expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 15 de junho de 2019

EXPRESIDENTE DE STP, FRADIQUE MENEZES, QUER VER O FORAGIDO GOLPISTA, PATRICE TROVOADA, NO TRIBUNAL A RESPONDER PELA TENTATIVA DE PROMOVER ASSASSINATOS NO FRACASSADO GOLPE QUE FINANCIOU - Em 16 de Julho de 2003

Jorge Trabulo Marques - Jornalista

São-Tomé, 14 Jun ( STP-Press ) “ Se o cidadão, Patrice Trovoada de facto fez isto, ele tem de responder por isso”- declarou quinta-feira do ex-Presidente República são-tomense, Fradique de Menezes no final da audiência na Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o golpe de 2003 face as acusações de Peter Lopes, envolvendo, o ex-primeiro-ministro, Patrice Trovoada, na supracitada intentona.

A saída da audiência, o antigo Chefe de Estado são-tomense, disse que “este golpe foi direcionado contra mim … para suprimir este individuo [Fradique de Menezes] que estava a incomodar muita gente”, tendo sublinhado que “ se o cidadão Patrice Trovoada, de facto, fez isto, ele tem de responder por isso. Mas, agora como saber?.”

Fradique quer Patrice descascado
“ Não vim cá confirmar e desmentir coisa nenhuma” disse Fradique de Menezes que apesar da amnistia parlamentar sobre os actos práticos durante o golpe, considerou a denúncia de Peter Lopes como sendo um caso novo e merecedor de investigação.

“ Isto é um caso novo porque nesta altura, quando se deu amnistia, era daquilo que tinha havido, mas, entretanto surge esse caso novo, quando um cidadão vem dizer que houve um individuo que finalmente era chefe e que ele até ordenou para ceifar vida à três dirigentes, aí a Assembleia está no seu direito de criar uma comissão para de facto verificar”, argumentou Fradique de Menezes.

“ Assembleia Nacional pode criar tantas comissões quantas forem necessárias para investigar” disse Fradique de Menezes, tendo acrescentado que “ este trabalho que Assembleia Nacional está a fazer agora deveria ter sido a Procuradoria-Geral da República”.
Fim/RN http://www.stp-press.st/2019/06/14/se-patrice-trovoada-fez-isto-ele-tem-de-responder-por-isso-fradique-de-menezes/




Agosto 15-2017 - Senhor Patrice Trovoada, lembras que tu tens compromissos connosco sobre o Golpe de Estado de 2003, no qual o senhor foi financiador. Eu tenho cartas assinadas pelo teu gabinete, pela tua secretária para eu trazer investidores em São Tomé, trouxe, gastei tempo, gastei dinheiro, fiz compromissos. Quem vai pagar estes gastos todos? O senhor tem vários compromissos connosco, o senhor disse-nos que, uma vez no poder, ia-nos dar parte dos negócios que nós gostaríamos de fazer. Todos têm que saber, o senhor mandou-nos matar o senhor Pinto da Costa e nós não aceitamos. O plano do senhor, depois do Golpe era para assassinar o ex-presidente Fradique de Menezes. O senhor tem que lembrar que tem compromissos connosco a dizer para nós assassinarmos o Oscar Souza, o que nos negamos. O senhor tem que lembrar que foi a fonte da destruição dos 12, o senhor infiltrou o nosso grupo, destruiu os Búfalos”, declarou Peter Lopes no seu vídeo que divulgou em meados de Agosto. .


11-11-2017   - POSTADO NESTE SITE  - Peter Lopes não se deixa intimidar por ameaças do “financiador do Golpe de Estado 2003  “NÓS OS BÚFALOS SALVAMOS-LHE A  PELE VÁRIAS VEZES – O PT DEVIA PÔR ISSO EM MENTE” – O Ex-operacional 2003   já enviou carta ao PGR para colaborar com a justiça e acusa o PM de ter “agido como bandido:  de ter sustentado financeiramente o grupo de 12 operacionais. “O Patrice numa tranche, em  Maio de 2003, deu ao Arlécio 30 mil dólares americanos para quê??” – “O Patrice não vale nada!” “Eu conheço-o bem. Fui criado com sua mãe!....” "Mas o facto de eu ser criado pela mãe dele isso não lhe dá o direito de decidir o meu futuro. E querer decidir com a mão esquerda “Ele está a usar a política de dividir para reinar, comprando as pessoas, semeando ódio e a divisão entre as pessoas que vivem com medo de perder o seu emprego. " “Vou a este combate com ele….Ele é um arrogante burro ditador atrevido. Não tem nada de são-tomense. Está a vender a nossa linda ilha aos Ruandeses”


