expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

domingo, 14 de agosto de 2016

Em S. Tomé ninguém deu esta notícia – Da agência Lusa - Elias Costa, julgado à revelia pelo Tribunal de Aveiro – Mas há nova audiência pra Setembro - Ex-secretário-geral de uma associação de cooperação acusado de crimes de falsificação, fraude na obtenção de subsídio e desvio de subvenção. Escapou-se de Portugal, a residir em parte incerta, mas é do seu refúgio, que, através da Internet, se tem revelado um dos mais acesos defensores das politicas de Patrice Trovoada,



Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise  


 GRANDE ELIAS DE S. TOMÉ – E AS NOTICIAS DA LUSA, QUE HÁ MUITO FALAVAM DAS FAÇANHAS DO ex-secretário-geral de uma (ONG) Associação de Cooperação e desenvolvimento - ERAM IGNORADAS NAS ILHAS 
 A que ponto vai a desfaçatez deste arguido e agente provocador, a grande vedeta na campanha presidencial promovida por Patrice Trovoada, que dispara insultos e calúnias impunemente: Òóó Jorge Trabulo Marques toda gente sabe que tu tens uma paixão pelos ditadores e ditaduras. Eu não Você foi agente da PIDE na época colonial e agora é agente de Pinto da Costa Também sabemos que és curandeiro/feiticeiro de Pinto da Costa. Quando te deram uma bem dada que caíste do pico, fugiste que nem o diabo com a cruz.

Raleie o nosso post, agora com novos elementos de informação e mais organizados, no qual  lhe damos a conhecer as várias notícias da Lusa, que serviram de fonte à imprensa portuguesa - E ninguém as contestou - E agora, o Grande Elias, vira-se para o único jornal santomense, que ousou dar a notícia.  


Ex-dirigente de ONG julgado à revelia em Aveiro" Diz Diário de Aveiro, reproduzindo integralmente uma noticia da Lusa - que correu mundo  - Mas em S. Tomé, aos órgãos oficiosos, passou despercebida - Não interessava  - Tal como outras noticias anteriores publicadas pela Lusa, acerca do mesmo foragido

A Redação do Diário de Aveiro, teve a gentileza de nos enviar a notícia integral do jornal, que, aliás,  é da Lusa  - Pormenores mais à frente

 S. TOMÉ - ELIAS COSTA – AS TROPELIAS DE UM ATIVISTA DE PATRICE TROVOADA  - PRÓXIMA AUDIÊNCIA,  EM SETEMBRO  

PRÓXIMA AUDIÊNCIA MARCADA PARA INICIO DE SETEMBRO NO TRIBUNAL DE AVEIRO  - Segundo fonte judicial, no processo  71-00.0JAAVR., consta também como arguida Estelle Michelle Sophie Perine  Fomos também informados  de que a próxima audiência ,está agendada  para o inicio de Setembro – Mas nós vamos revelar aqui o dia.

Acusado de três crimes de peculato, três de falsificação, um de fraude na obtenção de subsídio e um de desvio de subvenção -  A associação "SUL que reclama indemnização de cerca de 27 mil euros, diz que praticamente cessou a sua actividade durante cerca de dois anos, em consequência da conduta dos arguidos

O arguido, que indicou residência em Portugal, mas atualmente a residir no estrangeiro,  foi devidamente notificado pela sua advogada e pela Secretaria do Tribunal  (através do seu e-mail), pelo que deverá estar a par desta sessão  - E só voltará  a faltar, se quiser.



21 de Junho de 2016 - "Elias Costa, natural de São Tomé e Príncipe, antigo estudante da Universidade de Aveiro de eletrónica e telecomunicações, atualmente a residir no estrangeiro, embora devidamente notificado, voltou a não comparecer, nem justificou a ausência. 


O processo esteve uma década à espera de julgamento por não se conhecer o paradeiro dos arguidos. - Pormenores mais à frente 

AUDIÊNCIA ESTEVE MARCADA PARA MAIO 2016 – FOI ADIADA PARA 21 DE JUNHO DEVIDO À AUSÊNCIA DOS ARGUIDOS 

Aveiro, 11 Maio  (Lusa) - O Tribunal de Aveiro adiou para 21 de junho o início do julgamento de dois antigos dirigentes de uma organização não governamental para o desenvolvimento sediada em Aveiro, que estava marcado para hoje. 

O adiamento ficou a dever-se à ausência dos arguidos, que estão acusados pelo Ministério Público (MP) de três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção. – pormenores desta noticia mais à frente

"Ex-dirigente de ONG julgado à revelia em Aveiro" - Noticia da Lusa 

QUARTA, 22 JUNHO 2016 O ex-secretário-geral da associação de cooperação para o desenvolvimento SUL, sediada em Aveiro, começou, ontem, a ser julgado à revelia, 15 anos depois de terem ocorrido os crimes pelos quais está acusado.
Apesar de ter sido devidamente notificado da audiência, o arguido, que se encontra a residir no estrangeiro, não compareceu no Tribunal de Aveiro, nem justificou a ausência O colectivo de juízes decidiu, assim, iniciar o julgamento sem a presença do arguido, que está acusado de três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção. O caso envolve ainda a então companheira do arguido, em relação à qual o tribunal ordenou a separação dos processos, por se encontrar em parte incerta

