expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 31 de março de 2020

Coronavirus19– Lares de Idosos em Portugal - Portugal é um dos cinco países da Europa que pior trata os idosos” Diz OMS – Num lar de Cascais, em 2001, morreu carbonizado, o advogado Manuel João da Palma Carlos, defensor de vítimas do «Massacre de Batepá», em S. Tomé e Príncipe - A gestão privada dos lares tem sido o negócio chorudo para o oportunismo, sob a capa de "sem fins lucrativos" - O Estado comparticipa com subsidio por cada utente, mesmo assim, quem tem que suportar os custos da negligência e do vampirismo, são os contribuintes, tal como sucedeu com o BPN e outra banca: .

Jorge Trabulo Marques - Jornalista



A vaga de infeções , verificadas em muitos lares, são  de lamentar mas  não deveriam surpreender – Coronavirus veio  colocar o dedo numa enorme chaga social  Mais deles são autênticos depósitos de seres  humanos,  com falhas gravíssimas  mas um bom negócios para oportunismos  - Agora procuram a tábua de salvação no Estado e alijam as responsabilidades 

O  lar de Vila Nova de Foz Côa da Santa Casa da Misericórdia, é um dos maiores centros de emprego do concelho, carissimo e, mesmo assim, com gestão financeira atribulada. Por isso, quem tem  agora que levar com a ripada é o Estado.- Infelizmente,  há já 54 idosos infetados e 17 empregadas. Deus as proteja
  

A Gripe e frio causaram mais de três mil mortes no último Inverno: será que deixaram se contabilizar para serem incluídas no novo virus? - "Rede europeia que monitoriza mortalidade atribui 3331 óbitos à gripe e 397 ao frio no Inverno passado É o terceiro Inverno consecutivo em que a epidemia de gripe sazonal, o frio e outros factores tiveram um efeito significativo na mortalidade em Portugal. https://www.publico.pt/2019/10/11/sociedade/noticia/morte-1889672


De recordar que, Manuel João da Palma Carlos, foi um dos advogados, que, em 1953, teve um papel importante  na denúncia do «Massacre de Batepá», em S. Tomé e Príncipe, e no processo de  defesa de algumas das  vítimas  desta tragédia -  Em 23 de Abril de 1957, durante a defesa de um preso político no Tribunal Plenário, Manuel João da Palma Carlos foi preso, ele próprio, em pleno tribunal e condenado, por desrespeito ao tribunal, a sete meses de prisão, um ano de privação de direitos políticos e um ano de suspensão de exercício de advocacia. https://www.memorial2019.org/site/presos/manuel-joao-palma-carlos

LAR DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA  EM VILA NOVA DE FOZ CÔA - NÃO É ACESSÍVEL A TODAS AS BOLSAS E, PELO QUE SE DIZ, NÃO PRIMA PELA GESTÃO

Foi amplamente noticiado que o Lar de Idosos da Misericórdia de Vila Nova de Foz Côa encontra-se em regime de isolamento, na sequência .do  primeiro foco de infeção que provocou a morte de um utente de 99 anos que viria a desencadear uma vaga de infeções nos restantes utentes funcionários – Tendo sido divulgado  que  o provedor do referido lar, fez um apelo "desesperado" ao Governo para que os 47 utentes com covid-19 no lar da instituição fosse  retirados e tratados.

Está-se mesmo a ver que o Estado é que tem de alencar com o caos que grassa na gestão privada do regabofe nos lares de idosos, dominado pelo poder económico e politico local, onde  os idosos são facilmente influenciados para depositarem o seu voto, seja qual for o seu estado de sanidade mental 


COM O TEMPO INSTÁVEL É PROVÁVEL QUE AINDA SE REGISTEM MAIS VITIMAS MORTAIS PELA GRIPE SAZONAL OU  TORNANDO AS PESSOAS AFETADAS MAIS VULNERÁVEIS AO AO CORONAVIRUS19 – Deveria aprender-se  com os erros do passado, obrigando as pessoas a vacinarem-se, pois  evitar-se-iam  mortes e os  enormes custos financeiros, que foram as recomendações da OMS, mas,   pelos vistos, só se trancam as portas depois da casa assaltada: no principio do mês, fui a uma consulta no Hospital de São José, ninguém ali levava máscara, nem o pessoal de atendimento: eu, como a  levava, era olhado como um fantasma

Trabalho Voluntário - Cinco anos neste estado
 Agora, com o pânico instalado, embora continue haver muitos espíritos abnegados e voluntariosos,  além dos médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar, profissionais estes, que, naturalmente, deverão estar   fazendo o melhor que sabem e podem, com o maior dedicação e sacrifício, mas não faltará, com certeza, quem queira aproveitar-se da pandemia para sacudir responsabilidades, e. se possível encher os bolsos e até acabe por abandonar  os empregados  e idosos à sua sorte para  que seja o Estado a resolver todos os problemas.

