expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quarta-feira, 6 de março de 2019

JAPÃO VOLTA A OFERECER A STP O ARROZ QUE NÃO CONSEGUE VENDER COMO MOEDA DE TROCA DE CAÇA FURTIVA À BALEIA, EM DIZIMAR À VONTADE GOLFINHOS, ATUNS E TUBARÕES E OUTRA PESCARIA – PATRICE TROVOADA PÔS-SE AO LADO DO EGOÍSMO NIPÓNICO - São Tomé e Príncipe foi um dos países que se opôs à criação de um santuário de baleias no Atlântico Sul - ALÉM DO FAMIGERADO ARROZ, AGORA DÃO UM MILHÃO DE EUROS PARA PIRATEAREM BILIÕES NA RAPINA DA PESCA - De recordar que, muitos países, boicotaram a importação de arroz depois do acidente nuclear - Como não o conseguem comercializar, despacham-no para África - o já habitual cano de esgoto a troco das maiores riquezas naturais – Venha donde vier; seja de plástico ou tóxico e surjam quais forem as doenças desconhecidas: não se vai analisar; o importante é encher a barriga e acalmar..


Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise

30/05/2018 - Caçadores japoneses capturaram e mataram 122 baleias-minke grávidas durante uma "pesquisa de campo" de verão na Antártica. Caçadores japoneses matam 122 baleias grávidas em 'misão de. As baleias e os golfinhos “são como” os humanos - Um novo estudo conclui que as baleias e os golfinhos têm comportamentos "como os dos humanos". Tudo graças ao enorme cérebro que lhes dá mais capacidade para, por exemplo, brincar e "fofocar". – Mas  a crueldade humana  é que não  se compadece com a sua vida e linguagem https://observador.pt/2017/10/17/as-baleias-e-os-golfinhos-sao-como-os-humanos/


12/9/2018, São Tomé e Príncipe foi um dos países que se opôs à criação de um santuário de baleias no Atlântico Sul, proposta apresentada e chumbada na 67.ª reunião da Comissão Internacional Baleeira (CIB) em Florianópolis, no Brasil.
 
Segundo informou  a agência de investigação ambiental britânica EIA (Environmental Investigation Agency), além de São Tomé e Príncipe, Benim, Costa do Marfim, República da Guiné e Libéria votaram contra a proposta do santuário, na terça-feira.
 .

DÃO UM MILHÃO PARA PIRATEAREM   BILIÕES NA RAPINA DA PESCA   - O Governo japonês concedeu este domingo a São Tomé e Príncipe uma ajuda financeira não reembolsável de 1,6 milhões de euros para o desenvolvimento do setor das pescas, disse o embaixador nipónico no país, Masaaki Sato.

O diplomata japonês que reside em Libreville e a ministra são-tomense dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidade, Elsa Pinto, assinaram este domingo, na capital são-tomense, um acordo nesse domínio. “Essa ajuda representa um montante de cerca de 1,6 milhões de euros atribuída pelo Japão com vista à compra de produtos e serviços necessários ao setor da pesca”, disse Masaaki Sato, sublinhando que o valor permitirá a aquisição de embarcações de motor fora de bordo e materiais de pesca para os pescadores artesanais. https://observador.pt/2019/03/03/japao-concede-ajuda-financeira-a-sao-tome-e-principe-de-16-milhoes-de-euros/

E QUANTOS MILHÕES JÁ NÃO DEU A COOPERAÇÃO BRASILEIRA PORTUGUESA E DA CE? – PORTUGAL, ALÉM  DO APOIO FINANCEIRO, OFERECENDO BARCOS, RETIRANDO  OUTROS   AFUNDADOS E PROTEGENDO AS ÁGUAS DA PIRATARIA?  Mas não há que estranhar: o imperialismo oriental  vai querer apoderar-se de tudo: seja qual for o ponto do Globo,  este  colonialismo é bem  mais severo, cruel.  hipócrita e  calculista de que o anterior às independências