Peter Lopes 


JTM -  Arlécio Costa e Patrice Trovoada vieram afirmar que é tudo mentira o que disseste no vídeo: “que estás ao serviço de alguém…que não passa de uma calunia com objetivo de manchar a sua imagem.  – Por que é  que achas que Arlécio Costa deu essa entrevista, dizendo que sofres de problemas mentais.

Peter Lopes - O Arlécio Costa para mim é um Judas. É  alguém que subiu a montanha e agora está descendo com  o rabo e as calças todas rasgadas. Ele sabe que é  uma verdade que ele quer desmentir para receber migalhas do Patrice. Repara bem.. O Patrice sustentou o grupo dos 12 homens durante 1 ano e seis meses em S. Tomé  o Arlécio recebia todas as semanas dinheiro em caixote de papel vindo do PT através do seu ajudante pessoal Bala para pagar rendas da casa onde vivíamos em quilombo.  – Mais à frente excertos dos diálogos e da impressionante entrevista

Peter Lopes  - “As reuniões de mobilização e politização decorriam muitas vezes em restaurantes e sempre o nome do Patrice Trovoada era mencionado como apoiante das nossas iniciativas”  - Declarou-nos, o ex-membro do antigo batalhão Búfalos 32, da África do Sul, num curioso diálogo, que, por várias vezes mantivemos,  antes   de agora enviar uma carta à PGR anunciado “a sua total e inteira disponibilidade para colaborar com esta instituição no sentido da descoberta da verdade dos factos”.

Peter Lopes  - “Boa tarde ouvi k o antigo presidente da Nigéria veio desmentir? Só agora porquê??... Porque é  k ele não desmentiu o nigeriano k escreveu o livro?? Será k ele não leu o livro?”  -  “As primeiras negociações dos búfalos com os Trovoadas, começaram, em 1996,  quando Miguel Trovoada recebe Arlécio Costa em São Tomé  com dois indivíduos  brancos com a finalidade de treinar tropas ou guarda Presidencial” - Mais à frente outros pormenores dos excertos do impressionante dálogo e entrevista que tivemos,em várias ocasiões, com Peter Lopes  

MENSAGEM AO POVO SANTOMENSES DE PETER LOPES  -

"Gostaria de dizer ao povo de São Tomé  e Príncipe que o ingrato não sou eu. Porque o Patrice nunca me deu nada que hoje pudesse agradecer; o ingrato ė ele a que o povo deu a maioria absoluta e ele vira e chama o mesmo povo de Povo Piqueno
O facto de eu ser criado pela mãe dele isso não lhe dá o direito de decidir o meu futuro. E querer decidir  com a mão esquerda

O facto de eu ser criado pela mãe dele isso não lhe dá o direito de decidir o meu futuro. E querer decidir  com a mão esquerda

Eu respeito e sempre vou respeitar a Tia Helena mas também eu queria ter algo para recompensar a todos que fizeram parte da minha vida em São Tomé e que me ajudaram nos momentos mais difíceis da minha vida. Não só a tia Helena mas outros.


 VAIDOSO E PROVOCADOR - CAPAZ DE TODAS AS PATIFARIAS

O filho de Miguel Trovoada, Patrice, um homem rechonchudo, de aparência jovem de quarenta anos, veio para me ver uma manhã no meu hotel. Ele usava calças e uma camisa tropical e um anel de ouro cravejado de diamantes. Patrice, que é referido atrás das costas como Baby Doc, divide seu tempo entre são Tomé, Paris, e Houston, onde ele é dono de uma empresa de construção. ele se converteu ao Islã um número de anos atrás. ele se orgulha de sua amizade com alguns dos ditadores da África incluindo Kadafi, e ele sabe que ele é uma figura notória em São Tomé. "não estou bem quisto pelas elites aqui", disse ele, "porque eu tenho um pouco de dinheiro e porque eu fiz isso por meu próprio, fora de São Tomé."