Na minha aleia, quando era criança,  como, lá em casa, só vivíamos do que a terra produzia – e não era muito – uma das expressões habituais dos meus pais era a de que se deveria guardar (economizar) do tempo da barriga farta para os dias de barriga vazia, ou seja, da safra para a contra-safra- Mas  o capitalismo atual no que pensa é em faturar ao máximo e estoirar o dinheiro  nos seus vícios,  em luxuosas mansões e carros da última gama. Se lhe pedirem sacrifícios, querem que seja o Estado a suportá-los, como se o dinheiro viesse das nuvens.


 maioria dos lares de idosos, centros de dia e serviços de apoio domiciliário, são  privados  ou   geridos por instituições particulares  outros sob a capa das Misericórdias, “sem fins lucrativos” (uma óva) em estreita relações com o poder politico local. Muitos deles, praticam mensalidades exorbitantes além do que vão buscat à segurança social  - Mesmo assim, mal geridos Em muitos casos, tem sido um bom negócio , o maior centro de emprego local – Não pretendemos generalizar mas estudos apontam para situações preocupantes




Um caso excecional de assistência  - No Lar e Centro de Dia - 

Falta de higiene, tomas erradas de medicamentos e falta de consultasEstes são os piores problemas que os idosos enfrentam nos lares portugueses, segundo um estudo da Deco Proteste-  a A divulgação não é recente mas  não cremos que a situação tenha melhorado . 


Avaliações feitas pela entidade Deco, detetaram falhas nos lares de idosos em Portugal, sendo essas falhas a nível de falta de higiene, falta de principio e cumprimento na administração de fármacos aos utentes e ocorrem por vezes falhas na ida ao médico ou consultas de certas especialidades. A avaliação concluiu também um grande tempo de espera para obter uma vaga num lar e mesmo grandes intransigência com pouca transparência na admissão dos idosos. Entre as principais queixas dos utentes de lares público-privados, há relatos de pessoas que tiveram de pagar por fora a um funcionário para arranjar uma vaga. https://www.laridosos.net/falhas-dos-lares-em-portugal/

segunda-feira, 30 de março de 2020

Covid-19 – São Tomé - A seleção feminina, sub-17 de STP, vai continuar de quarentena no centro de estágios de futebol - O pais ainda não foi tocado pela pandemia - Referem as autoridades sanitárias - Testes feitos a 25 suspeitos deram negativo

Jorge Trabulo Marques - Jornalista


A seleção feminina de São Tomé e Príncipe Sub-17 , que partiu de avião para o seu país no passado dia 21,  de Yaounde, nos Camarões, após a derrota por 6 a 0 com a equipa anfitriã na eliminatória da Copa do Mundo Feminina de Sub-17 de 2020, em 14 de Margo, perdendo por 10 a 0 no total dos dois jogos,  vai continuar de quarentena  nas instalações do centro de estágios de futebol.

Tudo se complicou para as jovens atletas santomenses, segundo a imprensa dos camarões, quando as viagens foram interrompidas na maioria dos países, com vista a evitar   a disseminação do coronavírus, o que fez com que a equipa não pudesse  voltar para casa, conforme o  previsto no passado dia 18 , devido ao fechamento do aeroporto de trânsito de Malabo na Guiné Equatorial

No entanto, o embaraço do imprevisto contra-tempo, acabou por ser minorado graças ao apoio  que lhe foi prestado pela  Federação de Futebol de Camarões (Fecafoot), enquanto as diligências decorriam com seu governo santomense para acelerar o seu regresso.https://www.msn.com/en-us/sports/soccer/coronavirus-sao-tome-and-principe-u17-girls-return-home-after-being-stranded-in-cameroon/ar-BB11vI4E

Covid-19 : Testes feitos a 25 suspeitos deram negativo


Segundo diz o Jornal Téla-Nón, os testes mandados realizar pelo Governo de São Tomé e Príncipe, no Instituto Ricardo Jorge  de Portugal, reforçaram a a informação transmitida há mais de 2 semanas, de que o arquipélago de 1001 quilómetros quadrados, e habitado por perto de 200 mil pessoas, ainda não foi tocado pela pandemia – Covid-19.

