expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Benfica 1 – 2 -Anderlecht - O Campeão nacional, perdeu mas convenceu no emocionado adeus de Jonas e com muita garra africana, muita presença de jogadores negros – Sócios e as claques esperavam a vitória no dia da apresentação mas ainda puderam vibrar com o único golo de Chiquinho, que deu para a torcida benfiquista deixar a Luz mais animada e esperançada


Jorge Trabulo Marques - Jornalista e foto-jornalista - 


NESTE POST,  MEU VIDEO NO YOUTUBE COM NOVA VERSÃO - O PATARDO VINHA-ME DIRETAMENTE À CARA - Benfica - Anderlecht 1- 2 Campeão perdeu mas o primeiro teste convenceu, O vídeo anterior foi substituído por este com cantos do meu fado de Manuel Gaspar - 

 A bola, vinha-me diretamente ao rosto – . O que me valeu foi o meu reflexo de antigo guarda-redes na pelota da roça Rio do Ouro, em S. Tomé, em 1964- Aparei-o na palma da mão à velocidade de cruzeiro, quando me encontrava ao lado da baliza, junto ao relvado, nos últimos instantes finais – Estava de pé para fotografar o que poderia ser o golo do empate, eis que, um remate, quase a rasar a trave lateral, passa a escassos centímetros: - ia-me diretamente à cara mas, felizmente, lá o desviei, com um grande estrondo, deixando-me os dedos em brasa e o pulso arder, com o espanto dos repórteres, meus camaradas, que observaram o episódio .
A sorte do jogo, na noite de quarta-feira, foi um pouco madrasta, porque, o Benfica, foi o senhor do campo na 2ª parte. Na verdade, pese a derrota tangencial, o primeiro ensaio benfiquista, não destoou senão o resultado –







O monumental estádio, com 55 mil espectadores, praticamente cheio e com muita vibração desde o começo do jogo até ao último minuto: - Aos 10 minutos de jogo, o genial brasileiro Jonas, iria pôr fim à sua notável carreira futebolística , devido aos problemas físicos, que ultimamente se passou a ressentir  e por recear já não poder voltar a jogar com o mesmo nível artístico que lhe era reconhecido 

 




Sim, o  grande artilheiro do país do futebol, sem dúvida, um dos mais brilhantes jogadores da equipa do Benfica, nos últimos cinco anos, ou seja desde a sua contratação em Setembro de 2014, onde marcou, além de muitos golos, o  segundo golo mais rápido da história da Liga dos Campeões da UEFA com apenas 10.96 segundos de jogo, ergueria os braços e receberia também muitas palamas e abraços, ao deixar o relvado, entrando para o seu lugar Tiago Dantas (18 anos)., tido como uma das maiores revelações da formação do Benfica.


A bem dizer, dir-se-ia que,  na primeira parte,  a equipa do Royal Sporting Club Anderlecht, se destacou com alguma ascendência, em termos de corrida e de aproximação da defesa dos encarnados.

 O  clube de futebol de Bruxelas,  capital de Bélgica, fundado em 1908, um dos maiores e mais tradicionais clubes de futebol deste  país., tendo mais duas semanas de preparação no seu ativo, logrou  adiantar-se na marcação do primeiro golo, por infeliz desvio de Jardel, aos 34 minutos, na própria baliza

Pouco depois, ao 40º minuto,  seria a vez então do jogado belga, Isaac Thelin, marcar o segundo golo, deixando no intervalo a sensação da necessidade de Bruno Lage, dentro do quadro das sucessivas alterações,  insuflar outra dinâmica, o que ficou logo a ver-se pelo intenso aquecimento imposto ao restante do plantel que estava ainda de  reserva,  quer na ala lateral do relvado, junto às  cabines da equipa, quer depois no interior do campo, logo após o apito do árbitro dar por terminados os 45 minutos do primeiro tempo.

Com o aproximar do final da partida, as maiores oportunidades couberam aos encarnados, mas a sorte não esteve ao seu lado, logrando apenas que,  Chiquinho, aos 68, um dos reforços dos encarnados para esta época, pudesse reduzir a desvantagem para 1-2.

Nenhum comentário :