expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 15 de março de 2019

MANIPULAÇÃO INFORMATIVA – Relatório dos EUA destaca violência doméstica e das autoridades em São Tomé e Príncipe – O relatório é de 2018, não de atualmente – Noticia omite o essencial – Patrice Trovoada, dispõe de bons apoios na media em Portugal para o promoverem e branquearem os seus crimes


Jorge Trabulo Marques - Jornalista  -- PATRICE TROVOADA -  Empresário misterioso TEM MUITO PESO NA MEDIA EM PORTUGAL – LEIA EXCERTOS DO RELATÓRIOS MAIS DESENVOLVIDOS E DOCUMENTADOS NA MINHA POSTAGEM ANTERIOR http://www.odisseiasnosmares.com/2019/03/relatorio-dos-direitos-humanos-2018-de.html


A LUSA divulga o  Relatório dos EUA, mas não diz o ano, que é 2018, cuja fonte nós traduzimos e  publicamos – Ao dizer: Uso excessivo da força, mortes provocadas pelas autoridades e a violência doméstica são os problemas que São Tomé e Príncipe enfrenta atualmente a nível dos direitos humanos, está a  dar a entender que o relatório se refere à situação atual – Ora isso é uma manipulação grosseira.  Muitos dos casos apontados, tão enraizados estão, que dificilmente se poderão mudar com um novo governo. Mas seja, como for, a  noticia não responde a uma das mais elementares normas do jornalismo: como e quando?
O Governo de Jorge Bom Jesus, tomou posse, tal como a LUSA divulgou, no dia 3 de Dezembro, ou seja,  no último mês do ano: https://24.sapo.pt/noticias/internacional/artigo/governo-da-sao-tome-liderado-por-jorge-bom-jesus-toma-hoje-posse_25223235.html


ONDE ESTÁ O QUANDO?  OU ALGUMA IMAGEM QUE IDENTIFIQUE O RELATÓRIO - E EXISTEM   -  A NOTICIA AO SITUAR O  ATUALMENTE, ESTÁ INDUZIR OS FACTOS COMO SENDO ATUAIS  - E SÃO ALUSIVOS AO ANO 2018  O TERCEIRO  PARÁGRAFO DA NOTICIA  É DESVANECIDO PELO IMPACTO DO PRIMEIRO

 Relatório dos EUA destaca violência doméstica e das autoridades em São Tomé e Príncipe

Uso excessivo da força, mortes provocadas pelas autoridades e a violência doméstica são os problemas que São Tomé e Príncipe enfrenta atualmente a nível dos direitos humanos, segundo um relatório publicado hoje pelos Estados Unidos da América"

O relatório anual dos direitos humanos, divulgado hoje pelo Departamento de Estado norte-americano, concluiu que a impunidade das autoridades que cometem violações dos direitos humanos permanece motivo de preocupação em São Tomé e Príncipe.

Enquanto o Governo fez alguns passos para investigar e processar responsáveis que cometeram abusos, as autoridades raramente puniram esses responsáveis, e a impunidade foi um problema", lê-se no documento hoje divulgado sobre o país de língua portuguesa da África Ocidental.


"Existiram amplos relatos", mas sem dados de processos judiciais ou julgamentos sobre violência doméstica, escreve o departamento de Estado, destacando a violência aplicada sobre as mulheres e a sua desinformação sobre os direitos pessoais.

As mulheres mais velhas e habitantes das zonas rurais sofrem de alguma discriminação, constatam os EUA.- Excerto de


PIPA DE MASSA OFERTADA POR PINTA CABRA À RTP-ÁFRICA PARA PROMOÇÃO DO GOVERNO, PAGANDO SALÁRIOS DE FOME  NA TVS E NA DEMAIS ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 