Segundo o Ministro da Saúde Edgar Neves, na última quinta feira «fizemos seguir um conjunto de colheitas para o Instituto Ricardo Jorge, cujos resultados já recebemos e todos os exames tiveram resultado negativo» afirmou o ministro da saúde.
No total foram 25 amostras enviadas ao Instituto de Virologia de Portugal. Amostras recolhidas no grupo de mais de 100 pessoas que se encontram em quarentena em 4 pontos da cidade de São Tomé.
As pessoas em quarentena obrigatória desde o passado dia 21 de Março, são passageiros dos últimos voos que chegaram a São Tomé, antes da interdição pelo Governo do Espaço aéreo nacional.
A maioria cerca de 110, chegou a São Tomé oriundo de Portugal, e foram confinados nas instalações do hotel Miramar.

Outros cerca de duas dezenas de mulheres desportistas que chegaram no mesmo fim de semana, de uma competição africana, foram encaminhados para quarentena nas instalações do centro de estágios de futebol.
As instalações de CATAP perto da vila de Batepá recebeu outra parte de passageiros, e um hotel privado também acolheu outra parte.
Mas o resultado negativo dos testes, não tranquiliza o sistema nacional de saúde. O Ministro da Saúde, defende o reforço das medidas preventivas, e a aquisição de meios de diagnósticos para aumentar a cobertura nacional.
«Vamos manter as pessoas ainda em quarentena. Tudo está sendo feito, para obtermos mais kits que nos permitem rastrear todos os que estão em quarentena e irmos também para o terreno rastrear as pessoas, sobretudo as que estiveram em contacto com pessoas oriundas de zonas de risco», assegurou o ministro da saúde.




domingo, 29 de março de 2020

COVID 19 - EVITE-O E NÃO TEMA A SOLIDÃO - NÃO HÁ MAIOR ABANDONO E SOLIDÃO QUE A DE UM NÁUFRAGO" - EU JÁ A VIVI E A SUPEREI

 Jorge Trabulo Marques - A SÓS À FLOR DO MAR E TENDO COMO ÚNICO TETO O AZUL PURO OU PARDO DOS ALTOS CÉUS E A ESCURIDÃO DE TREVAS INFINDAS DEPOIS DO SOL SE AFUNDAR! -  - Recordando em soltos versos como solta foi a minha deriva, naquelas eternas horas de 38 dias a fio! Noites confusas, infinitas de incerteza e de assombração!. - O ser humano dispõe de imensos recursos para salvaguardar a sobrevivência, que, verdadeiramente, só os conhece nos momentos mais difíceis  ou dramáticos da sua existência, saindo  da provação ainda mais seguro e reforçado.





Leia – Uma das várias postagens de 38 longos dias numa piroga no Golfo da Guiné






A SÓS À FLOR DO MAR
Sozinho perante tão extrema  grandeza marítima, 
tão imensa e misteriosa amplidão 
e ser-se ao mesmo tempo
  extrema fragilidade e ínfima pequenez, 
é, sem dúvida,  coragem, triunfo e arrojo 
às adversidades da  inóspita natureza!...

Sede insaciável de se ser bafejado pela luz mais clara e pura dos astros!
Voar como ave perdida pelos vastidão infinita dos espaços! 
Errar como um vagabundo pelos mares de todo o mundo!
Instantânea e antiquíssima harmonia! Voluptuoso jorro de energia! 
Lufada fresca, vivo e perene rasto a divindade! 


Levado a sós por genuínos impulsos de aventura,

pensamentos insondáveis, chamamentos 

de bravura ocultos, inimagináveis!

É o aspirar da palavra solar, 

ter por companhia,

o ritmo, a graça, a melodia
o deslumbramento dinâmico do anelado azul,
a vibrátil claridade.
A conjugação de  todas as ânsias reprimidas
na esteira de se  alcançar, num só desejo, numa só vontade,
os limites do inatingível, a margem 
do insuperável e do sobrenatural!


