expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

quinta-feira, 30 de abril de 2020

São Tomé e Principe - De 11 para 14 casos Covd-19 - É importante prevenir mas não exagerar – Não se devem copiar figurinos que não se coadunem com a realidade da vida pacifica do povo e da sua insularidade – E muito menos transformar a vida das populações num estado de sítio, com reforço a outros meios que não sejam os habituais


Jorge Trabulo Marques Jornalista – Estamos no Facebook, com diversa informação 




O povo mais carente, continua alimentar-se da bananeira do quintal e pouco mais, à luz da vela e de vigílias prolongadas, entregue às suas orações: temos informações que, o agravamento de medidas restritivas,
com o recolher obrigatório em todo o território nacional, entre as 19 e as 5 horas da manhã, está  a gerar algumas tensões e estados de angústia e de instabilidade, que já teriam provocado alguns conflitos.  



Não é  reprimindo  a  liberdade  do Povo que pode evitar-se o mal-estar ou o descontentamento social.  O governo deve ser cauteloso e saber gerir, com serenidade e prudência,  os ecos do da pânico-pandemia que chegam do exterior.  Ter bem presente que os estados de depressão, também dão cabo da vida às pessoas  com graves implicações nos comportamentos na saúde. 



Não é em S. Tomé 
Não é em S. Tomé
O CORONAVIRUS  É O 19º  -   Ainda é  um virus mal conhecido mas não se devem esquecer os estragos provocados pelas gripes sazonais.  De referir que  "a OMS declarou com razão o coronavírus como uma "emergência de saúde pública de interesse internacional".  A CDC dos EUA, em um boletim de 31 de janeiro de 2020, alertou o público para não baixar o aviso contra a gripe - que causou pelo menos  9 a 45 milhões de doenças, entre 140.000 a 810.000 hospitalizações e entre 12.000 a 61.000 mortes anualmente desde 2010. Fonte:  https://www.cdc.gov/flu/about/burden/index. htm


How Does the 2018-2019 Flu Season Compare to Last Year's Deadly Season?

Angola 
Desconhece-se o pais

Noutra noticia é dito que "O CDC estima que até agora na temporada de gripe deste ano - de 1º de outubro a 19 de janeiro - houve 9,8 a 11,4 milhões de doenças, 4,6 a 5,4 milhões de consultas médicas e 113.000 a 136.000 hospitalizações relacionadas à gripe.

Essas estimativas são preliminares e baseiam-se nos relatórios semanais de vigilância de influenza do CDC.
https://people.com/health/2019-flu-season/


SEGURANÇA REFORÇADA COM  PELOTÕES  MILITARES?

Confesso que não gostaria de estar na pele de qualquer governo, face o alarmismo criado em todo o mundo. Com uma tal alarido global não é fácil governar e tomar medidas sensatas.

No caso especifico de STP, até parece  que não se aprendeu com o cerco à AN. 
Diz o Téla Nón, que "Evaristo Carvalho, explica que convocou o exército e a guarda costeira, porque o efectivo das forças de segurança(polícias e outras forças para-militares), é insuficiente para dar cobertura ao Estado de Emergência em vigor – .
Mas que ideia esta?... “Colocar militares em pontos estratégicos como portos, aeroportos, banco central, serviços de abastecimentos personalizados como água, electricidade, o centro de abastecimento de combustível», pontua o Presidente da República no seu decreto de 24 de Abril.https://www.telanon.info/politica/2020/04/25/31568/comandante-supremo-coloca-militares-na-rua-para-impor-ordem-no-combate-contra-a-covid-19/

A  TROPA EM TEMPO DE  PANDEMIA  CHAMADA A DESEMPENHAR ACÇÕES CÍVICAS – MAS NÃO PARA REPRIMIR AS POPULAÇÕES

Portugal segue o exemplo espanhol, em que, os militares, foram chamados para desempenhar 500 lares de idosos desde o início da implementação das medidas especiais.
Foi noticiado , que, as hierarquias militares vão lançar uma “operação gigantesca” em cerca de 800 escolas, incluindo a desinfeção de escolas antes de reabrirem as aulas do 11.º e 12.º anos, anunciou hoje o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA). https://www.msn.com/pt-pt/noticias/ultimas/covid-19-militares-desinfetam-escolas-antes-do-regresso-de-aulas-no-11%C2%BA-e-12%C2%BA/ar-BB12ZsU0.

Há, pois, que seguir as recomendações médicas, manter a serenidade  e o bom humor , até porque, os estados de depressão, também matam severamente, enquanto as pessoas bem humoradas ou confiantes nas suas crenças, reforçam mais facilmente as suas defesas.


Compare-se o gráfico com outras doenças 
Nas ilhas, só entram doenças externas se as autoridades descurarem os acessos aéreos e marítimos Há doenças, como o paludismo, que têm feito grandes estragos, além de outras doenças tropicais -Esgotos e lixeiras a céu aberto, mercados com esteiras no chão e sem uma casa de banho acessível. O mercado municipal, herança do Governador Carlos Gorgulho, é um sufoco, num estado deplorável e tudo a monte. Nas imediações, a venda ao ar livre, só visto. As imagens, que ali fiz, deixaram-me arrepiado

Ainda o que vai valendo são as ONGs e outros apoios internacionais - O tradicional "moli-moli" tem-se estendido também a alguma passividade dos governantes .

Refere a Agência STP; que sobe de 11 para 14 casos positivos de infeções do coronavírus 19 , dos quais, 4 já recuperados, 8 internados e 2 casos activos em isolamento, segundo boletim diário sobre pandemia divulgado na tarde de hoje, quarta-feira, 29, pela equipa do ministério da Saúde liderada por ministro da tutela, Edgar Neves e directora dos Cuidados da Saúde, Feliciana Pontes.

Quanto aos casos de Covid-19 positivos acumulados, o boletim informativo revela um total de 14 casos positivos acumulados, dos quais, 4 casos recuperados, 8 casos activos [pacientes internados por Covid-19] e 2 casos activos [pacientes em isolamento].
Relativamente aos testes realizados terça-feira, dia 28 o documento revela um registo total de 5, sendo, 2 testes rápidos negativos e 3 testes rápidos positivos.
Relativamente aos dados acumulados em termos de testes realizados por PCR, os dados mantiveram inalteráveis com um anuncio total de 119 testes por PCR, sendo, 114 testes negativos, 4 testes confirmados, 1 teste inconclusivo.
Quanto aos testes rápidos efetuados já no País, o diário informativo do ministério sobre coronavírus anuncia um total de 45 testes que resultaram em 35 testes rápidos negativos e 10 testes rápidos positivos.
O boletim de hoje faz ainda referência a 4 pacientes suspeitos no SR [Sintomático Respiratório] bem como 67 em contatos de seguimento e zero óbitos. Texto: Ricardo Neto e Leonel Mendes Texto: Ricardo Neto e Leonel Mendes.

Nenhum comentário :