A CRUELDADE DE QUEM NÃO OLHA A MEIOS PARA DIZIMAR


ARROZ USADO COMO INSTRUMENTO DE SEDUÇÃO DIPLOMÁTICO PARA IMPUNEMENTE VARREREM TUDO O QUE VIER ÀS REDES   OU NA PONTA DO ARPÃO E SEM RESTRIÇÕES - Uma boa contrapartida para quem dá uma fatia de pão para sacar um salpicão. Oferece o que não consegue vender e de duvidosa qualidade - Até porque, há estudos de que,  a radioatividade da central de Fukushima continua a espalhar-se no Japão - Denunciando que "Resíduos radioativos do acidente com a central nuclear de Fukushima, no Japão, foram descobertos em areia e água subterrânea de praias a quase cem quilómetros de distância da instalação afetada pelo terramoto de 2011, revela um estudo publicado esta segunda-feira. Radioatividade da central de Fukushima continua a espalhar-se no


“Você comeria arroz de Fukushima?” -  Questiona jornal brasileiro, dizendo que o  Japão tenta convencer outros países de que alimentos da região são seguros” _ Mas persistem mais dúvidas de que certezas
Refere estudo que, mais de 40 países adotaram algum tipo de barreira contra produtos de Fukushima depois do acidente  (...)  países vizinhos como Coreia do Sul, China, Taiwan e Singapura mantêm as restrições, principalmente aos frutos do mar. 

  Brasil adota restrições desde a época do acidente, com exigência para que cada alimento apresente análise laboratorial  - A situação mais complicada é a dos pescadores. É impossível descontaminar o mar como se fez nas plantações de arroz. Na época do acidente, vazaram 520 toneladas de água contaminada por seis dias. Para evitar novos vazamentos radioativos, foi construída uma parede de gelo ao redor de usina. . https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,voce-comeria-arroz-de-fukushima,70002158766?fbclid=IwAR0DtBvDklJX4Hoei0SVoxKbhD5Q07sAwOpnTpG0CubfYDhtaXEOwV0Mfno


QUEM JÁ SE ESQUECEU DESTA NOTÍCIA?  26 de julho 2017 – O  Ministério do Comércio de Angola apreendeu 12.591 sacos de arroz, importado da Tailândia, na sequência de denúncias nas redes sociais?..Como é possível que bens desta natureza entrem no nosso mercado? Quantas toneladas já foram vendidas? As informações dizem que foram apreendidos 12.500 sacos, é a totalidade do bem? Quando é que foi posto à venda?", questiona a AADIC, ao Governo angolano. https://www.tsf.pt/lusa/interior/consumidores-pedem-explicacoes-sobre-alegado-arroz-de-plastico-a-venda-em-angola-8684719.html


----


HÁBEIS NAS ARTES DA SEDUÇÃO, APOIARAM O PINTA CABRA COM SACOS DE ARROZ, EM PLENA CAMPANHA ELEITORAL - PELOS VISTOS, VOLTAM DE NOVO COM A MESMA ESTRATÉGIA

Aí estão eles de novo de olhos em bico com a oferta de umas quantas toneladas de arroz, que não conseguem escoar produzido nos solos mais poluídos da terra – Lancei o alerta, em Setembro, por altura das eleições, e, pelo que depreendo, vão-se cometer os mesmos erros, confiando a soberania do seu mais valioso património piscatório, em mãos cobiçosas.

Refere o Téla Nón, que  terça – feira, o governo do Japão através do embaixador Masaaki Sato, entregou ao Governo são-tomense 157 contentores com 3390 toneladas de arroz. As 3390 toneladas de arroz só cobrem  1/3 das necessidades nacionais de consumo do produto.

O arroz ofertado pelo Japão é o mais procurado pela população. É vendido a 13 dobras o quilo.  O embaixador do Japão, exigiu na ocasião que o governo faça boa gestão do arroz ofertado, principalmente o fundo de contra-partida. «Espero que o Governo são-tomense continue a gerir rigorosamente a recepção do arroz e o fundo de contrapartida resultante da venda do produto»afirmou Masaaki Sato. https://www.telanon.info/sociedade/2019/03/05/28775/mais-arroz-para-garantir-a-estabilidade-social-e-politic




PATRICE TROVOADA DIZIA QUE NINGUÉM DÁ NADA SEM RECEBER EM TROCA –  Sim, na teoria do egoísmo liberalista selvagem, o que dá em troca pouco mais é do que uma mão-cheia de nada.
 “Nas relações de cooperação ninguém dá sem receber: Portugal não dá a São Tomé e Príncipe, sem receber; Taiwan não deu a São Tomé e Príncipe, sem receber, as relações de cooperação são essas “ – Só que,  mesmo o que era dado em troca, desaparecia em bolsos alheios


