expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 28 de abril de 2020

Gripe vs Coronavírus-19: Qual deles é mais perigoso? Muitos profissionais de saúde estão justamente preocupados com o novo coronavírus, apelidado pela OMS como "COVID-19". É uma realidade totalmente nova para todos. Mas em termos de números reais, a gripe comum representa uma ameaça maior à saúde do resto do mundo do que o novo coronavírus, dizem especialistas do CDC

JORGE TRABULO MARQUES - Jornalista

 
EMERGÊNCIA DE SAÚDE: A OMS declarou com razão o coronavírus como uma "emergência de saúde pública de interesse internacional".  A CDC dos EUA, em um boletim de 31 de janeiro de 2020, alertou o público para não baixar a guarda contra a gripe - que causou pelo menos  9 a 45 milhões de doenças, entre 140.000 a 810.000 hospitalizações e entre 12.000 a 61.000 mortes anualmente desde 2010. Fonte:  https://www.cdc.gov/flu/about/burden/index. htm

Não é em S. Tomé 
Não é em S. Tomé
O CORONAVIRUS  É O 19º  -   Ainda é  um virus mal conhecido mas não se devem esquecer os estragos provocados pelas gripes sazonais. 

How Does the 2018-2019 Flu Season Compare to Last Year's Deadly Season?

Angola 
Desconhece-se o pais

Noutra noticia é dito que "O CDC estima que até agora na temporada de gripe deste ano - de 1º de outubro a 19 de janeiro - houve 9,8 a 11,4 milhões de doenças, 4,6 a 5,4 milhões de consultas médicas e 113.000 a 136.000 hospitalizações relacionadas à gripe.

Essas estimativas são preliminares e baseiam-se nos relatórios semanais de vigilância de influenza do CDC.
https://people.com/health/2019-flu-season/

 NÃO SE DEIXE DERROTAR - PELO DESÂNIMO  - O Poeta e Declamador Português, Euclides Cavaco, dá-lhe algumas dicas neste belo vídeo




As maiores consequências da atual pandemia,  além dos que adoecem com a doença e morrem, também há muitos danos colaterais. O desemprego está subindo rapidamente. As contas de assistência médica estão se acumulando. As empresas estão dispensando ou demitindo trabalhadores
.
Dado tratar-se de uma nova doença, que ainda continua a suscitar mais dúvidas de que certezas, com reflexos inesperados não só aos que apresentam sintomas mas também aos que podem ser portadores e se revelarem assintomáticos,   fenómenos estes que  têm vindo a provocar estados de ansiedade e de pânico nas populações, bem como a ignorar outras doenças não menos perturbadoras e perigosas, que parecem agora passar despercebidas nas estatísticas. 

Há, pois, que seguir as recomendações médicas, manter a serenidade  e o bom humor , até porque, os estados de depressão, também matam severamente, enquanto as pessoas bem humoradas ou confiantes nas suas crenças, reforçam mais facilmente as suas defesas.

COVID-19 “Como as pessoas estão espalhando coronavirus sem sintomas?” - Governo santomense, também se preocupa com os assintomáticos.   Esta a questão colocada por especialistas  “Sabemos que nem todo mundo que entra em contato com o novo coronavírus acaba ficando doente. Mas quantas pessoas por aí têm o vírus e estão se sentindo bem - e talvez o estejam espalhando sem saber para outras pessoas?

Os espalhadores silenciosos estão desempenhando um papel significativo na pandemia, alertam especialistas – Mas este é também o mesmo problema da Gripe e de outras doenças infecto-contagiosas


Novo coronavírus parece 'menos grave' do que a SARS, diz médico francês
O médico responsável pelo tratamento de dois pacientes hospitalares de Paris para o novo vírus da China disse no sábado que a doença parece menos grave do que surtos comparáveis ​​do passado e que a chance de uma epidemia européia parece fraca nesta fase.

Ainda assim, a França continuava preocupada com seus cidadãos em Wuhan , a cidade chinesa agora fechada onde o surto começou. O Ministério das Relações Exteriores da França disse no sábado que autoridades francesas e chinesas estão estudando "eventuais opções que permitiriam aos nacionais que desejam sair".

O consulado francês em Wuhan está em constante contato com os cidadãos, disse o Ministério das Relações Exteriores, sem dizer quantos deles estão na cidade.
A partir de domingo, as equipes médicas estarão nos aeroportos da França, principalmente Charles de Gaulle, em Paris, para ajudar os passageiros que chegam de várias cidades chinesas com perguntas, preocupações ou necessidades médicas, disse Salomon, chefe de saúde.

