expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 26 de julho de 2019

HOJE É DIA DO ANIVERSÁRIO DE JORGE BOM JESUS! – O Primeiro-ministro de STP, nado e criado nas Ilhas Verdes do Equador, signo Leão, está de parabéns! - Completa 57 anos - O timoneiro que tomou o leme da jangada de pedra, erguida do fundo mar e no meio do mundo, mas saqueada e desfalcada de cofres vazios, sem rumo e desacreditada - Bom Jesus, nascido, em Água Grande, a 26 de julho de 1962 reputado académico, linguista e político santomense, membro do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social Democrata - MLSTP-PSD ,





Em Dezembro passado, chamou a si a chefia  da geringonça santomense,  hoje, além dos sorrisos do aniversário, terá a tranquilidade desejável e  bons motivos para sorrir? Num partido, em que franjas ativas,   continuam a querer minar o seu líder e a tentar impor  interesses clientelais - Pelo menos, entre outras medidas, soube restaurar a liberdade de expressão e resistir à investida da Moção patrocinada pelo pau-mandado de Pinta Cabra   

Jorge Bom Jesus, tomou posse do cargo de PM,  em Dezembro passado, cinco meses após assumir a liderança do MLSTP-PSD, segundo partido mais votado nas eleições legislativas de outubro, com a responsabilidade de gerir um Governo apoiado numa "geringonça" – Ou seja,  o  XVII Governo de São Tomé e Príncipe,.

Liderando um executivo, composto por elementos do segundo e terceiro partidos mais votados nas eleições legislativas de 07 de outubro - Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe - Partido Social Democrata (MLSTP-PSD, com 23 assentos) e coligação PCD-UDD-MDFM (cinco mandatos) -- que assinaram um acordo pós-eleitoral com incidência parlamentar e fins governativos.






JORGE BOM JESUS – Resistiu ao golpe palaciano, em junho passado,  de tentativa de derrube, com   manifesta cumplicidades da Presidência da República, pau-mandado de Patrice Trovoada, tendo o  Parlamento são-tomense aprovado a  moção de confiança ao Governo, com 28 votos favoráveis das bancadas que suportam o executivo, e os votos contra dos restantes deputados, do partido opositor ADI https://www.dn.pt/lusa/interior/parlamento-sao-tomense-aprova-mocao-de-confianca-ao-governo-11044777.html



ESTE DISCURSO NÃO ERA POSSIVEL COM PATRICE TROVOADA - O primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, no seu discurso de 3 de Maio, dia mundial de liberdade de imprensa, apelou hoje aos jornalistas e técnicos da comunicação social para reivindicarem o lugar do 4º poder, tendo argumentado que, para tal, devem “demonstrar na pratica, a competência, responsabilidade, profissionalismo e isenção” no exercício das suas funções. https://interlusofona.info/s-tome-e-principe-jorge-bom-jesus-apela-jornalistas-para-assumirem-quarto-poder-com-competencia-e-responsabilidade/





HÁ CERCA DE OITO MESES À FRENTE DO  XVII GOVERNO CONSTITUCIONAL 

Imagens de um há um ano, que voltaram a repeti-se
De recordar que, Bom Jesus chegou à liderança do MLSTP-PSD em julho passado, com a missão de "ganhar o país" e para "fechar o ciclo de incertezas" naquele que era então o maior partido da oposição.
A sua eleição procurou encerrar uma crise interna que o partido viveu nos últimos anos, afastando Aurélio Martins, que os militantes acusavam de manter uma relação próxima com o primeiro-ministro e presidente do partido que estava então no poder, ADI, Patrice Trovoada.

