expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 1 de junho de 2019

Dia Mundial da Criança - Meu Tributo às sorridentes crianças de S. Tomé e Príncipe - Com poemas dedicados ao 1º Junho – Extraídos da Antologia Poética Juvenil de STP – 1975-1977 - Vídeo gravado no coração de Neves, com um grupo de amorosas crianças e suas amáveis mães, quando, em Maio passado, ali me desloquei numa romagem de saudade – Para encontrar o Pescador que me fez a canoa num velho ocá da Floresta, que me levaria a conhecer uma das mais dermáticas epopeias das minhas aventuras marítimas, ao longo de 38 atribulados dias

 Jorge Trabulo Marques - Jornalista - e Investigador
 





Ainda o que vai valendo é a generosidade da natureza
A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes.... Disse Oscar Wilde.  Mas as crianças de São Tomé já são boas e amáveis por natureza – O que é preciso é saber corresponder aos gestos e afetos  de espontaneidade   à doçura que se espelha nos sorrisos dos seus rostos de uma tez negra ou morena mas luzidia como é o brilho dos seus olhos ou a alvura que ressalta de entre os seus lábios . Abrem-se em rasgados sorrisos ao visitante, com a mesma simplicidade com que vivem o dia a dia. Nunca regateiam um  sorriso de alegria e de  calorosa inocência mesmo que  não sejam correspondidas – De resto, as expressões de simpatia e afabilidade são timbre das gentes deste pequeno mas maravilhoso país.


Neste 1º de Junho, Dia Mundial da Criança, recordo aqui alguns poemas da Antologia Poética Juvenil de S. Tomé e Príncipe, publicada em 1977, sobre o 1º ano da Revolução  -





Vídeo registado no coração da aldeia das Neves, em Maio passado, com grupo de alegres crianças e algumas mães- -  Bons momentos, vividos naquela tarde,  cantaram o Hino Nacional - Em que ali fui procurar o pescador que me construirá a canoa ou alguém que ainda se lembrasse - Essas recordações. só depois quando desci até  à praia com um grupo de pescadores. - De que conto vir a recordar noutra oportunidade

Regressado a São Tomé, ainda no mesmo ano, e já com São Tomé e Príncipe independente, tentei empreender a travessia ao Brasil. A canoa foi  construída num tronco de ocá, por um Pescador, numa encosta de Neves – Dali levei-a à vele a remos para um pesqueiro americano, a fim de ser largadas na corrente Equatorial a Sul de Ano Bom Porém, à chegada a esta ilha, o comandante propôs-me abandonar a canoa e ficar a trabalhar a bordo, alegando que a mesma estorvava e que a aventura era muito arriscada. Na impossibilidade de ser levado para a dita corrente, decidi-me pelo regresso a São Tomé para tentar a viagem noutra oportunidade. Foi então que uma violenta tempestade, me surpreendeu em plena noite, tendo perdido a maior parte dos viveres, os remos e outros apetrechos. Foram momentos indescritíveis. Ao sabor das vagas, num simples madeiro escavado, durante 38 dias, é  difícil imaginar pior situação.



EM S. TOMÉ  E PRÍNCIPE HÁ REALMENTE MUITAS PRIVAÇÕES - NO ENTANTO, NÃO SE VÊEM ALI AS MESMAS IMAGENS DE CRIANÇAS DESNUTRIDAS E ESFOMEADAS DO RESTO DE ÁFRICA - 

Não tanto por bondade dos homens  mas graças à generosidade da Natureza: as crianças são gentis e afetuosas, exprimem sorrisos amáveis e de inocente extemporaneidade e alegria - Todavia,os  relatórios das Nações Unidas Para a Infância, têm vindo alertar , de que mais de 70% das crianças são-tomenses são pobres e “apresentam maior vulnerabilidade relativamente a situação da proteção social”. Outro dos aspetos, preocupante,  é o abandono e trabalho infantil.
“A pobreza vê-se em todo o lado em São Tomé” palavras do Bispo da Diocese de São Tomé e Príncipe Dom Manuel António- De há um ano 
Continuo a ver o meu povo sofrer com a pobreza”, sublinhou

 OS MENINOS DA MINHA RUA - POR DOM MANUEL DOS SANTOS  - Lido do seu livro "Aqui onde estou todos os Sonhos São  Verdes"



 

OH MENINO!
- Oh menino que estás ali sentado
no chão, que tens ?
Estás triste choramingando
Porque não brincas como os outros
meninos que estão ali no jardim do povo
Não sabes que dia é hoje?

