expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

terça-feira, 28 de julho de 2020

Cantora Mariza – A escultural e divinal Mariza – Um caso singular de beleza e de génio - As melhores venturas e êxitos

Jorge Trabulo Marques - Jrnalista 






A escultural e divinal Mariza - A cantora de origem moçambicana, que canta e encanta com a sua elegância e formosura sublimada pelos sois tropicais de África, a sua mestiçagem com a velha Europa e o timbre dos fados de Amália - Imagens que recordo numa noite de luzes, aplausos e brilhos

Era noticia, em Abril  passado, que Mariza, era  a estrela de um anúncio televisivo, no Brasil, que  motivou uma onda de comentários, nas redes sociais,  dos seus admiradores e admiradoras, tem sido alvo de muitos comentários e outros tantos rumores, em que se falava de “a conhecida fadista terá feito alguma intervenção plástica ou tratamento estético.

Eduardo Madeira também já se juntou a esta polémica ao publicar um bocadinho do vídeo do referido anúncio nas suas redes sociais. Como legenda escreveu: "Assusta-me muito a Mariza no novo anúncio. Serei só eu?".

Desejo que se encontre bem e pronta a proporcionar a continuação dos seus melhores êxitos attísticos.https://www.hiper.fm/anuncio-com-mariza-alvo-de-criticas-nas-redes-sociais-ja-ninguem-aguenta-isto/

VENTURA  - PELO POETA E DECLAMADOR EUCLIDES CAVACO


Ventura

poema e voz de Euclides Cavaco

Há quem diga que a ventura
Anda no mundo perdida
Mas vem a quem a procura
Com veemência na vida.

Ventura é felicidade
Que alguns têm ao nascer
Outros nem por veleidade
A chegam a conhecer.

A ventura nos transcende
Não se estuda nem se ensina
Não se compra nem se vende
Nem se sabe onde origina.

Se há um destino traçado
Que o ser humano emoldura
Que outorgue ao desventurado
Ventura de ter ventura !...

Euclides Cavaco

É sublinhado na sua biografia que, em menos de doze anos, Mariza passou de um fenómeno local quase escondido, partilhado apenas por um pequeno círculo de admiradores lisboetas, para uma das mais aplaudidas estrelas do circuito mundial da World Music.
Álbum Fado em Mim
Tudo começou com o seu primeiro CD, Fado em Mmim, editado em 2001, que depressa conduziu a numerosas apresentações internacionais de grande sucesso – o Festival de Verão do Québec, em que recebeu o Primeiro Prémio (Most Outstanding Performance), o Central Park de Nova Iorque, o Hollywood Bowl, o Royal Festival Hall, o Festival Womad – e que acabou por lhe conferir o prémio da BBC Rádio 3 para o Melhor Artista Europeu na área da World Music. Fado em Mim era um primeiro álbum entusiasmante, mostrando uma jovem cantora com uma voz cheia e vibrante e um a forte personalidade artística. Cantava ainda vários sucessos do repertório de Amália, mas a sua abordagem à herança da grande diva do fado era já tão pessoal que podia facilmente afastar de si qualquer sugestão de mera imitação. E no seio do seu repertório original Ó Gente da minha Terra, do jovem compositor Tiago Machado, depressa se converteu num enorme sucesso, por direito próprio. https://www.mariza.com/pt/biografia




Nenhum comentário :