expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Quem sou eu

Minha foto
Entre outros assuntos, falo da escalada ao Pico Cão Grande e das minhas aventuras em canoas – Visam defender a teoria de que antigos povos africanos, podiam ter sido os primeiros povoadores das Ilhas do Golfo da Guiné, antes dos colonizadores – Parti à meia-noite, disfarçado de pescador, ligando a ilha do Príncipe. Para me orientar, uma rudimentar bússola – A canoa era minúscula, à segunda noite adormeci: rolei na escuridão das vagas. No regresso fui distinguido com sopapos da policia salazarista, enviado para os calabouços – Cinco anos depois, numa piroga maior, fiz a ligação São Tomé-Nigéria. Partindo igualmente à noite, 13 dias depois atingia uma praia de Calabar, tendo sido detido 17 dias por suspeita de espionagem. - No mesmo ano, já com São Tomé e Príncipe independente, tentei a travessia São Tomé ao Brasil, usando os mesmos recursos. Além de pretender reforçar a minha teoria, desejava evocar a rota da escravatura e repetir a experiência de Alain Bombard. Porém, quis a ironia do destino que vivesse a difícil provação de um naufrágio de 38 longos dias, tendo aportado numa praia de Bioko (Bococo)onde fui recambiado para a famosa prisão de Black Beach

sábado, 11 de maio de 2019

HÁ UM ANO - CASO ROSEMA – JUIZ CLASSIFICADO COM NOTA DE MEDÍOCRE – ANULA DECISÃO DO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA – Empresário Mello Xavier vai retomar a Rosema com uma delegação do Governo angolano – Bom era que os negócios privados nunca fossem conspurcados, quer pela interferência judicial quer governamental estrangeira

  Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise 



HÁ QUE PROMOVER OS EMPRESÁRIOS NACIONAIS, desde que revelem competência e seriedade,   não se furtem aos impostos,  em detrimento do domínio e da usurpação  estrangeira, da cega globalização, que só olha a jogos de cifrões e não contempla os interesses genuínos das populações locais 


Por outro lado, também  não é com a subversão judicial, de um tribunal de instância inferior, anulando  a decisão de um tribunal superior, subvertendo a evolução democrática em S. Tomé e Príncipe, que   este pequeno mas maravilhoso  país define o seu rumo e reforça a sua credibilidade 

Sabemos que têm decorrido diligências por forma a apaziguar algumas sensibilidades, com interesse político-partidários, sobre a decisão do   Tribunal Regional de Lembá, ter devolvido  a transferência da Cervejeira Rosema, ao empresário angolano Mello Xavier em detrimento da sociedade são-tomense dos Irmãos Monteiro

Diz o polémico empresário,  que "vem retomar a Rosema junto de uma delegação, do Governo angolano, a cujo país  estas ilhas estão hipotecadas, em  milhões de dividas, nomeadamente do combustível, com sucessivos boicotes, refletindo-se nos malfadados cortes de energia, sim, diz  Xavier, que   “Chega de brincadeira, há que respeitar pelo menos nesta base empresarial privada, os direitos e obrigações entre os dois Estados, é esse aspeto que a gente quer defender”, acrescentou.
Relativamente a novos investimentos, o empresário disse que só não os fez antes devido à “governação desonesta” que existia, manifestando interesse na área da transformação alimentar e engarrafamento de água mineral” – Refere o Jornal Tela Nón  https://www.telanon.info/sociedade/2019/05/10/29213/mello-xavier-vem-retomar-a-rosema-junto-com-uma-delegacao-do-governo-angolano/
O Juiz António Bonfim Gentil Dias, do Tribunal da Primeira Instância do distrito de Lembá, lavrou uma sentença com base numa providência cautelar interposta pela defesa dos Irmãos Monteiros.

ONDE É QUE UM TRIBUNAL DE 1ª INSTÂNCIA PODE ANULAR ACÓRDÃOS DE UM TRIBUNAL SUPERIOR? - Claro, na república das bananas liderada por Patrice Trovoada e coadjuvada pelo seu pau-mandado, Evaristo Carvalho
O Juiz do Tribunal da Primeira Instância de Lembá, distrito onde se localiza a cervejeira Rosema, emitiu uma sentença que alegadamente anulou o acórdão do Supremo Tribunal de Justiça de 27 de Abril último que ordenou a restituição imediata da Cervejeira Rosema, ao empresário angolano Melo Xavier.
O Juiz António Bonfim Gentil Dias, do Tribunal da Primeira Instância do distrito de Lembá, lavrou uma sentença com base numa providência cautelar interposta pela defesa dos Irmãos Monteiros.


A sentença do tribunal de Lembá, com data de 7 de Maio devolve a fábrica de cervejas aos Irmãos Monteiros, e parece que anula o Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça. Aliás o Juiz Bonfim, põe fim a sua sentença, ordenando que os representantes do grupo angolano que receberam a cervejeira Rosema, devolvam as chaves e todo o resto aos Irmãos Monteiros.

 Operação Rosema” : Parlamento exonera juízes do Supremo -  Mas esqueceu-se de que há um juiz com nota de medíocre, que foi reintegrado

Com 31 votos a favor, sendo 28 da bancada parlamentar do partido no poder a ADI, e 3 votos da bancada parlamentar do partido MLSTP, a Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe aprovou esta tarde uma resolução, que exonera os Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça nomeadamente Maria Alice Carvalho, Frederico da Glória, e Manuel Silva Gomes Cravid, este último Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.

