expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

SÃO TOMÉ - JOSÉ MARIA DA FONSECA - MLSTP-PSD - RECEBEU O MANDATO PARA PRESIDIR À MAIOR AUTARQUIA DE STP - COM AS RUAS E PRAÇAS DA CAPITAL ESBURACADAS E INUNDADAS DE LIXO - NUMA SESSÃO DA INVESTIDURA MARCADA POR UM MAU-PERDER DO AUTORITARISMO CULTIVADO PELO PARTIDO DE PATRIC TROVOADA – Que insiste em governar, depois de ter sido cilindrado - O MLSTP-PSD que detém, em Água Grande, a maioria de sete dos onze mandatos da Câmara de Agua-Grande, tendo a maioria absoluta, não precisa de distribuir pelouros pela ADI – Isso acontece em qualquer autarquia em Portugal. Mas este não ´foi o entendimento dos deputados, derrotados da ADI, que, num gesto de descarado vandalismo, por duas vezes, arrancaram a urna onde se procedeu à eleição do Presidente da Assembleia Geral, sacudiram-na ostensivamente e abandonaram a sala.

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise 

Marginal da Baía Ana Chaves - Foto do autor destas linhas

JOSÉ MARIA FONSECA ,  É O NOVO  DO ROSTO DA CÂMARA DE ÁGUA GRANDE, QUE DESTRONA KINEY DOS SANTOS – Cerimónia vandalizada por deputados da Adi, que abandonaram a sala, depois de  protagonizarem atos de arrogante despotismo, em  flagrante demonstração de intolerância e sentido democrático  -  O MLSTP-PSD, venceu as eleições autárquicas no passado dia 7 de Outubro, ao conquistar quatro câmaras: Agua-Grande, Cantagalo e Lembá, partilhando ainda Lobata e Cauê com a coligação PCD-MDFM-UDD, enquanto ADI ganhou Mezochi







Hoje, em S. Tomé, decorreu a cerimónia de posse de Cinco novos presidentes das câmaras, todos do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD), foram eleitos hoje pelos seus pares e investidos em atos assistidos por membros do Governo, com exceção de Mé Zóchi. A escolha de presidente de Câmara de Mé Zóchi, onde  ADI conseguiu 6 mandatos contra cinco do CID-STP de Nelson Carvalho, ficou adiada para outra sessão.

"Ad eleições para presidente da Câmara e Assembleia Distrital não se realizaram porque os representantes eleitos para esta que é a segunda maior edilidade do país não se entenderam quanto à interpretação das leis que regem o funcionamento do poder local, tendo optado por recorrer ao Tribunal Constitucional para dirrimir r o conflito.

JOSÉ MARIA DA FONSECA - MLSTP-PSD -  RECEBE O MANDATO PARA PRESIDIR À MAIOR AUTARQUIA DE STP - COM AS RUAS E PRAÇAS DA  CAPITAL ESBURACADAS E INUNDADAS  DE LIXO - NUMA SESSÃO DA INVESTIDURA MARCADA POR UM MAU-PERDER DO AUTORITARISMO CULTIVADO PELO PARTIDO DE PATRIC TROVOADA – Que insiste em governar, depois de ter sido cilindrada

Mais uma vez ficaram bem patenteados, os sinais do autoritarismo, da arrogância e falta de sentido democrático, do legado de Patrice Trovoada – O Messias, agora batizado de Pinta Cabra 

Depois de prolongada ausência de um mês, fora do pais  e de ter protagonizado mais uma estafada sessão de propaganda, em vez de se demitir ou de colocar o lugar à disposição, continua arvorado e PM, insistindo que a ADI, é que vai governar.

Ontem, o manequim das camisas de luxo,  nomeou o seu amigo, José Cardoso Cassandra, para o cargo de presidente do governo regional do Príncipe, na sequência das eleições de 07 de outubro, indica um despacho do gabinete do chefe do Governo  https://www.dn.pt/lusa/interior/sao-tomeeleicoes-primeiro-ministro-nomeia-governo-da-regiao-autonoma-do-principe-10171309.html


