expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 4 de agosto de 2019

ANDORINHA SPORT CLUBE DE S. TOMÉ E PRÍNCIPE - Antigo Clube das Ilhas Verdes do Equador, fundado em 1931, é a 35ª filial do Clube de Futebol “OS BELENENSES” – Graças a um saudável espírito desportivo e às boas recordações, continua a manter vivo um forte elo com antigas e atuais gerações

REGISTOS PARA A HISTÓRIA DO FUTEBOL DE STP - ANDORINHA SPORT CLUBE DE S. TOMÉ E PRÍNCIPE - Jorge Trabulo Marques - Jornalista. Fotojornalista e Investigador 



 JÁ LÁ VÃO UNS BONS ANOS QUE PUBLIQUEI ESTA FOTOGRAFIA NA REVISTA SEMANA ILUSTRADA, DE LUANDA, DA QUAL ERA CORRESPONDENTE


Andorinha Sport Clube de S Tomé e Príncipe – Esta é outra das equipas históricas de um dos mais antigos clubes desportivos destas maravilhosas ilhas - Fundado em Outubro de 1931, a 35ª filial de OS BENELENESES”, que tem na sua camisola a cruz de  Cristo  –  Com um passado de um tempo, em que,  estes bravos desportistas, jogavam futebol mais por amor à camisola do que a pensar em arrecadar alguns trocados, que, de resto, bem jeito lhes dariam.


Imagem de há 4 anos 
A BRIOSA EQUIPA E DIRIGENTES DO ANDORINHA SPORT CLUB - DE S. TOMÉ E PRÍNCIPE - Já lá vão 4 anos sobre o registo destas duas minhas fotos - Espero que estejam todos felizes e com saúde - Clube desportivo fundado em Outubro de 1931 - Onde se joga futebol mais por amor à camisola 



ESTÁ É ATUAL JOVEM E BRIOSA EQUIPA DO ANDORINHA SPORT CLUBE - DE S. TOMÉ E PRÍNCIPE - A QUEM SAÚDO E  DIRIJO UM ABRAÇO AMIGOFoto da página do Faceboo. do  Andorinha FC
Atualmente o clube é constituído, quer por jogadores como por dirigentes,  em grande parte, nascidos depois da independência, nestas maravilhosas ilhas  – Contudo, desde a sua formação, em 1931, ele congregava também muitos portugueses ou aqui nascidos ou que para aqui emigravam, mesmo até alguns militares, tendo deixado, em todos que fizeram parte do seu brioso historial ou que acompanharam as exibições da equipa, as mais profundas e gratas recordações.


Daí o facto de, passados, mesmo todos esses anos, ser pretexto para se organizarem encontros de convívios, nomeadamente em Portugal, através dos quais se recordam memórias inolvidáveis que o tempo não apagará  - Pena os anos terem o seu peso e a vida ser mais efémera de que comprimida

Numa pesquisa que efetuei na Internet, além de algumas fotos, que pude recolher da página do Grupo de Amigos do Andorinha Futebol Clube e do próprio Clube, pude constatar que,  no passado dia 8 de Novembro de 2018,  o Clube de Futebol “Os Belenenses” – representado pelo vice-presidente José Duarte Ferreira e pelo director João Torrado – recebeu a visita do dr. Emídio Santos Pereira, vice-presidente para a área financeira da nossa filial nº 35 “Andorinha Sport Clube”, emblema de São Tomé e Principe.

O dr. Emídio Santos Pereira – a quem foi entregue uma lembrança d’ Os Belenenses – convidou o Belenenses a conhecer, in loco, a realidade desta nossa filial, avaliando possibilidades de se proceder a um intercâmbio de jogadores. O “Andorinha Sport Clube” é um dos mais prestigiados emblemas santomenses e mantém uma equipa sénior amadora além de várias equipas dos escalões de formação.
Nesta ocasião, o dirigente teve a oportunidade visitar o nosso estádio e complexo desportivo, tendo-lhe sido desde já endereçado um convite para uma nova deslocação a Portugal aquando da celebração do centenário do Clube de Futebol “Os Belenenses” que se celebra em 2019. http://www.osbelenenses.com/2018/11/andorinha-sport-clube-de-s-tome-e-principe-de-visita-ao-restelo/
 ~







