expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 30 de julho de 2019

SÃO TOMÉ E PRINCIPE INICIA UM NOVO CICLO DE BOAS RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS COM A GUINÉ EQUATORIAL - Mensagem oportuna de felicitações do PR e do PM Jorge Bom Jesus, entregue pelo Ministro da Defesa, Óscar de Sousa, ao Presidente da Guiné Equatorial - O País insular e continental do Golfo da Guiné, com o qual as Ilhas Verdes do Equador, partilham de extensa linha de fronteiras marítimas, quer relançar cooperação e retomar a criação de uma empresa mista de petróleo - A COOPERAÇÃO DA GUINÉ EQUATORIAL COM S. TOMÉ E PRÍNCIPE “EXIGE RECIPROCIDADE E SERIEDADE” – Patrice Trovoada, não estava habituado a respeitar compromissos sérios e duradouros, mas a que lhe passassem os milhões para as mãos para os desviar, quebrou as tradicionais boas relações


Jorge Trabulo marques - Jornalista   - Informação e análise




Mensagem oportunissima, quase em vèsperas da cleberação do 40º aniversário sobre o   vitorioso  3 de Agosto de 1979, o chamado Golpe de Liberdade, Paz, que teve como principal personagem o então  o tenente-coronel Teodoro Obiang , que depôs o ditador Francisco Macías Nguema,   naquela época o país mais pobre da África Central e um dos mais endividados, que, além de resgatar de um regime dos  mais cruéis de África, logrou guindá-lo a um dos países mais prósperos e tranquilos pese as investidas sucessivas dos fometadores da terra queimada para lhe sacarem as suas riquezas peytrolíferas.  

Gesto de cortesia e também de grande simbolismo, o  de que foi portador o ministro da Defesa Santotomense, Óscar Sousa, na audiência que ontem lhe foi concedida pelo gabinete oficial de S. E. Obiang Nguema Mbasogo, para entregar uma mensagem do Presidente e do Primeiro Ministro de São Tomé e Príncipe.  na presença do Delegado Regional do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Hassan Esono Anusogo, expresando as felicitações  pela celebração do 40º aniversário do glorioso golpe de Libertad, no próximo sábado. 3 de agosto em todo o território nacional 


GUINÉ EQUATORIAL O ÚNICO PAÍS DO GOLFO QUE PODE LEVAR STP AO PÓDIO DOS MAIS RICOS EM PETRÓLEO - PESE O OURO NEGRO ESTAR BEM FUNDO  Acreditamos, pois, que, com o reforço das relações com a Guiné Equatorial, se iniciará um novo ciclo capaz de catapultar o tão desejado progresso e bem-estar das populações, dados os abundantes recursos naturais que dispõe: o importante é que haja sabedoria e inteligência para os saber gerir

PATRICE TROVOADA, EM MENOS DE UM MÊS, ROMPE ACORDOS PETROLÍFEROS COM ANGOLA, VOLTA-SE DE SEGUIDA PARA A GUINÉ EQUATORIAL PARA DEPOIS  RETORNAR AO REGAÇO DO AMIGO MANUEL VICENTE  - E ACABAR TUDO  EM ÁGUAS DE BACALHAU 

De recordar que, no fim do mês  Junho, a Guiné Equatorial enviou uma embarcação para ligar as ilhas de São Tomé e do Príncipe, com capacidade para mais de 300 toneladas para fazer a ligação entre as duas ilhas, semelhante ao "Amfitriti" que naufragou no passado dia 25 de abril, causando oito mortos e nove desaparecidos, vai estar ao serviço do país em fase experimental, para estudar as condições de navegabilidade, e deve depois ser substituído por uma outra com capacidade para passageiros e carga

Foi então referido que “"Estamos a assistir ao esforço do Governo para encontrar soluções a esta limitação que nós temos de transporte de mercadorias para a região autónoma do Príncipe", disse o ministro das Infraestruturas, Obras Públicas e Recursos Naturais, Osvaldo Abreu, que se deslocou ao cais para receber a embarcação.. https://www.dn.pt/lusa/interior/guine-equatorial-envia-embarcacao-para-ligar-as-ilhas-de-sao-tome-e-do-principe-11058095.html


HOJE O CAIS DA ROSEMA, EM NEVES, CAPITAL DO LEMBÁ, MAIS DE QUE UM  ESTALEIRO PERIGOSO, É TAMBÉM A IMAGEM UM PAIS SACADO E DESGOVERNADO


Projeto anunciado com honras de abertura de telejornal e entrevista ao gestor para um mês depois entregar  a distribuição de gás  uma empresa do amigo Manuel Vicente para a capital com abandono das enormes esferas a flutuar ao sabor das correntes