Percorrendo vastas planícies salgadas em turbulentas águas,
deixando para trás preocupações triviais, ódios mesquinhos.
Mesmo que a ousadia  condene a viver um só instante de eternidade,
oh, sim! vale a pena viver o sublime,
correr o risco e a temeridade.
Decifrar  os enigmas do incognoscível
estar ao mesmo tempo dentro e fora da verdade,
dos misteriosos limites que comandam os desígnios 
da morte e da vida.

BEBENDO ÁGUA DO MAR
Navegar sozinho, sem outros meios náuticos de navegação,
com o destino completamente à mercê de um  errático acaso,
ao sabor do imprevisto e do filtro do instinto,
 perdido entre o vento, o olvido 
e as espáduas do esquecimento,
oh! não é temeridade vã, inútil o laço da solidão! 
Mas o desejo porfiado e ardente em decifrar 
os calmos  e febris prodígios do desconhecido, 
a busca incessante do oiro na sua essência,  
no seu estado original, ainda incandescente
a procura dos silêncios visíveis 
dos sons puros na grande imensidão,
no seu estado selvagem, verdadeiramente inocentes!
 Vozes, rumores e murmúrios de todos os tempos
que  soem e repercutam ecos
de invulgar pureza e  libertação!

 Guiado pelos astros e pelo mesmo instinto das aves
- tal foi o meu caso: uma  Bússola
dá uma ajuda mas não indica o lugar.
 Os Vikings  usaram a Bússola Solar Mais nada.
Todavia, dominaram  os mares no seu tempo.
Leituras  satélite por GPS, informações astronómicas, 
a posição exacta a qualquer hora:
latitude e longitude da  rota.
Instrumentos náuticos, esses, só os grandes barcos, ao largo!
- Vi alguns mas não me viram a mim - Eu não era nada.
Até ia perdido, prisioneiro de um incerto e amargo destino -
E eles, os pilotos sem os instrumentos a bordo?!...O que seria deles?!..
Mesmo assim, talvez se sentissem menos livres
e mais prisioneiros do que eu!..

Ir sozinho para o mar, é partir 
em demanda dos mais ténues rumores e labirintos sagrados!
Saciar a  fome da floração silenciosa, da vagabunda dança de um sopro íntegro  
de fulgor furtivo de sabedoria e pureza. 
É fazer-se ao mar e navegar  sem contrapartidas seguras à partida
e não ter qualquer  certeza de paisagens imaginárias ou reais à chegada!..
É a transparente e claríssima sede de nostalgia dos mais puros céus!
É viajar na senda dos séculos passados, eras volvidas 
ou dos que ainda  hão-vir por  vontade de Deus.





Apelar ao instinto animal (que raramente se engana, tal como o da ave)
É vidência!  Deslumbramento! Itinerário transfigurado.
É trocar o certo pelo incerto
- Sem todavia saber que próximo futuro o aguarda,
a que portos  poderá  arribar,
que enseadas de ilhas frondosas o esperam, 
que  recortes de orlas vai contemplar,
que escolhos vai ter pelo caminho,
que perigos e ameaças
lhe poderão interromper a viagem.

 

Largar tudo - os horários, a família, os amigos, 
a tranquilidade de um lar - e partir 
mar fora numa frágil piroga
ou até em barcos maiores e bem equipados, 
singrando o ondulante manto líquido, 
trocando o certo pelo incerto, o desconhecido,
não receando os revés da ousadia e  a má sorte,
não temendo as partidas da omnipresente imagem da morte,
alheio a tudo: às inesperadas variações dos ventos,
à dança e contra-dança de correntes poderosas
súbitos vendavais, "súbitas trovoadas temerosas!"


Navegar sobre as ondas encapeladas,
ir de velas enfunadas, é sentir a alma rubra!
Alheia aos perigo que rondam por toda a parte,
subindo ou imergindo 
dos insondáveis abismos! 
 Navegar à flor das águas agitadas é ter  por companhia
a menos de um palmo ou da grossura de uma tábua,
a cova funda e horrível da mais funesta e imensa sepultura
Deixar, enfim, que o mar e o vento cumpram a sua palavra!
Não pensar em horários nem perder tempo em coisas banais
Ser sonho ousado que se cumpra e nada mais!