POR MAIS QUE OS ORIENTAIS QUEIRAM COLONIZAR AS ANTIGAS COLÓNIAS PORTUGUESAS, DIFICILMENTE IMPORÃO A SUA CULTURA  OU SERÃO MAIS DESEJADOS E AMADOS  -  Páginas da História do Futebol de S. Tomé e Príncipe  e o vinculo que ainda hoje  mantém com Portugal – Em ambas as duas Ilhas,  desfilam nos seus recintos,  as cores dos principais clubes portugueses,




 Apesar de algumas feridas do tempo colonial, de um modo geral, o futebol português – mas sobretudo as três principais equipas – Sporting, Benfica, Porto e Belenenses  - mesmo 43 anos depois da descolonização – continua a suscitar um grande entusiasmo na população destas ilhas, que seguem os relatos ou as transmissões  televisivas, com grande entusiasmo e são tema de  comentários habituais.  Contudo, o clube, com maiores tradições nas duas ilhas, é, indubitavelmente,  o Sporting, que ali conta com três coletividades com o seu nome.

RECORDAÇÕES DE LUIS MARQUES  - Aficionado por este cube,  pescador e desportista Santomense, que, atualmente vive em França, onde continua a dedicar-se  à pesca  -Para o ano estarei em S. tome para pescar- Sou um pescador que pego na minha embarcação no pantufo vou para alto mar sozinho mato atum ou peixe andála.

Num amável diálogo, que travamos através do Facebook, contou-me alguns episódios das suas recordações na ilha onde nasceu e esteve profundamente ligado ao mar
Recordou-me que, o Sr Mário Duarte, fez muito pela equipa do  do Andorinha Sport Club e que, o Sr Hélder que trabalha no PNUD é quem tenta lutar mas não consegue, sublinhando que a sua ideia  era ajuntar a comunidade portuguesa de S. Tomé e patrocinar o andorinha O andorinha é parte da história de Portugal em S. Tomé.
Eu em miúdo ia com o meu pai depois dos jogos distribuir os jogadores em casa muitos deles viviam em dependência de roças longe

Meu pai era Fernando Gonçalves Marquês, trabalhou no Pereira doar-te e depois na empresa Ramalho Rosa .O meu pai era neto do Famoso marquês de pantufo
Falou-me também das suas aventuras marítimas, tendo-me recordado que, uma vez,,  uma tempestade nos desorientou. A tempestade passou e já não sabíamos o sentido de terra antes da tempestade víamos a ilha e depois da tempestade já não víamos nada
Navegamos cerca de 4 horas sem ter certeza de nada e a nossa sorte é que começou a limpar a terra . Pois estávamos a navegar paralelo a terra com em direção a Fernando Pó e depois orientamo-nos para  o pantufo

Clubes de futebol de São Tomé e Príncipe

Agrosport - Andorinha Sport Club - Bairros Unidos FC (Caixão Grande)
  Clube Desportivo de Guadalupe-   Desportivo Marítimo  - Futebol Club Aliança Nacional  - Grupo Desportivo Cruz Vermelha - Inter Bom-Bom  - Os Dinâmicos (Folha Fede)  - Santana FC (Santana)  - Sporting Praia Cruz  - UDESCAI UDRA (São João dos Angolares)  - Vitória FC (Riboque) - Futebol Clube Neves-  Desportivo O que d’El Rei  - Desportivo Militar 6 de Setembro - Ribeira Peixe  - Associação Desportiva JUBA Futebol Clube - Diogo Simão

Clubes da Ilha de Príncipe- Desportivo 1.º de Maio -Futebol Clube Porto Real - Grupo Desportivo Os Operário - Grupo Desportivo Sundy -Sporting Clube do Príncipe - União Desportiva Aeroporto, Picão e Belo Monte (UD


Nenhum comentário :