A sessão ficou marcada pelas declarações da presidente da Assembleia Geral da SUL, que relatou que descobriu a existência de uma "conta paralela'' da associação, quando estava a
abrir correspondência relacionada com subsídios para projectos de desenvolvimento. "Vi um depósito num número de conta que não era a nossa Foi um choque. Ainda pensámos que era um engano, mas não", disse a testemunha, frisando que o arguido não poderia ter aberto aquela conta em nome da associação, sem acta e assinaturas da comissão executiva

A investigação partiu de uma queixa formalizada em 2000 pelos órgãos sociais daquela Organização Não Governamental (ONG) para o Desenvolvimento contra a conduta do seu então secretário-geral e da sua companheira, que fazia parte da comissão executiva

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), entre Agosto de 1999 e Fevereiro de 2000, os dois arguidos apropriaram-se de quase 20 mil euros de subsídios obtidos pela associação. A maior parte desta verba diz respeito a apoios concedidos pelo Instituto Português da Juventude, no âmbito de projectos a que a associação se tinha candidatado.

De acordo com os investigadores, os arguidos utilizaram este dinheiro em proveito próprio, adquirindo bens e serviços, ou fazendo suas determinadas quantias em numerário as quais utilizaram no uso corrente da sua vida.

O MP diz ainda que os arguidos abriram uma conta em nome da instituição, que apenas poderia ser movimenta pelos mesmos, e promoveram campanhas de recolha de fundos, sem conhecimento dos órgãos sociais, chegando a forjar uma declaração do então ministro da administração pública e do trabalho de São Tomé e Príncipe.

A associação "SUL que reclama indemnização de cerca de 27 mil euros, diz que praticamente cessou a sua actividade durante cerca de dois anos, em consequência da conduta dos arguidos. ~

A RESIDIR NO ESTRANGEIRO  - TRIBUNAL CONTACTOU-O MAS NÃO COMPARECEU À AUDIÊNCIA E FOI JULGADO À REVELIA - Segundo é referido pela noticia do Diário de Aveiro, transcrevendo noticia da Lusa


ELIAS COSTA – Parece ter-se escapado  de Portugal, a residir em parte incerta,  mas é do seu refúgio, que, através da Internet,   se tem revelado um dos mais acesos defensores das politicas de Patrice Trovoada, atacando tudo e todos , que não sigam  as orientações do Primeiro-ministro  

Como tem sido publico e notório, a liberdade de expressão, em S. Tomé e Príncipe, encontra-se fortemente condicionada, porque totalmente controlada e manipulada pelo Governo do atual Primeiro-Ministro – Mesmo assim, tem acalorados defensores dessa mordaça – Uma das principais personagens que entretanto surgiu nas redes sociais, agora com as  tão controversas eleições presidenciais,  chama-se Elias Costa

Entretanto, após a publicação desta post, chegaram-nos informações de que, Elias Costa, prestou no TIR - termo de identidade e residência, na casa de sua mãe, em Sintra; que o Tribunal de Aveiro, sabe que está em Angola, que  tem contatado o Tribunal por via eletrónica. O que, aliás, ele próprio já confirmou mostrando troca de emails; também nos foi adiantado que foi autorizado o julgamento do passado dia 21, na sua ausência, o que não corresponde à decisão exposta na notícia no Diário de Aveiro, transcrita da LUSA e a noticias anteriores

Mas então quem  desmentiu as noticias  da LUSA, que correram mundo – E também devem ter chegado a S. Tomé? 


Aveiro, 21 jun (Lusa) - O ex-secretário-geral da associação de cooperação para o desenvolvimento SUL, sediada em Aveiro, começou hoje a ser julgado à revelia, 15 anos depois de terem ocorrido os crimes pelos quais está acusado. - Apesar de ter sido devidamente notificado da audiência, o arguido, que se encontra a residir no estrangeiro, não compareceu no Tribunal de Aveiro, nem justificou a ausência. http://noticias.sapo.tl/portugues/lusa/artigo/20894204.html


LUSA - Ex-dirigente de organização não-governamental julgado à revelia em Aveiro
22 de Junho de 2016, 00:03

Aveiro, 21 jun (Lusa) - O ex-secretário-geral da associação de cooperação para o desenvolvimento SUL, sediada em Aveiro, começou hoje a ser julgado à revelia, 15 anos depois de terem ocorrido os crimes pelos quais está acusado.

Apesar de ter sido devidamente notificado da audiência, o arguido, que se encontra a residir no estrangeiro, não compareceu no Tribunal de Aveiro, nem justificou a ausência.

O coletivo de juízes decidiu, assim, iniciar o julgamento sem a presença do arguido, que está acusado de três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção.- 

LUSA - Ex-dirigentes de organização não governamental sediada em Aveiro com julgamento adiado
11 de Maio de 2016, 21:10

Aveiro, 11 maio (Lusa) - O Tribunal de Aveiro adiou para 21 de junho o início do julgamento de dois antigos dirigentes de uma organização não governamental para o desenvolvimento sediada em Aveiro, que estava marcado para hoje.