Jorge Trabulo Marques 

São Tomé e Principe – COVID-19 -Governo e Chefe de Estado, Unidos na prevenção contra o mesmo inimigo invisível que alastra a nível global - Meu abraço solidário a Jorge Bom Jesus e a Evaristo Carvalho

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - 

Nesta hora, de grande ansiedade e de incerteza, manifesto aqui publicamente a minha solidariedade para com as duas principais figuras da nação santomense,com os desejos de que,  o pânico não alastre  para o virus da psiquiatria-pandemia, que é o mais provável suceder nos grandes centros urbanos  - Até porque já foi noticiado de   que  o “Suicídio mata mais do que o cancro da mama ou a guerra. Há uma morte a cada 40 segundos Uma pessoa suicida-se no mundo a cada 40 segundos, com o suicídio a ser responsável por cerca de 800 mil mortes a cada ano, mais do que o cancro da mama, a malária, a guerra ou os homicídios".https://www.dn.pt/vida-e-futuro/uma-morte-a-cada-40-segundos-suicidio-mata-mais-do-que-o-cancro-da-mama-ou-a-guerra-11281907.html

Na audiência concedida em Maio 2019
"O novo coronavírus continua a fazer vítimas em todo o Mundo. Até a este sábado, mais de 101 mil pessoas foram infetadas e mais de 3400 morreram. Em Portugal, há 18 casos de infeção com Covid-19. Ainda assim, existem algumas razões para não entrar em pânico. Um grupo de cientistas, citados pelo jornal "The Guardian É possível evitar contágio; Na maioria dos casos, os sintomas são ligeiros e os jovens correm um risco muito baixo; Mais de metade já recuperou https://www.jn.pt/nacional/as-razoes-para-nao-entrar-em-panico-com-o-novo-coronavirus-11898475.html

Pese o facto de S. Tomé e Principe, serem ilhas, separadas pelas grandes massas líquidas oceânicas, nem por isso,  nos tempos que correm, em que as ligações, ,na generalidade dos países, se fazem com todo o mundo, sao menores os riscos pela contaminação do malfadado coronavirus19
Daí os cuidados e as preocupações, que o Governo de Jorge Bom Jesus, vem  tomando com vista a salvaguardar o país de que o virus  possa vir a ser  introduzido por agentes externos

NO TEMPO COLONIAL - Houve outro tipo de  surtos
Até ao momento, ainda não foram registados casos, contudo, já houve o cuidado de enviar   amostras para o Instituto de Saúde Pública Ricardo Jorge, em Portugal, para que se possa  confirmar se está ou não não perante casos de coronavírus em São Tomé e Príncipe", disse, recentemente,  aos jornalistas o diretor do Centro Nacional de Endemias, Carlos Bandeira de Almeida, a propósito de 146 passageiros que chegaram a São Tomé há uma semana, procedentes de Lisboa e dos Camarões
Entretanto, já foi referido que "Os testes feitos a 25 suspeitos deram negativo
Testes mandados realizar pelo Governo de São Tomé e Príncipe, no Instituto Ricardo Jorge de Portugal, reforçaram a a informação transmitida há mais de 2 semanas, de que o arquipélago de 1001 quilómetros quadrados, e habitado por perto de 200 mil pessoas, ainda não foi tocado pela pandemia – Covid-19. https://www.telanon.info/sociedade/2020/03/29/31415/covid-19-testes-feitos-a-25-suspeitos-deram-negativo/

Desde o passado dia 28, que as autoridades são-tomenses declararam estado de emergência face à propagação do Covid-19. São Tomé e Príncipe ainda não registou nenhum caso, mas no continente africano há já há vários países afectados pelo novo coronavírus.

Com vista, a não se correrem eventuais riscos,  Governo de Jorge Jesus vai propor ao Presidente da República, Evaristo de carvalho a prorrogação do Estado de Emergência 

GOVERNO VAI PROPOR AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA O PROLONGAMENTO DO PRAZO

Diz a Agência-STP. que Governo de Jorge Jesus vai propor ao Presidente da República, Evaristo de carvalho a prorrogação do Estado de Emergência  - Solidário com os seus governantes e o seu povo – Desejando que o pânico não alastre  para o virus da psiquiatria-pandemia

São Tomé, 27 Mar ( STP-Press ) – O governo são-tomense vai propor  ao Presidente da República a prorrogação do Estado de Emergência por mais 15 dias face ao coronavírus, anunciou hoje o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus tendo assegurado a prorrogação, sem custos, de visto de permanência aos estrangeiros retidos no país por ausência de voos face a pandemia.