ADI demonstrou que não está preparado para conviver em democracias. Na presença do Ministro da Administração interna Arlindio Ramos presente na cerimónia, o famoso incorrigível Tomé Van Basten, juntamente com o derrotado Hamilton Sousa, voltaram a protagonizar atos de vandalismo demonstrando e de não estarem preparados para assumirem cargos de responsabilidade , vandalizando opPódio da tomada de posse do novo homem forte da Capital eleito por MLSTP, José Maria Fonseca na foto em cima” – Diz Octávio bandeira, em Inormar com Verdade, no Facebook . https://www.facebook.com/groups/1046261748750459/


VÁ LÁ QUE O KINEY DOS SANTOS, AINDA SOUBE SALVAR A FACE - COM UM SIMPÁTICO  ABRAÇO  AO SEU SUCESSOR - É o que se pode depreender  de uma das fotos de STP-Press -  “José Maria da Fonseca foi esta manhã eleito e investido no cargo de presidente da Câmara Distrital de Agua-Grande, a capital de São-Tomé, numa das seis cerimonias distritais de investidura dos novos autarcas eleitos nas eleições autárquicas de 07 de Outubro na ilha de São Tomé.” – Diz STP-PRESS

Além da eleição e de investidura de José Maria da Fonseca para cargo de presidente da Câmara de Agua-Grande, a cerimónia da capital foi ainda marcada com a eleição de Eugénio Nascimento para o presidente da Assembleia distrital, Maria do Céu para vice-presidente e Paques Bom Jesus para secretário da Câmara.

O novo líder da autarquia da capital são-tomense, José Maria, do MLSTP-PSD, teve a oportunidade de receber felicitações do seu predecessor, Ekneide Santos, do ADI, que lhe saudou e desejou êxito nesta cerimonia testemunhada pelo ministro da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos.

No seu discurso, José Maria sublinhou que “ tenho a noção dos grandes desafios que teremos pela frente com a maior tónica na ampliação vertical dos nossos mercados municipais, mas tenho quase toda a certeza de que não estaremos sozinhos nesta luta por uma sociedade justa”.

“ Com o nosso trabalho e com a ajuda de todos, incluindo o próximo governo da coligação, teremos um Agua-Grande melhor” disse José Maria, tendo sublinhado que “ o nosso desígnio é de fazer da cidade de São Tomé não apenas uma cidade limpa, mas também uma cidade organizada e acolhedora”.

A cerimónia ficou marcada com o abandono à sala protagonizado pelos autarcas do partido ADI que alegaram desrespeito a lei da votação por parte do MLSTP-PSD que detém uma maioria de sete dos onze mandatos da Câmara de Agua-Grande.

Esta cerimónia decorreu em simultâneo com outras realizadas nos distritos, nomeadamente, Cantagalo, onde Aleixo Pires foi eleito Presidente da Câmara, Cauê que ficou novo presidente Firmino João, Lobata como Arlindo Guê, Lembá com Albertino Barros e o distrito de Mezochi, onde a cerimonia não foi conclusiva.

O LÍDER DO MLSTP-PSD E A COLIGAÇÃO – FAZEM   MUITO BEM EM RECUSAR NEGOCIAR  COM QUE SEMPRE SE RECUSOU A DIALOGAR –


De lembrar que "O presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD), maior partido da oposição em São Tomé e Príncipe, desmentiu, este sábado (10.11), que haja "negociações oficiosas" com a Ação Democrática Independente (ADI), vencedor das eleições legislativas, para formação de um governo de base alargada.

As declarações de Jorge Bom Jesus à Lusa surgem depois de, esta semana, o primeiro-ministro cessante e líder da ADI, Patrice Trovoada, ter afirmado que o partido estaria a fazer "contactos oficiosos" com as restantes forças para procurar apoios para um governo de base alargada". "Tem havido contactos oficiosos e penso que existem algumas pistas que vamos ter de explorar com boa vontade, com cedênciahttps://www.dw.com/pt-002/s%C3%A3o-tom%C3%A9-e-pr%C3%ADncipe-mlstp-nega-negocia%C3%A7%C3%B5es-com-governo-


UM MALANDRO SÓ SE DÁ BEM COM MALANDROS 




DERROCADA EM MARCHA - LÁ SE FOI UM DOS ELOS DA TRIBO DE ÁGUA GRANDE   - DERROTADO, NAS ELEIÇÕES DE 7 DE OUTUBRO – O Kiney Santos, deixou de ser o Presidente da autarquia do Água Grande  –  Outro  dos negociantes,  testa de ferro do ADI

