expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe assinam dois memorandos de entendimento – Entre os quais a exploração conjunta do Bloco L-2, situado entre os dois países - Os protocolos inserem-se no âmbito da visita oficial do Evaristo Carvalho, acompanhada por uma delegação presidida pelo Ministro das Obras Públicas, Osvaldo Abreu, e a delegação do Governo

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise – De momento, não estamos no facebook - Siga-nos neste site – Inscreva-se, ao fundo do lado direito  - Vamos procurar  atualizar, neste espaço, dentro do que nos for possivel, a informação de STP - Pode também inserir seus comentários neste post

Encontra-se, desde o passado dia 13,  “uma  delegação do Governo da República de São Tomé e Príncipe presidida pelo Ministro das Obras Públicas, Osvaldo Abreu, 
A delegação guineense equatorial é chefiada  pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Simeón Oyono Esono Angue, acompanhado por Gabriel Mbega Obiang Lima e Diosdado Nsue Medja, ambos ministros de Minas e Hidrocarbonetos e Obras Públicas, Infraestrutura, Habitação e Urbanismo, respectivamente; Além de altos funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

A reunião bilateral enquadrada-se  no âmbito da visita oficial às terras da Guiné Equatorial pelo Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe,  Evaristo Carvalho, por ocasião da revisão dos já mais de vinte acordos assinados para sua ratificação e busca de mecanismos para sua pronta implementação, em favor de seus respectivos países.

A delegação foi recebida pelo Presidente da República da Guiné Equatorial, Obiang Nguema Mbasogo, com "o fim de reforçar as relações diplomáticas que unem os dois países.
"Depois de analisar o grau de execução dos acordos assinados anteriormente, os dois chefes de estado também identificaram outros aspectos para se engajar em mais cooperação", nomeadamente a assinatura do memorando de entendimento para a promoção conjunta dos blocos fronteiriços entre a República da Guiné Equatorial e a República Democrática de São Tomé e Príncipe.


Da mesma forma, um memorando de entendimento de consultas diplomáticas mútuas entre o Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Cooperação da Guiné Equatorial e o Ministério das Relações Exteriores e Comunidades de São Tomé e Príncipe, além do comunicado conjunto assinado pelo Ministro Gabriel Mbega Obiang Lima e o Embaixadores Simeón Oyono Esono Angue e Osvaldo Abreu, respectivamente.


As declarações, foram preferidas perante a imprensa de ambos os estadistas africanos na sequência da visita que está a decorrer, desde o passado dia 13,  dando lugar ao jantar de estado que HE Obiang Nguema Mbasogo ofereceu à delegação visitante no salão de banquetes do Palácio do Povo de Malabo.

Durante o jantar, este momento também serviu para os dois presidentes fazerem vários discursos.
Com a assinatura do livro de honra e a despedida após o jantar oficial, terminou o primeiro dia de trabalho da delegação da República Democrática de São Tomé e Príncipe no nosso país.As declarações perante a imprensa de ambos os estadistas africanos foram a última sequência de eventos, dando lugar ao jantar de estado que HE Obiang Nguema Mbasogo ofereceu à delegação visitante no salão de banquetes do Palácio do Povo de Malabo.
Durante o jantar, este momento também serviu para os dois presidentes fazerem vários discursos.https://translate.google.com/translate?hl=pt-PT&sl=es&u=https://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php%3Fid%3D13781&prev=search

ERA NOTÍCIA HÁ 3 ANOS  - APESAR DA VONTADE MANIFESTADA PELA GUINÉ EQUATORIAL MAS BLOQUEADA POR PATRICE TROVOADA , QUE NUNCA QUIS RESPEITAR OS ACORDOS ASSINADOS    -11/01/201 Guiné Equatorial e São Tomé reafirmam associação para exploração de petróleo  - Depois de o presidente de São Tomé, Evaristo Carvalho, receber a sua carta de credenciais, Paulino Ekobo disse que a exploração de petróleo era uma das áreas prioritárias da sua missão diplomática no âmbito da cooperação entre a Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe.

"Durante a missão, vamos pressionar para que o acordo assinado no setor de petróleo seja uma realidade", disse o diplomata da Guiné Equatorial, em referência à retomada das negociações como parte de um processo que começou há quase 12 meses entre os dois países.

Além da criação de uma joint venture relacionada ao setor de petróleo, o pré-contrato prevê a exploração de um bloco localizado em uma área de sobreposição entre os dois Estados Membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). https://www.guineainfomarket.com/energia/2016/11/01/guinea-ecuatorial-y-santo-tome-reactivan-una-asociacion-para-exploracion-petrolera/


ESPERA-SE QUE, DESTA VEZ, HAJA RESULTADOS PROFICUOS PARA AMBAS AS PARTES - O que naõ sucedeu quando, Evaristo carvalho, no regime de Patrice Trovoada, em  24/11/2016 - convocou o seu homólogo da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, a ajudar a "avançar o mais rápido possível " o projeto de exploração conjunta de um bloco de petróleo. 