«O que assistimos aqui foi mais um acto de violação da constituição política promovido pelo ADI», referiu Danilson Cotu, líder da bancada parlamentar do partido PCD, cujos 5 deputados votaram contra a resolução. “Operação Rosema” : Parlamento exonera juízes do Supremo – Téla ...

Exoneração de juízes são-tomenses é inconstitucional - Constitucionalista Jorge Miranda https://www.dn.pt/lusa/interior/exoneracao-de-juizes-sao-tomenses-e-inconstitucional---constitucionalista-jorge-miranda-9338161.html

AFINAL PATRICE TINHA RAZÃO AO DIZER QUE OS JUÍZES CLASSIFICADOS COM NOTA MEDÍOCRE PODERIAM SER ÚTEIS NOUTRAS TAREFAS - Pelos vistos, utilissímos aos inimigos da democracia e de uma justiça independente, credível, imparcial  e competente

Para Patrice Trovoada os juízes considerados medíocres nos resultados da inspeção aos magistrados judiciais, poderão ser úteis em outros sectores do país.“Se não tem aptidão podem fazer outra coisa. O governo está disponível para coloca-los noutro sector, não são pessoas inválidas. São pessoas que para determinada função foram consideradas inaptas. E qual é o problema?», afirmou o Chefe do Governo. Patrice- “Juízes medíocres podem ser úteis noutros sectores

13/05/2016 Juízes classificados como medíocres foram suspensos – Téla Nón – quem não é da canalha leva com a metralha - Entre os quais estava um tal Juiz António Bonfim Gentil Dias, do Tribunal da Primeira Instância do distrito de Lembá, Que, afinal de contas, até revela ser um bom aliado da canalha

MUITO CONCERTADA E UNIDA ,  ESTA TRILOGIA  - GOVERNO, PODER ABSOLUTISTA PARLAMENTAR  E  PRESIDENTE DA REPUBLICA, DE SEU NOME  EVARISTO – Que faz queixa e anuncia fim de Silva e Frederico no TC  


O Gabinete do Presidente da República anunciou que uma queixa crime já corre os seus termos, contra o Juiz Conselheiro Frederico da Glória o relator do despacho, e também contra o juiz Presidente Silva Cravid. « Correndo contra o Juiz relator e próprio Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, enquanto Presidente do Tribunal Constitucional, cujas funções cessaram com a entrada na ordem jurídica nacional do Tribunal Constitucional autónomo, uma queixa-crime por suspeita de prevaricação, denegação de justiça e falsificação, ficam ambos imediatamente inibidos de qualquer intervenção no processo», diz o comunicado do Gabinete do Presidente da República https://www.telanon.info/politica/2018/01/01/26163/evaristo-faz-queixa-e-anuncia-fim-de-silva-e-frederico-no-tc/


28-01- 2018 -José Diogo avançou com queixa-crime e acabou ensanduichado Referia então o Téla Nón, que Uma onda de queixas e contra queixas – crime a nível dos líderes dos órgãos de soberania de São Tomé e Príncipe, varreu o último mês do ano 2017, e as suas consequências continuam a ser sentidas no início de 2018.


José Diogo, Presidente da Assembleia Nacional, bateu o martelo em cima da mesa da Assembleia Nacional em Agosto de 2017, tendo anunciado assim a aprovação pelos deputados da bancada da maioria, a ADI, do diploma que cria e instala o Tribunal Constitucional Autónomo de São Tomé e Príncipe.


O diploma polémico e que gerou fratura a nível político, mas também social, tinha um pedido de fiscalização preventiva no Supremo Tribunal de Justiça nas vestes do Tribunal Constitucional, submetido pelos deputados da oposição, e passados alguns minutos após a aprovação do diploma pela maioria que governo o país.
https://www.telanon.info/politica/2018/01/01/26165/jose-diogo-avancou-com-queixa-crime-e-acabou-ensanduichado/



DITADURA DE PATRICE – O MAIOR CANCRO DA SOCIEDADE SANTOMENSE  - QUE É URGENTE ERRADICAR Crise : Juízes denunciam Patrice como Ditador     POVO PEQUENO, LEVA LÁ DISTO! –


São-Tomé, 11 Mai ( STP-Press ) –  Sob a presidência do Chefe de Estado são-tomense, Evaristo Carvalho, o Conselho Superior da Defesa reuniu-se  quinta-feira e concordou com a promoção de oficiais superiores do exército tendo ainda recomendado medidas para se evitar eventuais distúrbios e desacatos no País, tal como anunciou o porta-voz do conselho, o Coronel João Bexigas.

“Recomendaram as autoridades competentes em tomar medidas convenientes para evitar qualquer tipo de distúrbio ou desacato que possa alterar a ordem pública”, disse Bexigas tendo citado a actual situação interna do País marcada por discórdia entre poder e a oposição resultante da resolução parlamentar que exonerou juízes e o processo da Cervejeira Rosema. http://www.stp-press.st/2018/05/11/presidente-reune-conselho-superior-da-defesa-prevenir-disturbi

Nenhum comentário :