(…) Licenciado em pedagogia e francês e doutorando em administração pública. Estudou em Toulouse, França, e na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, em Portugal.
Foi ministro da Educação, Cultura, Desporto e Ciência em três governos e também desempenhou funções como secretário-geral da comissão nacional para Unesco ou diretor da Biblioteca Nacional são-tomense.
Jorge Bom Jesus é católico, devoto de Nossa Senhora de Lourdes, e as referências religiosas nas suas intervenções são uma constante: invoca frequentemente a proteção de Nossa Senhora, de São Tomé e Santo António, entre outros.
No dia das eleições, por exemplo, começou a manhã com uma missa na igreja onde se casou -- Nossa Senhora de Lourdes --, de onde afirmou ter saído "abençoado".
É adepto do Sporting Clube de Portugal, escreve poesia e prosa e tem como passatempo fazer jardinagem.https://www.dn.pt/lusa/interior/perfil-sao-tomeeleicoes-jorge-bom-jesus-chega-ao-governo-para-liderar-gerigonca-10270372.html

BOM JESUS – FORÇADO A SUSPENDER ALÇAPÕES PERIGOSOS  - HIPOTECADOS AO GRUPO DOS CERVEJOLAS

"Num comunicado a Comissão Permanente do partido MLSTP, anunciou nesta semana a suspensão de Adelino Izidro, militante e membro do conselho nacional do partido. No comunicado lido pelo Secretário Geral Arlindo Barbosa, o MLSTP, diz que o militante Adelino Izidro, fica afastado de toda a estrutura do partido seja a nível nacional como a nível distrital.
O Téla Nón apurou que os sinais de mais uma crise interna no MLSTP; por causa da cervejeira Rosema, tornaram-se evidentes numa reunião da comissão política do partido. Foi realizada no início do mês de Julho, numa quinta perto da Vila da Madalena.
Tal reunião da Comissão Política do MLSTP; foi convocada logo depois do Presidente da República Evaristo Carvalho, ter reunido o conselho de Estado, alegadamente com o propósito de exonerar o Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus. Uma possibilidade bem vista e acolhida, pela ala do MLSTP que desde 2009, é negociante da cerveja Rosema, concedida pelos irmãos Monteiros. https://www.telanon.info/politica/2019/07/26/29729/rosema-agita-o-mlstp-militante-adelino-foi-suspenso/

JORGE BOM JESUS - TEM CURRICULO E COMPETÊNCIA MANIFESTADA  

Na juventude rumou para a Europa onde formou-se em literatura francesa e portuguesa, com mestrado em língua portuguesa e especialização em literatura africana pela Universidade de Toulouse, na França.
Na Faculdade de Letras da Universidade do Porto concluiu as especializações em pedagogia do francês como língua estrangeira e pedagogia da língua portuguesa. Ainda possui PhD em administração pública pela Universidade de São Tomé e Príncipe.
Sua carreira profissional inclui os cargos de assessor do Ministro da Cultura e Informação, Diretor Geral de Educação e Treinamento, Secretário Geral da Comissão Nacional para a UNESCO, Diretor de Planejamento e Inovação Educacional, diretor da Biblioteca Nacional de São Tomé e Príncipe, Diretor da Escola de Formação de Professores e Educadores (EFOPE; atual Instituto Superior de Educação e Comunicação da Universidade de São Tomé e Príncipe), Presidente da Aliança Francesa e vários anos como professor.[1]
Entre 2008 e 2010, sob o governo de Rafael Branco, foi Ministro da Educação e Cultura e de 2012 a 2014 atuou como Ministro da Educação, Cultura e Ciência no governo de Gabriel Costa.

Membro da Comissão Política do MLSTP-PSD desde de 2006, Jorge Bom Jesus foi eleito vice-presidente do partido em 2011, quando Aurélio Martins era presidente. Com as denúncias de que Aurélio Martins estava aproximando-se da Acção Democrática Independente (ADI), o partido rival do MLSTP-PSD, foi convocado um Congresso-Geral em 2018, no qual foi eleito, por unanimidade, como presidente do partido.[2] Como militante e membro da liderança do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social Democrata, manteve sempre uma posição discreta e conciliatória.[3]
Considerado tímido durante a campanha eleitoral, Jorge Bom Jesus surpreendeu, conseguindo colocar o MLSTP-PSD no centro da disputa, a tal ponto que muitos consideraram que a vitória do partido se deveu principalmente a sua liderança. Seu partido saiu como o segundo maior da disputa eleitoral.
Como primeiro-ministro fez. https://pt.wikipedia.org/wiki/Jorge_Bom_Jesus

Nenhum comentário :