O adiamento ficou a dever-se à ausência dos arguidos, que estão acusados pelo Ministério Público (MP) de três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção. – Excerto de Ex-dirigentes de organização não governamental sediada em Aveiro ...
 EM S. TOMÉ, SILÊNCIO ABSOLUTO - MAS AS FAÇANHAS DE ELIAS COSTA E DA SUA EX-COMPANHEIRA, JÁ TEM BARBAS BRANCAS - DE UM FORAGIDO QUE VIROU POLITICO

Correio da Manhã  - Ex-dirigente de associação levado a tribunal por peculato - Suspeito do desvio de verbas de instituição, em Aveiro.

Correio da Manhã
18.01.16 Julgamento tem início marcado para maio - O ex-secretário-geral de uma associação de cooperação para o desenvolvimento sediada em Aveiro vai ser julgado em maio, no tribunal local, por suspeita do desvio de verbas da instituição, após ter andado dez anos desaparecido, disse esta segunda-feira fonte judicial.

A investigação partiu de uma queixa formalizada em 2000 pelos órgãos sociais da associação "SUL" contra a conduta do seu então secretário-geral e da sua companheira, que fazia parte da comissão executiva.

Os dois arguidos, que foram declarados contumazes em 2005, estão acusados de três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), entre agosto de 1999 e fevereiro de 2000, os dois arguidos ter-se-ão apropriado de quase 20 mil euros de subsídios obtidos pela associação. A maior parte desta verba diz respeito a apoios concedidos pelo Instituto Português da Juventude, no âmbito de projetos a que a associação se tinha candidatado.

De acordo com os investigadores, os arguidos utilizaram este dinheiro em proveito próprio, adquirindo bens e serviços, ou fazendo suas determinadas quantias em numerário as quais utilizaram no uso corrente da sua vida e bem assim na satisfação das suas obrigações quotidianas.

O MP diz ainda que os arguidos abriram uma conta em nome da instituição, que apenas poderia ser movimenta pelos mesmos, e promoveram campanhas de recolha de fundos, sem conhecimento dos órgãos sociais, chegando a forjar uma declaração do então ministro da administração pública e do trabalho de São Tome e Príncipe. 

NOTICIAS DE AVEIRO – Conta paralela denunciou desfalque na SUL 21 Jun 2016, 11:03

O ex-secretário-geral da SUL - Associação de Cooperação para o Desenvolvimento, começou hoje a ser julgado, à revelia, em Aveiro, no processo relacionado com o desvio de 20 mil euros de subsídios para fins particulares, em que também está acusada a então companheira.

(,…) Os factos, que remontam a 2000, tiveram origem numa queixa apresentada pelos próprios orgãos sociais da Sul que procuram ainda recuperar a verba.
O casal está acusado de crimes de falsificação (3), fraude na obtenção de subsídio e desvio de subvenção. 
A fatia maior dos dinheiros públicos alegadamente desviados para suportar despesas pessoais resultaram de apoios do Instituto Português da Juventude. A associação teve grande dinâmica, nomeadamente em projetos de desenvolvimento nas antigas colónias e Timor-Leste.
Segundo o Ministério Público, os arguidos abriram abusivamente uma conta em nome da Sul que só os próprios poderiam usar e organizaram campanhas de recolha de fundos sem conhecimento dos órgãos sociais.

O tribunal começou a ouvir as testemunhas do processo. A presidente da assembleia geral da SUL, fundadora, referiu que a associação ficou "parada" após o caso agora em julgamento. "Fui eu que descobri toda esta situação, da conta ilegal. A abrir correspondência, relacionada com subsídios para projetos de desenvolvimento, vi um depósito num número de conta que não era nossa. Foi um choque. Ainda pensámos que era um engano, mas não. A conta, com um único mandatário, era do Elias, com morada da sua residência. Não podia abrir aquela conta em nome da Sul sem ata e assinaturas da comissão executiva", recordou. 

"Tinham uma SUL a funcionar em paralelo, com assinaturas digitalizadas do presidente da direcão. Desviaram dinheiro de financiamento de equipamento, no caso uma audioteca, por exemplo", adiantou.
Já o representante do senhorio a quem os arguidos tinham casa alugada justificou-se com a falta de memória para explicar a origem de cheques de pagamentos de rendas. Passou também pelo julgamento o dono de um oculista que vendeu lentes ao arguido http://www.noticiasdeaveiro.pt/pt/40301/conta-paralela-denunciou-desfalque-na-sul/.

LUSA . 01-04-2003  -POLÍCIA JUDICIÁRIA EM PJ SEGUIU-LHES O RASTO
PJ . Investiga alegado desvio de fundos em associação de cooperação


Aveiro PJ investiga alegado desvio de fundos em associação de cooperação A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar alegados desvios de fundos na Associação de Cooperação para o Desenvolvimento «Sul«, com sede em Aveiro, informou hoje fonte policial. A investigação baseia-se em queixas formalizadas em Fevereiro de 2000 pelos órgãos sociais da associação contra a conduta do seu então secretário-geral, Elias Costa, entretanto expulso. De acordo Rui Correia, presidente da Sul, as suspeitas recaem sobre um cidadão de S. Tomé e Príncipe que viveu e estudou em Aveiro e que mais tarde se terá fixado em França. Rui Correia disse à Agência Lusa que as denúncias à PJ foram feitas depois de a Sul ser informada por um organismo público de que teria transferido uma verba para a associação, montante que não dera entrada nos seus cofres.  -Excerto de 