 Nós sentámo-nos em um sofá no lobby, e, quando começamos a falar, Patrice foi interrompido por uma chamada em seu telefone celular.Ele pediu desculpas e explicou que era sua mãe. "Ela ficaria furiosa se soubesse que eu estava fora da cama."

Jon Lee Anderson

Patrice se virou para mim e falou sobre Fradique. "O homem é muito estranho. Ele não tem esposa" -sua mulher morreu há dez anos- "sem crianças, sem pais,sem amigos, e ele é como um touro selvagem. Ele cobra para a frente. Uma coisa é certa: ele não gosta dos nigerianos, e isso pode ser muito perigoso para São Tomé e Príncipe. Os Estados Unidos não estão levando em conta o tipo de homem que eles têm como um parceiro aqui. Os próximos meses são particularmente cruciais, e Fradique vai decepcionar muita gente. Ele é um orador doce, mas ele não tem metodologia. E eu sou responsável por isso "-Patrice riu." Fui eu que escolhi este homem! Nós escolhemos-lo para que ele pudesse assegurar alguma visão que tínhamos, e para que eu pudesse voltar para o back office. Imaginei que ele iria levar um ano para fazer alterações mas não da maneira que ele fez isso!" 

 



– Lê-se num extenso artigo publicado, em The New Yorker,   2002-10-07 ,  e posteriormente também editado num dos  vários livros de autoria de Jon Lee Anderson –; que foi correspondente da Guerra em locais, como Afeganistão, Iraque, Uganda,  Israel, El Salvador, Irlanda, Líbano e Irão, Médio Oriente é conhecido por seus inúmeros perfis de líderes políticos, incluindo Hugo Chavez, Fidel Castro e Augusto Pinochet





"O acordo ERHC- São Tomé foi descrito como um dos piores da história do xadrez da indústria do petróleo", disse Hayman. "A ERHC obteve um arranjo incrivelmente lucrativo sob condições quase totalmente opacas". A implicação, claro, é que os Trovoadas receberam dinheiro dos nigerianos em troca das concessões e que tentaram comprar o Fradique, mas que ele não iria por isso. Até que surgiu o problema dos negócios do petróleo, Patrice Trovoada foi ministro das Relações Exteriores de  Fradique o demitiu” 

FRADIQUE MENEZES CONTRATOU DOIS DOS ADVOGADOS MAIS FAMOSOS DOS EUA PARA SE OPOR AOS  ACORDOS RUINOSOS DOS TROVOADAS COM A NIGÉRIA  Por isso mesmo, nao tardaram a mover-lhe um traiçoeiro golpe de Estado para o afastarem da Presidência da República .

GregorY Bestor
Fradique contratou dois advogados para resolver seus problemas com os contratos de petróleo. No dia em que chegaram a São Tomé, Fradique convidou-nos a jantar na Quinta da Favorita” (…) "Eu juro que não ganhei dinheiro, você pode tomar minha palavra ou não". Branco disse que estava preocupado com as consequências se os nigerianos achassem que o acordo estava caindo aos pedaços. "

Michel ó Connor

QUEM ERAM OS ADVOGADOS:  Gregory Bestor "Greg" Um ex-advogado do escritório de Williams e Connolly de Washington, DC Craig representou numerosos clientes de alto perfil. Craig ex- Advogado da Casa Branca sob o presidente Barack Obama de 2009 a 2010. Gregory B. Craig - Wikipedia

Michael F. O'Connor é co-presidente do grupo de treinamento de transações e consultoria de negócios da Williams & Connolly LLP. Ele tem uma prática diversificada que representa corporações e indivíduos em uma variedade de assuntos. Michael O'Connor - Williams & Connolly

Nenhum comentário :