Praia da Rosema, em Neves,  capital do distrito de Lembá,, depois do inexplicável rotura do acordo de cooperação, com a Guiné Equatorial, é agora  uma pálida imagem do que  chegou a ser na última década do período colonial   - Considerada, então, a vila mais aliciante  da indústria cervejeira, combustíveis e pesca: a profundidade e a tranquilidade das águas  ao largo e junto ao cais, conferem-lhe especiais condições de porto de abrigo, tanto para descarregamentos como para embarques, um privilégio que não é fácil de encontrar noutra zona costeira da Ilha

Imagem STP-Press
"O embaixador da Guiné Equatorial, o decano dos embaixadores residentes na capital são-tomense, encontrou-se com Jorge Bom Jesus para o felicitar pela nomeação como chefe do novo Governo e apresentar ao executivo de São Tomé e Príncipe a "disponibilidade" do seu país em "trabalhar para a materialização dos acordos" já assinados e a "exploração de novas áreas de cooperação" Lusa

"Somos países amigos, países irmãos, partilhamos uma história comum, partilhamos fronteiras. Por isso é importante que trabalhemos juntos para aproveitar as nossas capacidades e experiências para encontrarmos soluções aos problemas comuns que temos em benefício dos nossos dois povos", referiu o diplomata". LUSA - Pormenores mais à frente

A GUINÉ EQUATORIAL O PARCEIRO MAIS SÓLIDO NO GOLFO DA GUINÉ 

A Guiné Equatorial, até pela sua proximidade, é com certeza  o  melhor parceiro que S. Tomé e Príncipe, poderá ter no Golfo da Guiné, sobretudo, para exploração dos seus recursos petrolíferos   - E, naturalmente, que, embora um pouco mais a sul, também com Angola,  especialmente agora com a Presidência de João Lourenço, de cujo país irmão tem dependido, desde o abastecimento de combustível e a outros níveis de cooperação, mas cujas relações, foram abruptamente perturbadas pela cabeça tonta de um desequilibrado estrangeirado., que, embora desacreditado, dificilmente deixará de conspirar valendo-se dos milhões sacados.   

Daí se compreenderem as  declarações proferidas, pelo  embaixador da Guiné-Equatorial, Paulino Bololo, na capital de STP, num "encontro de cortesia" com o novo primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, que reuniu um  variado leque de  personalidades - Tendo afirmado que  "a base da cooperação entre São Tome e Príncipe e a Guiné-Equatorial “está bem assente no acordo quadro assinado em 1982”,  “Existem elementos históricos e vínculos sanguíneos que nos unem como verdadeiros irmãos” STP-Press  - https://www.stp-press.st/2018/10/30/guine-equatorial-quer-relancar-cooperacao-sao-tome-principe-embaixador-paulino-bololo/

GUINÉ EQUATORIAL QUER CRIAR EMPRESA  CONJUNTA - E O PROJETO  JÁ PODIA TER SIDO CONSUMADO SE NÃO FOSSEM OS JOGOS ESCONDIDOS DO PATRICE EMERY 

STP -PRESS
O embaixador da Guiné equatorial, Paulino Bololo,  num encontro de cortesia com Jorge Bom Jesus, manifestou a vontade o seu país na criação de uma empresa mista de exploração de petróleo com São Tomé – 

Aliás, a intenção foi manifestada há três anos e só não foi concretizada por caturrice de Patrice com os seus jogos e  novelas escondidas com a Nigéria, que é donde tem sacado grande parte do bago

Lusa"Falámos sobre isso com o primeiro-ministro, é um tema que temos sobre a mesa, temos que trabalhar para a materialização dessa iniciativa", disse aos jornalistas o embaixador da Guiné Equatorial acreditado em São Tomé, Paulino Ekobo Bololo, no final de um "encontro de cortesia" com o novo primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus.
O diplomata equato-guineense considerou que "é possível" executar este projeto nesta legislatura, referindo que se trata de "um assunto muito importante".

"Como disse o Presidente [Teodoro] Obiang, a Guiné Equatorial está aberta para partilhar a sua experiência na área de petróleo e está sempre disposto a trabalhar com São Tomé e Príncipe nesse domínio", mencionou o diplomata.

Imagem STP-Prsess
Em outubro de 2015, o Presidente da Guiné Equatorial, durante uma visita de cerca de 48 horas, defendeu a criação de uma empresa mista na fronteira entre os dois, para gerir e partilhar os recursos que virão da futura exploração de uma "grande bolsa de petróleo", que dizia existir na fronteira marítima entre os dois países.