(...) A Sul foi fundada há 11 anos e integra a Plataforma Portuguesa de Organizações Não-Governamentais para o Desenvolvimento. Entre as suas iniciativas contam-se acções de apoio ao povo de Timor-Leste e de São Tomé e Príncipe. A sua actividade está praticamente parada desde a descoberta das alegadas fraudes em 2000. Apesar das diligências desenvolvidas na embaixada de S. Tomé e Príncipe e na Universidade de Aveiro, onde o cidadãos são- tomense estudou, a Agência Lusa não conseguiu contactá-lo. Lusa (18 Out / 16:53) PJ investiga alegado desvio de fundos em associação de cooperação 


DIZ-ME COM QUEM ANDAS, EU DIR-TE-EI  O QUE TU  ÉS

Tal como tem sido público e notório,  a liberdade de expressão, em S. Tomé e Príncipe,  encontra-se fortemente condicionada, devido ao controlo absoluto dos órgãos de  comunicação social   pelo  Governo do atual Primeiro-Ministro, Patrice Trovoada, que, agora durante  o processo eleitoral atingiu raias do absurdo e de inqualificável procedimento - Situação, esta, que em nada se coaduna como o espírito pacifico mas extrovertido dos santomenses.

Pois, na verdade, quem exprimir opiniões criticas ou contrárias ao regime, liderado pela maioria parlamentar da ADI, que se apoderou do comando dos principais órgãos de soberania do Estado, fica imediatamente sob o ponto de mira da calúnia  


Curiosamente, uma das personagens, que entretanto surgiu nas redes sociais,  como um dos mais ferozes defensores da censura imposta pelo regime de Patrice e seus correlegionários,  é justamente um tal Elias Costa, que,  segundo noticia publicada, no passado dia 22 de Junho, pelo Diário de Aveiro, foi julgado à revelia, por três crimes de peculato, três crimes de falsificação, um crime de fraude na obtenção de subsídio e um crime de desvio de subvenção.

O caso, remonta há 15 anos atrás, ao tempo em que era  secretário-geral da associação de cooperação para o desenvolvimento SUL, sediada naquela cidade,  envolvendo ainda a então companheira do arguido, em relação à qual o tribunal ordenou a separação dos processos, por se encontrar em parte incerta - 


FINALMENTE,  ELIAS COSTA, JÁ É NOTICIA EM S. TOMÉ MAS NÃO NOS ORGÃOS SOB CONTROLO DE PATRICE TROVOADA 

A notícia foi publicada, no jornal on lin,  Téla Nó, a única voz independente que é um autêntico arquivo histórico informativo de S. Tomé e Príncipe, graças ao labor e dedicação de Abel Veiga – Porém, tanto o jornalista, como o referido jornal, têm sofrido fortes perseguições de Patrice Trovoada

Téla Nón - Elias Costa(na foto) cidadão são-tomense é acusado pelo Tribunal de Aveiro-Portugal, na prática de 8 crimes. Notícia divulgada pelo Jornal Diário de Aveiro, dá conta que o cidadão são-tomense Elias Costa, começou a ser julgado à revelia, apesar de ter sido notificado para a audiência de julgamento. – Excerto de Justiça portuguesa procura pelo cidadão são-tomense EliasCosta 

E já tem comentários:

Luizf 15 de Agosto de 2016 as 18:30  
Força Justiça Portuguesa.
Esse Elias quer refúgio no Patrice Trovoada. Ultimamente tem engraxado o Patrice Trovoada e o partido ADI. Afinal é um grande delinquente

Escola da Máfia Gabonesa 15 de Agosto de 2016 as 18:32 

Icé só ça sweeg. Afinal Elias Costa também é corrupto. Patrice Trovoada tem uma equipa de luxo. Augerio Amado Vaz, Elias Costa, Raul Cravid dentre outros (…) Elias Costa aquele andou maltratar Pinto Costa dizendo que homem é corrupto,ditador e ladrão (…). Oh,Deus é tão bom, justiça divina tarda mais chega sempre!


ELIAS COSTA –  QUE JÁ CHEGOU A SER CLASSIFICADO DE  CONTUMAZ – ATIRA-SE A UMA DAS RARAS VOZES INDEPENDENTES DO JORNALISMO SANTOMENSE 

Email comprova que foi notificado por email mas não compareceu 
O Elias Costa, declarado contumaz, com a sua ex-companheira, em 2005, uma vez mais mostra a sua face de hábil manipulador e de pessoa de má fé, que só encontra coro em antigos ferozes e trapaceiros colonialistas, que continuam a insultar-me e a caluniar-me, como há 41 anos atrás: - Elias,  além dos sórdidos ataques que faz à única imprensa livre e independente, mas também corajosa e heróica voz de S. Tomé e Principe, veio dizer através de um agressivo comunicado, dirigido àquele jornal, https://www.facebook.com/notes/elias-costa/nota-de-imprensa/1684784838512609?__mref=message_bubble