“ Importa sublinhar que atendendo a evolução dramática da pandemia Covid-19 no mundo e considerando que internamente ainda não estão consolidadas todas as condições de diagnósticos e respostas, o governo vai propor a sua Excelência Senhor Presidente da República a prorrogação do Estado de Emergência por mais 15 dias”, disse Jorge Bom Jesus em comunicado lido esta tarde a imprensa.

Bom Jesus disse ainda que “ tendo em conta que alguns cidadãos estrangeiros continuam retidos no nosso País, por ausência de voos, orientamos o Sr. Ministro da Defesa e Ordem Interna para autorizar a prorrogação automática dos vistos de permanência por trinta dias sem custos adicionais”.

“ Reconfirmamos que não há até este momento nenhum caso suspeito de Covid-19 que suscite inquietação” disse Jorge Bom Jesus acrescentando que “ amanhã, sábado, faz uma semana que cerca de 150 concidadãos nossos se encontram em quarentena obrigatória. Estão de boa saúde, são acompanhados diariamente pelos profissionais da saúde e uma vasta equipa de logística”.http://www.stp-press.st/2020/03/27/covid-19-governo-vai-propor-ao-presidente-da-republica-a-prorrogacao-do-estado-de-emergencia/



Os santomenses vão superar a tempestade do Corona-Global-Desordem e sorrir à vida, como de costume – Já estão habituados apertar o cinto, desde há muito tempo – Há que tomar em consideração as recomendações que lhe são transmitidas pelas autoridades sanitárias e evitar ajuntamentos, e, sobretudo, poluidores externos – E também do lixo das lixeiras internas, que grassam a céu aberto e das águas conspurcadas e pantanosos alfobres de mesquitos, causadores de paludismo e outras enfermidades

Mesmo assim, comparativamente ao que vai pelo resto do mundo, onde a poluição é bem mais grave - ao ponto de ter que se andar de máscara de casa para o trabalho e deste para casa - , tal a fumaça que se expande na atmosfera, matando milhões e muito antes das que agora se vão vendo por toda a parte para evitar o contágio do tal "bichinho" invisível

Na verdade, se há país no mundo onde a Natureza garante a sobrevivência, as maravilhosas ilhas verdes do Equador, são, pois, desses raros édens privilegiados do planeta, onde tudo cresce, floresce e se reproduz sem grande esforço. Há frutos ao longo de todo o ano e das mais variadíssimas espécies . galinhas, cabras, porcos, vêm-se por todo o lado - O peixes, base da dieta alimentar é que, pelos vistos, vai escasseando - Mas esse é um dos grandes problemas da Nova Ordem Global, em que é preciso ponderar e optar pelo que é mais essencial: se é o hipotecar o futuro do país, com apoios de duvidosas intenções ou garantir a sobrevivência da esmagadora maioria das populações. .




sábado, 28 de março de 2020

COVID-19 - “Senhor dos dias e das noites tristes” – “PRECE” De Dom Manuel Santos – Bispo da Diocese de S. Tomé e Principe - Versos escritos, há 11 anos, em Angolares, mas parecem enquadrar-se nas horas dos dias que correm

Jorge Trabulo Marques - Jornalista 




“Senhor dos dias e das noites tristes,
Que eu possa ser som, cor, poema rezado
Mensageiro de Paz que Tu viste
Quando foste por nós crucificado.

Guiai meus passos sós pelos caminhos
Que atravessam os bairros da tua dor,
Onde as crianças brincam no destino
De um  amanhã riscado de temor.

Que as minhas palavras sejam as tuas,
Gritadas nas esquinas da cidade
Perdida  em avenidas, becos e ruas.

Quero  ser mensageiro da Verdade,
Tua Luz, nas noites tristes, sem lua,
Esperança  em corações sem idade.

