sociedade civil para discutir estado do país. Cidadãos queixam-se da falta de eletricidade, desemprego e pobreza.

O presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD), maior partido da oposição em São Tomé e Príncipe, desmentiu, este sábado (10.11), que haja "negociações oficiosas" com a Ação Democrática Independente (ADI), vencedor das eleições legislativas, para formação de um governo de base alargada. - Pormenores mais à frente.   - Refere a Lusa


O AVIÃO DA COMPª AÉREA SANTOMENSE,  ATERROU LOGO PELA  MANHÃ, PROVENIENTE DE LISBOA – EMERY FOI RECEBIDO PELO PAPA MIGUEL TROVOADA E LOGO RODEADO POR UM APARATOSO REFORÇO DE GUARDA PRETORIANA – TREINADA PELA TROPA RUANDESA


 SAIU EM VOO CLANDESTINO E VOLTOU EM VOO COMERCIAL MAS NÃO ANUNCIADO -    É TÃO DESTITUÍDO DE SENTIDO DE ESTADO E DE FRONTALIDADE QUE  NEM SEQUER TEVE A CORAGEM DE ANUNCIAR A DATA  DO VOO – Disse,   há dois dias “Regresso em breve,  é  um termo omisso, conjetural  - -  É assim que um PM quer evitar ser mal visto, sem desconfiança ou que não lhe malhem   e o ponham de rastos nas redes sociais? 

Há dois dias, declarava à  LUSA, em lisboa, , que o meu regresso é para muito breve”, informando que estará no país para dar posse ao Governo Regional do Príncipe, na sequência das eleições legislativas, autárquicas e regional, que decorreram em 07 de Outubro.”


Não teve a coragem de  dizer o dia em que regressava mas, STP, é um país pequeno e depressa tudo se sabe – E,  como já está mais de que queimado, politicamente,  todos os seus passos acabam  por ser conhecidos, através mesmo por quem o rodeia: o de lhe seguirem a sua escola:  

O FORAGIDO VOLTOU COM ESCOLTA APARATOSA E  MUSCULADA NO AEROPORTO-    - PARTIU CLANDESTINO, EM VOO DE JATO PELO GABÃO,  COM O RABO TALVEZ ENTALADO ENTRE AS PENAS E  VOLTOU AGORA, UM MÊS DEPOIS, RODEADO POR UM ARSENAL DE ARMAS  - E, PORVENTURA,  MAIS  ACOBARDADO DO QUE À VONTADE -


Patrice Trovoada, está de volta - Abandonou  o país, há mês, carregado de divisas, em jato clandestino pelo Gabão para o seu amigo enviar um general invadir São Tomé, se necessário  fosse, com uma esquadra que estava pronta atacar – Fazendo vida faustosa, envergando luxuosas camisas,  e desbaratando milhões nos melhores hotéis, enquanto os pensionistas têm que sobreviver com uma migalha de 20 euros mensais e a esmagadora maioria dos trabalhadores com um ordenado mínimo de 40 euros

MEMBROS DO PARTIDO ADI, FORAM VISTOS A   DISTRIBUIR BANHOS DE “DOBRAS” PARA  APOIAREM O  REGRESSO DO PINTA CABRA  DE BRAÇOS ABERTOS - ALCUNHA PELO QUAL FOI BAPTIZADO NAS REDES SOCIAIS - NATURALMENTE COM DINHEIRO QUE  DESVIADO AO POVO


À primeira quem quer cai mas à segunda só quem quer ou é tolo – A lei da sobrevivência tem de sujeitar-se a mendigar umas migalhas mas a maioria do povo já terá visto que não é com a  esmola de umas míseras dobras, que poderão dar para um dia mas não superam as dificuldades de um ano inteiro;: além disso, é dinheiro 4roubado ao povo

 Durante as eleições distribuíram malgas de arroz , do arroz  que haviam escondido para facilitar a especulação; outro foram comprá-lo aos armazéns dos seus amigos oportunistas paquistaneses, com o fito  de aliciarem votos, além das banhadas que espalharam, mas de pouco ou nada lhes serviu –  O partido do Governo foi  derrotado – A vitória da oposição não é substancial detém a maioria é a força  política maioritária  – num regime paramentar  - que deve ser chamada a governar.


RECEANDO CONTRA-MANIFESTAÇÕES, LÁ TEVE QUE SE CONTENTAR EM ENTRAR PELA PORTA DO CAVALO E PELA RÉDEA DE FUSIS PRONTOS A DISPARAREM –

A cobardia não se enquadra no perfil dos homens honrados e corajosos mas no comportamento dos fracos de espírito mas de barriga gananciosa e insaciável  -  Os cobardes são os falsos, os vaidosos, traiçoeiros, arrogantes e medrosos,  de prevaricadores   assumidos e desvairados  

Não quis anunciar a data do regresso mas a noticia cedo começou a ser conhecida nas redes sociais, que não têm deixado de lhe malhar    " O aeroporto do país acordou esta manha sob o espectro de um forte aparato militar e de policiamento." 