Esta doença é muito menos grave - e não dizemos isso com base em dois pacientes, mas conversando com nossos colegas internacionais - do que, por exemplo, a SARS", disse Yazdanpaneh, referindo-se ao surto de 2002 da síndrome respiratória aguda grave que matou centenas de pessoas.
Atualmente, acredita-se que a taxa de mortalidade pela doença viral identificada na China no mês passado seja inferior a 5%, enquanto era o dobro da SARS, disse ele.
Ele disse que o mers coronavírus na Arábia Saudita também parece mais grave do que o vírus na China.
O homem e a mulher que receberam atendimento em Paris foram levados para Bichat na manhã de sexta-feira e
os testes para o coronavírus eram positivos à noite, disse Yazdanpaneh.
As duas salas em que estão sendo atendidas são as chamadas salas de pressão negativa que o ar entra, mas não pode escapar para se proteger contra a transmissão. Bichat tem sete desses quartos. https://www.france24.com/en/20200125-new-coronavirus-appears-less-serious-than-sars-says-french-doctor

Este era o aviso lançado o ano em Setembro do ano passado, pela OMS
LONDRES (Reuters) - O mundo está enfrentando uma ameaça crescente de pandemias de doenças que podem matar milhões e causar estragos na economia global, alertou um painel internacional de especialistas, e os governos devem trabalhar para se preparar e mitigar esse risco.
"A ameaça de uma pandemia que se espalha pelo mundo é real", afirmou o grupo em um relatório divulgado na quarta-feira. "Um patógeno de movimento rápido tem o potencial de matar dezenas de milhões de pessoas, perturbar economias e desestabilizar a segurança nacional."
Gro Harlem Brundtland, ex-chefe da OMS que co-presidiu o conselho, acrescentou que as abordagens atuais para emergências de doenças e saúde são "caracterizadas por um ciclo de pânico e negligência".
O relatório citou a pandemia de "gripe espanhola" de 1918, que matou cerca de 50 milhões de pessoas. Com um grande número de pessoas atravessando o mundo em aviões todos os dias, um surto aéreo equivalente agora poderia se espalhar globalmente em menos de 36 horas e matar cerca de 50 a 80 milhões de pessoas, destruindo quase 5% da economia global. disse.
No caso de uma pandemia, muitos sistemas nacionais de saúde - particularmente nos países pobres - entrariam em colapso
.
"A pobreza e a fragilidade exacerbam os surtos de doenças infecciosas e ajudam a criar as condições para que as pandemias ocorram", disse Axel van Trotsenburg, diretor executivo interino do Banco Mundial e membro do painel.
Convocando os governos a “seguirem as lições que esses surtos estão nos ensinando” e a “consertar o teto antes que a chuva chegue”, Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, disse que deveriam investir no fortalecimento dos sistemas de saúde, aumentar os fundos para pesquisas em novas tecnologias, aprimore os sistemas de coordenação e comunicação rápida e monitore o progresso continuamente.
A OMS também alertou no início deste ano que outra pandemia de gripe - causada por vírus transmitidos pelo ar - é inevitável e disse que o mundo deve se preparar para isso. https://www.reuters.com/article/us-health-pandemics/world-at-risk-of-pandemics-that-could-kill-millions-panel-warns-idUSKBN1W22T4


Qual a diferença entre esse coronavírus (COVID-19) e a gripe?
O COVID-19 é um novo tipo de coronavírus, surgindo no final de 2019. Por ser um novo vírus, os profissionais de saúde pública ainda estão aprendendo mais sobre sua transmissão, sintomas e gravidade. Até o momento, é mais provável que a gripe apareça com rápido início de doença, febre alta e dor de cabeça e dores no corpo proeminentes. Por outro lado, o COVID-19 pode apresentar início mais lento da doença, dor de cabeça leve e dor no corpo e febre leve / ausente.
.Qual a diferença entre esse coronavírus (COVID-19) e a gripe?
O COVID-19 é um novo tipo de coronavírus, surgindo no final de 2019. Por ser um novo vírus, os profissionais de saúde pública ainda estão aprendendo mais sobre sua transmissão, sintomas e gravidade. Até o momento, é mais provável que a gripe apareça com rápido início de doença, febre alta e dor de cabeça e dores no corpo proeminentes. Por outro lado, o COVID-19 pode apresentar início mais lento da doença, dor de cabeça leve e dor no corpo e febre leve / ausente.
Coronavírus versus gripe: qual é a maior ameaça?
Esta é uma pergunta muito difícil de responder, pois não há resposta universal. Com base no que sabemos atualmente sobre a gripe (influenza) e a doença COVID-19 (coronavírus), sobre a qual continuamos a aprender mais, ambos podem apresentar problemas para os mais jovens, idosos e pessoas com condições médicas subjacentes. https://www.ynhhs.org/patient-care/urgent-care/flu-or-coronavirus


GE TRABULO MARQUES - Jornalista

Nenhum comentário :