expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quinta-feira, 6 de junho de 2019

ROSEMA E A ENORME DÍVIDA AO FISCO DOS CALOTEIROS MONTEIRO - O governo são-tomense apresentou hoje na Procuradoria-Geral da República, uma queixa-crime contra os ex-responsáveis da Cervejeira-Rosema, afetos à SAR-Solnivan,Lda, dos Monteiro, por uma alegada “dívida fiscal” no valor de STD 193.755.471,00 dos impostos de 2014 à Abril de 2019” - A divida, em 2011, era já acima de dois milhões de euros – A estrada para a Neves, têm sido danificada pelos pesados camiões, no entanto, nem uma dobra ao Estado.

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise

NOTICIA PUBLICADA, EM 2011 – HÁ 8 ANOS – DAVA JÁ CONTA DE GIGANTESCA DÍVIDA AO FISCO  2Cervejeira Rosema do deputado “Nino Monteiro” é actualmente o maior devedor imune do Estado “

A estrada para o distrito de Lembá, em Neves, está cheia  de buracos, em péssimo estado, devido, sobretudo, aos pesados camiões que fazem o transporte da cerveja – Que, além do enorme peso, têm sido uma ameaça permanente para as demais viaturas – Todavia, nem uma única dobra para o fisco, senão para os bolsos dos proprietários e das suas cumplicidades 

Pois veja-se como se têm comportado os caloteiros, segundo uma pesquisa divulgado, há 8 anos pelo jornal Téla Nón:

Os dados recolhidos pelo Jornal TN, indicavam que,  desde o início de 2011, que recaem sobre a cervejeira Rosema, propriedade do deputado do MLSTP/PSD Domingos Monteiro Fernandes, vulgo Nino Monteiro, dois processos de execução fiscal, no valor superior a 39 mil milhões de dobras, o mesmo que 1 milhão 597 mil e 225 euros. Dívidas acumuladas até 2010. Outros elementos colhidos pelo Téla Nón, confirmam que a Rosema deve ao Estado mais  14.400.000.000, (14 mil milhões e 400 milhões de dobras), ou seja, 587 mil 755 euros, referente ao ano 2011.

No cômputo geral, a dívida acumulada em 2010 pela cervejeira do deputado Nino Monteiro, cujo processo de execução segundo fonte do Téla Nón,  tem sido simplesmente ignorado, pelo próprio governo, junta-se a dívida de 2011 que está na fase administrativa, totalizando 53.000.000.000.00 (cinquenta e três mil milhões de dobras), o equivalente a 2 milhões 163 mil e 265 euros. Cervejeira Rosema do deputado “Nino Monteiro” é actualmente

 GOVERNO DE JORGE BOM JESUS, FORÇA EMPRESA PREVARICADORA AO CUMPRIMENTO DA LEI


São-Tomé, 06 Jun ( STP-Press ) –  O governo são-tomense introduziu hoje na Procuradoria-Geral da República, uma queixa-crime contra os ex-responsáveis da Cervejeira-Rosema, afetos à SAR-Solnivan,Lda, dos Monteiro, por uma alegada “dívida fiscal” no valor de STD 193.755.471,00 dos impostos de 2014 à Abril de 2019” de acordo com um comunicado do executivo enviado à STP-Press.

Segundo o comunicado a queixa-crime surge por governo “achar que se verificaram nos autos de auditoria que a Direcção dos Impostos e a Inspecção Geral das Finanças fizeram a referida empresa e nos suportes documentais, fortes indícios da prática de fraude fiscal e abuso de confiança fiscal, crimes esses de natureza económica, puníveis pela nossa legislação fiscal e penal vigente”.

Bebam cervejas!.Não faz mal ruas esburacadas e  míseras cubatas
O documento acrescenta ainda que “ constatou-se neste relatório, que a referida empresa tem uma divida para com o Estado são-tomense no valor de STD 193.755.471,00 (Cento e Noventa e Três Milhões Setecentos, Cinquenta e Cinco Mil, Quatrocentos e Setenta e Uma Dobras) referentes a produção de cervejas que não foi declarada a Direcção dos impostos de 2014 até Abril de 2019”.
Esta queixa do governo é interposta duas semanas depois da Direção dos Impostos do ministério das Finanças ter recomendado a ex-administração da Cervejeira Rosema dos Irmãos Monteiro a proceder, no prazo de 15 dias, o pagamento de Dbs (moeda são-tomense) 159.948.773,87 dos impostos referentes ao período económico de 2014 à Abril de 2019 de acordo com um relatório preliminar desta instituição.
O relatório da direção dos Impostos foi tornado público duas semanas depois do Tribunal Regional de Lembá, localizado  ao norte de São-Tomé, ter devolvido e transferido a Cervejeira Rosema, para o empresário angolano Mello Xavier em detrimento da ex-administração são-tomense dos Irmãos Monteiro no âmbito de um longo contencioso judicial. STP -Press

PARA OS FALHOS DE MEMÓRIA - VALE A PENA AQUI RECORDAR ALGUNS DOS TEXTOS QUE EDITAMOS NESTE SITE

PATRICE TROVOADA TEM PROTAGONIZADO SISTEMÁTICOS ATAQUES E AFRONTOSAS INTERFERÊNCIAS NA SEPARAÇÃO DOS PODERES CONSTITUCIONAIS  - Agora com a insólita aliança de uma oposição - e dos seus amigos - se renderem  à vassalagem e poderia de um corrupto e desacreditado PM 


E, de facto, se dúvidas existiam, aqui temos outra das  lanças de que vai servir-se o regime e os seus amigos - Segundo diz o jornal oficial - " a sociedade são-tomense dos “Irmãos Monteiro”  irá interpor um recurso no Tribunal Constitucional contra a decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) sobre o processo jurisdicional da Cervejeira “Rosema” que envolve o empresário angolano Mello Xavier, anunciou hoje a mandatária da empresa, Celiza Deus Lima http://www.stp-press.st/2018/04/30/irmaos-monteiro-vao-recorrer-ao-tribunal-constitucional-decisao-do-supremo-caso-rosema/

Nenhum comentário :