expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Covid-19 – Guiné Equatorial - Decretou a dissolução da “Igreja Universal do Reino de Deus” ,e outros dois credos religiosos por desobediência civil às normas de prevenção à epidemia do Coronavirus, tendo as licenças - para o exercício da actividade pastoral, sido "irreversivelmente anuladas". O Governo adquiriu à Turquia material clínico no valor de 386 000 dólares – E adia fórum sobre petróleo em África de junho para novembro

Jorge Trabulo Marques – Jornalista - A GUINÉ EQUATORIAL ENCERROU AS PORTAS À IGREJA UNIVERSAL  DO REINO DE DEUS 


"Portas de Malabo"

O Governo da República da Guiné Equatorial adquiriu à Turquia, 20.000 unidades de equipamento de protecção, 20.000 unidades de luvas, 20.000 unidades de batas descartáveis e 100.000 máscaras, que serão distribuídas nas regiões insulares e continentais – O referido material chegou a Malabo no domingo, 5 de Abril, com um voo da Ceiba Intercontinental.

  .
 O Ministro de Estado da Saúde afirmou que a prioridade agora é proteger os profissionais de saúde e os agentes policiais responsáveis e que, se a situação se agravar, as máscaras serão distribuídas à população https://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php?id=15236



Interior de uma igreja católica em Malabo














Na Africa Ocidental, há registo de 1.541 de 1.541 infeções, 45 mortes e 217 doentes recuperados  -  Porém, na Guiné Na Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, estão confirmados apenas 16 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus.

O Governo deste país do Golfo da Guiné,  encontra-se igualmente envolvido com várias medidas  de prevenção para combater  a epidemia do  coronavirus, incluindo a suspensão de atividades académicas e desportivas e a proibição do uso de autocarros.

Além disso, tendo acordado  com os responsáveis pelas confissões religiosas instalados no pais a cumprirem rigorosamente o consenso  estabelecido com as instruções do Ministério da Justiça, Culto e Prisões sobre a suspensão temporária das celebrações da sua natureza".,  porém,   três confissões , – diz um decreto presidencial - não acataram as normas aprovadas e acabam de ser dissolvidas


Refere  que, a  Presidência da República, sancionou o Decreto Presidencial que dissolve as confissões religiosas Igreja Universal do Reino de Deus "Pai do Sofrimento" e Ministério da Libertação, Cura e Profecia. Reproduzimos o conteúdo completo do Decreto.

Diz que, o seu  incumprimento infringe  fraudulentamente o disposto no artigo 2º do Decreto de 15 de Março deste ano, que desenvolve medidas para prevenir e controlar o surto da nova pandemia do Coronavírus COVID19 no nosso país, que diz literalmente que "os responsáveis pelas confissões religiosas são instados a cumprir rigorosamente o consenso acordado com o Ministério da Justiça, Culto e Prisões sobre a suspensão temporária das celebrações da sua natureza".

Tendo ficado acordado  “dissolver, com efeitos a partir desta data, as seguintes confissões religiosas, cuja personalidade jurídica na República da Guiné Equatorial se extingue, por conseguinte, total e definitivamente:

   a) IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS "PAI DE SUFERÊNCIA
   b) MINISTÉRIO DA LIBERTAÇÃO, DA SAÚDE E DA PROFECIA

Artigo 2.o - Em conformidade com o disposto no artigo anterior, as igrejas acima referidas estão proibidas de praticar, em qualquer parte do território nacional, qualquer tipo de acto, seja de culto ou de qualquer outra natureza.
Artigo 3.o - Fica acordado o cancelamento, a partir desta data, das autorizações de residência dos estrangeiros pastores e outros membros da direcção destas igrejas, que serão assim expulsos do território nacional logo que as circunstâncias o permitam, sem qualquer possibilidade de regresso.
Artigo 4.o - Fica acordado que as licenças e autorizações que os directores nacionais das Igrejas dissolvidas tinham para o exercício da actividade pastoral ou representativa das Igrejas na República da Guiné Equatorial serão irreversivelmente anuladas. https://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php?id=15243&lang=es





Nenhum comentário :