Entre outros insultos, diz que: O jornalista Abel Veiga, através do Jornal Téla Nón, perde mais uma vez a oportunidade para fazer JORNALISMO e acaba por fazer “JORNALESMO”. O artigo noticioso de Abel Viega do dia 15 de Agosto de 2016 (http://www.telanon.info/sociedade/2016/08/15/22525/justica-portuguesa-procura-pelo-cidadao-sao-tomense-eliascosta/), “relatando” que a justiça portuguesa procura pelo cidadão são-tomense Elias Costa
(…) “Este jornalista age/escreve exclusivamente com base em interesses político-partidários e financeiros.”. “O jornal Téla Nón jornal caiu em total descrédito e desgraça” - Mas quem tem credibilidade é o Elias e os seus amigos que desgovernam S. Tomé

E, acrescenta:  "Convido a todos para fazer a leitura de dois e-mails que me foram dirigidos pelo Tribunal de Aveiro (NOTA: para quem se mostrar interessado poderei fazer o reenvio desses e-mails para o seu endereço de e-mail) "

Sim, então, o Sr. Elias Costa, quer com isto dizer que  os dois e-mails  provam a que o Tribunal sabe do seu atual paradeiro?  – Então acha que esta noticia, a que noss referimos pormenorizadamente atrrás,  é falsa?   Ex-dirigente de ONG julgado à revelia em Aveiro http://www.diarioaveiro.pt/noticia/7136
OS ABUSOS DE ELIAS FORAM AMPLAMENTE DIVULGADOS PELA LUSA, EM VÁRIAS DATAS – NINGUÉM REAGIU.
Para Elias Costa, o facto do Téla Nòn ter divulgado a notícia do Jornal de Aveiro, que o indica como tendo sido julgado à revelia pela prática de 8 crimes graves, prova dentre outros aspectos que o Jornalista do Téla Nón age e escreve exclusivamente com base em interesses políticos, partidários e financeiros.

Elias, “considera que o Jornalista do Téla Nón, antes de reproduzir a notícia veiculada pelo Jornal de Aveiro, deveria questiona-lo, porque são amigos no facebook. – E então por não questionou as noticias da Lusa, que serviram de fonte a todas as noticias? 


O cidadão, considera que o Jornalista do Téla Nón, antes de reproduzir a notícia veiculada pelo Jornal de Aveiro, deveria questiona-lo, porque são amigos no facebook. «Desta forma, Elias Costa sempre esteve acessível e disponível para o sr. Abel Viega e este sempre teve como lhe questionar sobre o assunto em questão antes de proceder a publicação do artigo/notícia», refere o cidadão acusado de 8 crimeshttp://www.telanon.info/sociedade/2016/08/16/22531/elias-reage-a-noticia-do-jornal-de-aveiro-publicada-pelo-tela-non/

QUEM É ESTE ELIAS COSTA, QUE CALUNIA E INSULTA COM A MAIOR DESFAÇATEZ E FAZ A CAMPANHA DESPUDORADA DE  PATRICE?  

 Filho de Quaresma Costa, Ministro Delegado da Ilha do Príncipe na 1ª República, consta que vive atualmente em Angola. Nas eleições passadas, esteve na Ilha do Príncipe, na lista do MLSTP, para ser eleito a Deputado, Porém, não tendo logrado  esse objetivo, desde então tem-se revelado um dos mais acalorados defensores das políticas de Patrice Trovoada, insultando, caluniando, quem não se sintonizar com as suas opiniões




Elias Costa Òóó Jorge Trabulo Marques toda gente sabe que tu tens uma paixão pelos ditadores e ditaduras. Eu não. Nunca nada quis com o Pinto da Costa. Você foi agente da PIDE na época colonial e agora é agente de Pinto da Costa com a missão de reinstalar a ditadura. Tacho querias tu que o Pinto da Costa reinstalasse a ditadura para poderes malandrar. Não dás e não acrescentas nada. Não produzes nada para o bem do país. Só praticas a intriga para poderes viver. Eu não. Vivo bem onde estou, APOIO O ADI, PATRICE TROVOADA E EVARISTO DE CARVALHO COM MUITO GOSTO, ALEGRIA E PRAZER.

Também sabemos que és curandeiro/feiticeiro de Pinto da Costa. Quando te deram uma bem dada que caíste do pico, fugiste que nem o diabo com a cruz.

SÃO AINDA DE ELIAS COSTA, ESTAS RECENTES PALAVRAS NO FACEBOOK





"Definitivamente existem pessoas que não sabem o que significa a liberdade de imprensa. 


Normalmente, é comum dizer-se que a nossa liberdade acaba onde começa a liberdade do outro. A carteira profissional de um jornalista não lhe atribui liberdade total para dizer/escrever o que lhe apetecer sobre tudo e nada, distorcendo factos e transmitindo versões deturpadas da realidade. E também não lhe atribui direito de acesso a todas as atividades do Estado. Os órgãos de comunicação social têm responsabilidades regulamentadas por lei." 


