expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 7 de junho de 2020

Em São Tomé e Principe, existe um dos últimos paraísos do mundo, que ninguém sabe onde é” – Diz Jacques Texier, engenheiro de petróleo, em Angola e antigo oficial da força área francesa, responsável pela gestão Club Santana, Beach Resort -


Por Jorge Trabulo Marques - Jornalista -



As Ilhas Verdes do Equador, classificadas, em Janeiro passado,  como os  20 melhores lugares para visitar em 2020. poderão ser a  Terra Prometida para o turismo que queira isolar-se da pandemia global  - Pese o facto de nas ilhas, terem sido sinalizados  meia centena de casos positivos -

 Noticia de hoje, da agência, STP-Press, dá conta de que, na tarde sábado, foram conhecidos mais 4 casos positivos de coronavírus, totalizando 513 casos por acumulação, de acordo a porta-voz do ministério da Saúde, Isabel Santos (...) Além do registo de 2 pacientes suspeito no SR (sintomático respiratório), o documento de hoje faz ainda referência a 11 pessoas em quarentena na RAP [Região Autónoma dovhttp://www.stp-press.st/2020/06/07/covid-19-sao-tome-e-principe-regista-4-novos-casos-positivos-e-total-sobe-para-513/

.

Todavia, estamos em crer que não será por esse facto (aliás, situação bem mais  grave existe no resto de África e noutros países) que, logo que, os voos internacionais, sejam assegurados, que, tais casos, possam assustar os amantes de destas exóticas belezas, e, portanto, que ali queiram banhar-se e bronzear-se nas praias maravilhosas, de águas límpidas e quentes destas lidas Ilhas do Golfo da Guiné. 

Para facilitar o turismo, em São Tomé e Príncipe, o Governo de  Patrice Trovoada, autorizou, em 2015, os cidadãos da CPLP e  da União Europeia, bem como dos Estados Unidos e Canadá, desde que  tenham passaportes válidos e emitidos pelas entidades competentes dos seus países,  a entrarem livremente no arquipélago santomense   sem necessidade de visto, por um período não superior a 15 dias.

 Tal como foi tornado público, as luxuriantes e equatoriais ilhas de São Tomé e Principe,  seduzem os roteiros turísticos, que procuram lugares exóticos e ainda não conspurcadados pela  massificação global, turística  e económica.

No entanto, somos de opinião que "o enriquecimento de divisas, deverá incidir, sobretudo, no desenvolvimento e exportação dos seus produtos naturais e  não esperar que sejam apenas as  divisas que entram nos cofres dos hotéis, agências e transportadoras aéreas, as beneficiadas, mais das vezes, escapando-se aos impostos. 

Mas é desejável que haja todo o cuidado para evitar que, o aparentemente el-dourado  turístico, que as suas maiores atrações, se transformem numa arma de dois gumes:  pervertendo  os seus costumes, descaraterizando, o seu património arquitetónico tradicional e agravando o custo de vida da maioria das populações.


A vida em São Tomé e Príncipe corre muito devagar – “móli-móli!  léve-léve! - Até porque há tantas horas de luz como da noite, há tempo de sobra para tudo. O sol nasce cedinho – Por exemplo, durante o mês de março, o nascer do sol oscilou  entre as 05.36 – 05.40 e o pôr entre as 17.45 – 17.48.  A quem desembarcar no aeroporto da cidade de São Tomé, depara-se-lhe como que um cenário de beleza e tranquilidade, fora deste mundo.

As imagens, que aqui editamos, e algumas delas no video, foram registadas, em Fevereiro de 2016, na visita que ali fez o Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, acompanhado pelo seu homólogo, Patrice Trovoada, depois de ter sido recebido pelo Presidente da República, Manuel Pinto da Costa,  que ali obsequiou o governante cabo-verdiano, com um almoço

A Ilha de São Tomé,  na opinião de Jacques Texier, engenheiro de petróleo, em Angola e antigo oficial da força área francesa considerado,   é  considerado “Um dos últimos paraísos do mundo, que ninguém sabe onde é” – Diz o antigo  engenheiro de petróleo, em Angola e ex-oficial da força área francesa – Cérebro da mais bela e harmoniosa unidade turística das ilhas Verdes 

