expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

segunda-feira, 6 de maio de 2019

Ministro congolês da Agricultura quer reforçar cooperação com São Tomé e Príncipe – Foi a noticia de abertura do telejornal da TVS de Domingo




Diplomacia de Jorge Bom Jesus, reforça cooperação com um dos países mais ricos do Continente Africano – Estamos nesta maravilhosa Ilha, por uns dias, que estamos aproveitar da melhor maneira possível para daqui levarmos muitas imagens e vídeos que contamos editar após o nosso regresso – À noite, quando nos preparávamos para saborear um delicioso prato típico santomense, deparámos com esta excelente noticia no telejornal da TV, a que LUSA, se referiu e que transcrevemos com muito gosto 

São Tomé 05 Maio 2019 (Lusa) - O ministro congolês da Agricultura, Pesca e Pecuária, Henri Djombo, manifestou hoje o desejo de "desenvolver uma cooperação mutuamente vantajosa" com São Tomé e Príncipe "para permitir que os dois países caminharem juntos para um desenvolvimento durável".

Nós precisamos desenvolver uma cooperação mutuamente vantajosa entre os nossos povos irmãos e relações dignas que deverão permitir-nos caminhar juntos para o desenvolvimento durável", disse Henri Djombo que efetua uma visita de trabalho a São Tomé e Príncipe, a convite do seu homologo, Francisco Ramos.

Em declarações a jornalistas após visitas a diversas infraestruturas agropecuárias e zonas turísticas de são Tomé, o governante do Congo Brazzaville defendeu que os países da sub-região devem encontrar "melhores mecanismos de cooperação entre si", sublinhando que Congo Brazzaville e São Tomé têm "similitudes que podem facilitar uma boa cooperação a nível agropecuária".

"Devemos efetuar trocas regulares de ideias e ações favoráveis a esse desenvolvimento, nós temos especificidades que nos privilegiam nas nossas ações e que podem ser partilhadas entre nós", acrescentou Henri Djombo cuja visita de trabalho ao arquipélago termina no dia 08. https://www.dn.pt/lusa/interior/ministro-congoles-da-agricultura-quer-reforcar-cooperacao-com-sao-tome-e-principe-10864486.html




Nenhum comentário :