39 anos depois
No tempo colonial, pós Abril: - Altas Pressões... 
Além disso, sendo a RTP-África um órgão de comunicação social público, ela tem responsabilidades que decorrem da sua actividade de prestação do serviço público que deve ser isenta e realizada com rigor. Se assim não fosse, então um polícia, um militar, um político também teriam a liberdade de fazer o que quisessem no âmbito das suas actividades profissionais e áreas de competências. A liberdade de imprensa existe e deve ser preservada. A prova desse facto é que o sr. Abel Viega tem a liberdade de expressar as suas opiniões de forma livre através dos órgãos de comunicação social para os quais trabalha. O governo também tem o direito ao gozo das suas liberdades. O governo tem a liberdade de receber na sua sede quem bem entender. Ele não é obrigado a receber tudo e todos. Especialmente aqueles que de forma premeditada e propositada fazem questão de deturpar a verdade dos factos e afirmações de responsáveis políticos por causa de querelas políticas das quais os verdadeiros jornalistas devem abster-se. Resumindo, o sr. Abel Viega é livre de escrever/dizer o que quiser, assumindo todas as responsabilidades dos seus actos, e o governo também é livre de agir e manifestar-se em conformidade.

TIDO COMO SUPER-INTELIGENTE, MAS  DAS TAIS INTELIGÊNCIAS QUE ACABA  POR FAZER COMO FAZ O  FERRÃO DO LACRAU  -  NÃO PENSA QUE O VENENO SE PODE VIRAR CONTRA O EMISSOR.  


   Um abraço aos santomenses que postaram seus comentários no Facebook onde esta minha denúncia encontrou grande eco - Houve também quem se associasse às suas patifarias e  me insultasse da forma mais cobarde e sórdida - Mas vai ter a resposta que merece: depois não me chamem bruxo e de de ter postado imagens pessoais - fora do seu contexto - para me achincalhar 

Pelo que me apercebi, embora estas façanhas, de Elias Costa, fossem desconhecidas, já havia muito quem soubesse que ele não era pessoa de fiar – E até o avisasse ;  - Vou tomar a liberdade de aqui postar um comentário de Aerton Do Rosário

"Eu tinha chamado atenção ao Elias Costa, para parar de fazer acusação aos outros porque ele Elias Costa não é exemplo e nem tem moral, para falar e difamar os outros. Em tempos fui a Aveiro saber da minha vida. Quando la cheguei conheci uma senhora, professor de matemática e o seu marido, funcionário do ex Banco Espírito  Santo.

Essa senhora contou a mim e a  Honorário Lavres Oliveira coisas incríveis sobre Elias Costa.
Falou-nos do dinheiro da União Europeia que devia ser canalizado para Região Autónoma Príncipe, falou da Associação Sul de Aveiro, de uma tal Francesa que ajudava o Elias Costa, a preparar toda fraude, falou do dinheiro da Universidade de Aveiro para compra de uma antena para laboratório de electrónica, muitas e outras coisas. Disse que a judiciária estava a procura de Elias Costa, e disse ainda, que Elias Costa era alguém muito inteligente, que admirava a capacidade cognitiva do Elias Costa, só que, ele usava a sua inteligência para maus fins...


Quando vi Elias Costa, a chamar nomes a Dra Maria das Neves e Pinto da Costa, comecei a rir, porque Elias não é pessoa indicada para falar dos outros.
Elias Costa, mesmo em Angola, fez das suas, levou uma grande pancada, por ter-se envolvido com bandidos!"


COMO QUE FINS SE ACEITAM PESSOAS, COM  CURRÍCULO  MANCHADO  POR NOTICIAS DE TÃO GRAVES ACUSAÇÕES  A FAZER OFICIALMENTE CAMPANHA POLITICA? - OBVIAMENTE, DIZ-ME COM QUEM ANDAS....


   "Processo eleitoral  constitucionalmente limpo”, “sem fraude”  mas com repórteres  de rádio nas Assembleias  apelarem  ao voto,  ao arrepio da  lei
Artigo 133.º Deveres dos Profissionais de Comunicação Social) Os profissionais de comunicação social que, no exercício das suas funções, se desloquem às assembleias de voto não podem: Colher imagens e aproximar-se das câmaras de voto de forma que possam comprometer o segredo de voto; Obter outros elementos de reportagem no interior da assembleia de voto ou no seu exterior até à distância de 500 metros que igualmente possam comprometer o segredo do voto; De qualquer outro modo perturbar o acto eleitoral.


NESTE VÍDEO A DESMONTAGEM DE GIGANTESCA FRAUDE NO DIA DO ESCRUTÍNIO 

ELIAS COSTA – REVELADOR DA INTOLERÂNCIA QUE PARECE GRASSAR NO INTERIOR DAS HOSTES DO PARTIDO QUE TEVE A MAIORIA ABSOLUTA NAS LEGISLATIVAS ADI – AÇÃO DEMOCRÁTICA INDEPENDENTE

Por duas vezes todos os pneus à navalhada
Os jornalistas são sempre as primeiras vítimas. os bodes-expiatórios da ira popular, das guerras e conflitos - Em S. Tomé, no tempo  colonial, só não me lincharam, talvez por milagre - Mas não foi da pacifica população desta maravilhosa ilha que partiram as agressões e ameaças. Aliás, foi no seio da mesma que eu fui protegido - Agora, veja-se de onde partem as violentas calunias provocações  Para já, apenas em forma verbal – Vindas dos defensores do neocolonialismo selvagem liberal: da geração que não conheceu as agruras do colonialismo mas foi educado pelos benefícios da independência. 


