expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Instabilidade na Venezuela, vai-se resolver com “o retorno ao capitalismo”: “privatizações e menos Estado” - Receita proposta por Juan Guaidó, o delfim venezuelano do liberalismo - Governo português reconhece sedutor e junta-se ao coro liberal dos maduros – Mais preocupados com a riqueza petrolífera da Venezuela de que em resolver os problemas sociais internos dos seus países – NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, 49,7 MILHÕES DE PESSOAS AGORA SÃO POBRES, E 80% DE TODA A POPULAÇÃO DAQUELE PAÍS ESTÁ BEM PRÓXIMO A ELA– E, na Europa, “estão aumentar as desigualdades salariais


Jorge Trabulo Marques - Jornalista e investigador - Informação e análise - GUAIDÓ O TRUNFO DE DONAL TRUMP - VAI DE CARRETOS POR TELECOMANDO




DEIXEM EM PAZ A VENEZUELA E RESOLVAM OS PROBLEMAS SOCIAIS  DOS SEM-ABRIGO E DA GRANDE MISÉRIA QUE TÊM NO INTERIOR DOS SEUS PAÍSES SE O MADURO É MAU, ENTÃO O QUE DIZER DO IMPOSTO PELO LIBERALISMO SELVAGEM? – A grande maldição da instabilidade na Venezuela é ter uma das maiores jazidas mundiais de petróleo.

POBREZA NOS ESTADOS UNIDOS ATINGE 80% DA POPULAÇÃO

NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, 49,7 MILHÕES DE PESSOAS AGORA SÃO POBRES, E 80% DE TODA A POPULAÇÃO DAQUELE PAÍS ESTÁ BEM PRÓXIMO A ELA A principal razão para a pobreza permanecer tão alta,” “é que os benefícios de uma economia crescente não estão mais sendo compartilhada por todos os trabalhadores como eram nos vinte e cinco anos que se seguiram o final da Segunda Guerra Mundial.


Juan Guaidó – O Sedutor 


Seu rosto, seus gestos e a atmosfera eufórica com a qual ele é recebido onde quer que vá o levaram a acreditar que, mais cedo ou mais tarde, a queda de Nicolás Maduro cairá e ele assumirá o poder na Venezuela . Tanto que já apresenta sua proposta econômica conhecida como 'Country Plan'. Uma bateria de medidas projetadas para o dia após Maduro que propõem um retorno ao neoliberalismo após uma fase de "emergência social" na qual, com presumivelmente fundos estrangeiros, uma anestesia será administrada na forma de doações e subsídios sociais para facilitar sua consolidação. no poder enquanto o país caminha em direção ao capitalismo.  Venezuela: El plan económico de Guaidó: privatizaciones y menos



 Persiste a cega teimosia de as democracias liberais e ultra-liberais se arvorarem em campeãs da ordem e da justiça, quando são enormes as injustiças sociais por resolver - E se imiscuem na vida politica e social, interna,  dos países  com recursos petrolíferos: a invasão e destruição do Iraque e da Líbia, são dois dos mais gritantes exemplos - Além das milhares de vidas que se perderam, arrasaram tudo a escombros e a ruínas,  onde a sobrevivência das martirizadas populações se tornou extremamente penosa, levando-a ao êxodo, a arrostarem com tremendas aventuras através do mar ou do deserto.



EUA - E AS DESIGUALDADES EXTREMAS


 A estes o que lhe interessa é sacar o petróleo a custo zero – Os imperialismos, tenham a cor que tiverem, no que pensam é amordaçar e sacar. EUA a caminho de serem “líder mundial da desigualdade extrema”, diz relator da ONU

Philip Aston, relator especial das Nações Unidas, terminou a sua viagem de duas semanas pelos Estados Unidos para elaborar um relatório sobre a pobreza naquele país que será entregue em Maio ao conselho de Direitos Humanos da ONU. O Guardian acompanhou esta visita e publica a introdução deste documento, onde Aston diz que os EUA estão a caminho de serem “o líder mundial da desigualdade extrema”, defendendo que as políticas fiscais a serem implementadas por Donald Trump só vão agravar a situação. https://www.publico.pt/2017/12/16/mundo/noticia/enviado-especial-da-onu-foi-aos-eua-para-destapar-a-realidade-da-pobreza-1796251?fbclid=IwAR3_4kNoBYslXuQVx9xX7dxnXLwG7wXjlO3v8JyaZKFhHXpS0PfWnI40OVc





 O MINISTRO AUGUSTO SANTOS SILVA - PODERIA ESTAR NO CDS OU NO PSD, ONDE ENCAIXAVA COMO UMA LUVA

POIS CLARO: " O Governo português reconhece Juan Guaidó "como Presidente encarregado de convocar eleições livres e justas na Venezuela", posição que o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, explica ao meio-dia
Portugal junta-se assim a outros países europeus, como Espanha, Reino Unido e Suécia, que já hoje reconheceram o presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, como presidente interino, após expirar o prazo de oito dias para que o presidente Nicolás Maduro convocasse eleições presidenciais. http://visao.sapo.pt/actualidade/mundo/2019-02-04-Venezuela-Portugal-tambem-reconhece-Juan-Guaido





ESTES DERAM O PRIMEIRO TOQUE:

O Brasil de Jair Balsonaro  juntou-se ao Estados Unidos, de, Donald Trump, para reconhecerem  reconheceram Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela.