Angolares (São Tomé) 7 de Agosto de 2009

Manuel António Mendes dos Santos, C.M.F. (São Joaninho, Distrito de Viseu, Portugal, 20 de maio de 1960) é um bispo católico português, actualmente Bispo de São Tomé e Príncipe, um país insular localizado no Golfo da Guiné, na costa equatorial ocidental da África Central. Filho de uma família numerosa, com três irmãos e quatro irmãs, em 1978 ingressou no Seminário Menor da Diocese de Lamego e, mais tarde, passou para o Seminário da Congregação dos Missionários Claretianos em Carvalhos, Vila Nova de Gaia.

Feito o noviciado em Loja-Granada, Espanha, emitiu a sua primeira profissão em Fátima, a 26 de setembro de 1980, e a profissão perpétua no dia 16 de setembro de 1883. Frequentou os estudos filosóficos e teológicos entre 1978 e 1985 no Instituto das Ciências Humanas e Teológicas do Porto, e na Universidade Católica Portuguesa de Lisboa.



Foi ordenado presbítero na sua terra natal a 20 de julho de 1985. De 1985 a 1993, permaneceu no Seminário “dos Carvalhos” (Vila Nova de Gaia), onde exerceu as funções de promotor vocacional da Província Claretiana Portuguesa (1986-1993) e de Formador e Reitor do Seminário Menor “dos Carvalhos” (1989-1993). Sucessivamente, de 1994 a 1995, fez a experiência missionária em São Tomé, donde partiu em 1995 para a especialização em Teologia Pastoral na Pontifícia Universitá Salesiana, em Roma. De regresso a Portugal, de 1997 a 2001 foi Pároco de São Sebastião e responsável pela Vigararia do Coração de Maria na Diocese de Setúbal.
 No dia 19 de abril de 2001 foi eleito, no X Capítulo em Fátima, Superior Provincial dos Missionários Claretianos.
 De 2003 a 2005, foi Presidente da Conferência Nacional dos Superiores Maiores dos Institutos Religiosos – CNIR.
 No dia 1 de dezembro de 2006 o Papa Bento XVI o nomeia Bispo Diocesano de São Tomé e Príncipe.


COVID-19 - SANTOMENSE ORTINS CRAVID – O primeiro cidadão da diáspora que morre em Portugal – Em São Tomé e Principe, até ao momento não há registo de casos declarados – Mas o Governo já decretou o Estado de Emergência e vai propor ao PR para o prolongar


Jorge Trabulo Marques – Jornalista - Temos também postado vários trabalhos no Facebook, onde nos poderá   também seguir

CIDADÃO DE S. TOMÉ E PRINCIPE VITIMA DE CORONAVIRUS , - Cuja morte tem estado a gerar um profundo sentimento de tristeza, de solidariedade e de pesar para com os que lhe são queridos, através da noticia que divulgamos no Facebook

 Cravid,  filho do primeiro embaixador de São.Tomé e Príncipe , em Angola , senhor Ariosto Castelo David., que chegou a trabalhar no Mistério de Trabalho, faleceu vitima do corona-virus – Informação prestada , por Sérgio Paulo Almeida,, seu amigo pessoal, com quem trabalhou - Além de outras fontes no facebook, na partilha das suas amizades - À família enlutado os meus sentidos pêsames

Desde o passado dia 18, que as autoridades são-tomenses declararam estado de emergência face à propagação do Covid-19. São Tomé e Príncipe ainda não registou nenhum caso, mas no continente africano há já mais de trinta países afectados pelo novo coronavírus.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, após um encontro que manteve com Presidente da República, Evaristo Carvalho, esta terça-feira.

As medidas prevêem a proibição de entrada no país de cidadãos estrangeiros, quanto aos nacionais e residentes estrangeiros, que regressem ao país, ficarão sujeitos a uma quarentena domiciliária. http://www.stp-press.st/2020/03/24/covid-19-ministra-da-educacao-apela-aos-pais-a-acompanharem-seus-educandos-na-prevencao/

GOVERNO VAI PROPOR AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA O PROLONGAMENTO DO PRAZO

Diz a Agência-STP. que Governo de Jorge Jesus vai propor ao Presidente da República, Evaristo de carvalho a prorrogação do Estado de Emergência  - Solidário com os seus governantes e o seu povo – Desejando que o pânico não alastre  para o virus da psiquiatria-pandemia

São Tomé, 27 Mar ( STP-Press ) – O governo são-tomense vai propor  ao Presidente da República a prorrogação do Estado de Emergência por mais 15 dias face ao coronavírus, anunciou hoje o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus tendo assegurado a prorrogação, sem custos, de visto de permanência aos estrangeiros retidos no país por ausência de voos face a pandemia.