Solicitei o entendimento, solicitei indulgência, solicitei a compreensão para que os acordos comecem a ser implementados o mais rápido possível " , disse Evaristo Carvalho, no final de uma entrevista com o presidente da Guiné-Bissau, São Tomé..São Tomé pide a Guinea Ecuatorial rapidez en la concreción del ..
Patrice  - Com os representantes da empresa de gás da Guiné Equatorial
HOJE A CAPITAL DO LEMBÁ PODIA CONTAR COM UMA MODERNA UNIDADE INDUSTRIAL DE PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE GÁS  - CREDITADA PELA EXPERIÊNCIA DO PAÍS MAIS RICO DO GOLFO DA GUINÉ  E MAIS BEM SUCEDIDO NA EXPLORAÇÃO PETROLÍFERA
Mas, o jogo do Governo do Emery Trovoada, depois de ter ensaiado um passo de contra-dança ao sul, voltou-se de novo para os jogos de Manuel Vicente, que nunca deixaram de roubar  estas maravilhosas Ilhas, dando uma mísera fatia de pão para levarem um salpicão.

Negócio de gás bloqueado pelo Primeiro Ministro, Patrice Trovoada, depois de proclamado com honras de TVS, deixa baía das Neves, em S. Tomé,  num perigoso estaleiro de esferas metálicas a flutuar –  Depois de romper acordos de exploração petrolífera com Angola para se furtar à divida de 40 milhões, em combustível a STP, volta-se para a Guiné Equatorial  para , em menos de um mês,  cair de novo nos braços de Manuel Vicente, amigos de antigas negociatas e cumplicidades, ambos com cadastros na justiça,  traindo os acordos de cooperação com Malabo – No meio deste desatino, qual o papel do pau-mandado Evaristo Carvalho, no diálogo com Obiang Nguema? Se não mudasse de não seria mais leal  e vantajoso para os santomenses? ..

Empresa da Guiné Equatorial produz gás de petróleo liquefeito em ....23/12/2016  Sonagás é distribuidora exclusiva de empresa de gás em São Tomé  12/09/2017

PROJECTO DA EMPRESA DA GUINÉ EQUATORIAL ANUNCIADO COM HONRAS DE ABERTURA DE TELEJORNAL E ENTREVISTA AO GESTOR -
Quando o projeto parecia sorrir a todos
23/12/2016 - A empresa equatorial guineense Sonagas iniciou a construção de instalações na Ilha de São Tomé, que produzirá gás de petróleo líquido (GLP) para abastecer o mercado do país insular, anunciou o funcionário Daniel Gomes López na quinta-feira.

López, representante da Sociedade Nacional de Gas de Guiné Equatorial (Sonagas), especificou que era "um projeto equatorial guineense em São Tomé e Príncipe, em cooperação contínua entre os governos dos dois países".


Quatro tanques já estão instalados em Neves, no norte de São Tomé, e armazenam GLP, uma mistura de gases de hidrocarbonetos utilizados como combustível em aplicações de aquecimento (fornos, etc.) e em veículos, disse Lopez.

A instalação deve ser concluída dentro de 12 meses, disse ele, acrescentando que, além da proteção ambiental, a produção de GLP na ilha de São Tomé visa tornar o produto mais acessível para os habitantes do país insular. 

 Sonagas, empresa que implementa o projeto de gás de petróleo líquido, foi fundada em 2005 pelo governo da Guiné Equatorial. Há um mês, São Tomé e Príncipe e a Guiné Equatorial retomaram as negociações sobre a exploração conjunta de recursos petrolíferos em um bloco comum ao longo de sua fronteira. . SONAGAS producirá gas licuado del petróleo (GLP) en Santo Tomé y ......Africa Oil & Gas: Sonagas to produce liquefied petroleum gas in São

Foi no dia 21 de Dezembro de 2016, quase sobre as vésperas do Natal 


O desembarque das enormes esferas de aço, de um navio da empresa Sonagas da Guiné Equatorial, para a produção e transporte de gás para uso doméstico, teve foros de acontecimento na população da pequena cidade piscatória de Neves, que terá observado o inusitado espetáculo num misto de surpresa e agrado, visto poder alimentar as tão desejadas espectativas de emprego e desenvolvimento sustentado, que sucessivamente têm sido frustradas através de projetos, anunciados como promissores mas que depressa são abandonados e passam ao esquecimento:


:
O SOM DESTE VIDEO FOI VARRIDO DOS ARQUIVOS DA TVS - por conveniência do regime de Patrice Trovoada 




enorme fiasco  do grupo Geo Pesca, liderado pelo irmão de Patrice Trovoada, com o dueto de uns tais madalenos  angolanos,   não será fácil de esquecer tão cedo 

Nenhum comentário :