"Na zona limítrofe entre a Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe existe uma bolsa muito importante" de petróleo, garantiu então o Presidente da Guiné Equatorial.
O chefe de Estado deste país sublinhou na ocasião que a prospeção já foi feita e a exploração deve avançar numa parceria entre os dois países.

"Eu proponho que possamos procurar empresas que nos possam ajudar a explorar o petróleo que está na zona comum. Podemos criar uma empresa mista São Tomé e Príncipe - Guiné Equatorial para partilhar a produção desta grande bolsa que está na nossa fronteira comum", referiu na ocasião.

"A Guiné Equatorial está aberta e pensamos que São Tomé e Príncipe também, as duas partes têm que se sentar para ver como materializar esta ideia, que tem muito benefício para os dois países", disse hoje Paulino Bololo. Lusa https://www.dn.pt/lusa/interior/guine-equatorial-quer-criar-empresa-mista-de-exploracao-de-petroleo-com-sao-tome-10280585.html 

ESTE ENCONTRO DE PATRICE COM EMPRESÁRIOS DA GUINÉ EQUATORIAL  - NÃO PASSOU DA MERA FOTOGRAFIA 

Patrice  - Com os representantes da empresa de gás da Guiné Equatorial

Negócio de gás bloqueado pelo Primeiro Ministro, Patrice Trovoada, depois de proclamado com honras de TVS, deixa baía das Neves, em S. Tomé,  num perigoso estaleiro de esferas metálicas a flutuar –  Depois de romper acordos de exploração petrolífera com Angola para se furtar à divida de 40 milhões, em combustível a STP, volta-se para a Guiné Equatorial  para , em menos de um mês,  cair de novo nos braços de Manuel Vicente, amigos de antigas negociatas e cumplicidades, ambos com cadastros na justiça,  traindo os acordos de cooperação com Malabo – No meio deste desatino, qual o papel do pau-mandado Evaristo Carvalho, no diálogo com Obiang Nguema? Se não mudasse de não seria mais leal  e vantajoso para os santomenses? ..

Empresa da Guiné Equatorial produz gás de petróleo liquefeito em ....23/12/2016  Sonagás é distribuidora exclusiva de empresa de gás em São Tomé  12/09/2017

PROJECTO DA EMPRESA DA GUINÉ EQUATORIAL ANUNCIADO COM HONRAS DE ABERTURA DE TELEJORNAL E ENTREVISTA AO GESTOR -
Quando o projeto parecia sorrir a todos
23/12/2016 - A empresa equatorial guineense Sonagas iniciou a construção de instalações na Ilha de São Tomé, que produzirá gás de petróleo líquido (GLP) para abastecer o mercado do país insular, anunciou o funcionário Daniel Gomes López na quinta-feira.

López, representante da Sociedade Nacional de Gas de Guiné Equatorial (Sonagas), especificou que era "um projeto equatorial guineense em São Tomé e Príncipe, em cooperação contínua entre os governos dos dois países".

Quatro tanques já estão instalados em Neves, no norte de São Tomé, e armazenam GLP, uma mistura de gases de hidrocarbonetos utilizados como combustível em aplicações de aquecimento (fornos, etc.) e em veículos, disse Lopez.

A instalação deve ser concluída dentro de 12 meses, disse ele, acrescentando que, além da proteção ambiental, a produção de GLP na ilha de São Tomé visa tornar o produto mais acessível para os habitantes do país insular. 

 Sonagas, empresa que implementa o projeto de gás de petróleo líquido, foi fundada em 2005 pelo governo da Guiné Equatorial. Há um mês, São Tomé e Príncipe e a Guiné Equatorial retomaram as negociações sobre a exploração conjunta de recursos petrolíferos em um bloco comum ao longo de sua fronteira. . SONAGAS producirá gas licuado del petróleo (GLP) en Santo Tomé y ......Africa Oil & Gas: Sonagas to produce liquefied petroleum gas in São


Foi no dia 21 de Dezembro de 2016, quase sobre as vésperas do Natal - 



O desembarque das enormes esferas de aço, de um navio da empresa Sonagas da Guiné Equatorial, para a produção e transporte de gás para uso doméstico, teve foros de acontecimento na população da pequena cidade piscatória de Neves, que terá observado o inusitado espetáculo num misto de surpresa e agrado, visto poder alimentar as tão desejadas espectativas de emprego e desenvolvimento sustentado, que sucessivamente têm sido frustradas através de projetos, anunciados como promissores mas que depressa são abandonados e passam ao esquecimento:


O SOM DESTE VIDEO FOI VARRIDO DOS ARQUIVOS DA TVS - por conveniência do regime de Patrice Trovoada 




Nenhum comentário :