expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 29 de março de 2020

São Tomé e Principe – COVID-19 -Governo e Chefe de Estado, Unidos na prevenção contra o mesmo inimigo invisível que alastra a nível global - Meu abraço solidário a Jorge Bom Jesus e a Evaristo Carvalho

Jorge Trabulo Marques - Jornalista - 

Nesta hora, de grande ansiedade e de incerteza, manifesto aqui publicamente a minha solidariedade para com as duas principais figuras da nação santomense,com os desejos de que,  o pânico não alastre  para o virus da psiquiatria-pandemia, que é o mais provável suceder nos grandes centros urbanos  - Até porque já foi noticiado de   que  o “Suicídio mata mais do que o cancro da mama ou a guerra. Há uma morte a cada 40 segundos Uma pessoa suicida-se no mundo a cada 40 segundos, com o suicídio a ser responsável por cerca de 800 mil mortes a cada ano, mais do que o cancro da mama, a malária, a guerra ou os homicídios".https://www.dn.pt/vida-e-futuro/uma-morte-a-cada-40-segundos-suicidio-mata-mais-do-que-o-cancro-da-mama-ou-a-guerra-11281907.html

Na audiência concedida em Maio 2019
"O novo coronavírus continua a fazer vítimas em todo o Mundo. Até a este sábado, mais de 101 mil pessoas foram infetadas e mais de 3400 morreram. Em Portugal, há 18 casos de infeção com Covid-19. Ainda assim, existem algumas razões para não entrar em pânico. Um grupo de cientistas, citados pelo jornal "The Guardian É possível evitar contágio; Na maioria dos casos, os sintomas são ligeiros e os jovens correm um risco muito baixo; Mais de metade já recuperou https://www.jn.pt/nacional/as-razoes-para-nao-entrar-em-panico-com-o-novo-coronavirus-11898475.html

Pese o facto de S. Tomé e Principe, serem ilhas, separadas pelas grandes massas líquidas oceânicas, nem por isso,  nos tempos que correm, em que as ligações, ,na generalidade dos países, se fazem com todo o mundo, sao menores os riscos pela contaminação do malfadado coronavirus19
Daí os cuidados e as preocupações, que o Governo de Jorge Bom Jesus, vem  tomando com vista a salvaguardar o país de que o virus  possa vir a ser  introduzido por agentes externos

NO TEMPO COLONIAL - Houve outro tipo de  surtos
Até ao momento, ainda não foram registados casos, contudo, já houve o cuidado de enviar   amostras para o Instituto de Saúde Pública Ricardo Jorge, em Portugal, para que se possa  confirmar se está ou não não perante casos de coronavírus em São Tomé e Príncipe", disse, recentemente,  aos jornalistas o diretor do Centro Nacional de Endemias, Carlos Bandeira de Almeida, a propósito de 146 passageiros que chegaram a São Tomé há uma semana, procedentes de Lisboa e dos Camarões
Entretanto, já foi referido que "Os testes feitos a 25 suspeitos deram negativo
Testes mandados realizar pelo Governo de São Tomé e Príncipe, no Instituto Ricardo Jorge de Portugal, reforçaram a a informação transmitida há mais de 2 semanas, de que o arquipélago de 1001 quilómetros quadrados, e habitado por perto de 200 mil pessoas, ainda não foi tocado pela pandemia – Covid-19. https://www.telanon.info/sociedade/2020/03/29/31415/covid-19-testes-feitos-a-25-suspeitos-deram-negativo/

Desde o passado dia 28, que as autoridades são-tomenses declararam estado de emergência face à propagação do Covid-19. São Tomé e Príncipe ainda não registou nenhum caso, mas no continente africano há já há vários países afectados pelo novo coronavírus.

Com vista, a não se correrem eventuais riscos,  Governo de Jorge Jesus vai propor ao Presidente da República, Evaristo de carvalho a prorrogação do Estado de Emergência 

GOVERNO VAI PROPOR AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA O PROLONGAMENTO DO PRAZO

Diz a Agência-STP. que Governo de Jorge Jesus vai propor ao Presidente da República, Evaristo de carvalho a prorrogação do Estado de Emergência  - Solidário com os seus governantes e o seu povo – Desejando que o pânico não alastre  para o virus da psiquiatria-pandemia

São Tomé, 27 Mar ( STP-Press ) – O governo são-tomense vai propor  ao Presidente da República a prorrogação do Estado de Emergência por mais 15 dias face ao coronavírus, anunciou hoje o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus tendo assegurado a prorrogação, sem custos, de visto de permanência aos estrangeiros retidos no país por ausência de voos face a pandemia.

“ Importa sublinhar que atendendo a evolução dramática da pandemia Covid-19 no mundo e considerando que internamente ainda não estão consolidadas todas as condições de diagnósticos e respostas, o governo vai propor a sua Excelência Senhor Presidente da República a prorrogação do Estado de Emergência por mais 15 dias”, disse Jorge Bom Jesus em comunicado lido esta tarde a imprensa.

Bom Jesus disse ainda que “ tendo em conta que alguns cidadãos estrangeiros continuam retidos no nosso País, por ausência de voos, orientamos o Sr. Ministro da Defesa e Ordem Interna para autorizar a prorrogação automática dos vistos de permanência por trinta dias sem custos adicionais”.

“ Reconfirmamos que não há até este momento nenhum caso suspeito de Covid-19 que suscite inquietação” disse Jorge Bom Jesus acrescentando que “ amanhã, sábado, faz uma semana que cerca de 150 concidadãos nossos se encontram em quarentena obrigatória. Estão de boa saúde, são acompanhados diariamente pelos profissionais da saúde e uma vasta equipa de logística”.http://www.stp-press.st/2020/03/27/covid-19-governo-vai-propor-ao-presidente-da-republica-a-prorrogacao-do-estado-de-emergencia/



Os santomenses vão superar a tempestade do Corona-Global-Desordem e sorrir à vida, como de costume – Já estão habituados apertar o cinto, desde há muito tempo – Há que tomar em consideração as recomendações que lhe são transmitidas pelas autoridades sanitárias e evitar ajuntamentos, e, sobretudo, poluidores externos – E também do lixo das lixeiras internas, que grassam a céu aberto e das águas conspurcadas e pantanosos alfobres de mesquitos, causadores de paludismo e outras enfermidades

Mesmo assim, comparativamente ao que vai pelo resto do mundo, onde a poluição é bem mais grave - ao ponto de ter que se andar de máscara de casa para o trabalho e deste para casa - , tal a fumaça que se expande na atmosfera, matando milhões e muito antes das que agora se vão vendo por toda a parte para evitar o contágio do tal "bichinho" invisível

Na verdade, se há país no mundo onde a Natureza garante a sobrevivência, as maravilhosas ilhas verdes do Equador, são, pois, desses raros édens privilegiados do planeta, onde tudo cresce, floresce e se reproduz sem grande esforço. Há frutos ao longo de todo o ano e das mais variadíssimas espécies . galinhas, cabras, porcos, vêm-se por todo o lado - O peixes, base da dieta alimentar é que, pelos vistos, vai escasseando - Mas esse é um dos grandes problemas da Nova Ordem Global, em que é preciso ponderar e optar pelo que é mais essencial: se é o hipotecar o futuro do país, com apoios de duvidosas intenções ou garantir a sobrevivência da esmagadora maioria das populações. .




Nenhum comentário :