expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 25 de maio de 2019

Sundy na Ilha do Príncipe e cidade do Sobral no Ceará no Brasil - Em 29 de Maio - Na lupa da media e da astronomia mundial - Cem anos depois para evocar a Teoria de Einstein - Em que uma equipa de astrónomos britânicos, da Royal Society of London e Royal Astronomical Society, chefiaram expedições ao Brasil e à ilha do Príncipe para fotografar um eclipse total do Sol - Marcelo Rebelo de Sousa, vai estar presente na inauguração do Espaço Ciência Sundy, a convite do seu homólogo Evaristo Carvalho

Jorge Trabulo Marques - Jornalista, fotógrafo  e investigador

 O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, vai deslocar-se num avião da Força Aérea Portuguesa, com uma comitiva de apenas  oito pessoas, que é quanto comporta a aeronave, com regresso previsto para o mesmo dia – A confirmação foi-nos dada por uma fonte da PR


ILHA DO PRÍNCIPE-   DIA 29 VAI ESTAR NA LUPA DA IMPRENSA MUNDIAL COM O EPILOGO NA ROÇA SUNDY – Na tarde deste sábado, dia 25, a  ÁFRICA, tem estado a dedicar-lhe uma edição especial, com os estudos centrados nesta maravilhosa a, a propósito das  Comemorações do Centenário da Confirmação da Teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein, que se realizarão a 29 de Maio, data comemorativa, assinalada com a inauguração no Espaço Ciência Sundy, na sede da roça com o mesmo nome
Tal como já nos referimos,  o convite partiu do seu homólogo santomense, Evaristo Carvalho, para participar nas Comemorações do Centenário da Confirmação da Teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein, que se realizarão na Ilha do Príncipe.


No próximo dia 29 de Maio, a  Ilha do Príncipe, vai ser notícia mundial – Data em que se vai assinalar o centenário da confirmação da teoria da relatividade  confirmada por  Einstein, com a colaboração do astrónomo  britânico Sir

Arthur Eddington. Eddington, que  viajou para a ilha de Príncipe ao largo da costa ocidental da África para fotografar o eclipse solar. Eddington também enviou astrónomos para Sobral, no Brasil, caso estivesse nublado

Diz a LUSA, que, a inauguração, citando palavras de Joana Latas, pretende "valorizar e reconhecer a herança científica, cultural e histórica da ilha do Príncipe", disponibilizando uma exposição interativa sobre o fenómeno.
A roça Sundy, hoje um espaço turístico, acolherá também, no futuro, o Planetário, que "será o ex-libris deste espaço temático", além de preservar a memória do legado industrial.
Ao longo dos próximos dias, a ilha são-tomense acolhe dezenas de investigadores de todo o mundo, que vão participar em palestras sobre vários temas, como a participação das "Mulheres na Ciência" ou a "Astronomia, África e Agenda 2030" (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU), e encontros como o do Grupo Lusófono de Astronomia para o Desenvolvimento (PLOAD, na sigla em inglês), com a participação dos representantes de Portugal, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e São Tomé e Príncipe.
Os eventos são o culminar de um trabalho que começou em 2013, por iniciativa do Governo da Região Autónoma do Príncipe e várias organizações internacionais, envolvendo os alunos e a população da ilha. "A celebração teve sempre como premissa o envolvimento da população do Príncipe", referiu a responsável, que afirmou que o centenário permite "evocar um orgulho que poderia estar mais adormecido", além de garantir uma projeção internacional.
A cidade brasileira do Sobral acolhe, entre terça e quinta-feira, palestras, mostras sobre Astronomia, Astrofísica, História do eclipse de 1919, Relatividade Geral e Cosmologia, assim como o lançamento de livros sobre o tema, numa parceria entre a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, a Prefeitura de Sobral e o Governo do estado do Ceará.
Durante os três dias, o Centro de Convenções da cidade receberá ainda o Encontro Internacional Centenário do Eclipse de Sobral.
No dia 29, entre outros eventos, será realizada, no Theatro São João, a Global Opera in Science com transmissão simultânea em Sobral, Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, Ilha do Príncipe e Noruega, e que conta com a participação de alunos dos dois países.
Será ainda reinaugurado o Museu do Eclipse, com apresentação da Orquestra da Universidade Federal do Ceará.

O centenário do eclipse é ainda tema de uma exposição presente na Câmara dos Deputados, em Brasília, inaugurada em 14 deste mês, e que permanecerá aberta até 15 de junho.

Nenhum comentário :