NÃO SE PODE VENDER A SOBERANIA A TROCO DE UNS QUANTOS SACOS DE ARROZ - AINDA PARA MAIS DE DUVIDOSA QUALIDADE, REJEITADO POR MUITOS PASSEI POR VIA DO DESASTRE NUCLEAR DE 2011 - ÁFRICA ATINGIDA PELA FOME, ACABA POR SER O CANO DE ESGOTO A TROCO DO MAIS RICO PATRIMÓNIO -

Depois não se surpreenda que surjam doenças desconhecidas ou outros problemas de saúde:no Povo Piqueno - Referem noticias que: “Alimentos japoneses com possível contaminação nuclear, está proibida a importação pelos USA" - sublinhando que . -" A diferença é que no Japão a média mostra somente as boas notícias e as ruins varrem para debaixo do tapete ou ainda criam leis para que não sejam divulgados assuntos importantes como a Radiação do acidente nuclear de 2011.http://connexion.tokyo/alimentos-japoneses-com-possivel-contaminacao-nuclear-proibida-a-importacao-pelos-usa/

Por que o Japão decidiu voltar a caçar baleias apesar de proibição internacional 
26-12-2018 O Japão anunciou  deixar a Comissão Baleeira Internacional (IWC, na sigla em inglês) e retomar a caça comercial do mamífero em julho, medida que vem sendo criticada por grupos de ambientalistas.
A caça comercial de baleias foi banida pela IWC em 1986, depois que algumas espécies foram quase extintas.
Por muitos anos, o Japão capturou baleias supostamente com fins científicos - ainda que a carne dos animais mortos sob essa prerrogativa acabasse sendo usada comercialmente -, algo que era amplamente criticado por conservacionistas.



NAO RETIRO UMA LINHA DO QUE EDITEI EM JULHO PASSADO - 2018


Os japoneses de novo envolvidos na campanha eleitoral - Recorrem a todo o tipo de promessas e estratagemas para lhe  facilitarem  a rapinagem das pescarias nos mares de STP - Agora, em plena campanha eleitoral, aí estão eles de olhos em bico e bem arregalados apoiar quem mais lhe poderá servir os seus misteriosos interesses 


MESMO SOBRE A CAMPANHA DAS ELEIÇÕES – ATÉ ONDE VAI A DESFAÇATEZ E DO DESCARAMENTO DESTES OPORTUNISTAS ORIENTAIS - “O Governo do Japão apostou na ONG ADRA, para gerir as obras de construção da escola primária da Ribeira Funda. Uma escola de 4 salas de aulas, dois escritórios, dois armazéns , e duas casas de banho. O centro de ensino, que deverá estar concluído dentro de 6 meses, vai evitar a deslocação das crianças da Roça Ribeira Funda, para a cidade de Neves no norte de São Tomé.


«Ao financiar este projecto o Governo do Japão espera melhorar o acesso ao ensino. O crescimento infantil saudável é um dos fundamentos mais importantes para o desenvolvimento sustentável, e é um desafio para o futuro do país», afirmou o embaixador nipónico. Maasaki Sato, https://www.telanon.info/economia/2018/09/25/27835/japao-investe-no-comercio-de-santolas-em-neves-e-constroi-escola-na-
ribeira-funda/~


Jogam com ofertas de sacos de arroz nas campanhas eleitorais – Mais dele acabando por se estragar nos armazéns em São Tomé, porventura devido à  qualidade duvidosa: pois, como diz Patrice, ninguém dá nada sem receber – Só que, a troco de meras malgas de arroz e umas pseudo-ajudas aos pescadores mais influentes,  dá-se carta verde para a rapina da pescaria na plataforma marítima das duas ilhas  
O mau é que o jogo tem sido mais do tira do que do dá: Santuário de baleias rejeitado por países da África Ocidental  - STP e  Japão, aliaram-se


30/05/2018 - Caçadores japoneses capturaram e mataram 122 baleias-minke grávidas durante uma "pesquisa de campo" de verão na Antártica. Caçadores japoneses matam 122 baleias grávidas em 'misão de


12/9/2018, São Tomé e Príncipe foi um dos países que se opôs à criação de um santuário de baleias no Atlântico Sul, proposta apresentada e chumbada na 67.ª reunião da Comissão Internacional Baleeira (CIB) em Florianópolis, no Brasil.
  