O hábil e charmoso Kiney dos Santos, que aprendeu a cultivar o charme hipócrits do seu chefe,  residente, no bairro do Kilombo, apontado como dono de muitos terenos para especulação imobiliária, sempre mais expedito e pronto para negociatas privadas, até para a colocação de uma simples lâmpada, tinha de passar pela cobiça dos interesses da quadrilha, de em defesa da comunidade, pois bem, teve  o seu reinado, teve o desfecho merecido, perdeu o lugar em favor do canditado do MSLTP-PSD

DERROCADA EM MARCHA - LÁ SE FOI UM DOS ELOS DA TRIBO DE ÁGUA GRANDE   - DERROTADO, NAS ELEIÇÕES DE 7 DE OUTUBRO – O Kiney Santos, deixou de ser o Presidente da autarquia do Água Grande   Outro  dos negociantes,  testa de ferro do ADI

O hábil e charmoso Kiney dos Santos, que aprendeu a cultivar o charme hipócrita do seu chefe,  residente, no bairro do Kilombo, apontado como dono de muitos terenos para especulação imobiliária, sempre mais expedito e pronto para negociatas privadas, até para a colocação de uma simples lâmpada, tinha de passar pela cobiça dos interesses da quadrilha, de em defesa da comunidade, pois bem, teve  o seu reinado, teve o desfecho merecido, perdeu o lugar em favor de José Maria da Fonseca, do MLSTP

KINEY DOS SANTOS, PERDEU A OPORTUNIDADE DE SE TER DISTANCIADO DE PATRIC TROVOADA QUE, POR VÁRIAS VEZES, ATÉ O BOLQUEOU – E PERMITIU QUE A CIDADE FOSSE ENVOVLIDA PELO LIXO E SAQUE DO ESTRANGEIRADO EMERY

Esta noticia foi dada pelo Téla  Nón, em  22/04/2016 –  Ekneide Santos, Presidente da Autarquia de Água Grande que envolve a capital São Tomé, acusou o governo de estar a bloquear as acções do poder local.”  - Mas ficou-se pelas palavras – E acabou por se vergar ao despotismo Patriciano.

Todavia, há que sublinhar, no entanto,  o confronto  -Denunciava, então, o Téla Nõn, que “na sua intervenção por ocasião de mais um aniversário da elevação de São Tomé a categoria de cidade, Ekneide Santos, recordou que a capital é a porta de entrada do país.

Referiu que São Tomé e Príncipe apresentou no ano 2015 uma agenda de transformação à comunidade internacional, mas a capital não tem beneficiado de investimentos. «O que temos vindo a constatar é a diminuição de investimentos no distrito projectos de investimentos e de interesse nacional apresentados pela autarquia negados ou dificultados», declarou, o Presidente da autarquia.
Enquanto isso, o Poder Local diz que enfrenta grandes desafios, porque a cidade de São Tomé que completa 482 anos, exactamente hoje 22 Abril, cresceu bastante.

Não há dinheiro para arranjar os passeios da cidade
A cidade cresceu demograficamente e perdeu o estatuto de cidade mais limpa da região da África Central. «A salubridade constitui hoje um calcanhar de Aquiles para a cidade. As transferências de verbas do poder central para a câmara são ínfimas, e cada vez mais o seu desbloqueamento moroso, o que cria problemas de gestão quotidiana», precisou.

Lixo abunda na cidade, que conserva a história do país. «O lixo constitui hoje um sério problema. Há que se encontrar forma descentralizada na sua gestão e recolha. Porque só assim podemos dar uma nova roupagem a nossa cidade e cativar os turistas que por cá passam», sublinhou.

Tudo fica mais complicado quando, constata que o Governo Central liderado pelo Primeiro-ministro Patrice Trovoada, bloqueia as suas acções. «A tarefa não pode ser somente da câmara. O Governo deverá participar decididamente enquanto facilitador e não como elemento de bloqueio nas acções da câmara. Assim não avançamos, assim o país não cresce, não cria riqueza e consequentemente a vida das pessoas não há de se melhorar», frisou, Ekneide Santos.

Apelou ao levantamento do bloqueio por parte das autoridades políticas, e ao envolvimento da sociedade civil, porque se a cidade de São Tomé cair no abismo., como infelizmente caminha, a responsabilidade será de todos. «É necessário unir os esforços e que não faz sentido cada um no seu canto desejar que as coisas corram mal para a câmara de Água Grande, porque se o distrito de Água Grande, se a cidade de São Tomé, fracassarem será um fracasso do país e não só da autarquia de Água Grande e do Presidente», concluiu.