 Jacques Texier, um antigo oficial da Força Aérea Francesa, que, embora considere a França “o país mais bonito do mundo”, se deixou seduzir pelo exotismo encantador de África: - 34 anos em Angola, como engenheiro de exploração petrolífera, e, desde 1988, data em que veio para fundar o Club de Santana, repartindo o seu tempo, ora lá, ora cá, ora regressando a Luanda, onde é Vice-Presidente do Concelho de Administração de importante empresa, ora voltando a S. Tomé, para de novo se deleitar num dos mais surpreendentes recantos na já de si paradísica Ilha Verde do Equador 

Sim, e aqui gerir e pernoitar numa das típicas “cabanas” (das três dezenas de bungalows) que  se confundem no verde luxuriante da floresta,  unidade turística , sobranceira a um extenso mar azul, sobre o qual o conjunto de sedutoras habitações, vai descair suavemente para uma magnifica baía, também ela, outro sonho de verdejantes coqueiros,  que pendem e bordejam uma  praia de areias douradas e suaves, na qual se estende, até aos confins do horizonte, a imensa superfície de um mar de águas quentes, límpidas e tranquilas

LUGAR IDÍLICO QUE PARA SER DESFRUTADO, TEM O SEU PREÇO

É um destino turístico dos mais belos e acolhedores de S. Tomé –  Claro, que é não é para todas as bolsas – Mas, enfim, para quem o puder fazer e queira passar alguns dias de sonho – ou viver a sua lua de mel – não há outro sítio, mais maravilhoso e sedutor,  como este! – Onde tudo parece enquadrar-se numa perfeita hormonia, de sossego e beleza – Até mesmo com a faina dos pescadores, que, um pouco mais à frente da baía, das piscinas e bares, fazem a sua vida normalíssima.


Pudemos ter o prazer de ali desfrutar, uns agradáveis e belos momentos, não na condição de cliente mas na qualidade de jornalista  que acompanhava a comitiva do  último da visita do Primeiro-Ministro de Cabo VerdeJosé Maria Neves,  a S. Tomé e Príncipe, e que ali foi obsequiado com um almoço oferecido pelo Primeiro-Ministro, Patrice Trovoada – Sem dúvida, num dos mais atraentes e belos empreendimentos turísticos destas Ilhas.

"CLUB SANTANA - UM PARAÍSO À SUA ESPERA  - SEJA BEM-VINDO


Esta é a a explicação e a sudação, que se pode ler, no portal da Internet, do Club Santana - Um paraíso à sua espera -  Situado em Santana, Cantagalo, a 15 km da cidade de S. Tomé, o resort está inserido numa propriedade de Vegetação luxuriante rodeada pela floresta equatorial e integra 31 bungalows com vista sobre o mar. Possui praia privativa e uma variedade de produtos e serviços de qualidade que vão ao encontro de motivações e necessidades distintas - negócios, lazer, praia, natureza…
O Club Santana é o local ideal para recolhimento e privacidade estando, contudo, suficientemente perto da Capital e consequente conveniência dos serviços aí disponíveis. Venha conhecer-nos!"



PARA BEM DAS TARTARUGAS E DO TURISMO 

Notícia publicada no Téla Nón refere que “O programa de proteção das tartarugas marinhas, designado Tatô, une Club Santana como maior operador turístico da região de Santana, à ONGs Terra Crioula e Marapa. O projecto que envolve a comunidade local, pretende promover a protecção da biodiversidade como factor de desenvolvimento económico. 
O Hotel Club Santana, que está apostado no desenvolvimento do turismo ecológico financia o lançamento do “Programa Tatô”, que visa a protecção das Tartarugas Marinhas nas praias da cidade de Santana, capital do distrito de Cantagalo. Club Santana financia parceria com duas ONG


O QUE DIZ QUEM LÁ ESTEVE


"Club fantástico, muito bem enquadrado com a natureza. Um serviço e atenção da equipa de gestão 5 estrelas. Vale bem a pena usufruir da piscina junto á praia ou ficarmos apenas na varanda do bungalow e admirar as vistas..."

"Um verdadeiro paraíso! Resort muito bem enquadrado na natureza e com jardins maravilhosamente cuidados. O acolhimento é de grande profissionalismo e simultaneamente acolhedor. Os bungalows são ótimos. A praia muito sossegada e a nova piscina uma verdadeira maravilha. Os preços são bons em relação à qualidade que apresenta. A não perder os passeios de barco e o mergulho submarino! Club Santana, Beach Resort 


Nenhum comentário :