Segundo informou  a agência de investigação ambiental britânica EIA (Environmental Investigation Agency), além de São Tomé e Príncipe, Benim, Costa do Marfim, República da Guiné e Libéria votaram contra a proposta do santuário, na terça-feira.

O Senegal também se expressou contra a proposta, mas não pode votar devido a taxas não pagas. Os países apoiaram o Japão na CIB, em acordo com as posições coordenadas através da Conferência Ministerial sobre a Cooperação no Domínio das Pescas entre os Estados Africanos Fronteiriços do Atlântico (ATLAFCO, também conhecida pelo seu acrónimo francês COMHAFAT).

A criação do santuário teve o apoio de 39 países, com 25 outros a votarem contra e os restantes abstiveram-se de votar na proposta, que precisava da aprovação de uma maioria de dois terços dos 89 membros. O ministro do Meio Ambiente do Brasil, Edson Duarte, cujo país defende a criação do santuário desde a reunião da CIB em 2001, disse estar dececionado com este bloqueio, mas assumiu que continuará a procurar por apoio internacional à proposta.
.https://www.dn.pt/lusa/interior/santuario-de-baleias-rejeitado-por-paises-da-africa-ocidental-e-japao-9837580.html  .. https://observador.pt/2018/09/12/santuario-de-baleias-rejeitado-por-paises-da-africa-ocidental-e-japao/






Japão anuncia caçada de 333 baleias na Antártica  - Sob o pretexto de “captura para fins científicos”, o Japão vai iniciar a caçada de 333 baleias Minke no Oceano Antártico nas próximas semanas. Este é o número que os asiáticos ajustaram com a Comissão Baleira Internacional, a qual segue outra determinação de 2014 vinda Comissão Internacional de Justiça. O Japão é acusado pelas Comissões de não ter transparência nos números de abates anuais nesta região. https://revistapescaecompanhia.com.br/fique-por-dentro/japao-pesca-baleias

Japão vai manter a "tradição" da pesca de baleias, diz ministro - O Japão não pretende interromper a pesca das baleias, uma atividade "que faz parte da cultura" do país https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2013/02/26/japao-vai-manter-a-pesca-das-baleias-diz-ministro.htm?mobile

Enquanto a caça ás baleias continuavam justificadas por pesquisas ... Os japoneses, eles permanecerão por ordem do Tribunal ... /28160-corte-internacional-proibe-a-caca-cientifica-de-baleias ..Japão continua a caçar baleias na Antártida - Jornal de Economia do .19/09/2017 Desde chineses, japoneses a espanhóis, muitas são as frotas que pescam ... Timor-Leste; overfishing; sobrepesca; Pesca ilegal; Tubarão ..



JAPÃO E CHINA COMPETEM EM PROMESSA FALACIOSAS -  JAPÃO PROMETE A CONSTRUÇÃO DE PORTO DE PESCA  EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE - JÁ NO ANTERIOR GOVERNO - MAS NADA FEZ ATÉ HOJE  

ONDE ESTÁ O PROMETIDO PORTO?   - 03/03/2014 - Japão vai financiar a construção de um porto de pesca em São Tomé e Príncipe eequipá-lo com vários navios de pescaequipamento de descarga e de. ... com vários navios depescaequipamento de descarga e de transformação de pescadoanunciou em São Tomé oporta-voz do governo.

CHINESES COM A MESMA CANTIGA ENSAIADA  13/10/2015 O acordo firmado com o governo são-tomense prevê que a empresa chinese invista pelo menos 120 milhões de dólares no projecto, avaliado em 800 milhões de dólares.
O porto deverá ser construído na zona de Fernão Dias, a cerca de 12 quilómetros da capital do país-arquipélago.Chineses constroem porto de águas profundas em São Tomé ...