Tudo devido à chegada do primeiro ministro Patrice Trovoada quem desembarcou do voo STPAIRWAYS proveniente de Lisboa. – Dizia, Danilo Salvaterra, editor de Voz de S. Tomé, no Facebook, ilustrando a noticia, como uma excelente imagem, que valia cem palavras – Referindo:

Na sala vip do aeroporto, aguarda-lhe entre outros o senhor Miguel Trovoada, o pai e ex presidente da Republica.
A expectativa é saber se depois de tudo que acontece  durante a sua ausência, haverá alguma manifestação contra a chegada!



PINTA CABRA
PATRICE 
ESCAPOU-SE DO PAIS PARA NÃO ESTAR REFÉM DAS REDE SOCIAIS  - MAS  DO QUE SE ESQUECEU É QUE A INTERNET, QUE ELE ATÉ GOSTA DE CITAR, QUANDO LHE CONVÉM , CHEGA A TODO O LADO - E , COMO ELE FUGIDO, AINDA LHE MALHARAM MAIS 

No passado dia 19 de Outubro,  seis dias após ter abandonado a capital, sem dar qualquer explicações públicas,  propagandeava, através da sua arte manipuladora, nos órgãos de CSP, acolitado de altos comissários ou comissionistas, justificava a sua ausência  do pais, alegando que "Não podemos estar reféns das redes sociais, das fake news e da especulação" 

Afinal, quem a propiciava era, justamente, um Primeiro-Ministro, que tem persistido  governar na sombra e  a viajar  constantemente  para o exterior, no papel de misterioso empresário, de que um Primeiro-Ministro, junto dos que elegeram ou foram comprados para o eleger, recusando a usar  a transparência e a legalidade, mas procedendo precisamente ao contrário: desgovernando à socapa e de costas voltadas para a nação.

Era também afirmado que "o atual primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada, deverá reunir-se na próxima semana com o seu homólogo português, António Costa, para o informar sobre a situação do país, garantindo que regressará depois a São Tomé e Príncipe.

A propalada reunião, pelos vistos, terá servido apenas para colar o seu nome ao Primeiro-Ministro Português, justificar a fuga do país e dar maior destaque à manipuladora desinformação. - Correram rumores que, o encontro, terá ocorrido  numa privada informal de copos num bar lisboetas - A ser verdade, uma forma simpática, de António Costa. se desenvencilhar de alguma hostilidade  dos servos do herético apóstolo muçulmano, quando visitar oficialmente STP. - É que, mesmo sem ele no poder ou fora do país, todos esperam que seja o patrão do saco azul a dar-lhes o indispensável suplemento, até porque a elite da ADI está habituada, tal como o chefe, a refastelar-se com boa cama, boa  comida e roupa lavada


AFIRMAÇÕES DE UM IMPOSTOR MANIPULADOR - HABITUADO, AO LONGO DE 4 ANOS,  A SUBVERTER AS LEIS E CONTROLAR AMORDAÇAR, A SEU BELO PRAZER E  OS ÓRGÃOS DE SOBERANIA

 LUSA,11 out ADI será chamada em primeira mão a apresentar uma solução de Governo" - O primeiro-ministro já anunciou que vai procurar um entendimento com os deputados de Caué, o que garantiria 27 deputados, menos um que os assentos assegurados pelo MLSTP-PSD e coligação, que fizeram um acordo de incidência parlamentar e com fins governativos.

NOS DEBATES PARLAMENTARES, O PARTIDO ADI,  ESTRIBANDO-SE NA MAIORIA, SEMPRE SE RECUSOU A ACEITAR  AS SUGESTÕES DA OPOSIÇÃO. E,  NO ÚNICO DEBATE AGENDADO NA TVS,  ENTRE OS PARTIDOS, O PRIMEIRO-MINISTRO PATRIC TROVOADA, ESCAPA-SE PARA O MALI 

Justifica a ausência, alegando se recusar  entrar  “num cesto de víboras” -  Nessa altura, manda um ofício ao seu amigo, José Bandeira, Presidente do TC, fundado pela ADI, a comunicar que ia ausentar-se, o que já não faz quando abandona o pais - com malas abarrotadas de dividas  - num jacto privado para  o Gabão. 

E, então, é agora que, tendo perdido a maioria, ADI insiste em anunciar-se aberto a um diálogo abrangente?

Pois tanto, o PM Patrice Trovoada, como o porta-voz de ADI, têm insistido na mesma tecla:  comunicando  à   imprensa que « a ADI enquanto vencedor das eleições legislativas e no respeito pela regra constitucional está determinado em assumir as suas responsabilidades e governar o país».