- Sei que hoje é 1 de Junho, dia
Internacional da Criança e não
Posso brincar com elas
São diferentes de mim porque sou doente.

-Não penses nisso, criança, tens
os mesmos direitos iguais aos deles.
Também és livre.
Brinquem de braços dados olhando
para o dia de amanhã.



Imagem do Télanon




DIA DAS CRIANÇAS
1ª de Junho, dia alegre 1.º de Junho, dia de sol
1.º de Junho, dia sem chuva PORQUÊ?
Crianças saltando, rindo e gritando Todo o mundo alegre
Todo o mundo ri
Porque é o dia das crianças. É o dia das crianças.
No céu o sol brilha;
É o dia das crianças.
No céu as estrelas cintilam. Aqui, ao pé de mim
Crianças saltando, cheias de vida
 Riem, comem e dão largas ao seu dia.
 Além, onde só existe miséria
Onde só existe frio,
Onde só existe fome,
Crianças pobres
De esperança, dirão: É o nosso Dia no sorriso. 

 












DIREITOS DA CRIANÇA
Quando era criança,
 perguntava a mim mesmo,
como é que o avião poderia voar
 se ele era mais pesado do que eu?

O que há dentro do carro
com que fazia que ele poderia andar
como é que as aves vão tão alto,
que eu não posso lá ir?

 Tudo isso são coisas que as crianças
 actualmente pensam.
Então elas traduzem tudo isso
à sua maneira. 

  
DIA DAS CRIANÇAS

1.º de Junho, dia alegre 1.º de Junho, dia de sol
1.º de Junho, dia sem chuva PORQUÊ?
Crianças saltando, rindo e gritando Todo o mundo alegre
Todo o mundo ri
Porque é o dia das crianças. É o dia das crianças.
No céu o sol brilha;
É o dia das crianças.
No céu as estrelas cintilam. Aqui, ao pé de mim
Crianças saltando, cheias de vida Riem, comem e dão largas ao seu dia. 
Além, onde só existe miséria
Onde só existe frio,
Onde só existe fome,
Crianças pobres
De esperança, dirão: É o nosso Dia no sorriso. 







UÁ TÚDÚ MINA PIQUINA

D'já sé çá d'já diné mina piquina
Ano sé çá plurnê ano cú non
Nai Santomé cu Plinspi sá cá fé
féça sé cú çôstô lumado

Á flá mina piquina ni quinté
Sá vinté. Dédo pó sá cá  fedé
Á ná coté zuça butáfá
Sósósó a ná cá pô quêcê dinéfá.

D'já nã di Junho séên
Cu sá cá biên
Non ná cá quêcê di bi lêlê iné
Codá cedo cu tlôqui sun Dêçu
 M ócú cáta cá moeu di lecado
Iné cu tê opé lévé
Cu cá bá lecado na ca tadafá

Zúgú-zúgú mina piquina
Cê mén cê pé çá e ni escola
Home di amanhã
Sélá le nón pensa e sebê dê

Cáli di nón cu ná foi mina piquina
Quiado bém ou ma.li
Hoie nón sê cu viela vida
Cá cá pia tudo cuá di mundo

Quiá di tempo ná cá icé de miolefá
 Tudu cuá mudá
Sósósó bamú zuntá mó di fécu di bassóla
Cu tudu mina piquina d'já sé.

Ni quinté, ni luá, ni vila, ni lucham
 Mina piquina sá nã só
Iné só sá pó di lêdê, homé di amanhã
Mamu ná leguinéfe ô povô.


CADA CRIANÇA É UM DE JUNHO
Dia 1 de Junho é o dia mundial
 Das crianças; é um dia brilhante
 Significa amor, paz e carinho.
Pois devemos lembrar que elas, as crianças
 Também são seres humanos e
Precisam de viver.

1.º de Junho, dia inesquecível
És macio como uma criança
Cada criança é um 1º de Junho
Cada 1.º de Junho para as crianças é uma esperança.

Cada dia, cada hora,
Vão morrendo milhares de criança
 A fome, na guerra.
No dia 1 de Junho as estrelinhas
lá no alto estarão cintilantes como
querendo dizer glória eterna a todas
as crianças que já morreram.

Nenhum comentário :