TRÊS ANOS DEPOIS VÊM DIZER QUE  China admite apoiar construção de porto e alargamento de aeroporto em São Tomé
16/01/2018 O ministro chinês dos Negócios Estrangeiros, Wang Yi, afirmou hoje que Pequim está a estudar os projetos de alargamento do aeroporto de São Tomé e a construção de um porto de águas profundas para avaliar se investe nessas obra

A extensão da pista e requalificação do aeroporto internacional de São Tomé está em fase ainda de estudo de viabilidade e mantemos uma discussão bem profunda sobre este projeto", disse o ministro, que está de visita a São Tomé e PríncipeChina admite apoiar construção de porto e alargamento de aeroporto ...

02/02/2018 - Japão financia desenvolvimento da pesca na Ribeira Afonso Esta sexta – feira nas instalações da Direcção Geral das Pescas na capital São Tomé, o embaixador do Japão acreditado junto ao Estado são-tomense Maasaki Sato, e Adérito Quaresma Manuel, Presidente da Associação dos Pescadores da Vila da Ribeira Afonso, assinam um acordo de financiamento.Japão financia desenvolvimento da pesca na Ribeira Afonso – Téla Nón


02/10/2009 São Tomé e Príncipe: Comerciantes a braços com mais um escândalo financeiro  - A forma como foi aplicado um crédito japonês de 1,6 milhões de dólares, posto à disposição da Câmara do Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços (CCIAS) de São Tomé e Príncipe, está a revelar-se um novo escândalo financeiro no arquipélago.
Em declarações aos jornalistas, António Quintas Aguiar, membro da (CCIA), acusa o secretário-geral da instituição, Cosme Rita, de fazer uma “gestão familiar e partidária” do crédito japonês, beneficiando empresários e políticos locais, desconhecendo-se o destino do valor em causa. São Tomé e Príncipe: Comerciantes a braços com mais um escândalo ...

Japão corta em 30% o fornecimento de arroz a STP
16/12/2014 O Governo japonês que enviou o seu embaixador a São Tomé na última semana, informou o Primeiro-ministro Patrice Trovoada, sobre a redução no fornecimento do produto cuja definição do preço tem valor estratégico na caça aos votos., Tudo por causa da má gestão das remessas enviadas, explicou Patrice Trovoada. «O problema que existe é que no dia 6 de Dezembro o Japão tomou a decisão de reduzir a ajuda alimentar a São Tomé e Príncipe, por causa da má gestão», Japão corta em 30% o fornecimento de arroz a STP – Téla Nón

Japão: Arroz contaminado com pesticida e fungo leva ministro a renunciar - Cereal importado da China com pesticida e fungo é desviado para a indústria alimentícia e usado em produtos vendidos em oito regiões. A novidade é que a iguaria acaba de derrubar dois membros do primeiro escalão do governo japonês. O ministro da Agricultura, Seiichi Ota, e o vice-ministro, Toshiro Shirasu, pediram demissão após a descoberta de que comida contaminada por pesticida e fungo foi servida em escolas, restaurantes, hospitais, lojas e lanchoneteshttps://www.ecodebate.com.br/2008/09/22/japao-arroz-contaminado-com-pesticida-e-fungo-leva-ministro-a-renunciar/


18/05/2018  São Tomé e Japão assinam protocolo de ajuda alimentar no valor de 2 MEuro O governo são-tomense e do Japão assinaram hoje um protocolo de apoio à ajuda alimentar em donativos de arroz, avaliado em cerca de dois milhões de euros. São Tomé e Japão assinam protocolo de ajuda alimentar no valor de ...

18/05/2018  São Tomé e Japão assinam protocolo de ajuda alimentar no valor de 2 MEuro O governo são-tomense e do Japão assinaram hoje um protocolo de apoio à ajuda alimentar em donativos de arroz, avaliado em cerca de dois milhões de euros. São Tomé e Japão assinam protocolo de ajuda alimentar no valor de ...

