expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Portugal vence a Suíça por 3-1 com a magia de Cristiano Ronaldo – E vai a disputar a final, no Domingo, na Liga das Nações, com a Inglaterra ou Holanda, .

Jorge Trabulo Marques - Jornalista e Fotojornalista -HAT-TRICE DO MÁGICO RONALDO DIRETOS PRÁ CAPOEIRA DOS ALPES SUIÇOS  - TRÊS DOS SEUS DRIBLES FOI A CONTA QUE DEUS FEZ EM NOITE DE ALTA INSPIRAÇÃO ARTÍSTICA
 
 Imagens do meu arquivo

A arbitragem, com um penalti discutível, na 2ª parte, uma vez mais quis trair a turma de Cristiano Ronaldo, mas a equipa nacional, não se intimou e o ídolo madeirense, soube dar a volta ao resultado

 

O primeiro golo surgiu na 1º parte:  - A seleção das quinas, logrou abrir as hostilidade e inaugurar o marcador com um grande   golo de Cristiano Ronaldo 

"Na segunda parte instalou-se a polémica quando o árbitro Felix Brych viu um penálti muito, muito, discutível. O árbitro alemão entendeu que Nélson Semedo derrubou Steven Zuber com recurso à falta e Rodríguez, chamado a converter o castigo máximo, não perdoou na cara de Rui Patrício. O guardião português ainda adivinhou o lado, mas não conseguiu travar o remate do lateral suíço" - Diz quem lá esteve..

"Momento do jogo: O segundo golo de Portugal apareceu num momento em que já cheirava a prolongamento no Estádio do Dragão. O craque português assinou mais uma daquelas noites que vão ficar, com toda a certeza, na história de Portugal. E o nosso país agradece, CR7 - https://www.noticiasaominuto.com/desporto/1266115/portugal-suica-acompanhe-todas-as-incidencias-da-partida

Nenhum comentário :