DESCONHECEM A LEI CONSTITUCIONAL - ENTÃO O PARECER QUE FORAM PEDIR A JORGE MIRANDA, QUANDO O PATRICE FOI DERRUBADO,  O QUE ELE DIZ, AGORA  JÁ NÃO CONTA?

Jorge Miranda - Num sistema de Governo parlamentar ou num governo semipresidencial, a maioria é que forma o Governo.

"Tanto quanto eu sei, em São Tomé, não há nenhum partido com a maioria absoluta: o partido de Patrice Trovoada, teve maioria relativa mas não teve maioria absoluta, julgo que, mesmo com outro partido, não consegue formar governo, e, ao que parece, havendo do outro lado da atual oposição, até agora, uma coligação ou possível coligação com maioria absoluta, então deve ser essa coligação a formar Governo: algo semelhante, de certa maneira, verificou-se em Portugal, há três anos  - Declarações que nos prestou, um dos constitucionalistas portugueses mais prestigiados,, considerado “o pais da Constituição Portuguesa e autor do pojecto da Constituição de STP   - Cuja entrevista, já por nós divulgada no FB, contamos também divulgar na íntegra neste si. 

MLSTP  -  NEGA NEGOCIAÇÕES COM O  GOVERNO CESSANTE 

Refere a LUSA que 
São Tomé e Príncipe: MLSTP nega negociações com governo cessante
Maior partido da oposição juntou, este sábado (10.11), na sua sede, representantes da sociedade civil para discutir estado do país. Cidadãos queixam-se da falta de eletricidade, desemprego e pobreza.

O presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD), maior partido da oposição em São Tomé e Príncipe, desmentiu, este sábado (10.11), que haja "negociações oficiosas" com a Ação Democrática Independente (ADI), vencedor das eleições legislativas, para formação de um governo de base alargada.

O presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD), maior partido da oposição em São Tomé e Príncipe, desmentiu, este sábado (10.11), que haja "negociações oficiosas" com a Ação Democrática Independente (ADI), vencedor das eleições legislativas, para formação de um governo de base alargada.

As declarações de Jorge Bom Jesus à Lusa surgem depois de, esta semana, o primeiro-ministro cessante e líder da ADI, Patrice Trovoada, ter afirmado que o partido estaria a fazer "contactos oficiosos" com as restantes forças para procurar apoios para um governo de base alargada". "Tem havido contactos oficiosos e penso que existem algumas pistas que vamos ter de explorar com boa vontade, com cedências de parte a parte. Veremos nos próximos dias para ver se há possibilidade de se avançar", disse.

 ADI, partido no poder, venceu as eleições legislativas de 07 de outubro com maioria simples (25 em 55 deputados na Assembleia Nacional), enquanto o MLSTP conquistou 23 mandatos e a coligação cinco, tendo estas duas forças reclamado maioria absoluta e anunciado um acordo pós-eleitoral de incidência parlamentar e com fins governativos.

MLSTP ausculta população

Num debate entre cidadãos e o MLSTP, que ocorreu este sábado (10.11) na sede do partido, estiveram em cima da mesa temas como a falta de eletricidade, o desemprego e a pobreza no país. O encontro promovido pelo maior partido da oposição pretendeu recolher contributos da população para a proposta do programa de Governo.

Em entrevista à Lusa, Jorge Bom Jesus afirmou que "neste momento, precisamos de um programa de emergência. Precisamos desenhar atividades e projetos, medidas de políticas para hoje, agora e já, e depois medidas a curto prazo e a médio prazo".

MLSTP ausculta população

Num debate entre cidadãos e o MLSTP, que ocorreu este sábado (10.11) na sede do partido, estiveram em cima da mesa temas como a falta de eletricidade, o desemprego e a pobreza no país. O encontro promovido pelo maior partido da oposição pretendeu recolher contributos da população para a proposta do programa de Governo.

Em entrevista à Lusa, Jorge Bom Jesus afirmou que "neste momento, precisamos de um programa de emergência. Precisamos desenhar atividades e projetos, medidas de políticas para hoje, agora e já, e depois medidas a curto prazo e a médio prazo".

Dando conta que o MLSTP está empenhado em preparar um programa "realista, participativo e colaborativo", Jorge Bom Jesus afirmou que São Tomé e Príncipe é, neste momento, "um país desgovernado, às escuras, onde os apagões se têm prolongado por dois, três dias. Há um mal social, há o desemprego, o país está triste, está com problemas", afirmou o líder da oposição, acrescentando que a escuridão é também intelectual. "Tentou-se durante estes quatro anos [de Governo liderado pela Ação Democrática Independente] empobrecer o são-tomense, embrutecer o são-tomense e é preciso resgatar a dignidade de cada são-tomense", acrescentou.

Nenhum comentário :