ANTIGOS COLONOS BRANCOS. ODEIAM OS FUNDADORES DO NACIONALISMO  SANTOMENSE   - E SÃO HOJE OS MAIORES  ADMIRADORES DO NOVOS COLONIALISTAS NEGROS  -


Veja-se, até que ponto, vomitam o seu ódio e as suas falsidades no facebook tal como o fizeram há 41 anos - Manuel Correia Sabem porquê que eu e o Elvidio lhe cortamos o cabelo? PORQUE, NA MANHÃ DE O3 DE FEVEREIRO DE 1975, ELE E UM GRUPO DA CÍVICA, PERCORRERAM AS RUAS DA CIDADE DE S.TOMÉ, DE MARRETA NA MÃO, COM ELE A COMANDAR, A PARTIREM TODAS AS PLACAS TOPONÍMICAS QUE CONTINHAM REFERÊNCIAS PORTUGUESAS. Não sabiam ??? E que o menino chorou baba e ranho, a implorar que não lhe cortássemos as lindas madeixas loiras . . Curtir · Responder · 2 · 12 de agosto às 06:29 Veja quem são
https://www.facebook.com/elvido.ricardodeviveiros?fref=ts.....https://www.facebook.com/manuel.sebastiao.75?fref=ts





JORNALISMO PORTUGUÊS NA MIRA  DE  INTERESSES NECOLONIAIS  - Defendidos através de um dos  herdeiros do último Governador de Angola   - Fernando Augusto Santos e Castro -  Possivelmente, saudosos do tempos em que se banqueteavam em lautas jantaradas com o papá, ao mesmo tempo que soldados portugueses e guerrilheiros, caiam nas matas, por teimosia cega de fascistas colonialistas - Com que descaramento estes   comissários escribas, sem escrúpulos,  que se prestam a branquear imagens de duvidosa reputação?.

Donde vieram os dinheiros para lhes pagarem viagens em jatos particulares, luxuosas estadias, opiparas comezainas, tanto em S. Tomé, como em Portugal, a estes garimpeiros?  - Sendo mais que evidente que este tipo de gente, não faz nada que não seja pela avidez insaciável da sua pança em encher os bolsos  do vil metal  e não por amor ao sacrificado Povo de S. Tomé


O Povo de S. Tomé e Príncipe, sofreu muito ao longo de séculos - Pelos vistos, há gente que desconhece essa memória e que tem saudades de antigamente, juntando-se aos novos neocolonialistas e seus propagandistas, disfarçados de Messias - Veja-se este documento dos anos 50, que defendia à entrada da Piscina Municipal, uma tabuleta para vedar a entrada a negros e até a alguns brancos http://www.odisseiasnosmares.com/2015/01/sao-tome-39-anos-depois-memoria.html

MENTALIDADE COLONIAL AO ATAQUE - TAL COMO HÁ DOIS ANOS E EM ARTIGOS NO DIA ANTERIOR ÀS ELEIÇÕES  - DONDE VEM A MASSAROCA PARA PAGAR BALÚRDIOS A ESTES PAPALVOS

MAIS UM BANHO E UMA BANHADA EM VISTA  - De quem  têm a lata de afirmar: depois á aquele fenómeno do banho, desagradável, que as autoridades têm combatido, mas que, aparentemente, não teve efeito nos resultados, tudo indica; até, se tiveram foi ao contrário de que aqueles que o promoveram e, o povo santomense, deu uma enorme demonstração de civismo"


PÚBLICO - "Amanhã, 7 de Agosto, Evaristo Carvalho deverá ser eleito Presidente da República de São Tomé e Príncipe. É a consolidação de uma mudança de ciclo, facto da maior relevância a que as autoridades portuguesas deverão dar o melhor acolhimento e destaque. Evaristo Carvalho não é novato nestas andanças, mas um dos mais experientes políticos são-tomenses. Começou com Miguel Trovoada, um dos dois grandes nomes históricos da política do país. E seguiu longa e dedicada carreira: deputado, ministro, duas vezes primeiro-ministro, Presidente da Assembleia Nacional. São Tomé e Príncipe: mudança e estabilidade | Público 

JOSÉ RIBEIRO E CASTRO 10/10/2014 - 03:25 É importante que as eleições sejam um virar de página, gerando uma maioria estável e duradoura e um novo clima de relação entre as principais forças e actores políticos.São Tomé, à porta do futuro - PÚBLICO