S. Tomé 
A Cidade de São Tomé, é uma das mais antigas do espaço lusófono em África. Rica em história, foi entreposto de escravos, e continua a ser o principal centro de actividade comercial do país. Completa 482 anos, num momento em que a autarquia dominada pelo partido ADI, acusa o Governo maioritário do mesmo partido, de estar a bloquear o seu progresso. Governo bloqueia acções da Autarquia da capital – Ekneide Santos ...


GOVERNO AUTORITÁRIO DE PATRICE TROVOADA, SUBVERTEU A EVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA DE STP - E DEIXOU UMA ESCOLA DE INTOLERÂNCIA E DESPOTISMO 




Patrice Trovoada no seu estilo Rambo

Tal como é reconhecido por observadores internacionais, “ao contrário de outros países africanos, a reforma democrática não começou com o fim da Guerra Fria, pois foram iniciadas medidas concretas no final da década de 1980, com o MLSTP convidando políticos seniores exilados a retornar ao país e introduzindo algumas reformas políticas. 

Em Dezembro de 1989, o Comitê Central do MLSTP aprovou definitivamente o movimento para adotar a democracia liberal na nova Constituição, embora o MLSTP ainda esperasse continuar a governar em uma mudança de arquitetura política, Mas o processo de democratização desenvolveu  a sua própria dinâmica, culminando na primeira democracia eleições multipartidárias em 1991 Movement for the Liberation of São Tomé and Príncipe/Social .


TER BEM PRESENTE O QUE SE DISSE DE UM ALTO CORRUPTO QUE TRAIU UMA PEQUENA E POBRE NAÇÃO  E  DOS CÚMPLICES DAS SUAS JOGADAS 


"A ERHC precisa de ser novamente desafiada no tribunal internacional por sua criminalidade! Eles conscientemente aproveitaram-se de  um país sem experiência prévia e colaboraram com o então presidente Miguel Trovoada que aceitaram gananciosamente dinheiro e partes adicionais da ERHC abaixo da mesa. Ele basicamente viraram as costas para o povo dele. Vergonha com ele e seu filho por suas ações implacáveis ​​e irreflexivas!  STP é um pequeno país familiar onde todos conhecem todos. O que ele fez é esfaquear sua família STP nas costas! É criminoso." – In ERHC On The Move Sex 13 de maio, 11:27:00 AM EDT

Patrice Trovoada, concordou em lidar com a DiamondWorks.  


A  DiamondWorks teve ligações passadas com  a África do Sul a  empresas mercenárias, algumas das quais estavam ligadas ao golpe de julho de 2003 contra de Meneze





O Governo monopoliza e instrumentaliza a televisão e a rádio do Estado, fazendo dos seus programas ou espaços informativos, a voz monocórdica da sua propaganda - A voz da oposição é meramente residual: então nas eleições presidenciais, atingiu as raias do absurdo - E  até os discursos oficiais do então Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, foram saneados, sob várias formas, até com apagões elétricos   - Quem não rezar o terço da tribo trovoada, é excomungado – Recorde-se o que se passou com a a RTP-África, quando o jornalista foi impedido de fazer o seu trabalho, o que nunca aconteceu desde que está instalada em S. Tomé Governo crítica RTP – África em São 



A POBREZA NÃO É VERGONHA, MAS OS SANTOMENSES TÊM VERGONHA DE TER UM PRIMEIRO-MINISTRO COMO PATRICE TROVOADA.


"
A pobreza antes era considerada obra de injustiça".  "Em São Tomé e Príncipe, a pobreza é devido ausência de boa governação, incompetência dos dirigentes, corrupção activa e passiva que está instalada em todos sectores públicos do Dubai dos Jihadistas do ADI.


A pobreza não é, necessariamente, vergonhosa. Há muito pobre sem vergonha, mas nesse momento, os santomenses têm vergonha de ter um primeiro-ministro como Patrice Trovoada, temos vergonha de ter votado esse desgraçado, temos vergonha de ter apostado nos Jihadistas de ADI, temos vergonha de ver e ouvir que o nosso primeiro-ministro encontra-se fora do país constantemente. - Gabriel Graça: Riboque Capital.  S.T.P."


Nenhum comentário :