POIS ENTÃO   - Crise na Venezuela: Brasil e EUA reconhecem líder da oposição Juan Guaidó como presidente interino do país
Nem outra coisa era de esperar: s presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceram nesta quarta-feira (23) o líder oposicionista e chefe da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela.
OEA (Organização dos Estados Americanos) também declarou apoio ao oposicionista. "[Guaidó] tem nosso apoio para impulsionar o retorno do país à democracia", disse o secretário-geral do órgão, Luis Almagro. https://www.terra.com.br/noticias/mundo/america-latina/crise-na-venezuela-brasil-e-eua-reconhecem-lider-da-oposicao-juan-guaido-como-presidente-interino-do-pais,092473c6118fee6d00697f385b96b2adowvq1kda.html





COMO NÃO PODIA DEIXAR DE SER : O que importa não é a fome dos milhões de carenciados, quer nos EUA ou no Brasil, mas o oiro negro venezuelano.
O Brasil é o décimo país mais desigual do mundo, segundo dados divulgados nesta terça-feira no Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH), elaborado pelas Nações Unidas. O levantamento usa como referência o chamado Índice de Gini, uma forma de calcular a disparidade de renda. O indicador varia de 0 a 1 — quanto menor, melhor. No Brasil, ficou em 0,515 em 2015, mesmo número registrado pela Suazilândia, e maior que vizinhos da América Latina, como Chile (0,505) e México (0,482). https://oglobo.globo.com/economia/brasil-o-10-pais-mais-desigual-do-mundo-21094828



Desigualdade cresce nos Estados Unidos, diz relatório
Renda dos americanos mais ricos cresceu 275% de 1979 a 2007, e a da população mais pobre, apenas 18%

A renda dos americanos mais ricos subiu 15 vezes mais rápido que a dos pobres desde 1979, revelou um relatório oficial divulgado nesta quarta-feira, em um momento em que o debate sobre a economia do país acirra a disputa entre o governo do presidente Barack Obama e a oposição republicana.

“A renda média de 1% da população mais rica cresceu 275% entre 1979 e 2007, enquanto a renda dos 20% mais pobres subiu apenas 18%”, informa o levantamento do Escritório de Orçamento do Congresso (CBO). Com isso, 1% dos americanos mais ricos mais que dobraram sua participação na renda nacional, de 8% para 17%, entre 1979 e 2007 https://veja.abril.com.br/mundo/desigualdade-cresce-nos-estados-unidos-diz-relatorio/

ALMA CARIDOSA DÁ UMA AJUDA MAS ERA DEVER DO ESTADO, EM VEZ DE ESBANJAR MILHÕES EM BOMBAS, AJUDAR OS QUE PRECISAM
Desconhecido pagou quartos de hotel a 70 sem-abrigo em Chicago
Um desconhecido ofereceu alojamento a setenta sem-abrigo, no segundo dia mais frio da história de Chicago. A identidade do benemérito e o nome do hotel são, para já, desconhecidos.

Os sem-abrigo encontravam-se num acampamento improvisado, em Chicago, com cerca de 150 a 200 botijas de gás portáteis, que foram doadas para se aquecerem, quando uma delas explodiu. Ninguém ficou ferido na explosão, porém as autoridades viram-se obrigadas a confiscar o restante equipamento e a encerrar o local. https://www.jn.pt/mundo/interior/desconhecido-pagou-quartos-de-hotel-a-70-sem-abrigo-em-chicago-10521367.html





Portugal continua a ter níveis de desigualdade social elevados à escala europeia, uma situação que se agravou na última década e se traduziu no aumento da precariedade laboral e da pobreza.
Apesar de os dados do INE e do Eurostat registarem “uma pequena evolução favorável” nos últimos três anos, Portugal ainda está “num nível de desigualdades bastante elevado”, disse à agência Lusa o diretor do Observatório das Desigualdades, Renato Carmo.
O Governo português reconhece Juan Guaidó " e junta-se ao coro liberal dos maduros – Mais preocupados com a riqueza petrolífera da Venezuela de que em resolver os problemas sociais internos dos seus países – “EUA a caminho de serem “líder mundial da desigualdade extrema”, diz relator da ONU – E, na Europa, “estão aumentar  as desigualdades salariais. Portugal continua com níveis de desigualdade elevados à escala ..

As desigualdades salariais na Europa
As desigualdades estão a aumentar na Europa. Os 20% de trabalhadores que se encontram no topo da tabela salarial ganham cinco vezes mais do que os 20% com menores salários.
A desigualdade resulta da progressão mais rápida dos salários mais altos e de um aumento menor dos salários mais baixos. O crescimento lento dos salários mais baixos tem sido um dos principais problemas da Europa depois da crise. Esta situação é particularmente visível em Portugal e na Roménia, mas também em Itália e na Alemanha. https://pt.euronews.com/2018/06/12/as-desigualdades-salariais-na-europa



Nenhum comentário :