“ Importa sublinhar que atendendo a evolução dramática da pandemia Covid-19 no mundo e considerando que internamente ainda não estão consolidadas todas as condições de diagnósticos e respostas, o governo vai propor a sua Excelência Senhor Presidente da República a prorrogação do Estado de Emergência por mais 15 dias”, disse Jorge Bom Jesus em comunicado lido esta tarde a imprensa.

Bom Jesus disse ainda que “ tendo em conta que alguns cidadãos estrangeiros continuam retidos no nosso País, por ausência de voos, orientamos o Sr. Ministro da Defesa e Ordem Interna para autorizar a prorrogação automática dos vistos de permanência por trinta dias sem custos adicionais”.

“ Reconfirmamos que não há até este momento nenhum caso suspeito de Covid-19 que suscite inquietação” disse Jorge Bom Jesus acrescentando que “ amanhã, sábado, faz uma semana que cerca de 150 concidadãos nossos se encontram em quarentena obrigatória. Estão de boa saúde, são acompanhados diariamente pelos profissionais da saúde e uma vasta equipa de logística”.

 Ontem, quinta-feira, foram feitas recolhas aleatórias de amostras nos centros de quarentena que seguiram no voo da TAP para analise no instituto Ricardo Jorge em Portugal. Por conseguinte, pedimos calma, paciência e colaboração destes concidadãos, seus familiares e amigos, mas trata-se de uma medida excepcional estritamente necessária” –disse Bom Jesus.
O Chefe do governo disse ainda que “ continuamos a trabalhar nas várias frentes de prevenção e combate a esta pandemia, nomeadamente ao nível da aquisição de materiais, consumíveis, equipamentos diversos que vão chegando paulatinamente ao País, com financiamento do governo oi apoios dos parceiros internacionais ( voo da TAP/ União Europeia).
“ Trabalhamos na finalização de um plano de mitigação do impacto económico, financeiro e social que será aprovado na próxima sessão do Conselho de Ministros, cujas linhas orientadoras foram partilhadas com parceiros de concertação social”- adiantou o primeiro-ministro.
Disse ainda que “ apesar das medidas de restrição, tudo está a ser acautelado para evitar ruturas de bens essenciais de consumo e combustíveis. A propósito, ainda hoje sexta-feira chegou a Região Autónoma do Príncipe uma embarcação contendo combustíveis, diversos produtos alimentares incluindo hortaliças. Ainda em relação ao Príncipe os voos da STP Airways estão reduzidos a duas frequências semanais por enquanto, 2ª e 6ª) .
“ No que toca a falta da emissão da TVS, na região, reenviaremos o emissor já reparado no próximo voo” disse tendo sublinhado” aproveito para reiterar o apelo aos espíritos patriótico e cívico de todos são-tomenses sem excpção, do mais novo aos mais velhos de Cauê a Região autónoma do Príncipe no sentido de colaborarem com as autoridades e respeitarem as medidas adoptadas”.
Bom Jesus sustentou que “ o combate ao coronavírus exige união, solidariedade, maturidade política e muita responsabilidade dos decisores políticos, pois as agendas pessoais ou de grupos não devem sobrepor-se aos superiores interesses da Nação são-tomense”. http://www.stp-press.st/2020/03/27/covid-19-governo-vai-propor-ao-presidente-da-republica-a-prorrogacao-do-estado-de-emergencia/


 Por sua vez, A ministra são-tomense da Educação, Julieta Rodrigues apelou aos pais  e encarregados de educação para acompanharem os seus educandos, sobretudo, na realização de tarefas escolares e na planificação da vida quotidiana, neste período de suspensão temporária das aulas,  face as medidas de prevenção ao coronavírus [Covid-19].
A governante fez este apelo esta manhã em mensagem dirigida “aos País e encarregados de educação, estudantes, docentes e demais intervenientes no sistema educativo de São Tomé e Príncipe” face a pandemia do coronavírus, tendo sublinhado que “ todos juntos pela nossa vida. http://www.stp-press.st/2020/03/24/covid-19-ministra-da-educacao-apela-aos-pais-a-acompanharem-seus-educandos-na-prevencao/