A denúncia foi feita por  Octávio Bandeira, EM INFORMAR COM VERDADE, devidamente documentada, através de dois ofícios, que aqui reproduzimos,  dizendo que, Patrice Trovoada, além de ter gasto uma fortuna em viagens"  ( Sim, basta lembrar que, em 2015, Patrice só cá esteve 75 dias em 2015- Viagens custaram 1milhão e oitocentos mil euros .    ainda se deu ao luxo de pagar  luxuosas alcavalas a quem o promovesse 
Tendo lembrado, no post que editou, que, "enquanto a TVS a estação de televisão do Estado e a Radio Nacional, caiam aos pedaços, por falta de investimentos, o senhor Patrice Trovoada esbanjava o dinheiro do povo ao seu belo prazer.
De recordar que nem viaturas em condições a TVS Estação Televisiva tinha para resolver os problemas nas deslocações para suas reportagens .
Uma aberração sabendo que RTP África tem correspondente em STP enviando com frequência reportagens e não só para Portugal.
Veja a nota do pedido. Além de viagens pagas aos Jornalistas da RTP ÁFRICA.
Resta saber se a Jornalista kadidja Pinto Monteiro declarou estes valores ao fisco Português.
DE SEGUIDA O TEOR DE DOIS OFÍCIOS PARA CONSUMO INTERNO, QUE AGORA FORAM DESLINDADOS
ASSUNTO – Deslocação de uma equipa da RTP-África a S. Tomé e Príncipe para intercâmbio no âmbito do programa Sou Capaz



O Governo da República Democrática de $.Tomé e Príncipe, reconhecendo o papel relevante que os meios de comunicação social, em especial os audiovisuais desempenham na promoção  e transfonação dos valores sectores-económicos e culturais dos povos; 


Per este facto. a RTP-África tem levado aos telespectadores, um programa denominado SOU CAPAZ, cujo objetivo é a identificação dos problemas existentes nos países de expressão Portuguesa, realçando a possibilidade de solução através de ideias, experiências, incentivos e opo unidades em várias instituições que trabalham em prol do desenvolvimento sustentável; 


Considerando que o referido programa pode ser um veículo de transmissão e divulgação dalgumas ações do XVI Governo Constitucional, vimos propor à Vossa Excelência se digne autorizar a deslocação â S.Tomé e Príncipe, no espaço temporal de 2 (duas) semanas a partir de 10 de Junho próximo, de uma equipa da RTP-Afica composta pela Senhora Jornalista Kadidja Pinto Monteiro- realizadora do Programa SOU CAPAZ, coadjuvado pelo Senhor Rui Martins Barai 


Neste sentido, sirvo-me da presente para propor à Vossa Excelência o seguinte:

1 • Que se digne autorizar o pegamento dois bilhetes de Passagem aéreo, no valor de STD· 61.985.000,00 (Sessenta e Um Milhões   Novecentas  e Oitenta e Cinco Mil Dobras) de conformidade  a factura à Agência  Mistral Voyages. 

Assunto: Pagamento da Produção/Divulgação de um Spot Publicitário das Ações do XVI Governo Constitucional no Programa SOU CAPAZ da RTP-África.

EXCELÊNCIA

A equipa do Programa Sou Capaz da R,TP-África representada pela Jornalista Kadidja Pinto Monteiro esteve em S.Tomé e Príncipe de 24 de Junho a 08 de Julho de 2016, com objetivo de produzir e divulgar um spot publicitário das ações do XVI Governo Constitucional no Programa Sou Capaz da RTP-África.

Durante a sua estada, a equipa teve a oportunidade de entrevistar os Dirigentes do Governo Central, Poder Local e Regional. Representantes das Nações Unidas. Missões Diplomáticas. Sociedade Civil, Empresários, e outros, para obter conteúdos necessários à produção do Programa, 

Para o efeito, vimos solicitar a Vossa Excelência, se digne autorizar o pagamento de € 15.000,00 (Quinze Mil Euros) para a produção do programa e sua divulgação 1 vez/semana durante 6 (seis) meses de exibição e outros 6 de repetição.

É tudo quanto cumpre-me propor à Vossa Excelência que, no seu douto critério, melhor decidira.   

S. Tomé, 19 de Julho de 2016



Nenhum comentário :