GENTE FINA DE GOVERNADOR COLONIALISTA É OUTRA LOIÇA   - Último  Governador de Angola, papá de Ribeiro e Castro Fernando Augusto Santos e Castr Militante destacado do Partido do Centro Democrático Social, participou na criação da Juventude Centrista e da Fundação dos Trabalhadores Democratas-Cristãos. Viria a liderar o CDS, após a demissão de Paulo Portas, em 2005, num congresso realizado em Lisboa, em que derrotou a ala portista reunida em Telmo Correia[2]. Portas regressaria em 2007, derrotando Ribeiro e Castro em eleições diretas, com 74,6% dos votos[3]. Foi deputado à Assembleia da República, eleito nas legislaturas iniciadas em 1976, 1980, 1999 e 2009. Entre 2009 e 2011 presidiu à Comissão Parlamentar de Negócios Estrangeiros[4] e, entre 2011 e 2013, foi presidente da Comissão de Educação, Ciência e Cultura[5]. Foi Secretário de Estado Adjunto do Vice-Primeiro-Ministro Diogo Freitas do Amaral, nos governos da Aliança Democrática, chefiados por Francisco Sá Carneiro e Francisco Pinto Balsemão.  Excerto de José Ribeiro e Castro – Wikipédia, 

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE -ILHAS ABENÇOADAS POR DEUS E AMALDIÇOADAS POR CENSORES E DITADORES SEM ESCRÚPULOS

2-08-2016 -Jornalista da RTP – África proibido de entrar no Palácio do Governo
Pela primeira vez nos últimos 41 anos de Independência Nacional, o jornal Téla Nón, teve acesso ao relato de uma história tão rocambolesca de bloqueio a liberdade de imprensa e do jornalista numa instituição pública e pertença do Estado são-tomense. Trata-se do Palácio do Governo onde funciona os Gabinetes do Primeiro Ministro e do Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, este último que por sinal tutela o sector da comunicação social. . Jornalista da RTP – África proibido de entrar no Palácio do Governo ...
9 Ago 2016 Num comunicado com data de 9 de Agosto de 2016 e sem assinatura o Governo são-tomense criticou a informação da RTP – África em São Tomé e Príncipe. Clique no link abaixo para inteirar-se sobre o protesto do Governo liderado por Patrice Trovoada.


Onde pára o arquivo do dia 26?
Apagão na TVS cala discurso M. Pinto da Costa – Em curso Golpe de Trovoada à Temer   -Nas Ilhas Verdes do Equador - Depois do golpe no Brasil, há outro em curso em São Tomé e Príncipe - Eleições S. Tomé: Apagão na TVS de Patrício Trovoada , cala discurso M. Pinto da Costa 

"Depois do golpe no Brasil, há outro em curso em São Tomé e Príncipe" - Diz a  escritora Inocência Matta  

"Depois do golpe no Brasil, há outro em curso em São Tomé e Príncipe - sempre sob a capa de um pretenso jogo democrático. Nunca vi nada assim, um descaramento inaudito por parte dos apoiantes da candidatura de Evaristo de Carvalho - e estou a falar do Governo, da Comissão Eleitoral, do Tribunal e da comunicação social


 

Imagem de apoiantes da Campanha de Maria das Neves
"O candidato presidencial são-tomense Manuel Pinto da Costa  vai recusar entrar na segunda volta das eleições presidenciais de São Tomé e Príncipe, considerando que “participar num processo eleitoral tão viciado seria caucioná-lo”.

«Estamos perante um processo ardilosamente preparado e previamente anunciado, visando no essencial impor-nos uma vitória arrancada das urnas custe o que custasse e a primeira volta. Esta forma anti-democrática por isso fraudulenta, injusta e não transparente levou o partido no poder e o seu candidato a festejarem apressadamente uma vitória que só eles a tinham decidido», afirmou Maria das Neves.. Maria das Neves «Fraude Gigantesca» | Téla Nón

PATRICE - UMA AMEAÇA  PARA O FUNCIONAMENTO NORMAL DA DEMOCRACIA  EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 

18/07/2016 O analista Gerhard Seibert acredita que com um Presidente e um Governo do mesmo partido, São Tomé e Príncipe poderá contar com "maior estabilidade". Mas, por outro lado, o Executivo também poderá ser menos "controlado". São Tomé: Haverá mais estabilidade ou menos fiscalização? | São ...


É DITO QUE mandou emprestar 30 milhões de dólares à empresa chinesa China International Fund Limited,  - Empréstimo  realizado a margem de todas as leis da República, com destaque para a Lei-quadro da Dívida Pública, que tem como um dos objectivos regular os processos de endividamento público, garantindo as necessidades financeiras do Estado Patrice mandou emprestar 30 milhões de dólares a uma empresa .


07/06/2013 Forte suspeita de lavagem de dinheiro recai sobre  Patrice Trovoada “A pessoa em causa também assina o recibo confirmando a recepção do montante em cash. Levou o dinheiro para o Gabão, para ser depositado na conta número 81011146011-03, devidamente especificada no recibo. O LEITOR DEVE CONSULTAR O RECIBO QUE INDICIA LAVAGEM DE DINHEIRO CLIQUE –RECIBO DA TRANSACÇÃO  Téla Nón - Forte suspeita de lavagem de dinheiro recai sobre o ex-Primeiro ...  18/04/2016 - 

"Escândalo espreita o Banco Central"
18 Abr 2016 "As novas notas da dobra em fase de emissão, já não terão tantos zeros como habitualmente. Por exemplo, explicou a fonte do Télá Nón, e pode ser comprovado na foto, as notas de 100.000 dobras passarão a ter apenas 3 zeros. As de 50.000 passam a ser 50, as de 20.000 apenas 20, e assim por diante. Escândalo espreita o Banco Central | Téla Nón


Nenhum comentário :