Japão oferece 600 toneladas de arroz a São Tomé e Príncipe - SAPO 2412/11/2016 - O governo japonês ofereceu hoje a São Tomé e Príncipe 600 toneladas de arroz, de um total de 2.570 toneladas previstas para este ano,


Mochi: os bolinhos de arroz japoneses que matam   - 02/01/2018 -São pequenos "ovos" de arroz tradicionais no Japão, muito difíceis de consumir. Os mochi são tradicionalmente servidos durante as celebrações, como a passagem do ano, mas podem ser fatais: nesta entrada em 2018, pelo menos duas pessoas morreram e há várias em risco de vida por se terem engasgado com a iguaria.
Segundo a BBC, que cita meios japoneses, 90% das pessoas que acorreram às urgências na passagem de ano por estarem a sufocar tinham mais de 65 anos.Mochi: os bolinhos de arroz japoneses que matam - Diário de Notícias

Venda de barbatana de tubarão incentiva matança de golfinhos no Peru- A exportação de barbatanas de tubarão para a Ásia aumentou no Peru e é a principal causa da matança de 15.000 golfinhos por ano, que são usados como isca para caçar os grandes predadores, informou esta sexta-feira o Ministério da Produção.
'Por algum motivo, os asiáticos gostam da barbatana de tubarão', afirmou em entrevista coletiva Paul Phompiu, vice-ministro de Pesca do Ministério da Produção, destacando que a exportação da barbatana de tubarão aumentou 10% nos últimos anos.
Segundo o funcionário, as exportações têm como destino principalmente Japão, Hong Kong, Cingapura e outros países asiáticos, detalhou o funcionário.http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/10/venda-de-barbatana-de-tubarao-incentiva-matanca-de-golfinhos-no-peru.html

1.     12/09/2017Navios chineses apanhados a pescar toneladas de tubarões em ...
12/09/2017 Venda de barbatana de tubarão incentiva matança de golfinhos no Peru- A exportação de barbatanas de tubarão para a Ásia aumentou no Peru e é a principal causa da matança de 15.000 golfinhos por ano, que são usados como isca para caçar os grandes predadores, informou esta sexta-feira o Ministério da Produção.

'Por algum motivo, os asiáticos gostam da barbatana de tubarão', afirmou em entrevista coletiva Paul Phompiu, vice-ministro de Pesca do Ministério da Produção, destacando que a exportação da barbatana de tubarão aumentou 10% nos últimos anos.
Segundo o funcionário, as exportações têm como destino principalmente Japão, Hong Kong, Cingapura e outros países asiáticos, detalhou o funcionário.http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/10/venda-de-barbatana-de-tubarao-incentiva-matanca-de-golfinhos-no-peru.html~

19/09/2017 Chineses apanhados a pescar ilegalmente em Timor | Beachcam  - Japão é processado no Tribunal de Haia por caça de baleias na Antártica 
Governo japonês é acusado de maquiar captura de animais
Nos restaurantes japoneses, por exemplo, continua sendo oferecida a carne de baleia, mas seu consumo diminuiu bastante, de 230 mil toneladas em 1962 para 4.200 toneladas estimadas em 2009.. Chineses apanhados a pescar ilegalmente em Timor | Beachcam Tribunal Internacional de Justiça proíbe Japão de caça ás baleias ...

Japão é processado no Tribunal de Haia por caça de baleias na Antártica  - Governo japonês é acusado de maquiar captura de animais
Nos restaurantes japoneses, por exemplo, continua sendo oferecida a carne de baleia, mas seu consumo diminuiu bastante, de 230 mil toneladas em 1962 para 4.200 toneladas estimadas em 2009.. http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/06/japao-e-processado-no-tribunal-de-haia-por-caca-de-baleias-na-antartica.html
1.     12/09/2017Navios chineses apanhados a pescar toneladas de tubarões em ...
12/09/2017 Venda de barbatana de tubarão incentiva matança de golfinhos no Peru- A exportação de barbatanas de tubarão para a Ásia aumentou no Peru e é a principal causa da matança de 15.000 golfinhos por ano, que são usados como isca para caçar os grandes predadores, informou esta sexta-feira o Ministério da Produção.
'Por algum motivo, os asiáticos gostam da barbatana de tubarão', afirmou em entrevista coletiva Paul Phompiu, vice-ministro de Pesca do Ministério da Produção, destacando que a exportação da barbatana de tubarão aumentou 10% nos últimos anos.
Segundo o funcionário, as exportações têm como destino principalmente Japão, Hong Kong, Cingapura e outros países asiáticos, detalhou o funcionário.http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/10/venda-de-barbatana-de-tubarao-incentiva-matanca-de-golfinhos-no-peru.html  Navios chineses apanhados a pescar toneladas de tubarões em








Nenhum comentário :